Tradução Brasileira (2010) (TB)
49

Ricas promessas à desanimada Sião

491Ouvi-me,

49.1
Is 42.4
ilhas; e escutai, povos
49.1
Is 66.19
de longe.
49.1
Is 44.2,24
46.3
Jr 1.5
Jeová chamou-me desde o ventre, desde as
49.1
Is 7.14
9.6
entranhas de minha mãe, fez menção do meu nome; 2fez a minha
49.2
Is 11.4
Hb 4.12
Ap 1.16
2.12,16
boca como uma espada aguda e, na
49.2
Is 51.16
sombra da sua mão, me escondeu; fez-me como uma
49.2
Hc 3.11
seta polida, e, na sua aljava, me encobriu 3e me disse: Tu és o meu servo; és Israel,
49.3
Is 44.23
no qual hei de ser glorificado. 4Mas eu disse: Debalde tenho
49.4
Is 65.23
trabalhado, inútil e
49.4
Is 50.6-8
53.10,12
vãmente tenho gasto as minhas forças; contudo, certamente, o meu direito está com Jeová, e
49.4
Is 35.4
59.18
a minha recompensa, com o meu Deus.

5Agora, diz

49.5
Is 44.2
Jeová, que me formou desde o ventre para ser o seu servo, para de novo trazer Jacó a ele e
49.5
Is 14.1
41.14
44.23
para se reunir
49.5
Is 11.12
27.12
Israel a ele (Pois sou
49.5
Is 43.4
glorificado aos olhos de Jeová, e o meu Deus se faz a minha
49.5
Is 12.2
fortaleza.), 6sim, diz ele: Pouco é que sejas o meu servo para suscitares as tribos de Jacó e restaurares
49.6
Sl 37.28
97.10
os que de Israel têm sido preservados; também te porei para a
49.6
Is 42.6
51.4
At 13.47
luz dos gentios, a fim de seres a minha salvação até os
49.6
Is 48.20
confins da terra. 7Assim diz Jeová,
49.7
Is 48.17
o Redentor de Israel e o Santo dele, ao que é
49.7
Is 53.3
Sl 22.6-8
69.7-9
desprezado dos homens, ao que é aborrecido da nação, ao servo dos que dominam:
49.7
Is 52.15
Reis bem como príncipes verão, se levantarão,
49.7
Is 19.21,23
27.13
66.23
adorarão, por causa de Jeová, que é fiel, por causa do Santo de Israel, que te escolheu.

8Assim diz Jeová: No tempo

49.8
Sl 69.13
2Co 6.2
aceitável, te respondi e, no dia da salvação, te auxiliei;
49.8
Is 26.3
27.3
42.6
conservar-te-ei e
49.8
Is 42.6
te darei por uma aliança do povo,
49.8
Is 44.26
para restaurares a terra, para distribuíres as herdades assoladas 9e para dizeres aos que estão
49.9
Is 42.7
61.1
Lc 4.18
em cadeias: Sai; aos que estão em trevas: Mostrai-vos. Eles pastarão nos caminhos, e em todos os
49.9
Is 41.18
altos desnudados haverá o seu pasto. 10
49.10
Is 33.16
48.21
Ap 7.16
Não terão fome nem sede; não os molestará nem a miragem
49.10
Sl 121.6
nem o sol, porque
49.10
Is 14.1
o que deles se compadece
49.10
Is 40.11
Sl 23.2
os guiará, sim, os conduzirá aos
49.10
Is 35.7
41.17
mananciais de água. 11Transformarei em caminho
49.11
Is 40.4
todos os meus montes,
49.11
Is 11.16
19.23
35.8
62.10
e as minhas estradas serão exaltadas. 12Eis que estes virão
49.12
Is 49.1
60.4
de longe, eis que aqueles do
49.12
Is 43.5-6
Norte e do Ocidente, e aqueles outros, da terra de Sinim. 13
49.13
Is 44.23
Cantai, céus; regozija-te, terra; rompei em cânticos, montes; porque
49.13
Is 40.1
51.3,12
Jeová conforta ao seu povo
49.13
Is 54.7-8,10
e se compadecerá dos seus aflitos.

