Tradução Brasileira (2010) (TB)

Promessas consoladoras

401

40.1
Is 12.1
49.13
51.3,12
52.9
61.2
66.13
Jr 31.10-14
Sf 3.14-17
2Co 1.4
Consolai, consolai o meu povo, diz o vosso Deus. 2
40.2
Is 35.4
Zc 1.13
Falai ao coração de Jerusalém e clamai-lhe que está acabada
40.2
Is 41.11-13
49.25
54.15,17
a sua milícia, que está perdoada
40.2
Is 33.24
53.5-6,11
a sua iniquidade e que já recebeu
40.2
Jr 16.18
Zc 9.12
Ap 18.6
em dobro da mão de Jeová por todos os seus pecados.

3

40.3
Mt 3.3
Mc 1.3
Lc 3.4-6
Jo 1.23
Eis a voz do que clama:
40.3
Ml 3.1
4.5-6
Preparai no deserto o caminho de Jeová, endireitai no ermo uma estrada para o nosso Deus. 4Todo o vale será
40.4
Ez 17.24
exaltado, e todo monte e outeiro será abatido; o torto far-se-á direito, e os lugares escabrosos, planos. 5
40.5
Is 6.3
Hc 2.14
A glória de Jeová se revelará, e
40.5
Is 52.10
Jl 2.28
toda a carne juntamente a verá, pois a
40.5
Is 1.20
34.16
58.14
boca de Jeová o disse.

6Eis a voz do que diz: Clama. E respondeu um: Que hei de clamar?

40.6
Jó 14.2
Sl 102.11
103.15
1Pe 1.24-25
Toda a carne é erva, e toda a sua glória como a flor do campo; 7
40.7
Sl 90.5-6
Tg 1.10-11
seca-se a erva, e cai a flor, porque
40.7
Is 40.24
11.4
Jó 4.9
41.21
o hálito de Jeová nela assopra; na verdade, o povo é erva. 8Seca-se a erva, cai a flor, mas
40.8
Is 55.11
59.21
Mt 5.18
a palavra do nosso Deus subsistirá para sempre.

9Sobe a

40.9
Is 52.7
um alto monte, Sião, tu que anuncias
40.9
Is 61.1
boas-novas, levanta a tua voz com força, Jerusalém; tu que anuncias boas-novas; levanta-a, não temas; dize às
40.9
Is 44.26
cidades de Judá:
40.9
Is 25.9
35.2
Eis aí o vosso Deus! 10Eis que o Senhor Jeová virá como um
40.10
Is 9.6-7
valente, e
40.10
Is 59.16,18
o seu braço dominará por ele; eis que
40.10
Is 62.11
Ap 22.12
o seu galardão está com ele, a sua recompensa, diante dele. 11Como pastor,
40.11
Jr 31.10
Ez 34.12-14,23,31
Mq 5.4
Jo 10.11,14-16
ele apascentará o seu rebanho; entre os seus braços, ajuntará os cordeirinhos, e os levará no seu seio, e guiará meigamente as paridas.

A incomparável grandeza de Jeová

12Quem

40.12
Is 48.13
Jó 38.8-11
Sl 102.25-26
Hb 1.10-12
mediu as águas com o seu punho e repartiu os céus a palmos? Quem pôs numa medida o pó da terra e pesou os montes com peso e os outeiros em balanças? 13
40.13
Rm 11.34
1Co 2.16
Quem dirigiu o Espírito de Jeová ou, como seu
40.13
Is 41.28
conselheiro, o ensinou? 14
40.14
Jó 38.4
Com quem tomou ele conselho? Quem o instruiu e lhe ensinou a vereda do juízo? Quem lhe
40.14
Jó 21.22
Cl 2.3
ensinou conhecimento e lhe mostrou o caminho de entendimento? 15Eis que
40.15
Jr 10.10
as nações são reputadas como a gota de água que está a cair de um balde e como
40.15
Is 17.13
29.5
o pó miúdo nas balanças; eis que as ilhas são como uma aresta de pó que se levanta. 16Não basta o
40.16
Is 37.24
Líbano para queimar, nem bastam
40.16
Sl 50.9-11
Mq 6.6-7
Hb 10.5-9
os seus animais para um holocausto. 17
40.17
Is 29.7
Todas as nações são como nada diante dele; são por ele reputadas
40.17
Is 30.28
como se não fossem e como caos.

