Tradução Brasileira (2010) (TB)
2

Josué envia dois espias a Jericó

21De

2.1
Js 3.1
Nm 25.1
Sitim enviou Josué, filho de Num, dois homens secretamente como espias e disse-lhes: Ide reconhecer bem a terra e Jericó. Foram, e entraram na casa duma
2.1
Hb 11.31
Tg 2.25
prostituta que se chamava Raabe, e ali pousaram. 2E deu-se notícia ao rei de Jericó, dizendo: Eis que entraram aqui de noite uns homens dos filhos de Israel para espiar a terra. 3Mandou o rei de Jericó dizer a Raabe: Faze sair os homens que vieram a ti e entraram na tua casa, porque vieram a espiar toda a terra. 4A mulher, tomando os dois homens, os escondeu e disse: É verdade que os homens vieram a mim, mas eu não sabia donde eram. 5Quando se fechava a porta, sendo já escuro, saíram; não sei para onde foram. Ide após eles depressa, porque os alcançareis. 6
2.6
Tg 2.25
Ela, porém, os tinha feito subir ao eirado e os tinha coberto com as hastes de linho que havia disposto em ordem sobre o eirado. 7Os homens foram seguindo após os espias pelo caminho do Jordão até os vaus; e, logo que saíram, fechou-se a porta.

Os espias são salvos por uma mulher de nome Raabe

8Antes que os espias se deitassem, ela foi ter com eles ao eirado 9e disse-lhes:

2.9
Js 9.9-10,24
Nm 20.24
Sei que Jeová vos deu a terra, que
2.9
Êx 23.27
Dt 2.25
o terror do vosso nome caiu sobre nós e que todos os habitantes da terra se derretem na vossa presença. 10
2.10
Nm 23.22
Porque temos ouvido que Jeová secou as águas do mar Vermelho diante de vós, quando saístes do Egito; e também o que fizestes aos dois reis dos amorreus que estavam além do Jordão: a Seom e a Ogue, a quem destruístes completamente. 11Quando isso ouvimos, derreteram-se os nossos corações e não ficou alento em ninguém por vossa causa, porque Jeová, vosso Deus, é Deus em cima no céu e embaixo na terra. 12Agora, jurai-me por Jeová (visto que usei de misericórdia para convosco) que vós também usareis de misericórdia para com a casa de meu pai e que me dareis
2.12
Js 2.18
um sinal seguro; 13que conservareis em vida meu pai, minha mãe, meus irmãos, minhas irmãs e tudo o que têm e livrareis da morte as nossas vidas. 14Responderam-lhe os homens: A nossa vida responde pela vossa, se não denunciardes esta nossa missão. Quando Jeová nos entregar a terra,
2.14
Gn 24.49
usaremos para contigo de misericórdia e de fidelidade.

15Ela os fez descer por uma corda pela janela, porque a casa em que residia estava sobre o muro da cidade. 16Disse-lhes:

2.16
Tg 2.25
Ide ao monte, para que não vos encontrem os perseguidores. Escondei-vos lá por três dias, até que eles voltem; e, depois, podereis tomar o vosso caminho. 17Responderam-lhe os homens:
2.17
Gn 24.8
Inocentes seremos no tocante a este juramento que nos fizeste jurar. 18Eis que, quando nós entrarmos na terra,
2.18
Js 2.12
atarás este cordão de fio escarlate à janela pela qual nos fizeste descer; e recolherás em casa contigo teu pai, tua mãe, teus irmãos e toda a casa do teu pai. 19Qualquer que sair para fora das portas da tua casa, o seu sangue lhe cairá sobre a cabeça, e nós seremos inocentes; e o sangue de qualquer que estiver contigo em casa, nos cairá sobre a cabeça se alguém o tocar. 20Porém, se denunciares esta nossa missão, seremos inocentes no tocante a este juramento que nos fizeste jurar. 21Respondeu ela: Segundo as vossas palavras, assim seja. Então, os mandou embora, e eles se foram. Ela atou o cordão de escarlate à janela.