14Sião, porém, disse:

49.14
Is 40.27
Jeová desamparou-me, e o Senhor esqueceu-se de mim. 15Acaso, pode uma mulher esquecer-se de seu filho de peito, de sorte que ela não se compadeça do filho das suas entranhas? Embora as mães se esqueçam, contudo, eu
49.15
Is 44.21
não me esquecerei de ti. 16Eis que
49.16
Ct 8.6
Ag 2.23
te gravei nas palmas das minhas mãos; os
49.16
Is 62.6-7
Sl 48.12-13
teus muros estão continuamente diante de mim. 17Os
49.17
Is 51.14
teus filhos se apressam;
49.17
Is 10.6
37.18
sairão para fora de ti os que te destruíam e te assolavam. 18
49.18
Is 60.4
Jo 4.35
Levanta os teus olhos ao redor e olha; todos estes
49.18
Is 43.5
54.7
60.4
se reúnem
49.18
Is 49.12
e vêm ter comigo.
49.18
Is 45.23
54.9
Por minha vida, juro, diz Jeová, que de todos estes
49.18
Is 52.1
61.10
te vestirás como de um ornamento e te cingirás deles, à moda de uma noiva. 19Pois, quanto aos teus
49.19
Is 1.7
3.8
5.6
51.3
lugares desertos e desolados e à tua terra arruinada, agora tu, ó Sião, serás, certamente,
49.19
Is 54.1-2
Zc 10.10
estreita demais para os moradores; e os que
49.19
Sl 56.1-2
te devoravam estarão longe. 20Ainda
49.20
Is 54.1-3
dirão em teus ouvidos os filhos de que fostes privados: Este lugar é demasiadamente estreito para mim; dá-me espaço em que eu habite. 21Então,
49.21
Is 29.23
54.6-7
dirás no teu coração: Quem me gerou estes, visto que fui privada de meus filhos e sou
49.21
Is 27.10
Lm 1.1
solitária,
49.21
Is 5.13
exilada e errante? Estes, quem os criou? Eis que fui
49.21
Is 1.8
deixada sozinha;
49.21
Is 60.8
estes, onde estavam?

22Assim diz o Senhor Jeová: Eis que eu levantarei as minhas mãos para as nações e arvorarei o meu

49.22
Is 11.10,12
18.3
62.10
estandarte para os povos; eles
49.22
Is 14.2
43.6
60.4
trarão teus filhos nos braços e tuas filhas, sobre os ombros. 23Terás
49.23
Is 14.1-2
60.3,10-11
reis por teus aios e as suas rainhas, por tuas amas; diante de ti,
49.23
Is 45.14
60.14
se inclinarão com o rosto em terra
49.23
Sl 72.9
Mq 7.17
e lamberão o pó dos teus pés;
49.23
Is 41.20
43.10
60.16
saberás que eu sou Jeová e que os que por mim
49.23
Is 25.9
26.8
Sl 37.9
esperam
49.23
Is 45.17
Sl 25.3
Jl 2.27
não serão envergonhados.

24Acaso, tirar-se-á a presa ao forte ou serão libertados os que são legalmente cativos? 25Mas assim diz Jeová: Certamente, os

49.25
Is 10.6
14.1-2
Jr 50.33-34
cativos serão tirados ao forte, e a presa do
49.25
Is 13.11
25.3,5
29.5,20
tirano será libertada; porque eu contenderei com o que contende contigo
49.25
Is 25.9
33.22
35.4
e salvarei teus filhos. 26Os que
49.26
Is 9.4
14.4
16.4
51.13
54.14
te oprimem alimentarei
49.26
Is 9.20
com as suas próprias carnes; e, com o seu próprio sangue, eles se embriagarão como com o mosto.
49.26
Is 45.6
Ez 39.7
Toda carne saberá que eu, Jeová, sou o teu
49.26
Is 43.3
Salvador e que o teu
49.26
Is 49.7
Redentor é o Poderoso de Jacó.

