Tradução Brasileira (2010) (TB)
3

Exortações a temer, confiar e obedecer a Jeová

31Filho meu,

3.1
Pv 4.5
Sl 119.61
não te esqueças da minha instrução,

mas

3.1
Êx 20.6
Dt 30.16
guarde o teu coração os meus mandamentos;

2pois eles te darão

3.2
Pv 3.16
4.10
9.11
10.27
Sl 91.16
longura de dias,

anos de vida e

3.2
Pv 3.17
Sl 119.165
paz.

3Não te abandonem a

3.3
Pv 14.22
2Sm 15.20
benignidade e a verdade;

3.3
Pv 1.9
6.21
Dt 6.8
11.18
ata-as à roda do teu pescoço,

3.3
Pv 7.3
Jr 17.1
2Co 3.3
escreve-as na tábua do teu coração.

4Assim,

3.4
Pv 8.35
1Sm 2.26
Lc 2.52
acharás graça e
3.4
Sl 111.10
verdadeira prudência

à vista de Deus e dos homens.

5

3.5
Pv 22.19
Sl 37.3,5
Confia, de todo o teu coração, em Jeová

e

3.5
Pv 23.4
Jr 9.23
não te estribes no teu próprio entendimento.

6

3.6
Pv 16.3
1Cr 28.9
Reconhece-o em todos os teus caminhos,

e ele

3.6
Is 45.13
endireitará as tuas veredas.

7

3.7
Rm 12.16
Não sejas sábio aos teus próprios olhos;

3.7
Pv 8.13
16.6
Jó 1.1
28.28
teme a Jeová e aparta-te do mal.

8Isso será

3.8
Pv 4.22
saúde para o teu umbigo

3.8
Jó 21.24
e regadura para os teus ossos.

9

3.9
Is 43.23
Honra a Jeová com a tua fazenda

e com as

3.9
Êx 23.19
Dt 26.2
Ml 3.10
primícias de toda a tua renda.

10Assim, se encherão de fartura

3.10
Dt 28.8
os teus celeiros,

e trasbordarão de mosto

3.10
Jl 2.24
os teus lagares.

11

3.11
Jó 5.17
Hb 12.5-6
Filho meu, não rejeites a instrução de Jeová,

nem te enojes da sua repreensão;

12porque Jeová repreende ao que ama,

assim

3.12
Pv 13.24
Dt 8.5
como o pai ao filho no qual se deleita.

As recompensas da Sabedoria

13

3.13
Pv 8.32,34
Feliz é o homem que acha sabedoria,

e o que adquire o entendimento.

14Pois melhor é

3.14
Pv 8.10,19
16.16
Jó 28.15-19
o lucro que ela dá do que o lucro da prata,

e o que ela rende, do que o ouro fino.

15

3.15
Pv 8.11
Jó 28.18
Mais preciosa é do que os corais,

3.15
Pv 8.11
e nada do que podes desejar é para ser comparado com ela.

16

3.16
Pv 3.2
A longura de dias está na sua mão direita,

na sua esquerda,

3.16
Pv 8.18
22.4
riquezas e honra.

17Os seus caminhos são caminhos aprazíveis,

e todas as suas veredas são

3.17
Pv 16.7
Sl 119.165
paz.

18É

3.18
Pv 11.30
13.12
15.4
Gn 2.9
Ap 2.7
árvore de vida para os que dela lançam mão,

e feliz é todo aquele que a retém.

19Jeová,

3.19
Pv 8.27
Sl 104.24
pela sabedoria, fundou a terra,

pelo entendimento,

3.19
Pv 8.27-28
estabeleceu os céus.

20pelo seu conhecimento, se fenderam

3.20
Gn 7.11
os abismos,

e

3.20
Dt 33.28
Jó 36.28
as nuvens destilam o orvalho.

21Filho meu,

3.21
Pv 4.21
não se apartem essas coisas de diante dos teus olhos.

Guarda a verdadeira sabedoria e a discrição.

22Assim, serão elas

3.22
Pv 4.22
8.35
16.22
21.21
Dt 32.47
vida para a tua alma

3.22
Pv 1.9
e graça, para o teu pescoço.

23Então,

3.23
Pv 4.12
10.9
andarás seguro pelo teu caminho,

3.23
Sl 91.12
Is 5.27
63.13
e não tropeçará o teu pé.

24

3.24
Pv 1.33
6.22
Jó 11.19
Sl 3.5
Quando te deitares, não temerás;

deitar-te-ás, e o teu sono será suave.

25

3.25
Sl 91.5
1Pe 3.14
Não temas o pavor repentino,

3.25
Jó 5.21
nem a assolação dos perversos quando vier.

26Porque Jeová será a tua confiança

3.26
1Sm 2.9
e guardará ao teu pé para que não seja apanhado.

