Tradução Brasileira (2010) (TB)
15

O verdadeiro cidadão dos céus

Salmo de Davi

151Quem, Jeová, poderá hospedar-se

15.1
Sl 27.5-6
61.4
na tua tenda?

Quem poderá morar no teu

15.1
Sl 24.3
santo monte?

2Aquele que

15.2
Sl 24.4
Is 33.15
anda com inteireza, e faz o que é justo,

e

15.2
Zc 8.16
Ef 4.25
fala verdade no seu coração;

3o que não

15.3
Sl 50.20
calunia com a sua língua,

nem

15.3
Sl 28.3
faz o mal ao seu próximo,

nem

15.3
Êx 23.1
carrega de opróbrio ao seu vizinho.

4Aquele a cujos olhos o

15.4
Sl 53.5
73.20
réprobo é desprezado,

mas que

15.4
At 28.10
honra aos que temem a Jeová;

o que

15.4
Jz 11.35
jura em dano seu, contudo não muda;

5o que não

15.5
Êx 22.25
Lv 25.36
Ez 18.8
dá à usura o seu dinheiro,

nem

15.5
Êx 23.8
Dt 16.19
recebe peita contra o inocente.

Aquele que faz essas coisas

15.5
Sl 64.1
não será jamais abalado.

16

A confiança e felicidade do crente e a certeza da vida eterna

Mictão de Davi

161

16.1
Sl 17.8
Guarda-me, ó Deus, porque
16.1
Sl 7.1
em ti me refugiei.

2A Jeová eu disse: Tu és Senhor meu;

16.2
Sl 73.25
além de ti, não tenho outro bem.

3Quanto aos

16.3
Sl 101.6
santos que estão na terra,

eles são os ilustres

16.3
Sl 119.63
nos quais está todo o meu prazer.

4Muitas serão as

16.4
Sl 32.10
penas daqueles que trocam a Jeová por outros deuses.

Não oferecerei as suas libações de

16.4
Sl 106.37-38
sangue,

nem

16.4
Êx 23.13
Js 23.7
tomarei os seus nomes nos meus lábios.

5Jeová é a

16.5
Sl 73.26
119.57
142.5
Lm 3.24
porção da minha herança e do meu
16.5
Sl 23.5
cálice.

Tu és da minha

16.5
Sl 125.3
sorte o sustentáculo.

6As

16.6
Sl 78.55
sortes me caíram em lugares amenos,

16.6
Jr 3.19
linda é a minha herança.

7Bendirei a Jeová, que me

16.7
Sl 73.24
aconselha.

Até de

16.7
Sl 77.6
noite me instruem os meus rins.

8

16.8
Sl 16.8-11
At 2.25-28
Tenho
16.8
Sl 27.8
123.1-2
posto sempre a Jeová diante de mim;

estando ele

16.8
Sl 73.23
110.5
121.5
à minha direita,
16.8
Sl 112.6
não serei abalado.

9Portanto, está alegre o

16.9
Sl 4.7
13.5
meu coração, e se regozija a
16.9
Sl 30.12
57.8
108.1
minha alegria;

também a minha carne

16.9
Sl 4.8
habitará em segurança.

10Pois não

16.10
Sl 49.15
86.13
abandonarás a minha alma ao Sheol,

nem

16.10
At 13.35
permitirás que o teu santo veja a corrupção.

11Far-me-ás conhecer a

16.11
Sl 139.24
Mt 7.14
vereda da vida.

Na tua

16.11
Sl 21.6
43.4
presença, há plenitude de alegria;

na tua destra, há

16.11
Sl 36.7-8
46.4
delícias para sempre.

17

Davi pede a Deus que o proteja dos seus opressores

Oração de Davi

171Ouve, Jeová, a

17.1
Sl 9.4
justa causa;
17.1
Sl 61.1
142.6
atende ao meu clamor.

17.1
Sl 88.2
Dá ouvidos à minha oração, que não é proferida por
17.1
Is 29.13
lábios enganosos.

2Da tua presença saia

17.2
Sl 103.6
a minha sentença;

os teus olhos veem com

17.2
Sl 98.9
99.4
equidade.

3

17.3
Sl 26.1-2
Provas o meu coração; visitas-me de noite;

17.3
Sl 66.10
Zc 13.9
1Pe 1.7
examinas-me e
17.3
Jr 50.20
nada achas.

17.3
Sl 39.1
Determinado estou que não transgredirá a minha boca.

4Quanto às ações dos homens,

17.4
Sl 119.9-101
pela palavra dos teus lábios,

eu me tenho guardado dos

17.4
Sl 10.5-11
caminhos do homem violento.

5Os meus

17.5
Jó 23.11
Sl 94.18
passos apegaram-se às tuas veredas,

não resvalaram

17.5
Sl 18.36
37.31
os meus pés.

6Eu te

17.6
Sl 86.7
invoco, porque me responderás, ó Deus;

17.6
Sl 88.2
inclina a mim os teus ouvidos e ouve as minhas palavras.

7Faze

17.7
Sl 31.21
maravilhosas as tuas benignidades, ó tu que por tua destra
17.7
Sl 20.6
salvas os que em ti se refugiam,

daqueles que se levantam contra eles.

8Guarda-me como

17.8
Dt 32.10
Zc 2.8
a menina dos olhos,

esconde-me

17.8
Rt 2.12
Sl 36.7
57.1
61.4
63.7
91.1,4
debaixo da sombra das tuas asas,

9

17.9
Sl 31.20
dos iníquos que me despojam,

17.9
Sl 27.12
meus mortais inimigos que me cercam.

10

17.10
Sl 73.7
Jó 15.27
Cerram o seu coração estulto;

com a sua boca

17.10
1Sm 2.3
Sl 31.18
73.8
falam arrogantemente.

11Andam-nos agora

17.11
Sl 88.17
rodeando os nossos passos;

assestam os seus olhos para nos

17.11
Sl 37.14
deitar por terra.

12Ele é

17.12
Sl 7.2
semelhante ao leão que deseja prear

e ao leãozinho que

17.12
Sl 10.9
espreita em lugares ocultos.

13

17.13
Sl 3.7
Levanta-te, Jeová,

sai-lhe à frente,

17.13
Sl 55.23
derruba-o.

17.13
Sl 22.20
Livra do iníquo a minha vida,
17.13
Sl 7.12
pela tua espada;

14sim, dos homens, Jeová,

17.14
Sl 17.7
pela tua mão,

dos homens mundanos,

17.14
Sl 73.3-7
Lc 16.25
cujo quinhão está nesta vida,

e cujo ventre tu

17.14
Sl 49.6
enches dos teus bens.

Eles fartam-se de filhos

e o que sobra deixam por herança aos seus pequeninos.

15Quanto a mim,

17.15
Sl 11.7
16.11
140.13
veja eu em retidão o teu rosto;

seja eu, quando acordar, satisfeito com a tua

17.15
Nm 12.8
semelhança.