Tradução Brasileira (2010) (TB)
1

Prefácio e saudação

11

1.1
2Co 1.1
Cl 1.1
Fm 1
1Ts 1.1
2Ts 1.1
Paulo e
1.1
vd.
Timóteo,
1.1
cp.
servos de
1.1
Fp 1.8
Fp 2.5
3.3,8,12,14
4.7,19,21Gl 3.26
Cristo Jesus, a
1.1
2Co 1.1Cl 1.2
todos os
1.1
vd.
santos em Cristo Jesus que estão em
1.1
vd.
Filipos, com os
1.1
At 20.28
1Tm 3.1Tt 1.7
bispos e
1.1
1Tm 3.8
diáconos: 2
1.2
vd.
graça a vós e paz da parte de Deus, nosso Pai, e da do Senhor Jesus Cristo.

Ação de graças e oração pelos filipenses

3

1.3
vd.
Dou graças ao meu Deus por toda a lembrança que de vós tenho, 4sempre
1.4
cp.
em todas as minhas súplicas por todos vós, rogando com alegria 5pela vossa
1.5
At 2.42Fp 4.15
cooperação a favor do
1.5
Fp 1.7,12,16,27
Fp 2.22
4.3,15
evangelho,
1.5
cp.
desde o primeiro dia até agora; 6estando eu persuadido disso mesmo, de que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até
1.6
vd.
o Dia de Cristo Jesus; 7como
1.7
cp.
é justo que eu pense assim de todos vós, porque
1.7
2Co 7.3
vos tenho no meu coração, porquanto todos vós sois participantes comigo da graça, tanto nas
1.7
Fp 1.13-14,17At 21.33
Ef 6.20
minhas prisões como na
1.7
Fp 1.16
defesa e confirmação do evangelho. 8Pois
1.8
vd.
Deus é minha testemunha das saudades que tenho de todos vós, na terna misericórdia de Cristo Jesus. 9Isto rogo: que
1.9
1Ts 3.12
vosso amor cresça cada vez mais no
1.9
cp.
pleno conhecimento e em todo o discernimento: 10para que
1.10
Rm 2.18
aproveis as coisas que são excelentes, a fim de que sejais sinceros e sem ofensa para o Dia de Cristo, 11cheios do
1.11
Tg 3.18
fruto de justiça, que é por meio de Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus.

