Tradução Brasileira (2010) (TB)

Estabelecem-se as cidades de refúgio

201Disse Jeová a Josué: 2Fala aos filhos de Israel: designai para vós as

20.2
Nm 35.6-34
Dt 4.41
19.2
cidades de refúgio, de que vos falei por meio de Moisés, 3para que ali se acolha o homicida que tiver matado alguma pessoa por engano e sem intenção. Elas vos servirão de refúgio contra o vingador de sangue. 4Fugindo para uma dessas cidades, apresentar-se-á à entrada da mesma e exporá a sua causa aos ouvidos dos anciãos da tal cidade, os quais o acolherão ali e lhe darão lugar, para que habite entre eles. 5Se o vingador de sangue o perseguir, não entregarão o homicida nas mãos dele, porque matou ao seu próximo sem intenção e sem odiá-lo antes. 6Habitará nessa cidade até que compareça em juízo perante a congregação, até que morra o sumo sacerdote que for naqueles dias; então, voltará o homicida e virá à sua cidade e à sua casa, à cidade donde fugiu.

7Designaram a

20.7
Js 21.32
1Cr 6.76
Quedes, na Galileia, na região montanhosa de Naftali, e a Siquém, na região montanhosa de Efraim, e a Quiriate-Arba (Esta é Hebrom.), na
20.7
Js 21.11
Lc 1.39
região montanhosa de Judá. 8Além do Jordão, na altura de Jericó, para o oriente, designaram a Bezer, no deserto, no planalto da tribo de Rúben, a Ramote, em Gileade, da tribo de Gade, e a Golã, em Basã, da tribo de Manassés. 9Estas foram as cidades constituídas para todos os filhos de Israel e para o peregrino que habitava entre eles, para que todo aquele que matasse alguma pessoa por engano ali se refugiasse e não morresse às mãos do vingador do sangue, até se apresentar perante a congregação.

As cidades da tribo de Levi

211Então, se chegaram os cabeças das casas paternas dos

21.1
Nm 35.1-8
levitas a Eleazar, o sacerdote, e a Josué, filho de Num, e aos cabeças das casas paternas das tribos dos filhos de Israel 2e lhes falaram em Siló, na terra de Canaã, dizendo:
21.2
Nm 35.2
Por meio de Moisés ordenou Jeová que se nos dessem cidades em que habitássemos e os arrabaldes delas para o nosso gado. 3Da sua herança deram os filhos de Israel aos levitas, segundo a ordem de Jeová, estas cidades com seus arrabaldes.

4Saiu a sorte às famílias dos coatitas. Os filhos de Arão, o sacerdote, que eram dos levitas, receberam por sorte, da tribo de Judá, da tribo dos simeonitas e da tribo de Benjamim treze cidades.

5Os mais filhos de Coate receberam por sorte das famílias da tribo de Efraim, da tribo de Dã e da meia tribo de Manassés dez cidades.

6Os filhos de Gérson receberam por sorte, das famílias da tribo de Issacar, da tribo de Naftali e da meia tribo de Manassés em Basã treze cidades.

7Os filhos de Merari, segundo as suas famílias, receberam da tribo de Rúben, da tribo de Gade e da tribo de Zebulom doze cidades.

8Os filhos de Israel deram por sorte aos levitas estas cidades com seus arrabaldes, como Jeová ordenou por meio de Moisés. 9Deram da tribo dos filhos de Judá, e da tribo dos filhos de Simeão estas cidades cujos nomes vão aqui mencionados 10e que pertenceram aos filhos de Arão, das famílias dos coatitas, que eram dos filhos de Levi, pois a eles caiu a primeira sorte. 11Na região montanhosa de Judá, deram-lhes Quiriate-Arba, o qual Arba era pai de Anaque (esta é Hebrom), com seus arrabaldes ao redor. 12Mas deram o campo da cidade e suas aldeias a Calebe, filho de Jefoné, para sua possessão.