50

O servo do Senhor ultrajado e socorrido

501Assim diz Jeová: Onde está a

50.1
Dt 24.1,3
Jr 3.8
carta de divórcio de vossa mãe, pela qual carta
50.1
Is 54.6-7
eu a repudiei? Ou qual dos meus credores é aquele a quem
50.1
Dt 32.30
2Rs 4.1
Ne 5.5
vos vendi? Eis que, por causa
50.1
Is 52.3
59.2
das vossas iniquidades, é que fostes vendidos, e, por causa das vossas
50.1
Is 1.28
43.27
48.8
transgressões,
50.1
Jr 3.8
foi repudiada vossa mãe. 2Por que, quando vim,
50.2
Is 41.28
59.16
65.12
66.4
não houve ninguém? Quando chamei, não houve quem respondesse? Acaso, tanto se encolheu
50.2
Is 59.1
Gn 18.14
Nm 11.23
a minha mão que não possa remir? Ou não tenho eu poder de livrar? Eis que, pela minha repreensão, faço
50.2
Is 19.5
43.16
44.27
Êx 14.21
secar o mar e
50.2
Is 42.15
Js 3.16
torno os rios em deserto; por não haver água, apodrecem os seus peixes e morrem de sede. 3Eu
50.3
Is 13.10
Ap 6.12
visto de luto os céus e lhes ponho saco por coberta.

4O Senhor Jeová deu-me a língua

50.4
Is 8.16
54.13
dos que são instruídos, para que eu saiba
50.4
Is 57.19
Jr 31.25
sustentar com palavras o que está cansado; desperta-me
50.4
Sl 5.3
88.13
119.147
143.8
de manhã em manhã, desperta-me o ouvido para que eu ouça como os que são instruídos. 5O Senhor Jeová
50.5
Is 35.5
Sl 40.6
abriu-me o ouvido, e eu não
50.5
Mt 26.39
Jo 8.29
14.31
15.10
At 26.19
Fp 2.8
Hb 5.8
10.7
fui rebelde, nem me retirei para trás. 6
50.6
Is 53.5
Mt 26.67
27.30
Mc 15.19
Lc 22.63
Dei as minhas costas aos que me feriam e as minhas faces, aos que me arrancavam os cabelos da barba; o meu rosto, não o escondi de opróbrios e de escarros. 7O Senhor Jeová, porém,
50.7
Is 42.1
49.8
me ajudará; pelo que
50.7
Is 45.17
54.4
não me sinto confundido, e, por esse motivo, pus o meu rosto como uma
50.7
Ez 3.8-9
pederneira, e sei que não serei envergonhado. 8Perto está aquele que
50.8
Is 45.25
Rm 8.33-34
me justifica; quem contenderá comigo?
50.8
Is 1.18
41.1
43.26
Apresentemo-nos juntos; quem é o meu adversário? Chegue-se para mim. 9Eis que
50.9
Is 41.10
o Senhor Jeová me ajudará;
50.9
Is 54.17
quem há que me condene? Eis que todos eles
50.9
Is 51.8
envelhecerão como um vestido; a traça os comerá.

10Quem há, entre vós, que tema a Jeová, que escute a voz do seu

50.10
Is 50.4
49.2-3
Servo? Aquele que
50.10
Is 9.2
26.9
Ef 5.8
anda em trevas e não tem luz
50.10
Is 12.2
26.4
51.5
confie em o nome de Jeová e firme-se sobre o seu Deus. 11Eia! Todos vós, os que
50.11
Is 9.18
Pv 26.18
Tg 3.6
acendeis um fogo e vos cingis com tições acesos,
50.11
Et 7.10
Sl 35.8
141.10
Pv 26.27
Ec 10.8
andai no lume do vosso fogo e por entre os tições que ateastes. Da minha mão vos sobrevirá isso;
50.11
Is 8.22
65.13-15
Am 4.9-10
em tormentos vos deitareis.

