Tradução Brasileira (2010) (TB)
63

Deus salva e vinga ao seu povo

631Quem é este que vem de

63.1
Is 34.5-6
Sl 137.7
Edom, de
63.1
Is 34.6
Jr 49.13
Am 1.12
Bozra, com
63.1
Is 63.2
as vestiduras tintas de escarlate? Este que é glorioso no seu traje, que marcha na plenitude da sua fortaleza? Eu, que falo a justiça,
63.1
Sf 3.17
poderoso para salvar. 2Por que, então, é vermelho o teu traje, e as tuas vestiduras, como as do que
63.2
Ap 19.13,15
pisa no lagar? 3Sozinho pisei o lagar, e dos povos não se achava comigo homem algum;
63.3
Is 22.5
28.3
pisei-os na minha ira e
63.3
Mq 7.10
calquei-os aos pés no meu furor, e o seu sangue veio salpicar as minhas vestiduras, e manchei o meu traje todo. 4Porque
63.4
Is 34.8
35.4
61.2
Jr 51.6
o dia da vingança estava no meu coração, e é chegado o ano dos meus remidos. 5Olhei, e não houve
63.5
Is 59.16
quem me ajudasse; e admirei-me de que não houvesse quem me sustivesse; pelo que o
63.5
Is 40.10
51.9
52.10
Sl 44.3
98.1
meu próprio braço me trouxe a salvação; e o meu furor, ele me susteve. 6
63.6
Is 22.5
34.2
65.12
Calquei aos pés os povos na minha ira, e
63.6
Is 29.9
51.17,21-22
embriaguei-os no meu furor, e derramei sobre a terra
63.6
Is 34.3
o seu sangue.

Ação de graças, confissões e súplicas do povo de Deus

7Celebrarei as

63.7
Is 54.8,10
Sl 25.6
92.2
benignidades de Jeová, os louvores de Jeová, segundo tudo o que ele nos tem concedido, e a
63.7
1Rs 8.66
Ne 9.25,35
grande bondade para com a casa de Israel, a qual bondade ele lhes tem concedido segundo as suas
63.7
Is 54.7-8
Sl 51.1
86.5,15
Ef 2.4
misericórdias e segundo a multidão das suas benignidades. 8Pois ele disse: Certamente, eles são
63.8
Is 3.15
51.4
Êx 6.7
o meu povo, filhos
63.8
Is 51.7
que não serão falsos; assim se lhes tornou
63.8
Is 60.16
Salvador. 9Em toda a angústia deles,
63.9
Jz 10.16
foi ele angustiado,
63.9
Êx 23.20-23
33.14-15
e o Anjo da sua face os salvou; no seu
63.9
Dt 7.7-8
amor e na sua clemência,
63.9
Is 43.1
52.9
os remiu,
63.9
Is 46.3
Dt 1.31
32.10-12
os tomou e os levou em todos os dias da antiguidade.

10Eles, porém,

63.10
Sl 78.40
106.33
At 7.51
Ef 4.30
se rebelaram e lhe contristaram
63.10
Is 63.11
Sl 51.11
o seu Santo Espírito; por isso, ele
63.10
Sl 106.40
se lhes tornou inimigo e pelejou contra eles. 11Então,
63.11
Sl 106.44-45
se lembrou dos dias da antiguidade, de Moisés e do seu povo, dizendo: Onde está
63.11
Is 51.9-10
o que os tirou do mar com os pastores do seu rebanho? Onde está o que
63.11
Nm 11.17,25,29
Ag 2.5
pôs no meio deles o seu Santo Espírito? 12o que fez
63.12
Êx 6.6
15.16
o seu braço glorioso andar à mão direita de Moisés; o que
63.12
Is 11.15
51.10-11
Êx 14.21-22
dividiu as águas diante deles, para adquirir para si um nome sempiterno? 13o que os fez passar pelos abismos como a um cavalo pelo deserto,
63.13
Jr 31.9
sem que tropeçassem? 14Como o gado que desce ao vale, o Espírito de
63.14
Js 21.44
23.1
Jeová fê-los descansar; assim,
63.14
Dt 32.12
guiaste o teu povo para adquirires um nome glorioso.

