Tradução Brasileira (2010) (TB)
1

Exortação ao arrependimento

11No

1.1
Zc 1.7
Zc 7.1
Ed 4.24
6.15
Ag 1.1,15
2.1,10,20
oitavo mês, no segundo ano de Dario, veio a palavra de Jeová ao profeta
1.1
Zc 7.1
Ed 5.1
6.14
Mt 23.35
Lc 11.51
Zacarias, filho de Berequias, filho de
1.1
Ne 12.4,16
Ido, dizendo: 2Jeová
1.2
Zc 1.15
2Cr 36.16
Jr 44.6
irou-se fortemente contra vossos pais. 3Portanto, dize-lhes: Assim diz Jeová dos Exércitos:
1.3
Is 31.6
Ml 3.7
Tornai para mim, diz Jeová dos Exércitos, e tornarei para vós, diz Jeová dos Exércitos. 4Não sejais
1.4
Sl 78.8
106.6-7
como vossos pais, a quem clamavam
1.4
2Cr 24.19
36.15
os profetas anteriores, dizendo: Assim diz Jeová dos Exércitos:
1.4
Is 1.16-19
Jr 4.1
Ez 33.11
Tornai, agora, dos vossos maus caminhos e dos vossos maus feitos. Contudo,
1.4
Jr 6.17
11.7-8
não ouviram, nem me escutaram, diz Jeová. 5Vossos
1.5
Jó 14.10-12
Ec 1.4
Lm 5.7
pais, onde estão?
1.5
Jo 8.52
E os profetas, vivem eles para sempre? 6Mas as minhas palavras e os meus estatutos que ordenei aos profetas meus servos
1.6
Jr 12.16-17
44.28-29
Am 9.10
não recaíram eles sobre vossos pais? Tornaram e disseram:
1.6
Lm 2.17
Assim como Jeová dos Exércitos resolveu fazer a nós segundo os nossos caminhos e segundo os nossos feitos, assim ele nos tratou.

A primeira visão: os cavalos

7Aos vinte e quatro dias do

1.7
Zc 1.1
undécimo mês, que é o mês sebate, no segundo ano de Dario, veio a palavra de Jeová ao profeta Zacarias, filho de Berequias, filho de Ido, dizendo: 8Tive de noite uma visão, e eis um homem montado num
1.8
Zc 6.2
cavalo vermelho. Ele estava parado entre
1.8
Zc 1.10-11
Ne 8.15
Is 41.19
55.13
as murteiras que estavam no vale; atrás dele estavam cavalos
1.8
Zc 6.2-3
vermelhos, baios e brancos. 9Então, perguntei:
1.9
Zc 1.19
Zc 4.4-5,13
6.4
Meu senhor, quem são estes? Respondeu-me
1.9
Zc 2.3
4.5
5.5
6.4-5
o anjo que falava comigo: Mostrar-te-ei quem são estes. 10Respondeu o homem que estava parado entre as murteiras e disse: Estes são os que Jeová tem enviado para
1.10
Zc 1.11
Zc 4.10
6.5-8
Jó 1.7
correrem a terra. 11Eles responderam ao anjo de Jeová
1.11
Zc 1.8,10
que estava parado entre as murteiras e disseram: Nós temos corrido a terra, e eis que
1.11
Zc 1.15
Is 14.7
a terra toda está quieta e em descanso.

12Então, respondeu o anjo de Jeová:

