Tradução Brasileira (2010) (TB)
101

Davi promete a Deus andar perante ele com sinceridade

Salmo de Davi

1011

101.1
Sl 51.14
89.1
145.7
Cantarei a benignidade e a justiça;

a ti, Jeová, cantarei louvores.

2

101.2
1Sm 18.5,14
Portar-me-ei sabiamente num caminho perfeito;

Oh! Quando virás ter comigo?

Andarei dentro de minha casa com

101.2
1Rs 9.4
coração perfeito.

3Não porei diante dos olhos coisa

101.3
Dt 15.9
que seja torpe;

aborreço a conduta dos que

101.3
Sl 40.4
se desviam;

não se me pegará a mim.

4O coração

101.4
Pv 11.20
perverso será afastado de mim;

não conhecerei o mal.

5Ao que, às ocultas,

101.5
Sl 50.20
Jr 9.4
calunia ao seu próximo, a este destruirei;

àquele que tem

101.5
Sl 10.4
18.27
Pv 6.17
olhar altivo e coração soberbo, não o suportarei.

6Os meus olhos estarão sobre os fiéis da terra, para que habitem comigo;

aquele que anda por

101.6
Sl 119.1
caminho perfeito, esse me servirá.

7Não assistirá em minha casa aquele

101.7
Sl 43.1
52.2
que usa de fraude;

diante dos meus olhos, não

101.7
Sl 52.4-5
ficará firme aquele que fala mentiras.

8De manhã em manhã,

101.8
Sl 75.10
acabarei com todos os perversos da terra,

a fim de

101.8
Sl 118.10-12
extirpar
101.8
Sl 46.4
da cidade de Jeová todos os que obram iniquidade.

102

Na sua grande aflição, o salmista recorre a Deus para que restabeleça o seu povo e o reconduza à sua terra

Oração do aflito, quando se acha desfalecido e

102, título
Sl 142.2
derrama a sua queixa perante Jeová

1021

102.1
Sl 39.12
61.1
Ouve, Jeová, a minha súplica,

e chegue a ti

102.1
Êx 2.23
1Sm 9.16
o meu clamor.

2

102.2
Sl 69.17
Não escondas de mim a tua face no dia da minha angústia.

102.2
Sl 31.2
Inclina para mim o teu ouvido.

No dia em que eu clamar,

102.2
Sl 69.17
responde-me depressa.

3Pois como fumo se

102.3
Sl 37.20
Tg 4.14
desvanecem os meus dias,

e os meus

102.3
Jó 30.30
Lm 1.13
ossos ardem como tição.

4

102.4
Sl 90.5-6
Ferido e
102.4
Sl 37.2
Is 40.7
seco está o meu coração como a erva;

102.4
1Sm 1.7
2Sm 12.17
Ed 10.6
Jó 33.20
esqueço-me de comer o meu pão.

5Por causa da voz do meu gemido,

os meus

102.5
Jó 19.20
Lm 4.8
ossos se me apegam à carne.

6Sou semelhante

102.6
Is 34.11
Sf 2.14
ao pelicano no deserto,

chego a ser como a coruja das ruínas.

7

102.7
Sl 77.4
Vigio e tornei-me

como um passarinho solitário no telhado.

8Continuamente, me

102.8
Sl 31.11
vituperam os meus inimigos;

os que são

102.8
At 26.11
furiosos contra mim usam o meu nome para
102.8
Is 65.15
Jr 29.22
lançar maldições.

9Pois tenho comido cinza como pão

102.9
Sl 42.3
80.5
e misturado com lágrimas a minha bebida,

10

102.10
Sl 38.3
por causa da tua indignação e da tua ira,

porque,

102.10
Jó 27.21
30.22
levantando-me, me arrojaste.

11Os meus dias são

102.11
Sl 109.23
Jó 14.2
como a sombra que declina,

e eu, como a erva, me

102.11
Sl 102.4
vou secando.

12Mas tu, Jeová,

102.12
Sl 9.7
10.16
Lm 5.19
estás entronizado para sempre.

102.12
Sl 135.13
Êx 3.15
E o teu memorial vai de geração em geração.

13

102.13
Sl 12.5
44.26
Tu te levantarás e
102.13
Is 60.10
Zc 1.12
terás compaixão de Sião;

102.13
Sl 119.126
pois é tempo de te compadeceres dela, sim,
102.13
Sl 75.2
Dn 8.19
o tempo marcado já chegou.

14Porquanto os teus servos amam-lhe até as pedras

e se condoem do seu pó.

15Assim,

102.15
Sl 67.7
1Rs 8.43
as nações temerão o nome de Jeová,

102.15
Sl 138.4
e todos os reis da terra, a tua glória,

16quando Jeová

102.16
Sl 147.2
tiver edificado a Sião,

tiver

102.16
Is 60.1-2
aparecido na sua glória,

17tiver

102.17
Sl 22.24
Ne 1.6
atendido à oração do desamparado

e não tiver desprezado a oração deles.

18

102.18
Dt 31.19
1Co 10.11
Ficará isso registrado
102.18
Sl 22.30
48.13
para a geração vindoura,

102.18
Sl 22.31
e um povo que há de ser criado louvará a Jeová.

19

102.19
Sl 14.2
53.2
Dt 26.15
Pois olhou desde o alto do seu santuário,

102.19
Sl 33.13
desde os céus olhou Jeová para a terra,

20para ouvir o

102.20
Sl 79.11
suspiro do encarcerado,

102.20
Sl 146.7
para soltar os que são destinados à morte;

21a fim de que

102.21
Sl 22.22
declarassem em Sião o nome de Jeová

e o seu louvor, em Jerusalém,

22quando se ajuntarem

102.22
Sl 22.27
86.9
Is 49.22-23
60.3
Zc 8.20-23
os povos

e os reinos, para servirem a Jeová.