15

63.15
Dt 26.15
Sl 80.14
Atenta lá do céu e olha lá da
63.15
Sl 68.5
123.1
habitação da tua santidade e da tua glória; onde está o
63.15
Is 9.7
26.11
37.32
42.13
59.17
teu zelo e as tuas grandezas?
63.15
Jr 31.20
Os 11.8
O anelo das tuas entranhas e as tuas misericórdias estancaram para mim. 16Pois tu és nosso
63.16
Is 1.2
64.8
Pai, ainda que
63.16
Is 29.22
41.8
51.2
Abraão não nos conhece e Israel não nos reconhece; tu, Jeová, és nosso Pai; nosso
63.16
Is 41.14
44.6
60.16
Redentor desde a antiguidade é o teu nome. 17Por que
63.17
Is 30.28
Ez 14.7-9
nos fazes, Jeová, errar dos teus caminhos e
63.17
Is 29.13-14
endureces o nosso coração para te não temermos?
63.17
Is 52.8
Nm 10.36
Volta por amor dos teus servos, das tribos da tua herança. 18
63.18
Dt 4.26
11.17
28.20
por um pouco de tempo, o teu povo santo possuiu o país; os nossos adversários
63.18
Is 64.11
Sl 74.3-7
pisaram o teu santuário. 19Somos feitos como
63.19
Lm 3.43-45
1Co 4.13
aqueles sobre quem nunca dominaste, como aqueles sobre quem nunca foi invocado o teu nome.

64

641Oxalá fenderas tu os céus e

64.1
Êx 19.18
Sl 18.9
144.5
Mq 1.3-4
Hc 3.13
desceras, para que
64.1
Jz 5.5
Sl 68.8
Na 1.5
tremessem os montes na tua presença, 2como quando o fogo pega em acendalhas, como quando o fogo faz ferver a água, a fim de fazeres notório o teu nome, aos teus adversários, de sorte que, à tua presença,
64.2
Sl 99.1
Jr 5.22
33.9
tremam as nações! 3Quando fizeste
64.3
Sl 65.5
66.3,5
106.22
coisas terríveis, que não esperávamos, desceste; os montes tremeram à tua presença. 4Desde a antiguidade,
64.4
1Co 2.9
não têm ouvido os homens, nem com os ouvidos têm percebido, nem tem o olho visto a um Deus fora de ti, o qual opera a favor daquele
64.4
Is 25.9
30.18
40.31
que o espera. 5
64.5
Êx 20.24
Sais ao encontro àquele que se alegra e
64.5
Is 56.1
pratica a justiça, aos que
64.5
Is 26.13
63.7
se lembram de ti nos teus caminhos; eis que
64.5
Is 12.1
63.10
tu te iraste, e nós pecamos; há muito tempo, temos estado em pecados e havemos de ser salvos? 6Pois todos nós somos como o
64.6
Is 6.5
Jó 15.14-16
Sl 51.5
imundo, e todas as nossas
64.6
Is 46.12
48.1
justiças, como trapo de imundície; todos nós
64.6
Is 1.30
Sl 90.5-6
murchamos como a folha; e as nossas
64.6
Is 50.1
Sl 1.4
Jr 4.11-12
iniquidades, como o vento, nos arrebatam. 7
64.7
Is 59.4
Ez 22.30
Não há quem invoque o teu nome, quem se desperte para
64.7
Is 27.5
pegar de ti, porque
64.7
Is 1.15
54.8
Dt 31.18
escondeste de nós a tua face e nos
64.7
Is 9.18
Ez 22.18-22
consumiste pelas nossas iniquidades.

