Tradução Brasileira (2010) (TB)
13

131

13.1
Pv 10.1
15.20
O filho sábio ouve a instrução de seu pai,

mas o

13.1
Pv 9.7-8
15.12
escarnecedor não escuta a reprovação.

2Pelo fruto da sua boca, o homem

13.2
Pv 12.14
comerá o bem,

mas a alma dos prevaricadores

13.2
Pv 1.31
Os 10.13
comerá a violência.

3Quem

13.3
Pv 18.21
21.23
Tg 3.2
guarda a sua boca conserva a sua vida,

mas aquele que

13.3
Pv 18.7
20.19
abre grandemente os seus lábios será destruído.

4A alma do

13.4
Pv 6.9-11
10.4
20.4
21.25
preguiçoso deseja e nada tem;

mas a alma dos

13.4
Pv 12.27
21.5
prudentes será saciada.

5O justo aborrece ao que é falso,

mas o perverso se faz odioso e

13.5
Pv 3.35
se cobre de vergonha.

6

13.6
Pv 11.3,5
A justiça guarda ao que anda em integridade,

mas a perversidade arruína ao pecador.

7Uns

13.7
Pv 11.24
Lc 12.20-21
se dizem ricos sem ter nada;

outros se dizem

13.7
Lc 12.33
2Co 6.10
Tg 2.5
pobres, sendo mui ricos.

8O resgate da vida do homem são os seus haveres,

mas o pobre não escuta a repreensão.

9

13.9
Pv 4.18
Jó 29.3
A luz dos justos alegra,

mas a

13.9
Pv 24.20
Jó 18.5
lâmpada dos perversos se apagará.

10Da soberba provém só a contenda,

mas

13.10
Pv 11.14
com os bem avisados está a sabedoria.

11

13.11
Pv 10.2
21.6
As riquezas adquiridas às pressas diminuir-se-ão,

mas aquele que ajunta

13.11
Pv 14.23
pouco a pouco será próspero.

12A esperança prolongada faz adoecer o coração,

mas o

13.12
Pv 13.19
10.24
desejo cumprido é árvore de vida.

13Quem

13.13
Nm 15.31
2Cr 36.16
despreza a palavra traz sobre si a destruição,

mas

13.13
Pv 13.21
será recompensado o que teme o mandamento.

14O ensino do sábio é

13.14
Pv 10.11
14.27
fonte de vida,

para escapar dos

13.14
Sl 18.5
laços da morte.

15

13.15
Pv 3.4
Sl 111.10
A boa inteligência consegue favor,

mas o

13.15
Pv 21.8
caminho dos prevaricadores é escabroso.

16Todo

13.16
Pv 12.23
15.2
29.11
homem prudente procede com conhecimento,

mas o

13.16
Pv 14.33
tolo ostenta a estultícia.

17O mensageiro perverso faz cair na desgraça,

mas o

13.17
Pv 25.13
embaixador fiel consegue a cura.

18A pobreza e a afronta virão sobre aquele que

13.18
Pv 15.5,32
despreza a correção,

mas o que tem em conta a repreensão será honrado.

19O

13.19
Pv 13.12
desejo realizado deleita a alma,

mas apartar-se do mal é

13.19
Pv 29.27
abominação para os loucos.

20Quem

13.20
Pv 2.20
15.31
anda com os sábios será sábio,

mas o

13.20
Pv 28.19
companheiro dos loucos achar-se-á mal.

21

13.21
Sl 32.10
54.5
Is 47.11
O mal persegue os pecadores,

mas

13.21
Pv 13.13
11.31
Is 3.10
os justos serão recompensados com o bem.

22O homem de bem

13.22
Ed 9.12
Sl 37.25
deixa uma herança aos filhos de seus filhos,

e

13.22
Pv 28.8
Jó 27.16-17
Ec 2.26
os bens do pecador estão reservados para o justo.

23Bastante

13.23
Pv 12.11
alimento há na lavoura dos pobres,

mas há quem se consome pela falta de justiça.

