Tradução Brasileira (2010) (TB)
55

Oração para que os traidores sejam destruídos

Ao cantor-mor. Sobre instrumentos de cordas. Masquil de Davi

551

55.1
Sl 54.2
61.1
86.6
Dá ouvidos, ó Deus, à minha oração;

55.1
Sl 27.9
e não te escondas da minha súplica.

2

55.2
Sl 66.19
86.6-7
Atende-me a mim e responde-me.

Agitado estou no meu

55.2
Sl 64.1
77.3
142.2
1Sm 1.16
Jó 9.27
queixar e
55.2
Is 38.14
59.11
Ez 7.16
ando perplexo,

3por causa da voz do inimigo,

em consequência

55.3
Sl 17.9
da opressão do iníquo.

55.3
2Sm 16.7-8
Porque lançam sobre mim iniquidade,

55.3
Sl 71.11
143.3
e, com ira, me perseguem.

4

55.4
Sl 38.8
O meu coração confrange-se dentro de mim,

e terrores de

55.4
Sl 18.4-5
116.3
morte caem sobre mim.

5Temor e

55.5
Sl 119.120
tremor são vindos sobre mim,

e acabrunha-me

55.5
Jó 21.6
Is 21.4
Ez 7.18
o horror.

6Disse eu: Oxalá que eu tivesse asas como pomba!

Então, voaria e

55.6
Jó 3.13
descansaria.

7Eis que eu fugiria para longe;

eu

55.7
1Sm 23.14
pousaria no deserto. (Selá)

8Apressar-me-ia a um abrigo

55.8
Is 4.6
25.4
29.6
do vento tempestuoso e da procela.

9Destrói, Senhor, e

55.9
Gn 11.9
divide as suas línguas,

porque vejo

55.9
Sl 11.5
Jr 6.7
violência e contenda na cidade.

10Andam dia e noite ao redor dela, por cima dos seus muros;

também iniquidade e malícia estão no meio dela.

11

55.11
Sl 5.9
Há destruição no meio dela,

e das suas ruas não se apartam

55.11
Sl 10.7
17.9
vexame e dolo.

12Porquanto não é um inimigo que me ultraja;

tê-lo-ia então suportado;

nem é o que me odeia quem

55.12
Sl 35.26
se exalta contra mim;

ter-me-ia, então, escondido dele;

13mas és tu, homem meu igual,

meu companheiro e

55.13
Sl 41.9
Jó 19.14
meu amigo íntimo.

14A sós, nos entretínhamos em suaves práticas

e, com a multidão,

55.14
Sl 42.4
andávamos na Casa de Deus.

15Apanhe-os,

55.15
Sl 64.7
Pv 6.15
Is 47.11
1Ts 5.3
de súbito, a morte;

55.15
Nm 16.30,33
desçam vivos a Sheol;

porque há maldade na morada deles, no seu íntimo.

16Quanto a mim,

55.16
Sl 57.2-3
invocarei a Deus;

e Jeová me salvará.

17

55.17
Sl 141.2
Dn 6.10
At 3.1
10.3,30
De tarde,
55.17
Sl 5.3
88.13
92.2
de manhã e ao
55.17
At 10.9
meio-dia, me queixarei e lamentarei;

e ele ouvirá a minha voz.

18Ele, para paz,

55.18
Sl 103.4
remiu a minha alma, a fim de que se não aproximem de mim,

pois havia

55.18
Sl 56.2
muitos que contendiam contra mim.

19Deus

55.19
Sl 78.59
ouvirá e lhes responderá

(Aquele que está entronizado

55.19
Sl 90.2
93.2
Dt 33.27
desde a eternidade.) (Selá)

a eles, para quem não há

55.19
Jó 10.17
mudanças,

e que não

55.19
Sl 36.1
temem a Deus.

20Tal homem estende as mãos sobre os que

55.20
Sl 7.4
120.7
estavam em paz com ele;

55.20
Sl 89.34
Nm 30.2
profanou a sua aliança.

21

55.21
Sl 12.2
28.3
Pv 5.3-4
Macia era a sua boca como manteiga,

mas o seu coração respirava guerra.

As suas palavras eram mais

55.21
Sl 57.4
59.7
brandas que azeite;

contudo, eram elas espadas desembainhadas.

22

55.22
Sl 37.5
1Pe 5.7
Lança sobre Jeová a tua carga, e ele te sustentará;

jamais permitirá que o justo

55.22
Sl 15.5
112.6
seja abalado.

23Tu, porém, ó Deus, os farás descer

55.23
Sl 73.18
Is 38.17
Ez 28.8
ao poço da perdição.

55.23
Sl 5.6
Homens sanguinários e fraudulentos não
55.23
Jó 15.32
Pv 10.27
chegarão à metade dos seus dias.

Mas, quanto a mim, eu

55.23
Sl 25.2
56.3
confiarei em ti.

56

Davi roga a Deus que o livre dos seus inimigos e confia em que ele lho conceda

Ao cantor-mor. Adaptado a jonate-elém-reoquim. Salmo de Davi. Mictão, quando os

56, título
1Sm 21.10-11
filisteus o agarraram em Gate

561Compadece-te de mim, ó Deus, porque o homem quer

56.1
Sl 57.3
devorar-me;

ele, pelejando, me

56.1
Sl 17.9
oprime continuamente.

2Os meus inimigos querem, de contínuo,

56.2
Sl 35.25
57.3
124.3
devorar-me,

porque são muitos os que insolentemente

56.2
Sl 35.1
pelejam contra mim.

3No dia em que eu

56.3
Sl 55.4-5
temer,

eu

56.3
Sl 11.1
porei a minha confiança em ti.

4

56.4
Sl 56.10-11
Em Deus, louvarei a sua palavra;

em Deus, ponho a minha confiança, não terei medo.

