Tradução Brasileira (2010) (TB)
5

A circuncisão dos filhos de Israel

51Quando todos os reis dos amorreus que estavam além do Jordão, ao ocidente, e todos os reis dos cananeus

5.1
Nm 13.29
que estavam junto ao mar
5.1
Js 2.10-11
ouviram como Jeová havia secado as águas do Jordão diante dos filhos de Israel, até que passamos, derreteu-se-lhes o coração, nem lhes ficou alento algum, por causa dos filhos de Israel.

2Nesse tempo, disse Jeová a Josué: Faze-te

5.2
Êx 4.25
canivetes de pedra e circuncida segunda vez aos filhos de Israel. 3Fez Josué para si canivetes de pedra e circuncidou aos filhos de Israel no outeiro dos Prepúcios. 4Esta é a razão por que Josué administrou a circuncisão:
5.4
Dt 2.14
todo o povo que saiu do Egito, os homens, todos os homens de guerra, morreram no deserto pelo caminho. 5Porque todos os que saíram estavam circuncidados, porém todos os que nasceram no deserto pelo caminho, quando saíram do Egito, não haviam sido circuncidados. 6Pois
5.6
Dt 2.7,14
quarenta anos andaram os filhos de Israel pelo deserto, até se acabar toda a nação, a saber, todos os homens de guerra que saíram do Egito, e isso porque não obedeceram à voz de Jeová;
5.6
Nm 14.29-35
26.63-65
a eles jurou Jeová que não os deixaria ver a terra que prometeu, com juramento, a seus pais que nos daria, uma terra que mana leite e mel. 7A seus filhos, que suscitou em lugar deles, a estes circuncidou Josué; pois estavam incircuncidados, por não o terem sido pelo caminho. 8Depois que a circuncisão havia sido administrada a toda a nação, ficaram nos seus lugares no arraial, até que sararam. 9Disse Jeová a Josué: Hoje tirei de sobre vós o
5.9
Sf 2.8
opróbrio do Egito. Pelo que ficou aquele lugar sendo chamado Gilgal até o dia de hoje.

Celebra-se a Páscoa

10Acamparam-se em Gilgal os filhos de Israel e

5.10
Êx 12.18
celebraram a Páscoa aos
5.10
Js 4.19
quatorze dias do mês, à tarde, na Arabá de Jericó. 11Ao outro dia, comeram do produto da terra pães asmos e espigas tostadas. 12
5.12
Êx 16.35
Cessou o maná no dia seguinte, depois que os filhos de Israel comeram do produto da terra e não o tiveram mais; mas, nesse ano, comeram as novidades da terra de Canaã.

A visão de Josué

13Estando Josué perto de Jericó, levantou os olhos e olhou; eis que estava em pé diante dele

5.13
Gn 18.1-2
32.24,30
Nm 22.31
um homem que tinha na mão uma espada nua. Josué foi ter com ele e perguntou-lhe: És tu por nós ou pelos nossos adversários? 14Respondeu ele: Não; mas agora estou aqui como capitão do exército de Jeová. Prostrando-se Josué com o rosto em terra, adorou e perguntou-lhe: Que diz o meu senhor ao seu servo? 15Respondeu o capitão do exército de Jeová a Josué:
5.15
Êx 3.5
Tira o calçado dos teus pés, porque o lugar em que estás é santo. Josué assim fez.

6

Jericó é destruída

61Ora, Jericó estava rigorosamente fechada, por causa dos filhos de Israel; ninguém saía, nem entrava. 2Então, disse Jeová a Josué: Eis que entreguei na tua mão a Jericó,

6.2
Dt 7.24
ao seu rei e aos ilustres em valor. 3Vós todos os homens de guerra rodeareis a cidade, contornando-a uma vez. Assim fareis por seis dias. 4Sete sacerdotes levarão sete
6.4
Lv 25.9
trombetas de chifres de carneiros diante da arca; no sétimo dia, rodeareis a cidade sete vezes, e os sacerdotes tocarão as trombetas. 5Quando fizerem um sonido prolongado com a trombeta e quando ouvirdes o som da mesma, todo o povo dará um grande grito. Cairá rente com o chão o muro da cidade, e o povo subirá, cada um para o lugar que lhe ficar defronte. 6Chamou Josué, filho de Num, aos sacerdotes e disse-lhes: Levai a arca da Aliança, e levem sete sacerdotes sete trombetas de chifres de carneiros diante da arca de Jeová. 7Eles disseram ao povo: Passai e rodeai a cidade, e passem os homens armados adiante da arca de Jeová.

