Tradução Brasileira (2010) (TB)
7

Rezim e Peca em guerra contra Jerusalém

71Nos dias de

7.1
Is 1.1
2Rs 16.1
Acaz, filho de Jotão, filho de Uzias, rei de Judá, subiu
7.1
2Rs 15.37
Rezim, rei da Síria, com
7.1
2Rs 15.25
2Cr 28.6
Peca, filho de Remalias, rei de Israel, a Jerusalém para pelejar contra ela; e
7.1
Is 7.6-7
não podia prevalecer contra ela. 2Aviso foi dado
7.2
Is 7.13
22.22
à casa de Davi, dizendo: A Síria está
7.2
Is 8.12
aliada com
7.2
Is 9.9
Efraim. Foi agitado o coração de Acaz e o coração do seu povo, como se agitam as árvores do bosque à força do vento.

3Disse Jeová a Isaías: Sai, agora, ao encontro de Acaz, tu e teu filho Sear-Jasube, junto ao fim

7.3
Is 36.2
2Rs 18.17
do aqueduto da piscina superior, na estrada do campo do lavandeiro; 4e dize-lhe: Guarda-te e
7.4
Is 30.15
Êx 14.13
Lm 3.26
conserva-te tranquilo;
7.4
Is 10.24
Mt 24.6
não temas,
7.4
Is 35.4
Dt 20.3
1Sm 17.32
nem te desfaleça o coração por causa destes dois restos de
7.4
Am 4.11
Zc 3.2
tições fumegantes, por causa do ardor da ira de Rezim e Síria e do
7.4
Is 7.1,9
filho de Remalias. 5Porquanto a
7.5
Is 7.2
Síria resolveu fazer-te mal, bem como Efraim e o filho de Remalias, dizendo: 6Subamos contra Judá, e amedrontemo-lo, e demos sobre ele, e tomemo-lo para nós, e façamos reinar no meio dele o filho de Tabeel; 7por isso, diz o Senhor Jeová:
7.7
Is 8.10
28.18
Sl 2.4-6
At 4.25-26
Isso não subsistirá, nem acontecerá. 8Pois a capital da Síria é
7.8
Is 17.1-3
Gn 14.15
Damasco, e o cabeça de Damasco é Rezim (e, dentro de sessenta e cinco anos, Efraim será despedaçado, de modo que deixe de ser povo); 9e a capital de Efraim é Samaria, e o cabeça de Samaria é o filho de Remalias. Se o não
7.9
Is 5.24
8.6-8
30.12-14
2Cr 20.20
crerdes, não haveis de permanecer.

A promessa de Emanuel

10De novo, falou Jeová com Acaz: 11Pede a Jeová, teu Deus, um

7.11
Is 37.30
38.7-8
55.13
2Rs 19.29
sinal embaixo nas profundezas, ou em cima, nas alturas. 12Respondeu, porém, Acaz: Não pedirei, nem tentarei a Jeová. 13Disse Isaías: Ouvi, agora, ó
7.13
Is 7.2
casa de Davi; porventura, não vos basta fatigardes aos homens, mas ainda
7.13
Is 1.14
43.24
fatigais também ao
7.13
Is 25.1
meu Deus? 14Portanto, o Senhor mesmo vos dará um sinal; eis que uma
7.14
Mt 1.23
donzela conceberá, e dará à luz um filho, e por-lhe-á o nome de
7.14
Is 8.8,10
Emanuel. 15Ele comerá
7.15
Is 7.22
manteiga e mel, quando souber rejeitar o mal e escolher o bem. 16
7.16
Is 8.4
Pois, antes que o menino saiba rejeitar o mal e escolher o bem, será desolada a
7.16
Is 8.4
17.3
Jr 7.15
Os 5.3,9,14
Am 1.3-5
terra, ante cujos dois reis tu tremes de medo. 17Jeová fará vir sobre ti, sobre o teu povo e sobre a casa de teu pai dias quais não têm vindo desde que
7.17
1Rs 12.16
Efraim se retirou de Judá — a saber,
7.17
Is 8.7-8
10.5-6
2Cr 28.20
o rei da Assíria.