22Partiram e chegaram ao monte e ali ficaram três dias, até que voltaram os perseguidores; estes os buscaram por todo o caminho, porém não os acharam. 23Então, os dois homens deram volta, desceram do monte, passaram o rio e chegaram a Josué, filho de Num; e lhe contaram tudo o que lhes havia acontecido. 24Disseram a Josué: Jeová nos entregou toda a terra nas mãos; e, além disso,

2.24
Js 2.9
todos os habitantes da terra se derretem diante de nós.

3

A passagem do Jordão

31Levantou-se Josué de madrugada, e, partindo de

3.1
Js 2.1
Sitim ele e todos os filhos de Israel, vieram ao Jordão e ali pousaram, antes que passassem. 2
3.2
Js 1.11
Passados três dias atravessaram os oficiais pelo meio do arraial 3e ordenaram ao povo, dizendo: Quando virdes
3.3
Dt 31.9
a arca da Aliança de Jeová, vosso Deus, e os levitas sacerdotes levando-a, partireis do vosso lugar e seguireis após ela. 4Contudo, haverá um espaço entre vós e ela de cerca de dois mil cúbitos medidos. Não vos aproximeis dela, para que saibais o caminho pelo qual haveis de ir, porque nunca dantes passastes por este caminho. 5Disse Josué ao povo:
3.5
Js 7.13
Êx 19.10-11
Santificai-vos, porque amanhã Jeová fará maravilhas entre vós. 6Falou Josué aos sacerdotes: Levantai a arca da Aliança e passai adiante do povo. Tendo levantado a arca, caminharam adiante do povo.

7Então, disse Jeová a Josué: Hoje, começarei a

3.7
Js 4.14
engrandecer-te à vista de todo o Israel, para que saibam que, como fui com Moisés, assim serei contigo. 8Tu ordenarás aos sacerdotes que levam a arca da Aliança, dizendo: Quando chegardes à beira das águas do Jordão, parai aí. 9Josué disse aos filhos de Israel: Chegai-vos para cá e ouvi as palavras de Jeová, vosso Deus. 10Acrescentou Josué: Nisto conhecereis que o Deus vivo está entre vós e que sem falta expulsará de diante de vós os cananeus, os heteus, os heveus, os ferezeus, os girgaseus, os amorreus e os jebuseus. 11Eis que a arca da Aliança do Senhor de toda a terra está passando adiante de vós para o Jordão. 12
3.12
Js 4.2
Tomai-vos, agora, doze homens das tribos de Israel, para cada tribo um homem. 13Quando as plantas dos pés dos sacerdotes que levam a arca de Jeová, Senhor de toda a terra, descansarem nas águas do Jordão, serão elas cortadas, a saber, as que vêm de cima, e
3.13
Êx 15.8
pararão feitas num corpo.

14Quando o povo saiu das suas tendas para passar o Jordão, estando adiante do povo os sacerdotes que levavam a arca da Aliança, 15e, quando estes chegaram ao Jordão, e os seus pés se molharam na beira da água (porque o Jordão trasborda todas as suas margens durante todo o tempo da ceifa), 16

3.16
Sl 66.6
74.15
114.3,5
as águas que vinham de cima pararam e levantaram-se
3.16
Js 3.13
num montão, mui longe, na altura de Adão, cidade que está junto a Zaretã; e as que desciam para o mar da
3.16
Dt 1.1
Arabá, isto é, o mar Salgado, foram de todo cortadas. O povo passou bem em frente de Jericó. 17Os sacerdotes que levavam a arca da Aliança de Jeová conservaram-se firmes
3.17
Êx 14.21-22,29
sobre a terra seca no meio do Jordão, e todo o Israel ia passando a pé enxuto, até acabar de passar a nação toda.