8Quando Josué havia falado ao povo, os sete sacerdotes que levavam as sete trombetas diante de Jeová passaram e tocaram-nas, e seguia-os a arca da Aliança de Jeová. 9Os homens armados iam adiante dos sacerdotes que tocavam as trombetas, e a

6.9
Js 5.13
Is 52.12
retaguarda seguia a arca, tocando os sacerdotes as trombetas enquanto andavam. 10Josué ordenou ao povo, dizendo: Não gritareis, nem se ouça a vossa voz, nem procederá palavra alguma da vossa boca, até o dia em que eu vos disser: Gritai! Então, gritareis. 11Assim fez a arca de Jeová rodear a cidade, contornando-a uma vez. Entraram no arraial e ali pousaram.

12Levantando-se Josué de madrugada, os sacerdotes tomaram a arca de Jeová. 13

6.13
Js 6.4
Os sete sacerdotes que levavam as sete trombetas diante da arca de Jeová iam andando e tocavam-nas, enquanto os homens armados marchavam adiante deles, e a
6.13
Js 6.9
retaguarda seguia a arca de Jeová. 14No segundo dia, rodearam a cidade uma vez e voltaram ao arraial. Assim fizeram por seis dias.

15No sétimo dia, madrugando ao romper da alva, rodearam da mesma maneira a cidade sete vezes; naquele dia somente, rodearam a cidade sete vezes. 16Quando os sacerdotes, pela sétima vez, tocavam as trombetas, disse Josué ao povo: Gritai, porque Jeová vos entregou a cidade. 17A cidade

6.17
Lv 27.28
Dt 20.17
será anátema a Jeová, ela e tudo quanto houver nela; somente viverá Raabe, a prostituta, e todos os que estão com ela em casa, porque escondeu os mensageiros que enviamos. 18Vós, todavia, guardai-vos do anátema, para que, depois de o terdes feito tal, não tomeis do que o é; pois
6.18
Js 7.1
assim fareis anátema o arraial de Israel e o perturbareis. 19
6.19
Nm 31.11-12,21-23
Porém toda a prata, e o ouro, e os vasos de cobre e de ferro são consagrados a Jeová e virão para o seu tesouro. 20Assim gritou o povo, e os sacerdotes tocaram as trombetas. Quando o povo ouviu o sonido da trombeta, levantou um grande grito, e caiu o
6.20
Hb 11.30
muro rente com o chão, de maneira que subiram, e entraram na cidade, cada um pelo lugar que lhe ficava defronte, e a tomaram. 21
6.21
Dt 20.16
Totalmente destruíram ao fio da espada tudo quanto havia na cidade, homem e mulher, moço e velho, bois, ovelhas e jumentos.

Raabe é salva

22Então, disse Josué aos dois homens que espiaram a terra:

6.22
Js 2.12-19
Entrai na casa da prostituta e tirai-a de lá com tudo o que lhe pertence, assim como lhe prometestes com juramento. 23Entraram os mancebos espias, e
6.23
Hb 11.31
tiraram a Raabe, a seu pai, a sua mãe e a seus irmãos, com tudo o que lhe pertencia, e também a todos os parentes dela, e puseram-nos fora do arraial de Israel. 24
6.24
Dt 20.16-18
Queimaram a fogo a cidade com tudo o que nela havia; tão somente a prata, e o ouro, e os vasos de cobre e de ferro, colocaram-nos no tesouro da Casa de Jeová. 25Porém
6.25
Hb 11.31
Josué conservou em vida a Raabe, a prostituta, e à casa de seu pai, com tudo o que ela possuía. Ela ficou habitando no meio de Israel até o dia de hoje, porque
6.25
Js 2.6
escondeu os espias que Josué enviou para reconhecer a Jericó. 26Nesse tempo, Josué os fez jurar:
6.26
1Rs 16.34
Maldito seja diante de Jeová o homem que se levantar e reedificar esta cidade de Jericó! Com a perda do seu primogênito, porá os alicerces dela e, com a perda de seu filho mais moço, lhe colocará as portas. 27Assim, era Jeová com Josué, e a sua fama estava em toda a terra.

7

Os israelitas são derrotados em Ai

71

7.1
Js 6.17-19
Mas os filhos de Israel cometeram uma transgressão no tocante ao anátema, pois Acã, filho de Carmi, filho de Zabdi, filho de Zera, da tribo de Judá, tomou do anátema. A ira de Jeová acendeu-se contra os filhos de Israel.