18Naquele dia, acontecerá que Jeová

7.18
Is 5.26
assobiará às moscas que estão
7.18
Is 13.5
no extremo dos rios do Egito e às abelhas que estão na terra da Assíria. 19Elas virão e pousarão todas nos vales desolados, e
7.19
Is 2.19
Jr 16.16
nas fendas dos rochedos,
7.19
Is 7.24-25
e sobre todos os pastos.

20Naquele dia,

7.20
Is 24.1
2Rs 18.13-16
rapará o Senhor com uma
7.20
Ez 5.1-4
navalha
7.20
Is 10.5,15
alugada, que está nas regiões além do
7.20
Is 8.7
11.15
Jr 2.18
rio, a saber, com o rei da Assíria, a cabeça e os cabelos dos pés; também ela tirará a barba.

21Sucederá, naquele dia, que um homem criará uma vaca

7.21
Is 14.30
27.10
Jr 39.10
nova e duas ovelhas; 22e, por causa da abundância do leite que lhe derem, comerá
7.22
Is 7.15
manteiga. Pois todo aquele que for deixado no meio da terra comerá manteiga e mel.

23Naquele dia,

7.23
Is 5.10
32.13-14
todo lugar em que antes havia mil vides do valor de mil moedas de prata será entregue aos espinhos e abrolhos. 24Com setas e arco, entrarão ali, porque toda a terra será
7.24
Is 5.6
espinhos e abrolhos. 25Quanto a todos os outeiros que, com enxada, se revolviam, para ali não chegarás com medo dos espinhos e abrolhos, mas servirão de lugar para
7.25
Is 5.17
soltar bois e para ser pisado do gado miúdo.

8

Devastação de Jeová

81Jeová disse-me: Toma uma tabuinha grande e

8.1
Is 30.8
Hc 2.2
escreve nela com estilo de homem: Para Maer-Salal-Hás-Baz. 2Eu tomarei duas testemunhas fidedignas,
8.2
2Rs 16.10-11,15-16
Urias, sacerdote, e Zacarias, filho de Jeberequias. 3Cheguei-me à profetisa; ela concebeu e deu à luz um filho. Então, me disse Jeová:
8.3
Os 1.4
Põe-lhe por nome Maer-Salal-Hás-Baz. 4Pois,
8.4
Is 7.16
antes que o menino saiba clamar: Pai meu e mãe minha, se levarão as riquezas de
8.4
Is 7.8-9
Damasco e os despojos de Samaria diante do rei da Assíria.

5Falou-me ainda outra vez Jeová: 6Porquanto este povo tem

8.6
Is 1.20
5.24
7.9
30.12
rejeitado as águas de
8.6
Ne 3.15
Jo 9.7,11
Siloé, que correm mansamente, e se regozija em
8.6
Is 7.1
Rezim e no filho de Remalias, 7agora, pois, o Senhor faz subir sobre eles as
8.7
Is 17.12-13
águas do
8.7
Is 7.20
11.15
rio, águas fortes e grandes, a saber, o
8.7
Is 7.17
10.5-6
rei da Assíria e toda a sua glória. Ele
8.7
Am 8.8
9.5
subirá sobre todos os seus leitos e correrá por cima de todas as suas ribanceiras, 8
8.8
Is 10.6
passará adiante, entrando em Judá, trasbordará, passará por ele e
8.8
Is 30.28
chegará até o pescoço; a extensão das suas asas encherá a largura da tua terra,
8.8
Is 7.14
ó Emanuel.

Jeová, e não os inimigos, é quem deve ser temido

9

8.9
Is 17.12-14
Exasperai-vos, povos, e
8.9
Dn 2.34-35
sereis despedaçados; dai ouvidos, todos os que sois de países longínquos; cingi-vos e sereis despedaçados; cingi-vos e sereis despedaçados. 10
8.10
Is 28.18
Jó 5.12
Tomai juntamente um conselho, e ele será frustrado; dizei uma palavra, e
8.10
Is 7.7
ela não subsistirá. Pois
8.10
Is 8.8
Rm 8.31
Deus é conosco. 11Porque assim falou comigo Jeová
8.11
Ez 3.14
com forte pressão de mão e me admoestou a que
8.11
Ez 2.8
eu não andasse pelo caminho deste povo, dizendo: 12Não chameis
8.12
Is 7.2
30.1
conspiração a tudo o que este povo chama conspiração;
8.12
1Pe 3.14-15
não temais aquilo que ele teme, nem o tenhais por temível. 13
8.13
Is 5.16
29.23
A Jeová dos Exércitos,
8.13
Nm 20.12
a ele santificai; seja ele o vosso temor, seja ele o vosso pavor. 14Ele servirá
8.14
Is 4.6
25.4
Ez 11.16
de santuário, porém será
8.14
Lc 2.34
Rm 9.33
1Pe 2.8
pedra de tropeço e rocha de escândalo para as duas casas de Israel,
8.14
Is 24.17-18
armadilha e laço para os habitantes de Jerusalém. 15Muitos dentre eles
8.15
Is 28.13
59.10
Mt 21.44
Lc 20.18
Rm 9.32
tropeçarão, cairão e serão quebrantados, enredados e presos.