51

A restauração e salvação de Israel

511

51.1
Is 51.7
46.3
48.12
Escutai-me, vós os que
51.1
Sl 94.15
Pv 15.9
seguis a justiça, que buscais a Jeová; olhai para a
51.1
Gn 17.15-17
rocha de que fostes cortados e para a caverna do poço de que fostes cavados. 2Olhai para
51.2
Is 29.22
41.8
63.16
Abraão, vosso pai e para Sara, que vos deu à luz; porque,
51.2
Gn 12.1
15.5
Dt 1.10
Ez 33.24
estando ele só, o chamei, e o abençoei, e o multipliquei. 3Pois Jeová
51.3
Is 40.1
49.13
conforta a Sião, conforta todos os
51.3
Is 52.9
lugares desolados e faz o seu
51.3
Is 35.1
41.19
deserto como o
51.3
Gn 2.8
Jl 2.3
Éden e o seu ermo,
51.3
Gn 13.10
como o jardim de Jeová; nela, se achará
51.3
Is 25.9
41.16
65.18
66.10
gozo e alegria, ação de graças e som de música.

4

51.4
Sl 50.7
78.1
Atendei-me, povo meu, e escutai-me, nação minha; porque
51.4
Is 2.3
Dt 18.18
Mq 4.2
de mim sairá a lei, e
51.4
Is 1.27
42.4
o meu juízo, estabelecê-lo-ei para
51.4
Is 42.6
49.6
a luz dos povos. 5Perto está
51.5
Is 46.13
54.17
a minha justiça, já saiu a minha salvação, e
51.5
Is 40.10
os meus braços julgarão os povos;
51.5
Is 42.4
60.9
as ilhas me aguardarão, e
51.5
Is 59.16
63.5
no meu braço confiarão. 6
51.6
Is 40.26
Levantai os vossos olhos para os céus, e olhai para a terra cá embaixo, porque
51.6
Is 13.13
34.4
Sl 102.25-26
Mt 24.35
Hb 1.10-12
2Pe 3.10
os céus desaparecerão como o fumo e a terra envelhecerá como um vestido, e os seus moradores perecerão da mesma maneira;
51.6
Is 51.8
45.17
a minha salvação, porém, será para sempre, e a minha justiça não será abolida.

7

51.7
Is 51.1
Escutai-me, vós os que seguis a justiça, povo em cujo
51.7
Sl 37.31
coração está a minha lei; não temais
51.7
Is 25.8
54.4
Mt 5.11
At 5.41
o opróbrio dos homens, nem vos perturbeis por causa dos seus vilipêndios. 8Pois
51.8
Is 50.9
a traça os consumirá como a um vestido, e
51.8
Is 14.11
66.24
o bicho os comerá como à lã;
51.8
Is 51.6
a minha justiça, porém, será para sempre, e a minha salvação, de geração em geração.

9

51.9
Is 51.17
52.1
Desperta-te, desperta-te, veste-te de fortaleza, ó braço de Jeová; desperta-te como
51.9
Êx 6.6
Dt 4.34
nos dias da antiguidade, nas gerações dos tempos antigos. Porventura, não és tu o que cortou em pedaços a
51.9
Is 30.7
Sl 89.10
Raabe, aquele que traspassou
51.9
Is 27.1
Sl 74.13
Ez 29.3
ao dragão? 10Não és tu o que
51.10
Is 11.15-16
50.2
63.11-12
secou o mar, as águas do grande abismo; o que fez do fundo do mar um caminho, para que por ele
51.10
Is 63.9,16
Êx 15.13
Sl 106.10
passassem os remidos? 11
51.11
Is 35.10
44.23
48.20
49.13
Jr 30.18-19
31.11-12
33.11
Os resgatados de Jeová voltarão e,
51.11
Is 60.19
61.7
com júbilo, virão para Sião; e alegria sempiterna descansará sobre as suas cabeças. Eles alcançarão gozo e alegria, e a tristeza e o gemido
51.11
Is 25.8
60.20
65.19
Ap 7.17
21.1,4
22.3
fugirão.

