Tradução Brasileira (2010) (TB)
34

A indignação de Deus contra as nações

341Chegai-vos,

34.1
Is 41.1
43.9
Sl 49.1
nações, para ouvir, e escutai, povos;
34.1
Is 1.2
Dt 32.1
ouça a terra e a sua plenitude, o mundo e tudo o que ele produz. 2Pois Jeová tem
34.2
Is 26.20-21
indignação contra todas as nações e furor contra todo o seu exército; tem-nas destruído totalmente,
34.2
Is 13.5
24.1-2
tem-nas entregue à
34.2
Is 30.25
63.6
65.12
matança. 3Os seus mortos também serão
34.3
Is 5.25
14.19
arrojados, subirá o
34.3
Jl 2.20
Am 4.10
mau cheiro dos seus cadáveres, e os montes serão derretidos pelo seu
34.3
Ez 14.19
35.6
38.22
sangue. 4
34.4
Is 13.13
51.6
Ez 32.7-8
Jl 2.31
Mt 24.29
2Pe 3.10
Todo o exército do céu dissolverá,
34.4
Ap 6.12-14
e os céus se enrolarão como um livro; todo o seu exército desvanecerá, como cai a folha da vide e da figueira. 5Pois a minha
34.5
Dt 32.41-42
Jr 46.10
Ez 21.3-5
espada se tem embriagado no céu; eis que descerá sobre
34.5
Is 63.1
Jr 49.20
Ml 1.4
Edom e sobre o povo
34.5
Is 24.6
43.28
devotado por mim à destruição, para exercer juízo. 6A espada de Jeová está cheia de sangue, está engrossada com gordura, com o sangue de cordeiros e de bodes, com a gordura dos rins de carneiros; porque Jeová tem sacrifício em
34.6
Is 63.1
Jr 49.13
Bozra e grande matança na terra de
34.6
Is 63.1
Edom. 7Descerão com eles
34.7
Nm 23.22
Sl 22.21
os bois monteses e
34.7
Sl 68.30
Jr 50.27
os novilhos com os touros; a sua terra
34.7
Is 29.9
49.26
63.6
embriagar-se-á de sangue, e o seu pó se engrossará de gordura.

8Pois é o dia da

34.8
Is 13.6
35.4
47.3
61.2
63.4
vingança de Jeová e o ano da retribuição na controvérsia de Sião. 9Converter-se-ão em pez as suas torrentes, e o seu pó, em
34.9
Is 30.33
Sl 11.6
Dt 29.23
enxofre, a sua terra tornar-se-á em pez ardente. 10Nem de noite nem de dia,
34.10
Is 1.31
66.24
se apagará;
34.10
Ap 14.11
19.3
o seu fumo subirá para sempre;
34.10
Is 34.10-15
13.20-22
24.1
Ml 1.3-4
de geração em geração, ficará deserta; pelos séculos dos séculos,
34.10
Ez 29.11
ninguém por ela passará. 11Mas
34.11
Is 14.23
Sf 2.14
Ap 18.2
o pelicano e o ouriço a possuirão; o bufo e o corvo nela habitarão. Estender-se-á sobre ela a
34.11
Is 24.10
2Rs 21.13
Lm 2.8
regra de confusão e o prumo de vaidade. 12Os seus nobres serão chamados ao reino,
34.12
Jr 27.20
39.6
porém não haverá nenhum; e todos os seus príncipes serão reduzidos
34.12
Is 29.20
41.11-12
a nada. 13Nascerão espinhos nos seus
34.13
Is 13.22
25.2
32.13
palácios, urtigas e cardos, nas suas fortalezas. Será uma habitação de
34.13
Sl 44.19
Jr 9.11
10.22
chacais, pastagem de avestruzes. 14
34.14
Is 13.21
As feras do deserto se encontrarão com as hienas, e os sátiros clamarão uns para os outros; a bruxa se pousará ali e achará para si um lugar de descanso. 15Ali, fará a serpente o seu ninho, porá os ovos e os chocará; e, debaixo da sua sombra, ajuntará os seus filhotes. Ali, se ajuntarão
34.15
Dt 14.13
os abutres, macho e fêmea.

16Buscai

34.16
Is 30.8
no livro de Jeová e lede; nenhuma dessas criaturas faltará,
34.16
Is 14.31
nenhuma será privada do seu companheiro, porque
34.16
Is 1.20
40.5
58.14
a boca de Jeová o ordenou, e o seu Espírito as ajuntou. 17Ele deitou
34.17
Is 17.13-14
Jr 13.25
sortes por elas, e a sua mão lhes repartiu por
34.17
Is 34.11
medida esta terra; possuí-la-ão para sempre;
34.17
Is 34.10
de geração em geração, nela habitarão.