Tradução Brasileira (2010) (TB)
59

Davi suplica a Deus que o livre e protesta a sua inocência

Ao cantor-mor. Adaptado a al-tasete. Salmo de Davi. Mictão,

59, título
1Sm 19.11
quando Saul mandou emissários, que vigiaram a casa para o matarem

591

59.1
Sl 143.9
Livra-me dos meus inimigos, Deus meu;

59.1
Sl 20.1
69.29
põe-me acima do alcance dos que se levantam contra mim.

2Livra-me dos que

59.2
Sl 14.4
28.3
36.12
53.4
92.7
94.16
obram a iniquidade

e salva-me dos homens

59.2
Sl 26.9
139.19
Pv 29.10
sanguinários.

3Pois eis que

59.3
Sl 56.6
estão de emboscada à minha alma;

59.3
Sl 7.3-4
69.4
1Sm 24.11
reúnem-se contra mim os fortes,

não por transgressão minha, nem por pecado meu, ó Jeová.

4

59.4
Sl 35.19
Estou sem culpa, mas eles correm e se apercebem.

59.4
Sl 7.6
35.23
Desperta, para vires ao meu encontro, e olha.

5Tu,

59.5
Sl 69.6
80.4
84.8
Jeová dos Exércitos, Deus de Israel,

levanta-te para

59.5
Sl 9.5
Is 26.14
punires todas as nações.

59.5
Is 2.9
Jr 18.23
Não te compadeças de nenhum dos que traiçoeiramente obram a iniquidade. (Selá)

6Eles voltam de tarde, uivam como

59.6
Sl 22.16
um cão

E andam rodeando a cidade.

7Eis

59.7
Sl 94.4
Pv 15.2,28
que soltam as suas bocas,

nos seus lábios, há

59.7
Sl 57.4
espadas.

Pois

59.7
Sl 10.11
73.11
94.7
Jó 22.13
quem, dizem eles, é o que ouve?

8Mas tu, Jeová,

59.8
Sl 37.13
te rirás deles,

59.8
Sl 2.4
zombarás de todas as nações.

9Em ti, força minha, esperarei;

pois Deus é

59.9
Sl 18.17
meu alto refúgio.

10Meu Deus

59.10
Sl 21.3
com sua benignidade me virá ao encontro;

Deus me

59.10
Sl 54.7
fará ver o meu desejo sobre os meus inimigos.

11Não os mates,

59.11
Dt 4.9
6.12
para que o meu povo não se esqueça;

59.11
Sl 106.27
144.6
Is 33.3
dispersa-os pelo teu poder e derruba-os,

Jeová,

59.11
Sl 84.9
escudo nosso.

12Pelo

59.12
Pv 12.13
pecado da sua boca, pelas palavras dos seus lábios,

59.12
Sf 3.11
sejam eles ilaqueados na sua soberba,

e pelas

59.12
Sl 10.7
execrações e mentiras que proferem.

13

59.13
Sl 104.35
Consome-os com indignação,

consome-os, para que não existam mais

59.13
Sl 83.18
e saibam eles que Deus reina em Jacó,

até os confins da terra. (Selá)

14

59.14
Sl 59.6
Tornem a vir de tarde, uivem como um cão

e andem rodeando a cidade!

15Quanto a eles, andarão vagueando à cata de comer;

e, se não se fartarem, passarão a noite toda.

16Mas, quanto a mim,

59.16
Sl 21.13
cantarei a tua fortaleza;

59.16
Sl 101.1
sim, com júbilo, celebrarei
59.16
Sl 5.3
88.13
pela manhã a tua benignidade,

pois tens sido para mim uma

59.16
Sl 59.9
alta torre

e

59.16
Sl 46.1
2Sm 22.3
refúgio no dia da minha angústia.

17A ti,

59.17
Sl 59.9
força minha, cantarei louvores;

porque Deus é

59.17
Sl 59.10
minha alta torre, o Deus da minha benignidade.

60

Lamentações por derrotas sofridas e súplicas por auxílio

Ao cantor-mor. Adaptado a Susã Edute. Mictão de Davi, para ensinar,

60, título
2Sm 8.3,13
quando combateu com Arão-Naaraim e com Arão-Zobá; e Joabe voltou e feriu de Edom, no vale do Sal, doze mil homens

601Ó Deus,

60.1
Sl 44.9
tu nos rejeitaste, nos
60.1
2Sm 5.20
derrubaste;

tens estado

60.1
Sl 79.5
indignado; ó
60.1
Sl 80.3
restabelece-nos de novo.

2Fizeste estremecer

60.2
Sl 18.7
a terra e fendeste-a;

60.2
2Cr 7.14
Is 30.26
repara as suas fendas, porque ela ameaça ruínas.