18

40.18
Is 40.25
46.5
Êx 8.10
15.11
1Sm 2.2
Mq 7.18
A quem, pois, podeis assemelhar a Deus? Ou que figura podeis comparar a ele? 19
40.19
Is 41.7
44.10
Sl 115.4-8
Hc 2.18-19
A imagem esculpida, o artífice a funde, o ourives a
40.19
Is 2.20
30.22
cobre de ouro e forja para ela cadeias de prata. 20Quem se acha sem recursos para fazer uma tal oferta, escolhe
40.20
Is 44.14
Jr 10.3,5
uma madeira que não se corrompa; procura para si um artífice perito para erigir uma imagem esculpida
40.20
Is 41.7
46.7
1Sm 5.3-4
que não se possa mover. 21
40.21
Is 37.26
Sl 19.1
50.6
At 14.17
Rm 1.19
Acaso, não sabeis? Acaso, não ouvis? Não se vos tem sido notificado
40.21
Is 44.8
desde o princípio? Não tendes entendido
40.21
Is 48.13
51.13
desde as fundações da terra? 22É ele o que está sentado sobre
40.22
Jó 22.14
Pv 8.27
a redondeza da terra, cujos habitantes são como
40.22
Nm 13.33
gafanhotos;
40.22
Is 37.16
42.5
44.24
Jó 9.8
é ele o que estende os céus como
40.22
Sl 104.2
uma cortina e os desenrola como
40.22
Jó 36.29
Sl 18.11
19.4
uma tenda, para neles habitar; 23é ele o que reduz a nada
40.23
Is 34.12
Jó 12.21
Sl 107.40
os príncipes e
40.23
Is 5.21
Jr 25.18-27
torna em caos os juízes da terra. 24Na verdade,
40.24
Is 17.10-11
Jó 15.30-33
18.16-19
Na 1.14
não foram semeados; não foram mesmo semeados; não se arraigou o seu tronco; demais,
40.24
Is 40.7
30.33
2Sm 22.16
ele assopra, eles se secam, e
40.24
Is 17.13
41.16
a tempestade os leva como palha. 25
40.25
Is 40.18
A quem, pois, me assemelhareis, para que eu lhe seja igual? — diz o Santo. 26
40.26
Is 51.6
Levantai ao alto os vossos olhos e vede.
40.26
Is 42.5
48.12-13
Quem criou estes? Foi aquele que faz sair um por um o exército deles; ele
40.26
Sl 147.4
os chama a todos pelos seus nomes;
40.26
Sl 89.11-13
por ser ele grande em força e forte em poder,
40.26
Is 34.16
48.13
nem um só vem a faltar.

27

40.27
Is 49.4,14
Porque dizes, ó Jacó, e falas, ó Israel: O meu caminho está
40.27
Is 54.8
escondido a Jeová, e
40.27
Jó 27.2
34.5
Lc 18.7-8
o meu juízo passa desapercebido ao
40.27
Is 25.1
meu Deus? 28
40.28
Is 40.21
Acaso, não sabes? Acaso, não ouves? O
40.28
Gn 21.33
Sl 90.2
sempiterno Deus, Jeová, Criador dos fins da terra, não desfalece, nem se cansa;
40.28
Sl 147.5
Rm 11.33
não se pode esquadrinhar o seu entendimento. 29Ele dá força ao
40.29
Is 50.4
Jr 31.25
cansado e
40.29
Is 41.10
aumenta fortaleza ao que se acha debilitado. 30
40.30
Jr 6.11
9.21
Os jovens desfalecerão e se cansarão,
40.30
Is 9.17
e os mancebos cairão; 31porém os que esperam em Jeová
40.31
Jó 17.9
Sl 103.5
2Co 4.8-10,16
renovarão as suas forças;
40.31
Êx 19.4
Dt 32.11
Lc 18.1
2Co 4.1,16
Gl 6.9
Hb 12.3
subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão; andarão e não desfalecerão.