24Aquele que

13.24
Pv 19.18
22.15
23.13-14
29.15,17
poupa a vara aborrece a seu filho,

mas quem o ama diligentemente

13.24
Pv 3.12
Dt 8.5
Hb 12.7
o corrige.

25

13.25
Pv 10.3
Sl 34.10
103.5
132.15
O justo come até matar a fome,

mas o ventre

13.25
Pv 13.18
Lc 15.14
dos perversos terá falta.

14

141A mulher

14.1
Pv 9.1
24.3
sábia edifica a sua casa,

mas a insensata a derruba com as suas mãos.

2Quem

14.2
Pv 19.1
28.6
anda na retidão teme a Jeová,

mas aquele que é

14.2
Pv 2.15
perverso nos seus caminhos o despreza.

3Na

14.3
Pv 10.14
boca do insensato, está o rebento da soberba,

mas os

14.3
Pv 12.6
lábios dos sábios os conservarão.

4Onde não há bois, vazia está a manjedoura;

mas, pela força do boi, há abundância de novidades.

5

14.5
Ap 1.5
3.14
A testemunha fiel não mentirá,

mas

14.5
Pv 6.19
12.17
Êx 23.1
Dt 19.16
a testemunha falsa
14.5
Pv 19.5
profere mentiras.

6

14.6
Pv 24.7
O escarnecedor busca a sabedoria e não a acha;

mas para o inteligente o

14.6
Pv 8.9
10.23
17.24
conhecimento é fácil.

7Afasta-te da

14.7
Pv 23.9
presença do homem insensato;

não é nos seus lábios que acharás a ciência.

8

14.8
Pv 15.21
A sabedoria do prudente é entender o seu caminho,

mas a

14.8
Pv 14.24
estultícia dos loucos é engano.

9A culpa

14.9
Is 1.11
Os 4.19
zomba dos insensatos,

mas

14.9
Pv 3.34
11.20
os retos têm o favor de Deus.

10O coração conhece

14.10
1Sm 1.10
Jó 21.25
a sua própria amargura,

e o estranho não participa da sua alegria.

11

14.11
Pv 3.33
12.7
15.25
A casa dos perversos será destruída,

mas a tenda dos retos florescerá.

12

14.12
Pv 12.15
16.25
Há um caminho que ao homem parece direito,

mas, no

14.12
Rm 6.21
fim, guia para a morte.

13Até no riso o coração pode ter a dor,

e a

14.13
Ec 2.1-2
alegria pode acabar em tristeza.

14Quem erra de coração

14.14
Pv 1.31
12.21
se encherá dos seus caminhos,

mas a

14.14
Pv 12.14
18.20
plenitude do homem de bem vem de si mesmo.

15O simples

14.15
Pv 17.4
dá crédito a tudo o que se lhe diz,

mas o

14.15
Pv 27.12
prudente considera os seus passos.

16O sábio teme e

14.16
Pv 3.7
22.3
Jó 28.28
Sl 34.14
desvia-se do mal,

mas o tolo é arrogante e dá-se por seguro.

17Quem

14.17
Pv 14.29
se encoleriza facilmente fará loucuras,

e o homem de desígnios perversos é odiado.

18Os simples herdarão a estultícia,

mas os

14.18
Pv 18.15
prudentes serão coroados de conhecimento.

19

14.19
Pv 11.29
1Sm 2.36
Os maus prostram-se perante os bons,

e os perversos, junto às portas dos justos.

20

14.20
Pv 19.7
O pobre é odiado até pelo seu vizinho,

mas o

14.20
Pv 19.4
rico tem muitos amigos.

21Quem

14.21
Pv 11.12
despreza ao seu vizinho peca,

mas

14.21
Pv 19.17
28.8
Sl 41.1
aquele que se compadece dos pobres, esse é feliz.

22Porventura, não erram os que

14.22
Pv 3.29
12.2
Sl 36.4
Mq 2.1
maquinam o mal?

Mas haverá

14.22
Pv 3.3
benignidade e verdade para os que planejam o bem.

23Há proveito

14.23
Pv 13.11
em todo trabalho;

meras palavras, porém, só levam à penúria.