16

8.16
Is 8.1-2
29.11-12
Ata o Testemunho e
8.16
Dn 12.4
sela a lei entre
8.16
Is 50.4
os meus discípulos. 17Eu
8.17
Is 25.9
30.18
Hc 2.3
esperarei a Jeová,
8.17
Is 1.15
45.15
54.8
Dt 31.17
que esconde da casa de Jacó o seu rosto, e a ele aguardarei. 18
8.18
Hb 2.13
Eis que eu e os filhos que Jeová me tem dado são para
8.18
Lc 2.34
sinais e para portentos em Israel, da parte de Jeová dos Exércitos, que
8.18
Sl 9.11
Zc 8.3
habita no monte de Sião.

Condenação de adivinhos e feiticeiros

19Quando vos disserem:

8.19
Is 19.3
29.4
47.12-13
Lv 20.6
2Rs 21.6
23.24
Consultai os que têm espíritos familiares e os feiticeiros, os quais chilram e murmuram, acaso, não
8.19
Is 30.2
45.11
consultará o povo ao seu Deus? Acaso, a favor dos vivos consultará aos
8.19
1Sm 28.8-11
Sl 106.28
mortos? 20
8.20
Is 8.16
1.10
Lc 16.29
À lei e ao Testemunho! Se o povo não falar segundo essa palavra,
8.20
Is 8.22
60.2
Mq 3.6
não lhes raiará a alva. 21Passarão pela terra
8.21
Is 9.20-21
duramente oprimidos e famintos; sucederá que, quando estiverem famintos, se agastarão e, em nome do seu Deus e do seu rei, lançarão pragas, e olharão para cima. 22
8.22
Is 5.30
59.9
Jr 13.16
Am 5.18,20
Sf 1.14-15
Olharão para a terra, e eis tribulação, e trevas, a obscuridade da aflição,
8.22
Is 8.20
e para a escuridão serão empurrados.

9

Nascimento e reinado do Príncipe da Paz

91Mas para a que estava aflita não continuará a

9.1
Is 8.22
obscuridade. No tempo passado, ele
9.1
2Rs 15.29
2Cr 16.4
tornou desprezível a
9.1
Mt 4.15-16
terra de Zebulom e a terra de Naftali, porém, no tempo vindouro, tornará glorioso o caminho do mar, além do Jordão, o distrito das nações. 2O povo que anda nas trevas vê uma grande luz; aos que estão de assento na terra da sombra da morte, a estes raia a luz. 3
9.3
Is 26.15
Tens multiplicado a nação;
9.3
Is 35.10
65.14,18-19
66.10
tens-lhe aumentado a alegria; alegram-se diante de ti segundo a alegria do tempo da ceifa, como
9.3
1Sm 30.16
exultam quando repartem os despojos. 4Pois tens despedaçado o
9.4
Is 10.27
14.25
jugo da sua carga e o bordão do seu ombro, que é a vara do seu
9.4
Is 14.4
49.26
51.13
54.14
exator, e como fizeste no dia de
9.4
Is 10.26
Jz 7.25
Midiã. 5
9.5
Is 2.4
Todo calçado de quem anda calçado no tumulto e toda capa revolvida em sangue hão de ser queimados como pasto do fogo. 6Porque a nós nos é
9.6
Is 7.14
11.1-2
53.2
Lc 2.11
nascido um menino, e a nós nos é
9.6
Jo 3.16
dado um filho;
9.6
Mt 28.18
1Co 15.25
o governo está sobre
9.6
Is 22.22
os seus ombros, e ele tem por nome
9.6
Is 28.29
Maravilhoso, Conselheiro,
9.6
Is 10.21
Dt 10.17
Ne 9.32
Poderoso Deus, Eterno
9.6
Is 63.16
64.8
Pai, Príncipe da
9.6
Is 26.3,12
53.5
54.10
66.12
Paz. 7Do aumento do seu governo e da paz,
9.7
Dn 2.44
Lc 1.32-33
não haverá fim
9.7
Is 16.5
sobre o trono de Davi e sobre o seu reino, para o estabelecer e para o firmar com
9.7
Is 11.4-5
32.1
42.3-4
63.1
juízo e com justiça, desde agora e para sempre.
9.7
Is 37.32
59.17
O zelo de Jeová dos Exércitos cumprirá isso.

