Tradução Brasileira (2010) (TB)
20

Predição do cativeiro dos egípcios e dos etíopes

201No ano em que

20.1
2Rs 18.17
Tartã, enviado por Sargom, rei da Assíria, veio a
20.1
1Sm 5.1
Asdode, pelejou contra ela e a tomou; 2nesse tempo, falou Jeová por intermédio de
20.2
Is 1.1
13.1
Isaías, filho de Amoz: Vai, desata dos teus lombos o
20.2
Zc 13.4
Mt 3.4
saco e tira dos teus pés
20.2
Ez 24.17,23
os sapatos. Ele assim o fez, andando
20.2
1Sm 19.24
Mq 1.8
nu e descalço. 3Jeová disse: Assim como o meu servo Isaías tem andado nu e descalço por três anos, para servir de
20.3
Is 8.18
sinal e portento contra o Egito e contra a
20.3
Is 37.9
43.3
Etiópia, 4assim os cativos do Egito e os exilados da Etiópia, moços e velhos, serão levados pelo
20.4
Is 19.4
rei da Assíria
20.4
Is 47.2-3
nus e descalços e com as nádegas descobertas para a vergonha do Egito. 5Os homens sentirão
20.5
Is 30.3-5
31.1
2Rs 18.21
Ez 29.6-7
pavor e vergonha por causa da Etiópia, sua expectação, e por causa do Egito,
20.5
Jr 9.23-24
17.5
1Co 3.21
sua glória. 6Os habitantes desta região dirão naquele dia: Eis que assim acontece a nossa expectação, a quem recorremos,
20.6
Is 10.3
30.7
31.3
Jr 30.1,7,15-17
31.1-3
a fim de nos livrarmos do rei da Assíria.
20.6
Mt 23.33
1Ts 5.3
Hb 2.3
Como havemos nós de escapar?

21

Oráculo concernente à Babilônia

211

21.1
Is 13.1
A sentença acerca do
21.1
Is 13.20-22
14.23
Jr 51.42
deserto do mar.

Como os

21.1
Dn 11.40
Zc 9.14
tufões do Sul passam com grande velocidade, assim vem ele do deserto, de uma terra horrível. 2Anunciada me foi uma
21.2
Sl 60.3
dura visão:
21.2
Is 24.16
33.1
o pérfido procede perfidamente, e o devastador devasta. Sobe,
21.2
Is 22.6
Jr 49.34
Elão; sitia,
21.2
Is 13.17
Média; já fiz cessar todos os gemidos. 3Portanto, se encheram de angústia
21.3
Is 13.8
16.11
os meus lombos; dores apoderaram-se de mim como
21.3
Is 13.8
26.17
Sl 48.6
1Ts 5.3
as dores de mulher na hora do parto; torço-me com dores, de modo que não posso ouvir; espavorido sou, de modo que não posso ver. 4O meu coração bate violentamente, o terror me tem amedrontado; o crepúsculo que eu desejava
21.4
Dt 28.67
tem-se-me tornado em tremores. 5
21.5
Jr 51.39,57
Dn 5.1-4
Preparam a mesa, põem a sentinela, comem e bebem. Levantai-vos, príncipes, ungi o escudo. 6Pois assim me disse Jeová: Vai, põe a sentinela;
21.6
2Rs 9.17-20
diga ela o que vir; 7quando vir uma
21.7
Is 21.9
tropa de cavaleiros de dois a dois, uma tropa de jumentos e uma tropa de camelos, escutará diligentemente com grande atenção. 8Então, clamou como um leão: Sobre a atalaia,
21.8
Hc 2.1
Senhor, eu me acho em pé continuamente de dia e fico no meu posto todas as noites. 9Eis aqui vem uma tropa de homens, cavaleiros de dois a dois. Ele respondeu e disse: Caiu, caiu
21.9
Is 13.19
47.5,9
48.14
Jr 51.8
Ap 14.8
Babilônia; e todas as
21.9
Is 46.1
Jr 50.2
51.44
imagens esculpidas dos seus deuses são despedaçadas até o chão.

10

21.10
Jr 51.33
Mq 4.13
Debulha minha e filho da minha eira, o que tenho ouvido da parte de Jeová dos Exércitos, isso vos tenho anunciado.

Oráculo acerca de Dumá

11A sentença acerca de

21.11
Gn 25.14
Dumá.

Clamam-me de

21.11
Gn 32.3
Seir: Guarda, quanto resta da noite? 12Respondeu o guarda: Vem a manhã, também a noite; se quereis perguntar, perguntai; tornai-vos, vinde.

Oráculo acerca da Arábia

13

21.13
Is 13.1
A sentença acerca da
21.13
Jr 25.23-24
49.28
Arábia.

Nos bosques da Arábia, passareis a noite, ó caravanas de

21.13
Gn 10.7
Ez 27.15
dedanitas. 14Trouxeram água aos sequiosos; os habitantes da terra de
21.14
Gn 25.15
Jó 6.19
Tema foram com o seu pão ao encontro dos fugitivos. 15Pois eles
21.15
Is 13.14-15
17.13
fugiram de diante das espadas, de diante da espada desembainhada, de diante do arco armado e de diante da pressão da guerra. 16Porque assim me disse Jeová: Ainda dentro de um ano, como os
21.16
Is 16.14
anos de um jornaleiro, e toda a
21.16
Is 17.4
glória de
21.16
Is 42.11
60.7
Sl 120.5
Ct 1.5
Quedar se esvaecerá. 17Aquilo
21.17
Is 10.19
que restar do número dos flecheiros, homens valentes dos filhos de Quedar, será diminuto, porque Jeová, Deus de Israel,
21.17
Nm 23.19
Zc 1.6
o disse.

