Tradução Brasileira (2010) (TB)
12

A controvérsia do Senhor com Judá e com Israel

121Efraim apascenta

12.1
Jr 22.22
o vento e caça
12.1
Gn 41.6
Ez 17.10
o vento oriental; continuamente,
12.1
Os 7.1,13
multiplica mentiras e desolação; fazem aliança com
12.1
Os 5.13
7.11
8.9
a Assíria, e o azeite é levado para
12.1
2Rs 17.4
o Egito. 2Jeová tem uma
12.2
Os 4.1
controvérsia com Judá e visitará sobre Jacó
12.2
Os 4.9
7.11
os seus caminhos; conforme os seus feitos, lhe recompensará. 3No ventre,
12.3
Gn 25.26
pegou do calcanhar de seu irmão e, na idade varonil,
12.3
Gn 32.28
perseverou com Deus; 4sim, perseverou com o anjo, e prevaleceu. Chorou
12.4
Gn 32.26
e fez-lhe súplicas. Achou-o
12.4
Gn 28.13-15
35.10-15
em Betel, e ali falou ele conosco, 5a saber, Jeová, Deus dos Exércitos; Jeová é o
12.5
Êx 3.15
seu memorial. 6Tu, pois,
12.6
Os 6.1-3
10.12
converte-te ao teu Deus; guarda a
12.6
Os 6.6
misericórdia e o juízo e
12.6
Mq 7.7
espera sem cessar no teu Deus.

7Canaã! Na sua mão, está a

12.7
Pv 11.1
Am 8.5
Mq 6.11
balança enganosa; ama a opressão. 8Efraim disse: Certamente, estou
12.8
Os 13.6
Sl 62.10
enriquecido, tenho adquirido para mim riquezas; em todos os meus trabalhos, não acharão em mim
12.8
Os 4.8
14.1
iniquidade alguma que seja pecado. 9Eu, porém, sou Jeová, teu Deus, desde a terra do
12.9
Os 11.1
13.4
Egito; eu ainda te farei
12.9
Lv 23.42
habitar de novo em tendas, como nos dias da festa solene. 10Também falei aos
12.10
Jr 7.25
profetas, e multipliquei as visões, e, pelo ministério dos profetas, usei de
12.10
Ez 17.2
20.49
parábolas. 11Acaso,
12.11
Os 6.8
é Gileade iniquidade? São totalmente vaidade. Em
12.11
Os 4.15
9.15
Gilgal, sacrificam bois; os seus
12.11
Os 8.11
10.1-2
altares se acham como montões de pedra nos sulcos do campo. 12
12.12
Gn 28.5
Jacó fugiu para o campo de Arã,
12.12
Gn 29.20
e Israel serviu para ter mulher e, para ter mulher, guardou ovelhas. 13Por um
12.13
Êx 14.19-22
Is 63.11-14
profeta, Jeová fez a Israel sair do Egito, e, por um profeta, foi Israel preservado. 14
12.14
2Rs 17.7-18
Efraim, mui amargamente, provocou-me à ira; portanto, sobre ele será deixado o seu
12.14
Ez 18.10-13
sangue, e o seu Senhor lhe tornará o seu
12.14
Dn 11.18
Mq 6.16
opróbrio.

13

O pecado de Israel e o seu castigo

131

13.1
Jó 29.21-22
Quando Efraim falava, tremia-se;
13.1
Jz 8.1
12.1
exaltou-se em Israel; mas, quando se fez culpado no tocante a
13.1
Os 2.8-17
11.2
Baal, morreu. 2Agora, pecam cada vez mais, e, da sua prata, tem feito para si
13.2
Os 2.8
Is 46.6
Jr 10.4
imagens fundidas, a saber, ídolos segundo o seu
13.2
Is 44.17-20
entendimento, todos eles
13.2
Os 8.6
obra de artífices; deles dizem: Os homens que oferecem sacrifícios beijem aos
13.2
Os 8.5-6
10.5
bezerros! 3Por isso, serão como
13.3
Os 6.4
a nuvem da manhã e como o orvalho que cedo passa; como o
13.3
Sl 1.4
Is 17.13
Dn 2.35
folhelho que o turbilhão lança da eira e como
13.3
Sl 68.2
o fumo duma chaminé.

4Contudo, eu

13.4
Os 12.9
sou Jeová, teu Deus, desde a terra do Egito; tu não conhecerás
13.4
Êx 20.3
2Rs 18.35
outro deus fora de mim, e não há salvador
13.4
Is 43.11
45.21-22
senão eu. 5Eu te
13.5
Dt 32.10
conheci no deserto, na terra de grande seca. 6Segundo o seu pasto, assim eles
13.6
Dt 8.12,14
32.13-15
Jr 5.7
se fartaram; fartaram-se, e foi o
13.6
Os 7.14
seu coração exaltado; portanto,
13.6
Os 2.13
4.6
8.14
se esqueceram de mim. 7Por isso, sou para eles como um leão;
13.7
Os 5.14
como um
13.7
Jr 5.6
leopardo, espreitarei junto ao caminho; 8como uma ursa roubada dos seus cachorros, lhes sairei ao encontro e lhes rasgarei os muros do coração; ali,
13.8
Sl 50.22
os devorarei como um leão; as feras os despedaçarão.