A prisão de Paulo contribui para o proveito do evangelho

12Quero, porém, irmãos, que conheçais que as coisas que me aconteceram

1.12
cp.
têm, antes, contribuído para o progresso do evangelho; 13de maneira que
1.13
vd.
as minhas prisões se tornaram manifestas em Cristo a toda a guarda pretoriana
1.13
cp.
e a todos os demais; 14e que a maioria dos irmãos, animados no Senhor pelas minhas prisões, são muito mais
1.14
Fp 1.20
2Co 3.12
7.4At 4.31
corajosos em falar sem temor a palavra de Deus. 15
1.15
cp.
Alguns há, na verdade, que pregam a Cristo até por inveja e contenda, e outros o fazem de boa vontade; 16estes, por caridade, sabendo que estou
1.16
cp.
posto para a defesa do
1.16
vd.
evangelho; 17mas aqueles,
1.17
Fp 2.3
Rm 2.8
por discórdia, anunciam a Cristo, não sinceramente, julgando suscitar-me tribulação nas
1.17
vd.
minhas prisões. 18Mas que importa? Contanto que de qualquer modo, ou por pretexto ou por verdade, Cristo seja anunciado; nisso me regozijo, e me regozijarei. 19Porque sei que isso me resultará em salvação
1.19
vd.
pela vossa súplica e pelo socorro do
1.19
vd.
Espírito de Jesus Cristo, 20segundo a minha
1.20
Rm 8.19
ardente expectativa e
1.20
Rm 5.5
1Pe 4.16
esperança de que em nada serei envergonhado; antes, com
1.20
vd.
toda a ousadia, como sempre, assim agora Cristo será
1.20
cp.
engrandecido no meu corpo,
1.20
vd.
quer pela vida, quer pela morte. 21Pois para mim
1.21
Gl 2.20
o viver é Cristo, e o morrer é lucro. 22Mas, se o viver na carne resultar em
1.22
vd.
fruto do meu trabalho, não sei, então, o que hei de escolher. 23Porém de ambos os lados estou em aperto, porque tenho o
1.23
cp.
desejo de partir e
1.23
vd.
estar com Cristo, pois é muitíssimo melhor; 24mas o permanecer na carne é mais necessário por vossa causa. 25
1.25
Fp 2.24
Persuadido disso, sei que ficarei e continuarei com todos vós para o vosso progresso e gozo da fé, 26a fim de que o
1.26
vd.
motivo da vossa glória cresça por mim em Cristo Jesus pela minha presença de novo convosco. 27Somente portai-vos duma maneira
1.27
cp.
digna do
1.27
vd.
evangelho de Cristo, para que, ou indo ver-vos ou estando ausente, eu ouça dizer de vós que
1.27
Fp 4.11Co 16.13
permaneceis em
1.27
cp.
um só espírito,
1.27
Jd 3
lutando com uma só alma pela fé do evangelho; 28e que em nada estais atemorizados pelos vossos adversários, o que para eles é uma
1.28
2Ts 1.5
prova de perdição, mas para vós de salvação, e isso da parte de Deus. 29Pois vos
1.29
cp.
foi concedido, por amor de Cristo, não somente o crer nele, mas ainda o
1.29
vd.
padecer por ele, 30sofrendo o mesmo
1.30
1Ts 2.2
Hb 10.32
Cl 1.29
2.1
1Tm 6.12
2Tm 4.7
Hb 12.1
combate que
1.30
At 16.19-40
Fp 1.13
vistes em mim e agora ouvis que está em mim.

2

Exortação ao amor fraternal e à humildade, tendo em vós o sentimento que houve em Cristo

21Se há, pois, alguma exortação em Cristo, se há alguma consolação de amor, se há alguma

2.1
2Co 13.13
comunhão do Espírito, se há alguma
2.1
Cl 3.12
misericórdia e compaixão, 2
2.2
vd.
completai o meu gozo, de modo que
2.2
vd.
tenhais o mesmo sentimento, tendo o mesmo amor, acordes no mesmo espírito, cuidando numa só coisa; 3nada fazendo
2.3
cp.
por porfia ou por
2.3
Gl 5.26
vanglória, mas com humildade, considerando
2.3
vd.
uns aos outros como superiores a si mesmos; 4
2.4
cp.
não atendendo cada um para o que é seu, mas cada qual também para o que é dos outros. 5
2.5
vd.
Tende em vós este sentimento que houve também em
2.5
vd.
Cristo Jesus, 6o qual,
2.6
Jo 1.1
subsistindo em
2.6
cp.
forma de Deus,
2.6
cp.
não julgou que o ser igual a Deus fosse coisa de que não devesse abrir mão, 7mas
2.7
2Co 8.9
esvaziou-se, tomando a forma de
2.7
vd.
servo,
2.7
vd.
feito semelhante aos homens; 8e, sendo reconhecido como homem, humilhou-se, tornando-se
2.8
Hb 5.8Mt 26.39
Jo 10.18
Rm 5.19
obediente até a morte
2.8
Hb 12.2
e morte de cruz. 9
2.9
vd.
Por isso, também Deus o
2.9
vd.
exaltou soberanamente e lhe deu
2.9
vd.
o nome que é sobre todo o nome, 10para que em o nome de Jesus
2.10
Rm 14.11
se dobre todo joelho
2.10
vd.
dos que estão nos céus, na terra e debaixo da terra, 11e toda língua confesse que Jesus Cristo é o
2.11
vd.
Senhor para glória de Deus Pai.