4

As doze pedras tiradas do meio do Jordão

41Tendo toda a nação acabado de passar o Jordão, disse Jeová a Josué: 2

4.2
Js 3.12
Tomai-vos do povo doze homens, de cada tribo um homem, 3e ordenai-lhes, dizendo: Tirai daqui do meio do Jordão, do lugar em que os pés dos sacerdotes estiveram parados, doze pedras, e levai-as convosco para outra banda, e depositai-as
4.3
Js 4.20
no alojamento em que haveis de pousar esta noite. 4Então, chamou Josué os doze homens que havia preparado dos filhos de Israel, um de cada tribo, 5e disse-lhes: Passai adiante da arca de Jeová, vosso Deus, ao meio do Jordão e levantai para vós, cada um a sua pedra sobre o ombro, segundo o número das tribos dos filhos de Israel; 6para que isso seja por sinal entre vós, de sorte que,
4.6
Js 4.21
Êx 12.26
13.14
quando vossos filhos no futuro perguntarem: Que vos significam estas pedras? 7lhes respondereis: É porque as águas do Jordão foram cortadas diante da arca da Aliança de Jeová, quando ela o atravessava. Estas pedras serão para sempre como memorial aos filhos de Israel.

8Fizeram os filhos de Israel assim como Josué ordenou e, segundo o número das tribos dos filhos de Israel, levantaram doze pedras do meio do Jordão, como Jeová falou a Josué. Levaram-nas consigo

4.8
Js 4.20
ao lugar em que pousaram e ali as depositaram. 9Josué colocou também doze pedras no Jordão, no lugar em que pararam os pés dos sacerdotes que levavam a arca da Aliança; ali, se conservam até o dia de hoje. 10Porque os sacerdotes que levavam a arca pararam no meio do Jordão até se cumprir tudo o que Jeová, por intermédio de Moisés, ordenou a Josué que falasse ao povo. Apressou-se o povo e passou. 11Quando todo o povo acabou de passar, passou a arca, e os sacerdotes, na presença do povo. 12
4.12
Nm 32.17
Os filhos de Rúben, e os filhos de Gade, e a meia tribo de Manassés passaram arregimentados adiante dos filhos de Israel, como Moisés lhes falou. 13Uns quarenta mil homens armados em guerra passaram adiante de Jeová para a batalha, a Arabá de Jericó. 14
4.14
Js 3.7
Nesse dia, engrandeceu Jeová a Josué à vista de todo o Israel; temiam-no, como temeram a Moisés, todos os dias da sua vida.

15Falou Jeová a Josué: 16Ordena aos sacerdotes que levam a arca do Testemunho que saiam do Jordão. 17Então, ordenou Josué aos sacerdotes, dizendo: Saí do Jordão. 18Quando os sacerdotes que levavam a arca da Aliança de Jeová saíram do meio do Jordão, e as plantas dos seus pés se puseram na terra seca, voltaram as águas ao seu lugar e trasbordaram todas as margens como dantes.

As pedras do Jordão erigidas em Gilgal

19O povo saiu do Jordão aos

4.19
Dt 1.3
34.8
dez dias do primeiro mês e acampou-se em Gilgal, da banda oriental de Jericó. 20
4.20
Js 4.8
As doze pedras que tiraram do Jordão, colocou-as Josué em
4.20
Js 4.3,8
Gilgal. 21Disse aos filhos de Israel: Quando, no futuro, vossos filhos perguntarem a seus pais: Que significam estas pedras? 22far-lhes-eis saber, dizendo: Israel passou
4.22
Js 3.17
a pé enxuto este Jordão. 23Porque Jeová, vosso Deus, secou as águas do Jordão diante de vós, até que passastes, assim como fez ao mar Vermelho, ao qual secou perante nós, até que passamos; 24para que todos os povos da terra conheçam que a mão de Jeová é poderosa, a fim de que temais em todo o tempo a Jeová, vosso Deus.