12Eu, eu sou o que vos

51.12
Is 51.3
conforta; quem és tu, para teres medo de um
51.12
Is 2.22
Sl 118.6
homem, que morre, e do filho do homem, que se tornará
51.12
Is 40.6-7
1Pe 1.24
como feno? 13Quem és tu que
51.13
Is 17.10
Dt 6.12
8.11
te esqueces de Jeová, teu Criador, o qual
51.13
Is 40.22
45.12,18
48.13
Jó 9.8
Sl 104.2
estendeu os céus e fundou a terra; e que o dia todo
51.13
Is 7.4
10.24
temes continuamente por causa do furor do opressor, quando se prepara para destruir? Onde está o furor do
51.13
Is 49.26
54.14
opressor? 14
51.14
Is 48.20
52.2
O exilado cativo depressa será solto e não morrerá para ir à
51.14
Is 38.18
sepultura,
51.14
Is 33.16
49.10
nem lhe faltará o pão. 15Pois eu sou Jeová, teu Deus,
51.15
Sl 107.25
Jr 31.35
que agito o mar, de modo que bramem as suas ondas; Jeová dos Exércitos é o seu nome. 16
51.16
Is 59.21
Dt 18.18
Pus as minhas palavras na tua boca e,
51.16
Is 49.2
Êx 33.22
na sombra da minha mão, te escondi, para que eu
51.16
Is 65.17
66.22
plante os céus, funde a terra e diga a Sião: Tu és o meu povo.

17

51.17
Is 51.9
52.1
Desperta-te, desperta-te, põe-te de pé, Jerusalém, que
51.17
Is 29.9
63.6
Jó 21.20
Jr 25.15
bebeste da mão de Jeová o cálice do seu furor, que bebeste da taça de atordoamento e a esgotaste. 18De todos os filhos que ela teve,
51.18
Is 49.21
Sl 88.18
142.4
não há nenhum que a guie; e, de todos os filhos que ela criou, não há nenhum que a tome pela mão. 19Essas duas coisas te sobrevieram; quem se condoerá de ti?
51.19
Is 8.21
9.20
14.30
A desolação e a destruição, a fome e a espada! Como te consolarei? 20Teus filhos já desmaiaram,
51.20
Is 5.25
Jr 14.16
jazem nas esquinas de todas as ruas, como um
51.20
Dt 14.5
antílope tomado no laço; cheios estão do
51.20
Is 42.25
furor de Jeová,
51.20
Is 66.15
da repreensão de teu Deus.

21Agora, ouve isto, ó tu que estás

51.21
Is 54.11
aflita e
51.21
Is 51.17
29.9
63.6
embriagada, porém não de vinho. 22Assim diz o teu Senhor Jeová e teu Deus, que
51.22
Is 3.12-13
49.25
Jr 50.34
pleiteia a causa do teu povo: Eis que tiro da tua mão o
51.22
Is 51.17
cálice de atordoamento, a taça do meu furor; tu não o tornarás mais a beber, 23mas eu
51.23
Is 49.26
Jr 25.15-17,26,28
Zc 12.2
o porei nas mãos dos que te afligem, os quais diziam à tua alma:
51.23
Js 10.24
Abaixa-te, para que passemos. Tu punhas as tuas costas como o chão e como a rua para os que passavam.