23Ele abateu a minha força no caminho,

102.23
Sl 39.5
encurtou os meus dias.

24Eu disse:

102.24
Sl 39.13
Is 38.10
Deus meu, não me leves no meio dos meus dias;

102.24
Sl 90.2
102.12
Jó 36.26
Hb 1.12
os teus anos são por todas as gerações.

25Desde o princípio,

102.25
Gn 1.1
Ne 9.6
Hb 1.10-12
lançaste os fundamentos da terra;

102.25
Sl 96.5
e os céus são obra das tuas mãos.

26Eles

102.26
Is 34.4
51.6
Mt 24.35
2Pe 3.10
Ap 20.11
hão de perecer, mas tu permanecerás;

todos eles se envelhecerão como um vestido;

como roupa os mudarás, e serão mudados.

27Mas tu és

102.27
Is 41.4
43.10
Ml 3.6
Tg 1.17
o mesmo, e os teus anos nunca terão fim.

28

102.28
Sl 69.36
Os filhos dos teus servos habitarão a terra,

102.28
Sl 89.4
e a sua posteridade será estabelecida perante ti.

103

Convite a louvar a Deus por amor das suas misericórdias

Salmo de Davi

1031

103.1
Sl 104.1,35
Bendize, minha alma, a Jeová,

e tudo o que há em mim, bendiga o seu

103.1
Sl 33.21
105.3
145.21
Ez 36.21
39.7
santo nome.

2Bendize, minha alma, a Jeová

103.2
Dt 6.12
8.11
e não te esqueças de nenhum dos seus benefícios.

3É ele

103.3
Sl 86.5
130.8
Êx 34.7
Is 43.25
quem perdoa todas as tuas iniquidades;

103.3
Sl 30.2
Êx 15.26
Jr 30.17
quem sara todas as tuas enfermidades;

4quem da cova

103.4
Sl 49.15
redime a tua vida;

que te

103.4
Sl 5.12
cerca de benignidade e de ternas misericórdias;

5quem

103.5
Sl 107.9
145.16
farta de bens a tua boca,

de sorte que a tua mocidade

103.5
Is 40.31
se renova como a águia.

6Jeová

103.6
Sl 99.4
146.7
executa atos de justiça

e juízos para todos os que estão

103.6
Sl 12.5
oprimidos.

7

103.7
Sl 99.7
147.19
Êx 33.13
Manifestou os seus caminhos a Moisés

103.7
Sl 78.11
106.22
os seus feitos, aos filhos de Israel.

8Jeová é

103.8
Sl 86.15
Êx 34.6
Nm 14.18
Ne 9.17
Jn 4.2
misericordioso e compassivo,

103.8
Sl 145.8
Jl 2.13
Na 1.3
tardio em se irar e de muita benignidade.

9

103.9
Sl 30.5
Is 57.16
Não contenderá perpetuamente,

nem para sempre

103.9
Jr 3.5,12
Mq 7.18
reterá a sua ira.

10Não nos

103.10
Ed 9.13
Lm 3.22
há tratado segundo os nossos pecados,

nem nos tem recompensado segundo as nossas iniquidades.

11

103.11
Sl 36.5
57.10
Pois como o céu é elevado acima da terra,

tão grande é a sua benignidade para com os que o temem.

12Quanto dista o Oriente do Ocidente,

tanto tem ele

103.12
2Sm 12.13
Is 38.17
Zc 3.9
Hb 9.26
apartado de nós as nossas transgressões.

13Bem

103.13
Ml 3.17
como um pai se compadece de seus filhos,

assim Jeová se compadece dos que o temem.

14Pois ele

103.14
Is 29.16
conhece a nossa estrutura,

103.14
Sl 78.39
lembra-se de que
103.14
Gn 3.19
Ec 12.7
somos pó.

15Quanto ao homem, os seus dias são

103.15
Sl 90.5
Is 40.6
1Pe 1.24
como relva;

qual a

103.15
Jó 14.21
Tg 1.10-11
flor do campo, assim ele floresce.

16Pois, passando por ela

103.16
Is 40.7
o vento, desaparece,

103.16
Jó 7.10
8.18
20.9
e o seu lugar não o conhecerá mais.

17Mas a

103.17
Sl 25.6
benignidade de Jeová é desde a eternidade até a eternidade sobre os que o temem,

e a sua justiça,

103.17
Sl 105.8
Êx 20.6
Dt 5.10
sobre os filhos dos filhos,

18para com

103.18
Sl 25.10
Dt 7.9
aqueles que guardam a sua aliança

e para com os que se lembram dos seus preceitos para os cumprirem.

19Jeová estabeleceu nos céus

103.19
Sl 11.4
o seu trono,

103.19
Sl 47.2,8
Dn 4.17
e o seu reino domina sobre tudo.

20Bendizei a Jeová, vós,

103.20
Sl 148.2
seus anjos;

vós,

103.20
Sl 29.1
78.25
poderosos em força, que
103.20
Mt 6.10
executais o seu mandado,

103.20
Sl 91.11
Hb 1.14
obedecendo à voz da sua palavra.

21Bendizei a Jeová, vós,

103.21
Sl 148.2
1Rs 22.19
Ne 9.6
Lc 2.13
todas as suas hostes;

vós,

103.21
Sl 104.4
ministros seus, que executais o seu beneplácito.

22Bendizei a Jeová, vós,

103.22
Sl 145.10
todas as suas obras,

em todos os lugares do seu domínio.

Bendize, minha alma, a Jeová.