24

14.24
Pv 10.22
13.8
21.20
A riqueza dos sábios é uma coroa para eles,

mas

14.24
Pv 14.8
a estultícia dos loucos não passa de estultícia.

25A testemunha verdadeira livra almas,

mas quem

14.25
Pv 14.5
profere mentiras causa engano.

26

14.26
Pv 18.10
19.23
Is 33.6
Quem teme a Jeová tem seguro apoio,

e os seus filhos terão um lugar de refúgio.

27O temor de Jeová é

14.27
Pv 10.11
13.14
fonte de vida,

para desviar dos laços da morte.

28Na

14.28
1Rs 4.20
multidão do povo, está a glória do rei,

mas, na falta do povo, está a destruição do príncipe.

29Quem é

14.29
Pv 16.32
19.11
Ec 7.9
Tg 1.19
tardio em irar-se é grande em entendimento,

mas o que tem

14.29
Pv 29.20
espírito impaciente exalta a estultícia.

30

14.30
Pv 15.13
O ânimo tranquilo é a vida da carne,

mas a inveja é a

14.30
Pv 12.4
Hc 3.16
podridão dos ossos.

31Quem

14.31
Pv 17.5
oprime ao pobre ultraja ao seu Criador,

mas honra-o aquele

14.31
Pv 14.21
que se compadece do necessitado.

32O perverso

14.32
Pv 6.15
24.16
é derrubado pela sua malícia,

mas o

14.32
Gn 49.18
Sl 16.11
17.15
37.37
73.24
2Co 1.9
5.8
2Tm 4.18
justo, ainda morrendo, tem esperança.

33A sabedoria

14.33
Pv 2.10
repousa no coração do inteligente,

mas o que está

14.33
Pv 12.16
18.2
29.11
no interior dos loucos vem a lume.

34A justiça

14.34
Pv 11.11
exalta as nações,

mas o pecado é o opróbrio dos povos.

35

14.35
Pv 16.13
O favor do rei é concedido ao servo que procede sabiamente,

mas a sua ira manifesta-se contra aquele que causa vergonha.

15

151Uma

15.1
Pv 15.18
25.15
Jz 8.1-3
resposta branda desvia o furor,

mas a

15.1
1Sm 25.10-13
palavra dura excita a ira.

2

15.2
Pv 15.7
A língua dos sábios destila o conhecimento,

mas

15.2
Pv 15.28
12.23
13.16
a boca dos loucos derrama a estultícia.

3

15.3
Jó 31.4Hb 4.13
Os olhos de Jeová estão em todo lugar,

vigiando aos maus e aos bons.

4

15.4
Pv 12.18
A língua suave é árvore de vida,

mas a

15.4
Pv 11.3
perversa quebranta o espírito.

5

15.5
Pv 13.1
O insensato despreza a correção de seu pai,

mas aquele que

15.5
Pv 13.18
atende à repreensão consegue a prudência.

6Na casa do

15.6
Pv 8.21
justo, há grandes tesouros,

Mas, nas rendas do perverso, há perturbação.

7

15.7
Pv 15.2
Os lábios dos sábios difundem o conhecimento,

porém não o faz o coração dos loucos.

8

15.8
Pv 21.27
Ec 5.1
Is 1.11
Jr 6.20
Mq 6.7
O sacrifício dos perversos é abominação a Jeová,

mas

15.8
Pv 15.29
a oração dos retos é-lhe agradável.

9O caminho dos perversos é

15.9
Pv 15.26
11.1-20
12.22
16.5
17.15
20.10
abominação a Jeová,

mas ele ama ao que

15.9
Pv 21.21
1Tm 6.11
segue a justiça.

10Correção rigorosa há para quem abandona o caminho,

e aquele que

15.10
Pv 1.29-32
5.12
12.1
aborrece a repreensão morrerá.

11O

15.11
Jó 26.6
Sl 139.8
Sheol e Abadom estão diante de Jeová,

quanto mais

15.11
1Sm 16.7
2Cr 6.30
Sl 44.21
At 1.24
os corações dos filhos dos homens!