Efetuai a vossa salvação com temor e tremor

12Assim, pois, meus amados,

2.12
cp.
do modo como sempre obedecestes, efetuai a vossa
2.12
Hb 5.9
salvação com o
2.12
vd.
temor e tremor, não tão somente como na minha presença, mas muito mais agora na minha ausência; 13pois é
2.13
1Co 12.6
15.10Rm 12.3
Hb 13.21
Deus o que opera eficazmente em vós tanto o querer como o perfazer,
2.13
vd.
segundo a sua boa vontade. 14Fazei tudo sem
2.14
cp.
murmurar, nem questionar, 15para que vos torneis
2.15
Lc 1.6
Fp 3.6
irrepreensíveis e sinceros,
2.15
Mt 5.45
Ef 5.1
filhos de Deus sem defeito no meio duma geração
2.15
vd.
má e perversa, no meio da qual
2.15
cp.
apareceis como
2.15
Gn 1.16
astros no mundo, 16expondo a palavra da vida, a fim de que,
2.16
vd.
no Dia de Cristo, eu tenha motivo para me gloriar de que não
2.16
vd.
corri em vão, nem
2.16
Gl 4.11
1Ts 3.5Is 49.4
trabalhei em vão. 17Contudo, ainda que eu seja
2.17
2Tm 4.62Co 12.15
derramado em libação sobre o
2.17
Rm 15.16Nm 28.6-7
sacrifício e serviço da vossa fé, folgo e regozijo-me com todos vós; 18e, pela mesma razão, folgai vós também e regozijai-vos comigo.

Paulo recomenda-lhes Timóteo e Epafrodito

19Espero, porém, no Senhor Jesus

2.19
Fp 2.23
enviar-vos brevemente
2.19
vd.
Timóteo, para que também eu esteja animado, conhecendo o vosso estado. 20Nenhum outro tenho de
2.20
cp.
igual sentimento, o qual sinceramente cuide dos vossos interesses; 21pois todos eles
2.21
vd.
buscam o que é seu, não o que é de Cristo Jesus. 22Mas conheceis o seu caráter
2.22
Rm 5.4
provado e que ele,
2.22
vd.
como filho ao pai, serviu comigo a favor do evangelho. 23Espero, pois, enviá-lo logo que eu tenha visto o estado dos meus negócios; 24porém,
2.24
cp.
confio no Senhor que também eu mesmo irei brevemente. 25Julguei, contudo, necessário enviar-vos
2.25
Fp 4.18
Epafrodito, meu irmão, e
2.25
cp.
cooperador, e
2.25
Fm 2
companheiro nas lutas, mas vosso
2.25
2Co 8.23Jo 13.16
enviado para
2.25
cp.
ministrar às minhas necessidades; 26visto que ele tinha saudades de todos vós e estava angustiado por terdes sabido que ele estivera doente. 27Pois, de fato, esteve doente e quase à morte, mas Deus compadeceu-se dele e não somente dele, mas também de mim, para que eu não tivesse tristeza sobre tristeza. 28Por isso, vo-lo envio com mais urgência, para que, vendo-o, vos regozijeis novamente e para que eu tenha menos tristeza. 29
2.29
Rm 16.2
Recebei-o, então, no Senhor, com toda a alegria,
2.29
1Co 16.18
e tende em honra a tais homens, 30porque,
2.30
cp.
pela causa de Cristo, chegou às portas da morte, arriscando a sua vida, a fim de
2.30
vd.
suprir o que vos faltava fazer no serviço para comigo.