Preceitos diversos

27

3.27
Rm 13.7
Gl 6.10
Não negues o bem a quem de direito,

tendo na tua mão o poder de o fazer.

28

3.28
Lv 19.13
Dt 24.15
Não digas ao teu próximo: Vai e volta,

que amanhã o darei, tendo-o tu contigo.

29

3.29
Pv 6.14
14.22
Não maquines o mal contra o teu próximo,

visto que junto a ti habita em confiança.

30

3.30
Pv 26.17
Rm 12.18
Não contendas contra homem algum sem motivo,

se ele não te houver feito o mal.

31

3.31
Pv 24.1
Sl 37.1
Não tenhas inveja do homem violento,

nem escolhas nenhum dos seus caminhos.

32

3.32
Pv 11.20
Pois o perverso é abominação a Jeová,

mas com os retos está

3.32
Jó 29.4
Sl 25.14
o seu segredo.

33

3.33
Dt 11.28
Ml 2.2
A maldição de Jeová está na casa do iníquo,

3.33
Jó 8.6
mas ele abençoa a habitação dos justos.

34Certamente,

3.34
Tg 4.6
escarnece dos escarnecedores,

mas

3.34
1Pe 5.5
dá graça aos humildes.

35Os sábios herdarão a glória,

mas a porção dos loucos é a ignomínia.

4

Exortações paternas a adquirir a Sabedoria e apartar-se do caminho dos ímpios

41Ouvi, filhos, a

4.1
Pv 1.8
instrução dum pai

e

4.1
Pv 1.2
2.2
estai atentos para conhecerdes o entendimento;

2porque vos dou boa

4.2
Dt 32.2
Jó 11.4
doutrina;

4.2
Pv 3.1
Sl 89.30
119.87
não abandoneis o meu ensino.

3Pois eu fui filho para meu pai,

4.3
1Cr 22.5
tenro e
4.3
Zc 12.10
único diante de minha mãe.

4Ele me ensinava e me dizia:

4.4
Sl 119.168
Retenha o teu coração as minhas palavras;

4.4
Pv 7.2
guarda os meus mandamentos e vive;

5

4.5
Pv 4.7
Adquire a sabedoria e
4.5
Pv 16.16
adquire o entendimento;

não te esqueças, nem te desvies das palavras da minha boca;

6não a abandones, e ela te preservará;

4.6
2Ts 2.10
ama-a, e ela te guardará.

7

4.7
Pv 8.23
A sabedoria é a coisa principal; portanto,
4.7
Pv 23.23
adquire a sabedoria;

dá pela sabedoria tudo o que tens adquirido.

8Estima-a, e ela te exaltará;

ela te honrará, se a abraçares.

9Ela dará

4.9
Pv 1.9
à tua cabeça uma grinalda de graça;

entregar-te-á uma coroa de glória.

10Ouve, filho meu,

4.10
Pv 2.1
e recebe as minhas palavras,

4.10
Pv 3.2
e os anos de tua vida se multiplicarão.

11No caminho da sabedoria,

4.11
1Sm 12.23
te hei instruído,

pelas veredas da retidão te hei guiado.

12Quando andares, não se estreitarão os

4.12
Jó 18.7
Sl 18.36
teus passos;

e, se correres,

4.12
Pv 3.23
não tropeçarás.

13

4.13
Pv 3.18
Apega-te à instrução, não a largues;

guarda-a, porque ela é a

4.13
Pv 3.22
Jo 6.63
tua vida.

14

4.14
Pv 1.15
Sl 1.1
Não entres na vereda dos perversos,

nem andes pelo caminho dos maus.

15Evita-o e não passes por ele;

desvia-te dele e passa de largo.

16Não dormem,

4.16
Sl 36.4
Mq 2.1
se não tiverem feito o mal;

e foge deles o sono, se não fizerem tropeçar alguém.

17

4.17
Pv 13.2
Comem o pão da perversidade

e bebem o vinho da violência.