12

15.12
Pv 13.1
Am 5.10
O escarnecedor não gosta de quem o repreende;

não irá ter com os sábios.

13

15.13
Pv 17.22
O coração alegre torna contente o rosto,

mas com a

15.13
Pv 12.25
tristeza do coração abate-se o
15.13
Pv 17.22
18.14
espírito.

14

15.14
Pv 18.15
O coração do inteligente busca o conhecimento,

mas a boca dos loucos se apascenta de estultícia.

15Todos os dias do aflito são maus,

mas o homem

15.15
Pv 15.13
feliz tem um banquete contínuo.

16

15.16
Pv 16.8
Sl 37.16
Ec 4.6
1Tm 6.6
Melhor é o pouco com o temor de Jeová

do que grandes tesouros, e, com eles, a inquietação.

17

15.17
Pv 17.1
Melhor é o prato de hortaliças onde há amor

do que o

15.17
Mt 22.4
Lc 15.23
boi cevado, e, com ele, o ódio.

18

15.18
Pv 16.28
26.21
29.22
O homem irascível excita rixas;

mas quem

15.18
Pv 14.29
é tardio em irar-se
15.18
Pv 16.14
Gn 13.8
Ec 10.4
aplaca contendas.

19

15.19
Pv 22.5,13
O caminho do preguiçoso é como uma sebe de espinhos,

mas a vereda dos justos é uma

15.19
Pv 16.17
estrada real.

20

15.20
Pv 10.1
29.3
O filho sábio alegra a seu pai,

mas o homem insensato

15.20
Pv 30.17
despreza a sua mãe.

21

15.21
Pv 10.23
A estultícia é alegria para quem é falto de sabedoria,

mas o homem de entendimento

15.21
Pv 14.8
Ef 5.15
faz direito o seu caminho.

22Onde

15.22
Pv 11.14
20.18
não há conselho, dissipam-se os planos;

mas os muitos conselhos os estabelecem.

23

15.23
Pv 12.14
O homem alegra-se em dar uma resposta;

15.23
Pv 25.11
Is 50.4
e a palavra a seu tempo, quão boa é!

24Para o sábio,

15.24
Pv 4.18
o caminho da vida é para cima,

a fim de evitar o Sheol, que é embaixo.

25Jeová

15.25
Pv 12.7
14.11
desarraigará a casa dos soberbos,

mas

15.25
Pv 23.10
Dt 19.14
estabelecerá os termos
15.25
Sl 68.5
146.9
da viúva.

26

15.26
Pv 6.16-19
Maus desígnios são
15.26
Pv 15.8
20.23
21.27
28.9
abominação a Jeová,

mas

15.26
Pv 16.24
palavras agradáveis são puras.

27Aquele

15.27
Pv 1.19
28.25
1Tm 6.10
que tem espírito de ganância perturba a sua casa,

mas quem

15.27
Êx 23.8
Dt 16.19
1Sm 12.3
Is 33.15
aborrece dádivas, viverá.

28O coração do justo

15.28
1Pe 3.15
medita no que há de responder,

mas a

15.28
Pv 15.2
10.32
boca dos perversos derrama coisas más.

29Jeová está

15.29
Pv 1.28
Sl 18.41
longe dos perversos,

mas

15.29
Sl 145.18-19
ouve a oração dos justos.

30A luz dos olhos alegra ao coração,

15.30
Pv 25.25
e boas novas engordam aos ossos.

31O ouvido que

15.31
Pv 15.5
25.12
escuta a repreensão que dá a vida

terá a sua morada entre os sábios.

32Quem

15.32
Pv 1.7
8.33
rejeita a correção
15.32
Pv 8.36
despreza a sua alma,

mas aquele que

15.32
Pv 15.5
escuta a repreensão adquire conhecimento.

33

15.33
Pv 1.7
9.10
O temor de Jeová é a instrução da sabedoria,

15.33
Pv 18.12
e adiante da honra vai a humildade.