9É a tua destruição, ó Israel, estares tu

13.9
Jr 2.17,19
Ml 1.12-13
contra mim, contra o teu
13.9
Dt 33.26,29
auxílio. 10Onde está, agora, o teu
13.10
Os 8.4
2Rs 17.4
rei, para que te salve em todas as tuas cidades? Onde estão os teus
13.10
Os 7.7
juízes, de quem disseste: Dá-me rei e príncipes? 11
13.11
1Sm 8.7
Dei-te um rei na minha ira
13.11
Os 10.7
1Rs 14.7-10
e tirei-o no meu furor. 12A iniquidade de Efraim está atada; o seu pecado está
13.12
Dt 32.34-35
Jó 14.17
Rm 2.5
depositado. 13Sobre ele virão as dores
13.13
Mq 4.9-10
duma mulher que está de parto; ele é um filho
13.13
Os 5.4
Dt 32.6
insensato, pois é tempo de ele
13.13
Is 37.3
66.9
não se demorar no lugar de onde saem os filhos. 14
13.14
Sl 49.15
Ez 37.12-13
Resgatá-los-ei do poder do Sheol; remi-los-ei da morte. Onde estão,
13.14
1Co 15.55
ó morte, as tuas pragas? Onde está, ó Sheol, a tua destruição? O
13.14
Jr 20.16
31.35-37
arrependimento será escondido dos meus olhos.

15Ainda que ele

13.15
Os 10.1
Gn 49.22
dê fruto entre seus irmãos, virá um
13.15
Gn 41.6
Ez 17.10
19.12
vento oriental, vento de Jeová que sobe do deserto, e o seu manancial
13.15
Jr 51.36
secará, e a sua fonte será esgotada; ele
13.15
Jr 20.5
saqueará o tesouro de todos os vasos preciosos. 16Samaria levará sobre si a sua
13.16
Os 10.2
culpa, porque
13.16
Os 7.14
se rebelou contra o seu Deus; cairão
13.16
Os 11.6
à espada; seus filhos serão
13.16
Os 10.14
despedaçados, e as suas
13.16
2Rs 15.16
mulheres grávidas serão fendidas.

14

Exortação ao arrependimento e promessa de perdão

141

14.1
Os 6.1
10.12
12.6
Volta, ó Israel, para Jeová, teu Deus, pois caíste pela tua
14.1
Os 4.8
5.5
9.7
iniquidade. 2Tomai convosco palavras e voltai para Jeová; dizei-lhe:
14.2
Mq 7.18-19
Tira toda a iniquidade e aceita o que é bom; assim,
14.2
Os 6.6
Sl 51.16-17
ofereceremos como novilhos as ofertas dos nossos lábios. 3
14.3
Os 5.13
Assur não nos salvará;
14.3
Is 31.1
não montaremos em cavalos, nem diremos mais
14.3
Os 8.6
13.2
à obra das nossas mãos:
14.3
Os 4.12
Vós sois nossos deuses, porque em
14.3
Sl 68.5
ti o órfão acha a misericórdia.

4

14.4
Os 6.1
Is 57.18
Curarei a sua apostasia,
14.4
Sf 3.17
amá-los-ei voluntariamente, porque a minha ira
14.4
Is 12.1
está apartada deles. 5Serei para Israel como o
14.5
Is 26.19
orvalho; ele brotará como
14.5
Ct 2.1
Mt 6.28
o lírio e lançará as suas raízes como o
14.5
Is 35.2
Líbano. 6Estender-se-ão os seus ramos, e a sua formosura será como a
14.6
Jr 11.16
oliveira, e o seu cheiro, como o
14.6
Ct 4.11
Líbano. 7Os
14.7
Ez 17.23
que habitam debaixo da sua sombra voltarão; reverdecerão como
14.7
Os 2.21-22
trigo e brotarão como a vide; e o seu cheiro será como o vinho do Líbano. 8Efraim dirá: Que tenho eu mais com
14.8
Os 14.3
Jó 34.32
os ídolos? Eu tenho respondido e atentarei para ele; eu sou como
14.8
Is 41.19
cipreste verde;
14.8
Ez 17.23
de mim acha-se o teu fruto.

9

14.9
Sl 107.43
Jr 9.12
Quem é sábio e entenderá essas coisas? Prudente e as conhecerá? Porque
14.9
Sl 111.7-8
Sf 3.5
os caminhos de Jeová são direitos,
14.9
Is 26.7
e os justos andarão neles; mas
14.9
Is 1.28
os transgressores cairão neles.