22

Quadro profético do cerco de Jerusalém

221

22.1
Is 13.1
A sentença acerca do
22.1
Sl 125.2
Jr 21.13
Jl 3.12,14
vale da Visão.

Que tens agora, pois, com todos os teus, subiste aos

22.1
Is 15.3
telhados? 2Ó tu que estás cheia de clamor, cidade turbulenta,
22.2
Is 23.7
32.13
cidade alegre; os teus mortos
22.2
Jr 14.18
Lm 2.20
não são mortos à espada, nem mortos em guerra. 3
22.3
Is 21.15
Todos os teus principais homens, à uma, fugiram e, abandonados os seus arcos, deixaram-se ficar presos. Todos os que se acharam em ti foram presos juntamente; eles estavam fugindo para longe. 4Portanto, disse eu: Virai de mim a vista,
22.4
Is 15.3
Jr 4.19
9.1
Mq 1.8
Lc 19.41
para que eu chore amargamente; não vos esforceis por me consolar sobre a destruição da filha do meu povo.

5Pois é

22.5
Is 37.3
um dia de destroço,
22.5
Is 10.6
63.3
de atropelamento e de perplexidade
22.5
Lm 1.5
2.2
da parte de Jeová dos Exércitos
22.5
Is 22.1
no vale da Visão: derrubamento de muros e gritos aos montes. 6
22.6
Is 21.2
Jr 49.35
Elão tomou a aljava, juntamente com tropas de homens e de cavaleiros,
22.6
2Rs 16.9
Am 1.5
9.7
e Quir descobriu o escudo. 7Os teus vales escolhidos ficaram
22.7
2Cr 32.1
cheios de tropas, e os cavaleiros postaram-se em direção da porta. 8Foi tirada
22.8
Is 22.8-11
2Cr 32.3-5,30
a coberta de Judá, e, naquele dia, olhaste para as armas
22.8
1Rs 7.2
10.17
na Casa do Bosque. 9Vistes que as brechas da Cidade de Davi eram muitas
22.9
Ne 3.16
e ajuntastes as águas da piscina de baixo. 10Contastes as casas de Jerusalém e as demolistes, para fortificar a muralha. 11Também fizestes um reservatório
22.11
2Rs 25.4
Jr 39.4
entre os dois muros para a água
22.11
2Rs 20.20
2Cr 32.3-4
da piscina velha. Porém não
22.11
Is 5.12
37.26
olhastes para aquele que isso tinha feito, nem tivestes respeito ao que o formou de longe.

12O Senhor, Jeová dos Exércitos, chamou naquele dia

22.12
Is 32.11
Jl 1.13
2.17
para chorar e prantear,
22.12
Is 15.2
Mq 1.16
para rapar a cabeça e cingir o saco; 13porém só se vê
22.13
Is 5.11,22
28.7-8
Lc 17.26-29
gozo e alegria, matar bois, degolar ovelhas, comer carne e beber vinho;
22.13
Is 56.12
1Co 15.32
comamos e bebamos, porque amanhã morreremos. 14Jeová dos Exércitos revelou-se
22.14
Is 5.9
aos meus ouvidos, dizendo:
22.14
Is 13.11
26.21
30.13-14
65.7
Não se vos perdoará por certo esta iniquidade
22.14
Is 65.20
até que morrais, diz o Senhor, Jeová dos Exércitos.

Sebna é degradado. Eliaquim é exaltado

15Assim diz o Senhor, Jeová dos Exércitos: Vai, entra a falar com esse administrador, com

22.15
Is 36.3,11,22
37.2
2Rs 18.18,26,37
Sebna, o mordomo, e pergunta-lhe: 16Que fazes tu aqui? Que parente tens tu aqui,
22.16
2Sm 18.18
2Cr 16.14
Mt 27.60
para lavrares aqui um sepulcro, lavrando em lugar alto o seu sepulcro, gravando na penha a sua morada? 17Eis que Jeová te atirará violentamente, dobrar-te-á inteiramente. 18Ele te enrolará como uma bola e te
22.18
Is 17.13
Jó 18.18
atirará para um país espaçoso. Ali, morrerás, e para ali irão os carros da tua glória, ó opróbrio da casa do teu senhor. 19Eu
22.19
Jó 40.11-12
Ez 17.24
te deitarei fora do teu posto, e serás derribado do teu estado. 20Naquele dia, chamarei o teu servo
22.20
Is 36.3,22
37.2
2Rs 18.18
Eliaquim, filho de Hilquias; 21vesti-lo-ei da tua túnica, cingi-lo-ei com o teu cinto e entregarei nas suas mãos o teu governo; e ele será como
22.21
Gn 45.8
pai para os habitantes de Jerusalém e para a casa de Judá. 22Porei sobre o seu ombro
22.22
Ap 3.7
a chave da
22.22
Is 7.2,13
casa de Davi; ele abrirá, e ninguém fechará; fechará, e ninguém
22.22
Jó 12.14
abrirá. 23Fincá-lo-ei como uma
22.23
Ed 9.8
Zc 10.4
estaca num lugar firme, e ele será como um
22.23
1Sm 2.8
Jó 36.7
trono de glória para a casa de seu pai. 24Nele, pendurarão toda a glória da casa de seu pai, a prole e a progênie, todos os pequenos vasos, desde os vasos de taças até os vasos de odres. 25Naquele dia, diz Jeová dos Exércitos, cederá
22.25
Is 22.23
a estaca que foi fincada num lugar firme, será
22.25
Et 9.24-25
cortada e cairá; e será exterminada, e a carga que dela estava pendente, porque
22.25
Is 46.11
Mq 4.4
Jeová o disse.