56.4
Sl 118.6
Hb 13.6
Que me pode fazer a carne?

5Continuamente,

56.5
2Pe 3.16
torcem as minhas palavras;

contra mim são todos os seus

56.5
Sl 41.7
pensamentos, para me fazerem o mal.

6

56.6
Sl 59.3
140.2
Is 54.15
Ajuntam-se, escondem-se,

56.6
Sl 17.11
espreitam os meus passos,

assim como

56.6
Sl 71.10
esperam para me tirarem a vida.

7

56.7
Sl 36.12
Pv 19.5
Ez 17.15
Rm 2.3
Escaparão eles pela iniquidade?

56.7
Sl 55.23
Derruba com ira os povos, ó Deus.

8

56.8
Sl 139.3
Tu contas os meus passos errantes;

deposita as

56.8
Sl 39.12
2Rs 20.5
minhas lágrimas no teu odre.

Não estão elas registradas

56.8
Ml 3.16
no teu livro?

9

56.9
Sl 102.2
No dia em que eu te invocar,
56.9
Sl 9.3
voltarão para trás os meus inimigos;

Isso sei eu, que

56.9
Sl 41.11
118.6
Rm 8.31
Deus é por mim.

10Em Deus, louvarei a sua palavra;

em Jeová, louvarei a sua palavra.

11Em Deus ponho a minha confiança, não terei medo.

Que me pode fazer o homem?

12Sobre mim estão

56.12
Sl 50.14
os votos que te fiz, ó Deus;

pagar-te-ei as ofertas de ação de graças.

13

56.13
Sl 33.19
49.15
86.13
Pois livraste da morte a minha alma;

não tens livrado também da queda

56.13
Sl 116.8
os meus pés,

para que eu

56.13
Sl 116.9
ande diante de Deus, na
56.13
Jó 33.30
luz da vida?

57

Davi acha socorro contra os seus inimigos e louva a Deus

Ao cantor-mor. Adaptado a al-tasete. Salmo de Davi. Mictão quando ele fugiu de Saul,

57, título
1Sm 22.1
na caverna

571Compadece-te de mim, ó Deus, compadece-te de mim,

pois em ti se

57.1
Sl 2.12
34.22
refugia a minha alma.

Sim, nas

57.1
Sl 17.8
36.7
63.7
91.4
Rt 2.12
sombras das tuas asas me refugiarei,

até que

57.1
Is 26.20
passem estas calamidades.

2Clamarei ao Deus Altíssimo,

ao Deus que por mim tudo

57.2
Sl 138.8
executa.

3

57.3
Sl 18.16
144.5,7
Enviará lá do céu e me salvará,

quando me ultrajar aquele que

57.3
Sl 56.2
quer devorar-me. (Selá)

Deus enviará a sua

57.3
Sl 25.10
40.11
misericórdia e a sua verdade.

4A minha alma está entre

57.4
Sl 35.17
58.6
leões;

tenho que deitar-me no meio daqueles que respiram chamas,

a saber, dos filhos dos homens,

57.4
Pv 30.14
cujos dentes são lanças e setas,

e cuja

57.4
Sl 55.21
59.7
64.3
Pv 12.18
língua é espada aguda.

5

57.5
Sl 57.11
108.5
Sê exaltado, ó Deus, acima dos céus;

acima de toda a terra seja a tua glória.

6Eles preparam um

57.6
Sl 10.9
31.4
35.7
140.5
laço aos meus pés;

a minha alma está

57.6
Sl 145.14
abatida;

57.6
Sl 7.15
abriram diante de mim uma cova;

eles mesmos

57.6
Pv 26.27
28.10
Ec 10.8
caíram nela. (Selá)

7

57.7
Sl 57.7-11
108.1-5
O meu
57.7
Sl 112.7
coração está resoluto, ó Deus, o meu coração está resoluto;

Cantarei, sim, cantarei louvores.

8Desperta,

57.8
Sl 16.9
30.12
glória minha; desperta,
57.8
Sl 150.3
alaúde e harpa;

eu farei acordar a aurora.

9Dar-te-ei graças, ó Deus, entre os povos;

cantarei a ti louvores entre as nações.

10Pois tão grande é a

57.10
Sl 36.5
tua benignidade, que vai aos céus;

e até as nuvens, a tua verdade.

11Sê exaltado, ó Deus, acima dos céus;

acima de toda a terra seja a tua glória.