2De Jericó enviou Josué homens a Ai, que está junto a

7.2
Js 18.12
1Sm 13.5
14.23
Bete-Áven, ao oriente de Betel, e disse-lhes: Subi e espiai a terra. Subiram e espiaram a Ai. 3Tendo voltado a Josué, disseram-lhe: Não suba todo o povo, mas subam uns dois ou três mil homens e destruam Ai. Não faças todo o povo ir para lá, fatigando-o, pois são poucos. 4Assim, subiram lá do povo uns três mil homens, que fugiram diante dos de Ai. 5Os homens de Ai feriram deles a uns trinta e seis e, tendo-o perseguido desde a porta até Sebarim, feriram-nos na descida. O coração do povo derreteu-se e tornou-se como água.

6Josué, pois,

7.6
Jó 2.12
42.6
rasgou os seus vestidos e, com os anciãos de Israel, prostrou-se com o rosto em terra, diante da arca de Jeová até a tarde; e
7.6
Lm 2.10
Ap 18.19
puseram pó sobre as suas cabeças. 7Josué disse: Ah! Senhor Deus, por que fizeste a todo este povo passar o Jordão, para nos entregar nas mãos dos amorreus, a fim de nos perderes? Oxalá que tivéssemos ficado contentes e tivéssemos permanecido além do Jordão! 8Ah! Senhor, que direi, depois que Israel voltou as costas diante dos seus inimigos? 9
7.9
Êx 32.12
Dt 9.28
Pois os cananeus e todos os habitantes da terra o ouvirão e, cercando-nos, exterminarão da terra o nosso nome. Que farás por teu grande nome?

O pecado de Acã

10Respondeu Jeová a Josué: Levanta-te! Por que estás assim prostrado com o rosto em terra? 11Israel pecou e

7.11
Js 6.18-19
transgrediu a minha aliança, que lhe ordenei; tomaram do anátema, furtaram, dissimularam e o esconderam na sua bagagem. 12Por isso, os filhos de Israel não podem resistir aos seus inimigos; voltam as costas diante deles, porque se fizeram anátema. Não serei mais convosco, se não tirardes dentre vós o anátema, destruindo-o. 13Levanta-te,
7.13
Js 3.5
santifica ao povo e dize: Santificai-vos para amanhã, pois assim diz Jeová, Deus de Israel:
7.13
Js 6.18
Há um anátema no meio de ti, ó Israel; não poderás resistir aos teus inimigos, enquanto não tirares do meio de ti o anátema. 14Pela manhã, vos chegareis pelas vossas tribos; a tribo que Jeová tomar, se chegará pelas famílias; a família que Jeová tomar, se chegará pelas casas; e a casa que Jeová tomar, se chegará homem por homem. 15Aquele que for achado com o anátema será queimado, e, com ele, tudo o que lhe pertence, porque transgrediu a aliança de Jeová e porque cometeu uma loucura em Israel.

16Levantando-se Josué de madrugada, fez chegar a Israel pelas suas tribos; e caiu a sorte sobre a tribo de Judá. 17Fazendo chegar a família de Judá, caiu sobre a família dos zeraítas; fazendo chegar a família dos zeraítas homem por homem, caiu sobre Zabdi; 18e, fazendo chegar a casa deste, homem por homem, caiu sobre Acã, filho de Carmi, filho de Zabdi, filho de Zera, da tribo de Judá. 19Então, disse Josué a Acã: Filho meu, dá glória a Jeová, Deus de Israel, e confessa-lhe. Declara-me, agora, o que fizeste; não mo ocultes. 20Respondeu Acã a Josué: Na verdade, eu pequei contra Jeová, Deus de Israel, e fiz assim e assim: 21quando vi entre os despojos uma boa capa babilônica, e duzentos siclos de prata, e uma cunha de ouro do peso de cinquenta siclos, movido de cobiça, os tomei. Eis que estão escondidos na terra, no meio da minha tenda, e a prata, por baixo.

22Enviou Josué mensageiros, que foram correndo à tenda. Eis que a capa estava escondida ali, e a prata, por baixo. 23Tirando essas coisas do meio da tenda, trouxeram-nas a Josué e a todos os filhos de Israel e puseram-nas diante de Jeová. 24Josué e todo o Israel tomaram a Acã, filho de Zera, e a prata, e a capa, e a cunha de ouro, e seus filhos, e suas filhas, e os seus bois, e os seus jumentos, e as suas ovelhas, e a sua tenda e tudo o que tinha; e trouxeram-nos ao

7.24
Js 15.7
vale de Acor. 25Disse Josué: Por que nos
7.25
Js 6.18
perturbaste? Jeová te perturbará neste dia. Todo o Israel o apedrejou; queimaram-nos e os apedrejaram. 26Levantaram sobre ele um grande montão de pedras, que permanece até o dia de hoje; e Jeová apagou o ardor da sua ira. Pelo que se ficou chamando aquele lugar até hoje
7.26
Is 65.10
Os 2.15
o vale de Acor.