1.12
Sl 74.10
Jr 12.4
Hc 1.2
Até quando, Jeová dos Exércitos,
1.12
Sl 102.13
Jr 30.18
não terás tu compaixão de Jerusalém e das cidades de Judá, contra as quais tens alimentado
1.12
Sl 102.10
Jr 15.17
indignação estes
1.12
Jr 25.11
29.10
Dn 9.2
setenta anos? 13Jeová respondeu
1.13
Zc 1.9
Zc 4.1
ao anjo que falava comigo com palavras boas,
1.13
Is 40.1-2
57.18
palavras consoladoras. 14Assim, o anjo que falava comigo me disse:
1.14
Zc 1.17
Is 40.2,6
Clama, dizendo: Assim diz Jeová dos Exércitos:
1.14
Zc 8.2
Zelo a Jerusalém e a Sião com grande zelo. 15Eu,
1.15
Zc 1.2
com grande indignação, estou indignado com as nações que estão
1.15
Sl 123.4
Jr 48.11
em descanso; porque eu estava um pouco indignado, mas eles
1.15
Am 1.11
auxiliaram o mal. 16Portanto, assim diz Jeová: Acabo
1.16
Zc 2.10-11
Is 54.8-10
de voltar para Jerusalém com misericórdia; nela será edificada a minha
1.16
Zc 4.9
Ed 6.14-15
casa, diz Jeová dos Exércitos,
1.16
Zc 2.2,4
Jr 31.39
e o cordel será estendido sobre Jerusalém. 17Torna a clamar, dizendo: Assim diz Jeová dos Exércitos: As minhas
1.17
Is 44.26
61.4
cidades ainda se trasbordarão de bens; Jeová ainda
1.17
Is 51.3
confortará a Sião e ainda
1.17
Zc 2.12
escolherá a Jerusalém.

A segunda visão: os quatro chifres e os quatros ferreiros

18Levantei os meus olhos e vi, e eis quatro chifres. 19Eu perguntei ao anjo que falava comigo: Que são estes? Ele me respondeu: Estes são

1.19
1Rs 22.11
Sl 75.4-5
Am 6.13
os chifres que espalharam a Judá, a Israel e a Jerusalém. 20Jeová mostrou-me quatro
1.20
Is 44.12
54.16
ferreiros. 21Então, perguntei: Que vêm estes a fazer? Ele respondeu: Estes são
1.21
Zc 1.19
Lm 2.17
os chifres que espalharam a Judá, de tal sorte que ninguém levantou a sua cabeça; mas estes são vindos para lhes meterem medo, para
1.21
Sl 75.10
abaterem os chifres das nações que levantaram o seu chifre contra a terra de Judá, a fim de a espalhar.

2

Promessa de misericórdia a Sião

21

2.1
Zc 1.18
Levantei os olhos e vi, e eis um homem que tinha na mão
2.1
Zc 1.16
Jr 31.39
Ez 40.3
47.3
um cordel de medir. 2Então, perguntei: Para onde vais tu? Respondeu-me ele:
2.2
Jr 31.39
Ez 40.3
Ap 21.15-17
Para medir a Jerusalém, a fim de ver qual é a sua largura e qual o seu comprimento. 3Eis que saiu para fora
2.3
Zc 1.9
o anjo que falava comigo, e outro anjo saiu-lhe ao encontro 4e disse-lhe: Corre, fala a este
2.4
Jr 1.6
Dn 1.4
1Tm 4.12
mancebo:
2.4
Zc 1.17
8.4-5
Jerusalém será habitada como aldeias
2.4
Ez 38.11
não muradas por causa
2.4
Is 49.20
Jr 30.19
33.22
da multidão de homens e de animais que haverá nela. 5Pois eu, diz Jeová, lhe serei
2.5
Is 4.5
26.1
60.18
um muro de fogo ao redor e serei a
2.5
Zc 2.10-11
Ag 2.9
glória no meio dela.

6Ah! Ah!