8Mas, agora, Jeová,

64.8
Is 63.16
tu és nosso Pai; nós somos
64.8
Is 29.16
45.9
o barro, e tu, o nosso oleiro; e todos nós somos
64.8
Is 60.21
Sl 100.3
obra das tuas mãos. 9
64.9
Is 57.17
60.10
Não te agastes muito, Jeová,
64.9
Is 43.25
Mq 7.18
nem para sempre te lembres da iniquidade; olha, te pedimos, todos nós somos
64.9
Is 63.8
Sl 79.13
o teu povo. 10
64.10
Is 48.2
52.1
As tuas cidades santas tornaram-se um deserto; Sião está feita um
64.10
Is 1.7
3.8
6.11
deserto, Jerusalém, uma desolação. 11A nossa santa e gloriosa
64.11
Is 63.18
2Rs 25.9
Sl 74.5-7
casa, em que nossos pais te louvaram, está queimada a fogo; e
64.11
Is 7.23
Lm 1.7,10-11
todas as nossas coisas deleitáveis estão consumidas. 12Acaso,
64.12
Is 42.14
63.15
Sl 74.10-11,18-19
conter-te-ás, Jeová, apesar disso? Ficarás calado e afligir-nos-ás até as últimas?

65

Ameaças de castigo aos rebeldes

651

65.1
Rm 9.30
10.20
Ef 2.12
Fui consultado dos que não perguntavam por mim; fui achado dos que me não buscavam. Eu disse a uma nação que
65.1
Os 1.10
não se chamava do meu nome:
65.1
Is 45.22
Eis-me aqui, eis-me aqui. 2
65.2
Rm 10.21
Estendi as minhas mãos o dia todo a um
65.2
Is 1.2,23
30.1,9
povo rebelde, que anda por um caminho que não é bom, após os seus
65.2
Is 59.7
66.18
Sl 81.11-12
pensamentos; 3ao povo que, de contínuo,
65.3
Is 3.8
Jó 1.11
2.5
me provoca diante da minha face, sacrificando nos
65.3
Is 1.29
66.17
jardins e
65.3
Is 66.3
queimando incenso sobre os tijolos; 4que se assenta nos sepulcros e passa a noite em lugares secretos, que
65.4
Is 66.3,17
Lv 11.7
come carne de porco, e em cujos vasos acha-se caldo de coisas abomináveis; 5que diz:
65.5
Mt 9.11
Lc 7.39
18.9-12
Fica-te lá, não te chegues a mim, porque sou mais santo do que tu. Estes são um
65.5
Pv 10.26
16.5
fumo no meu nariz, um fogo que arde o dia todo. 6Eis que isso está escrito diante de mim;
65.6
Is 42.14
64.12
Sl 50.3,21
não me calarei, mas
65.6
Sl 79.12
Jr 16.18
retribuirei (sim retribuirei no seio deles) 7as vossas
65.7
Is 13.11
22.14
26.21
30.13-14
iniquidades e, juntamente, as iniquidades de vossos pais, diz Jeová, os quais
65.7
Is 57.7
Os 2.13
queimaram incenso sobre os montes e me
65.7
Ez 20.27-28
blasfemaram sobre os outeiros; portanto, primeiro lhes
65.7
Jr 5.29
13.25
medirei a recompensa no seu seio.

8Assim diz Jeová: Como quando se acha o mosto num cacho de uvas e se diz: Não o desperdices, porque nele há uma bênção, assim farei por amor do meu servo, de sorte que eu

65.8
Is 1.9
10.21-22
48.9
Am 9.8-9
não os destrua a todos. 9Farei sair de Jacó uma
65.9
Is 45.19,25
Jr 31.36-37
semente e, de Judá, um
65.9
Is 49.8
60.21
Am 9.11-15
herdeiro dos meus montes;
65.9
Is 57.13
os meus escolhidos herdarão a terra, e
65.9
Is 32.18
os meus servos nela habitarão. 10
65.10
Is 33.9
35.2
Sarom servirá de curral de rebanhos, e
65.10
Js 7.24,26
Os 2.15
o vale de Acor, de um lugar onde se deitam os gados, para os do meu povo
65.10
Is 51.1
55.6
que me buscaram. 11Mas, quanto a vós que
65.11
Is 1.4,28
Dt 29.24-25
deixais a Jeová, que vos esqueceis do meu
65.11
Is 2.2-3
66.20
santo monte, que preparais uma mesa para a Fortuna e que misturais bebidas para o Destino, 12destinar-vos-ei à
65.12
Is 27.1
34.5-6
66.16
espada, e todos vós vos prostrareis diante da
65.12
Is 63.6
matança, porque, quando chamei,
65.12
Is 41.28
50.2
66.4
2Cr 36.15-16
Pv 1.24
Jr 7.13
não respondestes; quando falei, não ouvistes, mas fizestes o que era mau aos meus olhos e escolheste aquilo em que eu não tinha prazer.

