Tradução Brasileira (2010) (TB)
19

A excelência da criação e das suas leis, assim como da palavra de Deus

Ao cantor-mor. Salmo de Davi

191Os

19.1
Sl 8.1
50.6
Rm 1.19-20
céus proclamam a glória de Deus,

e o

19.1
Gn 1.6-7
firmamento anuncia as obras das suas mãos.

2Um dia profere palavras a

19.2
Sl 74.16
outro dia,

e uma

19.2
Sl 139.12
noite revela conhecimento a outra noite.

3Não há fala, nem palavras;

não se lhe ouve a voz.

4Por toda a terra estende-se a sua

19.4
Rm 10.18
linha,

e as suas palavras vão até os confins do mundo.

Neles,

19.4
Sl 104.2
pôs uma tenda para o sol,

5o qual, como noivo que sai do seu tálamo,

se regozija, como herói, para correr a sua carreira.

6A

19.6
Sl 113.3
sua saída é desde a extremidade do céu,

e o seu circuito, até os confins dele;

e nada há que ao seu calor se esconda.

7A lei de Jeová é

19.7
Sl 119.160
perfeita e
19.7
Sl 23.3
refrigera a alma;

o testemunho de Jeová é

19.7
Sl 93.5
fiel e
19.7
Sl 119.98-100
dá sabedoria ao simples.

8Os preceitos de Jeová são

19.8
Sl 119.128
retos e
19.8
Sl 119.14
alegram o coração;

o mandamento de Jeová é

19.8
Sl 12.6
puro e
19.8
Sl 36.9
esclarece os olhos.

9O temor de Jeová é limpo e permanece para sempre;

os juízos de Jeová são

19.9
Sl 119.142
verdadeiros e inteiramente
19.9
Sl 119.138
justos.

10Eles são mais para desejar do que

19.10
Sl 119.72,127
o ouro, sim, do que muito ouro fino;

e são mais

19.10
Sl 119.103
doces do que o mel e o que os favos destilam.

11Demais disso, por eles é o teu servo

19.11
Sl 17.4
advertido;

e, em os guardar, há grande

19.11
Sl 24.5-6
Pv 29.18
galardão.

12Quem pode

19.12
Sl 40.12
139.6
discernir os seus erros?

19.12
Sl 51.1-2
Purifica-me de
19.12
Sl 90.8
139.23-24
faltas secretas.

13Também de

19.13
Nm 15.30
pecados de presunção guarda ao teu servo;

que eles não

19.13
Sl 119.133
se assenhoreiem de mim; então, serei
19.13
Sl 18.32
perfeito

e ficarei livre de

19.13
Sl 25.11
grande transgressão.

14Sejam agradáveis as palavras da minha boca e

19.14
Sl 104.34
a meditação do meu coração perante a tua face,

Jeová,

19.14
Sl 18.2
rocha minha e
19.14
Sl 31.5
redentor meu!

20

Oração pelo rei na guerra

Ao cantor-mor. Salmo de Davi

201Responda-te Jeová

20.1
Sl 50.15
no dia da tribulação;

ponha-te num lugar alto o

20.1
Sl 91.14
nome do
20.1
Sl 46.7,11
Deus de Jacó.

2Envie-te

20.2
Sl 3.4
do santuário auxílio

e te

20.2
Sl 110.2
sustenha de Sião.

3

20.3
At 10.4
Lembre-se de todas as tuas ofertas de cereais

e

20.3
Sl 51.19
aceite os teus holocaustos. (Selá)

4Conceda-te

20.4
Sl 21.2
segundo o teu coração

e

20.4
Sl 145.19
cumpra todo o teu conselho.

5

20.5
Sl 9.14
Folgaremos de júbilo por tua salvação

e, em nome de nosso Deus,

20.5
Sl 60.4
arvoraremos pendões;

20.5
1Sm 1.17
cumpra Jeová todas as tuas petições.

6Agora,

20.6
Sl 41.11
sei eu que Jeová salva ao seu ungido;

ele lhe

20.6
Is 58.9
responderá lá do seu santo céu

com a

20.6
Sl 28.8
força salvadora da sua destra.

7Uns confiam em carros, outros, em

20.7
Sl 33.17
cavalos;

nós, porém,

20.7
2Cr 32.8
faremos menção do nome de Jeová, nosso Deus.

8Eles se

20.8
Is 2.11,17
acurvam e caem,

mas nós nos

20.8
Sl 37.24
Mq 7.8
erguemos e ficamos em pé.

9

20.9
Sl 3.7
Salva, Jeová;

20.9
Sl 17.6
responda-nos o rei no dia em que clamarmos.

21

Davi louva a Deus pela vitória

Ao cantor-mor. Salmo de Davi

211Jeová, na tua força,

21.1
Sl 59.16-17
se alegrará o rei!

E na tua salvação, quão grande será o seu júbilo?

2O desejo do seu coração,

21.2
Sl 20.4
37.4
lho concedeste,

e a petição dos seus lábios, não lha negaste. (Selá)

3Pois o

21.3
Sl 59.10
premunes de bênçãos excelentes;

pões-lhe na cabeça uma

21.3
2Sm 12.30
coroa de ouro fino.

4Pediu-te a vida e

21.4
Sl 61.6
133.3
lha deste;

sim,

21.4
Sl 91.16
duração de dias para todo o sempre.

5

21.5
Sl 9.14
20.5
Grande é a sua glória na tua salvação;

21.5
Sl 8.5
96.6
honra e majestade pões sobre ele.

6

21.6
1Cr 17.27
Pois fá-lo-ás mui feliz para sempre;

enchê-lo-ás

21.6
Sl 43.4
de gozo na tua presença.

7Pois o rei

21.7
Sl 125.1
confia em Jeová

e, pela benignidade do Altíssimo,

21.7
Sl 112.6
não será abalado.

8A tua mão

21.8
Is 10.10
alcançará todos os teus inimigos,

a tua destra alcançará todos os que te odeiam.

9Torná-lo-ás qual

21.9
Ml 4.1
fornalha ardente no tempo da tua ira;

Jeová, no seu furor, os

21.9
Lm 2.2
consumirá,

e o

21.9
Sl 50.3
fogo os devorará.

10O seu fruto, destruí-lo-ás da terra,

e a sua

21.10
Sl 37.28
semente, dentre os filhos dos homens.

11Pois

21.11
Sl 2.1-3
intentaram contra ti o mal;

21.11
Sl 10.2
urdiram uma trama, que não podem levar a efeito.

12Porque lhes

21.12
Sl 18.40
farás voltar as costas,

21.12
Sl 7.12-13
assestarás o teu arco contra o rosto deles.

13Sê exaltado, Jeová, na tua força!

Assim,

21.13
Sl 59.16
81.1
cantaremos e louvaremos o teu poder.