2.6
Jr 3.18
Fugi da terra do Norte, diz Jeová, porque vos tenho
2.6
Jr 31.10
Ez 11.16
espalhado como os quatro ventos do céu, diz Jeová. 7Ah! Sião,
2.7
Is 48.20
Jr 51.6
escapa tu que habitas com a filha de Babilônia. 8Pois assim diz Jeová dos Exércitos: Para obter
2.8
Is 60.7-9
a glória, enviou-me às nações que vos despojaram; porque aquele que tocar em vós toca
2.8
Dt 32.10
Sl 17.8
na menina do seu olho. 9Pois eis que
2.9
Is 19.16
agitarei a minha mão sobre eles, e eles virão a ser
2.9
Is 14.2
o despojo dos que os serviam;
2.9
Zc 2.11
e sabereis que Jeová dos Exércitos me enviou. 10
2.10
Zc 9.9
Is 65.18-19
Canta e regozija-te, filha de Sião, porque eis que venho
2.10
Zc 2.5
Zc 8.3
e habitarei no meio de ti, diz Jeová. 11Naquele dia,
2.11
Mq 4.2
muitas nações se ajuntarão a Jeová e serão o meu povo;
2.11
Zc 2.5,10
habitarei no meio de ti,
2.11
Zc 2.9
e saberás que Jeová dos Exércitos me enviou a ti. 12Jeová
2.12
Dt 32.9
Sl 33.12
Jr 10.16
herdará a Judá como a sua porção na terra santa e ainda
2.12
Zc 1.17
2Cr 6.6
Sl 132.13-14
escolherá a Jerusalém. 13
2.13
Hc 2.20
Sf 1.7
Cala-te, toda carne, diante de Jeová, porque ele
2.13
Sl 78.65
Is 51.9
se levantou da sua santa habitação.

3

O sumo sacerdote Josué é o tipo do Renovo

31Ele me mostrou o sumo sacerdote

3.1
Zc 6.11
Ed 5.2
Ag 1.1
Josué, que estava diante do Anjo de Jeová,
3.1
1Cr 21.1
Jó 1.6
Sl 109.6
e Satanás, que estava à mão direita dele para ser o seu adversário. 2Jeová disse a Satanás: Que
3.2
Jd 9
Jeová te repreenda, ó Satanás; sim, repreenda-te Jeová, que
3.2
Zc 2.12
escolheu a Jerusalém; acaso, não é este um
3.2
Am 4.11
Jd 23
tição tirado do fogo? 3Ora, Josué estava vestido
3.3
Ed 9.15
Is 4.4
64.6
de hábitos sujos e posto em pé diante do Anjo. 4Este começou a falar e disse aos que estavam diante dele:
3.4
Is 43.25
Ez 36.25
Tirai-lhe estes hábitos sujos. A Josué disse: Eis
3.4
Zc 3.9
Mq 7.18-19
que hei feito passar de ti a tua iniquidade
3.4
Is 52.1
61.10
e te vestirei de ricos trajos. 5Eu disse: Ponham-lhe sobre a cabeça uma mitra limpa. Puseram-lhe, pois, sobre a cabeça uma
3.5
Jó 29.14
Is 3.23
62.3
mitra limpa e vestiram-no de vestidos; e o Anjo de Jeová estava perto, de pé.

6O Anjo de Jeová protestou a Josué, dizendo: 7Assim diz Jeová dos Exércitos: Se

3.7
1Rs 3.14
andares nos meus caminhos e observares o que tenho prescrito, também
3.7
Dt 17.9,12
tu julgarás a minha casa e bem assim guardarás os meus
3.7
Is 62.9
átrios, e te permitirei entrar e sair entre os que estão aqui. 8Ouve, pois, Josué, sumo sacerdote, tu e teus colegas que se assentam diante de ti; porque são homens
3.8
Is 8.18
20.3
Ez 12.11
de presságio; porquanto eis que farei vir o meu servo,
3.8
Zc 6.12
Is 11.1
53.2
Jr 33.15
o Renovo. 9Eis a pedra que tenho posto diante de Josué; sobre uma só pedra são
3.9
Zc 4.10
2Cr 16.9
sete olhos. Eis que eu farei ao buril a sua escultura, diz Jeová dos Exércitos,
3.9
Zc 3.4
Jr 31.34
50.20
e tirarei a iniquidade desta terra num só dia. 10Naquele dia, diz Jeová dos Exércitos, chamareis, cada um de vós ao seu próximo para debaixo da
3.10
1Rs 4.25
Is 36.16
Mq 4.4
videira e para debaixo da figueira.