13Aos filhos de Arão, o sacerdote, deram Hebrom, cidade de refúgio para o homicida, com seus arrabaldes e Libna com seus arrabaldes; 14e Jatir, com seus arrabaldes; e Estemoa, com seus arrabaldes; 15e Holom com seus arrabaldes; e Debir, com seus arrabaldes; 16e Aim com seus arrabaldes; Jutá, com seus arrabaldes; e Bete-Semes, com seus arrabaldes: nove cidades dessas duas tribos. 17Da tribo de Benjamim, deram Gibeão, com seus arrabaldes; e Geba, com seus arrabaldes; 18e Anatote, com seus arrabaldes; e Almom, com seus arrabaldes: quatro cidades. 19Os sacerdotes, filhos de Arão, tiveram ao todo treze cidades com seus arrabaldes.

20As famílias dos filhos de Coate, os levitas, isto é, os mais filhos de Coate, receberam da tribo de Efraim as cidades da sua sorte. 21Na região montanhosa de Efraim, deram-lhes Siquém, cidade de refúgio para o homicida, com seus arrabaldes; e Gezer, com seus arrabaldes; 22e Quibzaim, com seus arrabaldes; e Bete-Horom, com seus arrabaldes: quatro cidades. 23Da tribo de Dã, deram Elteque, com seus arrabaldes; e Gibetom, com seus arrabaldes, 24e Aijalom, com seus arrabaldes; e Gate-Rimom, com seus arrabaldes: quatro cidades. 25Da meia tribo de Manassés, deram Taanaque, com seus arrabaldes; e Gate-Rimom, com seus arrabaldes: duas cidades. 26Os mais filhos de Coate tiveram, ao todo, dez cidades com seus arrabaldes.

27Aos filhos de Gérson, das famílias dos levitas, deram, em Basã, da meia tribo de Manassés, Golã, cidade de refúgio para o homicida, com seus arrabaldes; e Beesterá, com seus arrabaldes: duas cidades. 28E da tribo de Issacar, deram Quisião, com seus arrabaldes; e Daberate, com seus arrabaldes; 29e Jarmute, com seus arrabaldes; e En-Ganim, com seus arrabaldes: quatro cidades. 30Da tribo de Aser, deram Misal, com seus arrabaldes; e Abdom, com seus arrabaldes; 31e Helcate, com seus arrabaldes; e Reole, com seus arrabaldes: quatro cidades. 32Da tribo de Naftali, deram na Galileia, Quedes, cidade de refúgio para o homicida, com seus arrabaldes, Hamote-Dor, com seus arrabaldes; e Cartã, com seus arrabaldes: três cidades. 33Os gersonitas, segundo as suas famílias, tiveram, ao todo, treze cidades com seus arrabaldes. 34Às famílias dos filhos de Merari, aos mais levitas, deram da tribo de Zebulom, Jocneão, com seus arrabaldes; e Cartã, com seus arrabaldes; 35e Dimna, com seus arrabaldes; e Naalal, com seus arrabaldes: quatro cidades. 36Da tribo de Rúben, deram Bezer, com seus arrabaldes; e Jaza, com seus arrabaldes; 37Quedemote, com seus arrabaldes; e Mefaate, com seus arrabaldes: quatro cidades. 38Da tribo de Gade, deram, em Gileade, Ramote, cidade de refúgio para o homicida, com seus arrabaldes; e Maanaim, com seus arrabaldes; 39e Hesbom, com seus arrabaldes; e Jazer, com seus arrabaldes; ao todo, quatro cidades. 40Os filhos de Merari, as mais famílias dos levitas, tiveram por sorte, segundo as suas famílias, ao todo, essas doze cidades.

41

21.41
Nm 35.7
Os levitas tiveram, no meio da possessão dos filhos de Israel, ao todo, quarenta e oito cidades com seus arrabaldes. 42Cada uma dessas cidades tinha os seus arrabaldes ao redor; assim foi com todas elas.