13Portanto, assim diz o Senhor Jeová: Eis que os meus servos

65.13
Is 1.19
Sl 34.10
comerão, mas vós tereis
65.13
Is 8.21
fome; os meus servos
65.13
Is 41.17-18
49.10
beberão, mas vós tereis
65.13
Is 5.13
sede; os meus servos se
65.13
Is 61.7
66.14
regozijarão, mas vós sereis
65.13
Is 42.17
44.9,11
66.5
envergonhados; 14os meus servos
65.14
Is 51.11
Sl 66.4
Tg 5.13
exultarão pela alegria de coração mas vós
65.14
Is 13.6
Mt 8.12
chorareis pela tristeza de coração, e uivareis pela vexação de espírito. 15Deixareis o vosso nome para
65.15
Jr 24.9
25.18
Zc 8.13
maldição aos meus escolhidos, e o Senhor Jeová te matará; aos seus servos chamarás
65.15
Is 62.2
1Pe 2.9-10
por outro nome; 16de modo que o que se abençoar sobre a terra se abençoará no
65.16
Êx 34.6
Sl 31.5
Deus de verdade; e o que jurar sobre a terra
65.16
Is 19.18
45.23
jurará pelo Deus de verdade; porque já estão esquecidas
65.16
Is 22.5
26.16
37.3
Jr 31.12
Sf 3.14-20
as angústias passadas e porque estão escondidas dos meus olhos.

Os novos céus e a nova terra

17Pois eis que crio uns

65.17
Is 66.22
2Pe 3.13
céus novos e uma terra nova; e não persistirão na memória
65.17
Is 43.18
Jr 3.16
as coisas passadas, nem serão elas lembradas. 18Mas
65.18
Is 12.1-2
25.9
35.10
41.16
51.3
61.10
Sl 98
alegrai-vos e regozijai-vos para sempre no que eu crio, porque crio a Jerusalém para exultação e ao seu povo, para gozo. 19
65.19
Is 62.4-5
Jr 32.41
Exultarei em Jerusalém e folgarei no meu povo; não se ouvirá mais nela voz de
65.19
Is 25.8
30.19
35.10
51.11
Ap 7.17
21.4
choro nem voz de lamento. 20Não haverá mais ali criança de dias, nem velho que
65.20
Dt 4.40
Jó 5.26
Sl 34.12
não tenha enchido os seus dias; porque o menino morrerá de cem anos,
65.20
Is 3.11
22.14
Ec 8.12-13
e o pecador de cem anos será amaldiçoado. 21Eles
65.21
Is 32.18
Am 9.14
edificarão casas e nelas habitarão;
65.21
Is 30.23
37.30
Jr 31.5
plantarão vinhas e comerão o fruto delas. 22Não edificarão para que
65.22
Is 62.8-9
outrem habite; não plantarão para que outrem coma. Pois
65.22
Sl 92.12-14
como os dias da árvore são os dias do meu povo, e os meus escolhidos
65.22
Dt 32.46-47
Sl 21.4
91.16
gozarão por longo tempo das obras das suas mãos. 23
65.23
Is 55.2
Dt 28.3-12
Não trabalharão debalde, nem gerarão filhos para calamidade, porque são
65.23
Is 61.9
Jr 32.38-39
At 2.39
a semente dos benditos de Jeová, juntamente com os seus descendentes. 24Acontecerá que, antes de clamarem eles,
65.24
Is 55.6
58.9
Sl 91.15
Dt 9.20-23
10.12
eu responderei; e, estando eles ainda falando, eu os ouvirei. 25
65.25
Is 11.6
O lobo e o cordeiro se apascentarão juntos, e
65.25
Is 11.7
o leão comerá palha como o boi;
65.25
Gn 3.14
Mq 7.17
o pó será a comida da serpente.
65.25
Is 11.9
Mq 4.3
Eles não farão o mal, nem destruirão em todo o meu
65.25
Is 65.11
santo monte, diz Jeová.