3

60.3
Sl 66.12
71.20
Fizeste passar o teu povo por duro transe;

deste-nos a

60.3
Sl 75.8
Is 51.17,22
Jr 25.15
beber o vinho de aturdimento.

4Deste um

60.4
Sl 20.5
Is 5.26
11.12
13.2
estandarte aos que te temem,

para fugirem de diante do arco. (Selá)

5

60.5
Sl 60.5-12
108.6-13
Para que os teus
60.5
Sl 127.2
Dt 33.12
Is 5.1
Jr 11.15
amados sejam livres,

60.5
Sl 17.7
salva com a tua destra e responde-nos.

6Deus falou na sua

60.6
Sl 89.35
santidade: Exultarei;

dividirei a

60.6
Gn 12.6
33.18
Js 17.7
Siquém e medirei o vale de
60.6
Gn 33.17
Js 13.27
Sucote.

7Meu é

60.7
Js 13.31
Gileade, e meu é Manassés;

também

60.7
Dt 33.17
Efraim é a defesa da minha cabeça;

Judá é o meu

60.7
Gn 49.10
cetro.

8

60.8
2Sm 8.2
Moabe é o meu vaso de lavar;

a

60.8
2Sm 8.14
Edom atirarei o meu sapato;

por amor de mim,

60.8
2Sm 8.1
ó Filístia, rompe em alvoroço.

9Quem me introduzirá na cidade fortificada?

Quem me levará até Edom?

10

60.10
Sl 60.1
Não nos rejeitaste tu, ó Deus?

60.10
Sl 44.9
Não sais, ó Deus, com os nossos exércitos!

11Dá-nos auxílio contra o adversário,

60.11
Sl 146.3
pois vão é o socorro da parte do homem.

12

60.12
Sl 118.16
Nm 24.18
Em Deus, faremos proezas,

porque é ele quem

60.12
Sl 44.5
Is 63.3
calcará aos pés os nossos adversários.

61

Davi confia em Deus como seu refúgio

Ao cantor-mor. Sobre um instrumento de cordas. Salmo de Davi

611

61.1
Sl 64.1
Ouve, ó Deus, o meu clamor;

61.1
Sl 86.6
atende à minha oração.

2Desde a

61.2
Sl 42.6
extremidade da terra, clamarei a ti, quando estiver
61.2
Sl 77.3
desmaiado o meu coração.

61.2
Sl 18.2
94.22
Leva-me para cima duma rocha que me é inacessível.

3Pois tu tens sido

61.3
Sl 62.7
um refúgio para mim,

61.3
Sl 59.9
Pv 18.10
uma torre forte contra o inimigo.

4

61.4
Sl 23.6
27.4
Habitarei no teu tabernáculo para sempre;

61.4
Sl 17.8
91.4
buscarei refúgio no esconderijo das tuas asas. (Selá)

5Pois tu, ó Deus, ouviste os meus

61.5
Sl 56.12
Jó 22.27
votos;

deste-me a herança dos que

61.5
Sl 86.11
102.15
Dt 28.58
Ne 1.11
Is 59.19
Ml 2.5
4.2
temem o teu nome.

6

61.6
Sl 21.4
Acrescentarás mais dias à vida do rei;

seus anos serão como muitas gerações.

7Estará no trono para sempre

61.7
Sl 41.12
diante de Deus.

Faze que a

61.7
Sl 40.11
misericórdia e a verdade o preservem.

8Assim,

61.8
Sl 30.4
33.2
71.22
Jz 5.3
cantarei louvores ao teu nome para sempre,

para

61.8
Sl 65.1
Is 19.21
cumprir os meus votos de dia em dia.