43

21.43
Dt 34.4
Assim, deu Jeová a Israel toda a terra que prometeu, com juramento, que daria a seus pais;
21.43
Nm 33.53
Dt 11.31
17.14
eles a possuíram e nela habitaram. 44Jeová
21.44
Js 1.13
23.1
deu-lhes descanso, conforme tudo o que jurou a seus pais.
21.44
Dt 7.24
Nenhum de todos os seus inimigos ao redor lhes resistiu;
21.44
Êx 23.31
Jeová entregou-lhes nas mãos todos os seus inimigos. 45
21.45
Js 23.14
1Rs 8.56
Não falhou nenhuma de todas as boas coisas que Jeová tinha prometido à casa de Israel; tudo se cumpriu.

Josué abençoa e manda para suas casas as duas e meia tribos

221

22.1
Nm 32.20-22
Então, chamou Josué os rubenitas, os gaditas e a meia tribo de Manassés 2e lhes disse: Vós tendes observado tudo o que Moisés, servo de Jeová, vos ordenou e
22.2
Js 1.12-18
tendes obedecido à minha voz em tudo quanto vos ordenei. 3A vossos irmãos não tendes desamparado durante estes muitos dias até hoje, porém tendes cuidado de observar o mandamento de Jeová, vosso Deus. 4
22.4
Nm 32.18
Dt 3.20
Tendo Jeová, vosso Deus, dado descanso a vossos irmãos, como lhes falou, agora tornai-vos e ide para as vossas tendas, para a terra da vossa possessão, que Moisés, servo de Jeová, vos deu além do Jordão. 5
22.5
Dt 5.10
Cuidai, entretanto, diligentemente de cumprir o que Moisés, servo de Jeová, vos ordenou, a saber, o mandamento e a lei de amar a Jeová, vosso Deus, de andar em todos os seus caminhos, de cumprir os seus mandamentos, de vos unir a ele e de o servir de
22.5
Dt 4.29
todo o vosso coração e de toda a vossa alma. 6Assim, Josué os abençoou e os despediu, e eles foram para as suas tendas.

7

22.7
Nm 32.33
Ora, Moisés tinha dado herança, em Basã, à meia tribo de Manassés,
22.7
Js 17.1-13
porém à outra metade Josué deu herança entre seus irmãos, além do Jordão, para o ocidente. Também, quando Josué os enviou para as suas tendas, os abençoou 8e disse-lhes: Voltai para as vossas tendas, levando muitas riquezas, muitíssimo gado, prata, ouro, cobre, ferro e muitíssimos vestidos; reparti com vossos irmãos o despojo dos vossos inimigos. 9Os filhos de Rúben, os filhos de Gade e a meia tribo de Manassés voltaram e separaram-se dos filhos de Israel, em Siló, que está na terra de Canaã, para irem à terra de Gileade, à terra da sua possessão, que obtiveram, segundo a ordem de Jeová, por intermédio de Moisés.

O altar do testemunho

10Tendo chegado à região próxima ao Jordão, a qual está na terra de Canaã, os filhos de Rúben, os filhos de Gade e a meia tribo de Manassés edificaram ali um altar junto ao Jordão, um grandíssimo altar. 11Os filhos de Israel ouviram dizer: Eis que os filhos de Rúben, os filhos de Gade e a meia tribo de Manassés edificaram um

22.11
Js 22.19
Dt 12.5
altar na fronteira da terra de Canaã, na região próxima ao Jordão, da banda que pertence aos filhos de Israel. 12O que tendo ouvido os filhos de Israel, congregaram-se em
22.12
Js 18.1
Siló, para subir a pelejar contra eles.

13Aos filhos de Rúben, aos filhos de Gade e à meia tribo de Manassés, à terra de Gileade, enviaram os filhos de Israel