18Mas a

4.18
Is 26.7
vereda dos justos é como
4.18
2Sm 23.4
uma luz resplandecente,

que

4.18
Dn 12.3
aumenta de brilho mais e mais até o
4.18
Jó 11.17
dia perfeito.

19

4.19
Pv 2.13
Jó 18.5-6
Is 59.9-10
Jr 23.12
Jo 12.35
O caminho dos perversos é como a escuridão.

Não sabem eles em que

4.19
Jo 11.10
tropeçam.

20Filho meu,

4.20
Pv 5.1
atende às minhas palavras;

4.20
Pv 2.2
inclina os teus ouvidos às minhas instruções.

21

4.21
Pv 3.21
Não se apartem elas de diante dos teus olhos,

4.21
Pv 7.1-2
conserva-as no meio do teu coração,

22pois são

4.22
Pv 3.22
vida para os que as acham

e

4.22
Pv 3.8
12.18
saúde, para todo o seu corpo.

23Guarda, com toda a diligência, o teu coração,

pois

4.23
Mt 12.34
15.18-19
Mc 7.21
Lc 6.45
dele procedem as fontes da vida.

24Remove de ti a

4.24
Pv 6.12
10.32
malignidade da boca

e afasta, para longe de ti, a

4.24
Pv 19.1
perversidade dos lábios.

25Dirijam-se os teus olhos para a frente,

e olhem as tuas pálpebras diretamente diante de ti.

26

4.26
Pv 5.21
Hb 12.13
Faze plana a vereda dos teus pés,

e sejam estabelecidos

4.26
Sl 119.5
todos os teus caminhos.

27

4.27
Dt 5.32
28.14
Não declines nem para a direita nem para a esquerda;

4.27
Pv 1.15
retira do mal o teu pé.

5

Os perigos dum amor impudico

51Filho meu,

5.1
Pv 4.20
atende à minha sabedoria;

5.1
Pv 22.17
inclina o teu ouvido para a minha prudência,

2a fim de que

5.2
Pv 3.21
observes a discrição,

e os teus

5.2
Ml 2.7
lábios guardem o conhecimento.

3Pois os lábios da

5.3
Pv 5.20
2.16
7.5
22.14
prostituta
5.3
Ct 4.11
destilam mel,

e a sua boca é

5.3
Sl 55.21
mais macia do que o azeite;

4mas o seu fim é

5.4
Ec 7.26
amargoso como o absinto

e

5.4
Sl 57.4
agudo, como espada de dois gumes.

5Os seus pés

5.5
Pv 7.27
descem à morte,

os seus passos seguem o caminho do Sheol.

6Ela não

5.6
Pv 5.21
4.26
faz plana a vereda da vida,

5.6
2Pe 2.14
incertos são os seus caminhos,
5.6
Pv 30.20
e ela o ignora.

7

5.7
Pv 7.24
Agora, pois, filhos, escutai-me

e

5.7
Sl 119.102
não vos desvieis das palavras da minha boca.

8

5.8
Pv 7.25
Afasta para longe dela o teu caminho

e não chegues à

5.8
Pv 9.14
porta da sua casa,

9para que não dês a outros a tua honra,

e os teus anos, a cruéis;

10para que não suceda que estrangeiros se fartem dos teus bens,

e os teus trabalhos vão para casa alheia;

11e gemas no teu fim,

quando forem consumidos a tua carne e o teu corpo,

12e que digas: Como tenho

5.12
Pv 1.7,22,29
aborrecido a instrução,

e como tem

5.12
Pv 1.25
12.1
desprezado o meu coração a repreensão;

13não tenho obedecido à voz

5.13
Pv 1.8
dos que me ensinavam,

nem tenho inclinado o meu ouvido para os que instruíam!

14Quase que me achei em todo o mal,

que sucedeu no meio da congregação e da assembleia.

15Bebe água da tua própria cisterna

e água que corre do teu poço.

16Hão de espalhar-se os teus

5.16
Pv 5.18
9.17
Ct 4.12,15
mananciais para fora,

e os teus ribeiros de água, nas ruas?

17Sejam para ti só

e não para estrangeiros juntamente contigo.

18Seja a tua fonte abençoada,

5.18
Ec 9.9
e regozija-te
5.18
Ml 2.14
na mulher da tua mocidade.

19Como

5.19
Ct 2.9,17
4.5
7.3
corça amável e graciosa cabra montês,

satisfaçam-te os seus peitos em todo o tempo;

e sejas sempre arrebatado pelo seu amor.

20Por que, filho meu, havias de ser arrebatado por

5.20
Pv 5.3
uma prostituta,

E abraçarias o seio

5.20
Pv 2.16
6.24
7.5
23.27
duma estrangeira?

21Pois

5.21
Pv 15.3
Jó 14.16
31.4
34.21
Sl 119.168
Jr 16.17
32.19
Os 7.2
Hb 4.13
os caminhos do homem estão diante dos olhos de Jeová,

o qual lhe

5.21
Pv 4.26
torna planas todas as suas veredas.

22

5.22
Pv 1.31-32
Nm 32.23
Sl 7.15
9.15
40.12
As suas próprias iniquidades prenderão o perverso,

e, pelas cordas do seu pecado, será detido.

23

5.23
Jó 4.21
36.12
Ele morrerá por falta de instrução

e, na grandeza da sua loucura, se perderá.