Ameaças contra o reino de Israel

8O Senhor enviou uma palavra a Jacó, e ela caiu sobre Israel. 9Todo o povo o saberá, isto é,

9.9
Is 7.8-9
28.1,3
Efraim e os habitantes de Samaria, os quais, em soberba e
9.9
Is 46.12
em altivez de coração, dizem: 10Os tijolos têm caído, mas
9.10
Ml 1.4
edificaremos com pedra lavrada; os sicômoros têm sido cortados, mas, em lugar deles, poremos cedros. 11Jeová, porém, exaltou contra eles os adversários de
9.11
Is 7.1,8
Rezim e incitou os inimigos dele, 12os
9.12
2Rs 16.6
siros do oriente e os
9.12
2Cr 28.18
filisteus do ocidente, e estes
9.12
Sl 79.7
Jr 10.15
devoraram a Israel à boca aberta.
9.12
Is 5.25
Com tudo isso, não se aplacou a sua ira, mas a sua mão ainda está estendida.

13Todavia, o povo

9.13
Jr 5.3
Sl 7.10
não se voltou para quem o feriu, nem
9.13
Is 31.1
Os 3.5
buscou a Jeová dos Exércitos. 14Portanto, Jeová,
9.14
Ap 18.8
num só dia, exterminará de Israel
9.14
Is 19.15
a cabeça e a cauda, o ramo da palmeira e o junco. 15
9.15
Is 3.2-3
O ancião e o homem acatado, este é a cabeça, e o profeta que ensina
9.15
Is 28.15
30.9
59.3-4
Jr 23.14,32
Mt 24.24
mentiras, este é a cauda. 16
9.16
Is 3.12
Mt 16.14
23.16,24
Os que guiam a este povo o desencaminham; e os que por eles são guiados são destruídos. 17Por isso, o Senhor
9.17
Jr 18.21
Am 4.10
8.13
não se regozijará nos mancebos dele,
9.17
Is 27.11
nem se compadecerá dos seus órfãos e das suas viúvas, porque todos eles são
9.17
Is 10.6
32.6
profanos e
9.17
Is 1.4
14.20
31.2
Mq 7.2
malfeitores, e
9.17
Mt 12.34
toda boca fala loucuras.
9.17
Is 5.25
Com tudo isso, não se aplacou a sua ira, mas a sua mão ainda está estendida.

18

9.18
Is 1.7
Sl 83.14
Na 1.10
Ml 4.1
A perversidade arde como um fogo; consome os espinhos e os abrolhos; acende-se nas brenhas do bosque, e elas sobem em espessas nuvens de fumo. 19
9.19
Is 10.6
13.9,13
42.25
Pelo furor de Jeová dos Exércitos, está
9.19
Jl 2.3
queimada a terra;
9.19
Is 1.31
24.6
o povo também vem a ser como pasto do fogo;
9.19
Mq 7.2,6
ninguém poupa a seu irmão. 20Devorará da banda direita e ficará com
9.20
Is 8.21-22
fome; comerá da banda esquerda e não se fartará; cada um comerá a
9.20
Is 49.26
carne do seu próprio braço. 21Manassés será contra Efraim, e Efraim, contra Manassés; e
9.21
Is 11.13
2Cr 28.6,8
estes, juntos, serão contra Judá.
9.21
Is 5.25
Com tudo isso, não se aplacou a sua ira, mas a sua mão ainda está estendida.