22.13
Nm 25.7,11
31.6
Fineias, filho do sacerdote Eleazar, 14e, com ele, dez príncipes, um príncipe de família para cada uma das tribos de Israel; e cada um deles era o cabeça das suas famílias entre os milhares de Israel. 15Foram ter com os filhos de Rúben, com os filhos de Gade e com a meia tribo de Manassés, à terra de Gileade, e disseram-lhes: 16Assim diz toda a congregação de Jeová: Que transgressão é esta que cometestes contra o Deus de Israel, para deixardes hoje de seguir a Jeová, visto que edificastes um
22.16
Js 22.11
altar, para vos rebelardes contra Jeová? 17
22.17
Nm 25.1-9
Acaso, nos há sido pequena demais a iniquidade de Peor, de que até hoje não nos temos purificado, apesar de ter vindo uma praga sobre a congregação de Jeová, 18para que vós, hoje, deixeis de seguir a Jeová? Visto que rebelais hoje contra Jeová, amanhã se irará contra toda a congregação de Israel. 19Todavia, se a terra da vossa herança for imunda, passai para a terra da possessão de Jeová,
22.19
Js 22.11
onde se acha o seu tabernáculo, e tende herança entre nós; porém não vos rebeleis contra Jeová, nem rebeleis contra nós, edificando-vos um altar afora o altar de Jeová, nosso Deus. 20Não cometeu
22.20
Js 7.1-26
Acã, filho de Zera, transgressão no tocante ao anátema, e não caiu ira sobre toda a congregação de Israel? E aquele homem não pereceu só na sua iniquidade.

21Então, os filhos de Rúben, os filhos de Gade e a meia tribo de Manassés responderam aos cabeças dos milhares de Israel: 22Jeová, Deus dos deuses, Jeová, Deus dos deuses, o sabe, e o saberá Israel, se em rebeldia ou se por transgressão contra Jeová (não nos salves tu hoje) 23edificamos um altar para deixarmos de o seguir; ou para oferecermos sobre esse altar holocaustos, ou oferta de cereais,

22.23
Dt 12.11
ou para oferecermos sobre ele sacrifícios de ofertas pacíficas (Jeová mesmo de nós requeira.) 24e se, antes, pelo contrário, o não fizemos com cuidado e de propósito, pensando: No futuro, vossos filhos poderiam dizer a nossos filhos: Que tendes vós com Jeová, Deus de Israel? 25Pois Jeová pôs o Jordão por termo entre nós e vós, ó filhos de Rúben e ó filhos de Gade; não tendes parte em Jeová. Assim, vossos filhos farão que os nossos deixem de temer a Jeová. 26Por isso, dissemos: Preparemos para edificarmos um altar, não para holocaustos, nem para sacrifícios; 27porém entre nós e vós e entre as nossas gerações depois de nós servirá de testemunho para podermos cumprir o serviço de Jeová diante dele com os nossos holocaustos, com os nossos sacrifícios e com as nossas ofertas pacíficas; a fim de que, no futuro, não digam vossos filhos aos nossos: Não tendes parte em Jeová. 28Portanto dissemos: Quando assim disserem no futuro a nós ou às nossas gerações, responderemos: Vede o modelo do altar de Jeová que nossos pais fizeram, não para holocaustos, nem para sacrifícios; mas é testemunho entre nós e vós. 29Longe de nós o rebelarmo-nos contra Jeová e deixarmos hoje de o seguir, edificando um altar para holocaustos, para ofertas de cereais ou para sacrifícios, afora o altar de Jeová, nosso Deus, que está diante do seu tabernáculo.

30Quando Fineias, o sacerdote, e os príncipes da congregação, e os cabeças dos milhares de Israel que estavam com ele ouviram as palavras que os filhos de Rúben, os filhos de Gade e os filhos de Manassés falaram, ficaram satisfeitos. 31Respondeu Fineias, filho do sacerdote Eleazar, aos filhos de Rúben, aos filhos de Gade e aos filhos de Manassés: Hoje, sabemos que Jeová está no meio de nós, porque não cometestes esta transgressão contra ele; agora, livrastes os filhos de Israel da mão de Jeová. 32Fineias, filho do sacerdote Eleazar, e os príncipes, deixando os filhos de Rúben e os filhos de Gade, voltaram da terra de Gileade, para a terra de Canaã, aos filhos de Israel e deram-lhes conta de tudo. 33Com isso ficaram satisfeitos os filhos de Israel, que bendisseram a Deus e não falaram mais de subir a pelejar contra eles, para destruírem a terra em que habitavam os filhos de Rúben e os filhos de Gade. 34Os filhos de Rúben e os filhos de Gade chamaram ao altar

22.34
Gn 31.47-49
Ede; pois, disseram eles, é testemunho entre nós que Jeová é Deus.