3

Exortação. Tudo tenho como perda pela excelência do conhecimento de Cristo

31Quanto ao mais, irmãos meus,

3.1
Fp 4.42.18
regozijai-vos no Senhor. A mim, por certo, não me é penoso, mas a vós, vos é seguro que eu vos escreva as mesmas coisas. 2Acautelai-vos dos
3.2
Sl 22.16,20
Ap 22.15Gl 5.15
cães, acautelai-vos dos
3.2
2Co 11.13
maus obreiros, acautelai-vos dos falsos circuncidados. 3Pois
3.3
vd.
os circuncidados somos nós que
3.3
cp.
rendemos culto pelo Espírito de Deus, e
3.3
Rm 15.17Gl 6.14
gloriamo-nos
3.3
Fp 3.12Fp 1.1Rm 8.39
em Cristo Jesus, e não pomos confiança na carne, 4se bem que
3.4
cp.
eu poderia confiar até na carne. Se algum outro julga que pode confiar na carne, eu ainda mais: 5
3.5
vd.
circuncidado ao oitavo dia, da
3.5
2Co 11.22Rm 11.1
raça de Israel,
3.5
Rm 11.1
da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus. Quanto à Lei, fui
3.5
vd.
fariseu; 6quanto ao zelo,
3.6
vd.
persegui a Igreja, tendo-me tornado
3.6
Fp 2.15
irrepreensível quanto
3.6
Fp 3.9
à justiça que há na Lei. 7Mas
3.7
cp.
o que era para mim lucro, isto mesmo tenho como perda por amor de Cristo. 8Sim, na verdade, e tudo tenho como perda pela excelência do
3.8
Jo 17.3
Ef 4.13
2Pe 1.3Fp 3.10
Jr 9.23
conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, pelo qual perdi todas as coisas e considero-as como refugo, para ganhar a Cristo 9e ser achado nele, não tendo como
3.9
Rm 10.5Fp 3.6
minha justiça a que vem da Lei, mas aquela que vem pela fé em Cristo,
3.9
vd.
a justiça que procede de Deus, baseada na fé; 10para o conhecer e
3.10
cp.
o poder da sua ressurreição e a
3.10
vd.
participação dos seus sofrimentos,
3.10
vd.
conformando-me com ele na sua morte; 11
3.11
vd.
para ver, se de algum modo posso atingir à ressurreição dentre os mortos. 12Não digo que eu já o tenha
3.12
cp.
obtido ou que seja já
3.12
1Co 13.10
perfeito, mas vou prosseguindo para ver se também
3.12
1Tm 6.12,19
poderei alcançar aquilo para o que igualmente
3.12
At 9.5
fui tomado por Cristo Jesus. 13Irmãos, eu não julgo ter ainda alcançado; mas uma coisa faço:
3.13
cp.
esquecendo-me das coisas que ficam para trás e avançando para as que estão adiante, 14
3.14
1Co 9.24Hb 6.1
prossigo em direção ao alvo, para obter o prêmio da
3.14
vd.
vocação celestial de Deus em
3.14
vd.
Cristo Jesus. 15Todos, então, que somos
3.15
vd.
perfeitos, tenhamos este sentimento; e, se sentis alguma coisa
3.15
cp.
de modo diverso,
3.15
Ef 1.17
1Ts 4.9Jo 6.45
Deus também vo-lo revelará. 16Todavia, andemos
3.16
Gl 6.16
pela mesma regra a que temos chegado.

Os inimigos da cruz de Cristo

17Tornai-vos todos meus

3.17
vd.
imitadores, irmãos, e observai aqueles que assim andam conforme nos tendes por
3.17
1Pe 5.3
modelo. 18Pois
3.18
vd.
muitos andam entre nós, dos quais repetidas vezes eu vos dizia e agora vos digo, até
3.18
cp.
chorando, que eles são inimigos da
3.18
cp.
cruz de Cristo. 19O seu fim é a perdição, o seu deus é o
3.19
Rm 16.18Tt 1.12
ventre, e a sua
3.19
cp.
glória assenta no que é vergonhoso,
3.19
Rm 8.5Cl 3.2
e só cuidam das coisas terrenas. 20Pois a
3.20
Ef 2.19Fp 1.27
Cl 3.1
Hb 12.22
nossa pátria está nos céus, donde também
3.20
vd.
aguardamos como Salvador o Senhor Jesus Cristo, 21o qual
3.21
1Co 15.43-53
transformará o corpo da nossa humilhação, de maneira que seja
3.21
Rm 8.29
Cl 3.4
conforme ao
3.21
1Co 15.43,49
corpo da sua glória,
3.21
vd.
segundo a operação com que também pode
3.21
1Co 15.28
sujeitar a si todas as coisas.