Tradução Brasileira (2010) (TB)
12

A perseverança no meio das provações

121Portanto, também

12.1
cp.
nós, visto que temos ao redor de nós tão grande número de testemunhas,
12.1
vd.
pondo de lado todo impedimento e o pecado que se nos apega,
12.1
vd.
corramos,
12.1
vd.
com perseverança, a carreira que nos está proposta, 2fitando os olhos em Jesus,
12.2
cp.
Autor e Consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe foi proposto,
12.2
Hb 2.9
Fp 2.8
suportou a cruz,
12.2
cp.
desprezando a ignomínia, e está
12.2
vd.
sentado à destra do trono de Deus. 3
12.3
vd.
Considerai, pois, atentamente, aquele que tem sofrido tal contradição dos pecadores contra si mesmo, para que não vos canseis,
12.3
vd.
desfalecendo em vossas almas. 4
12.4
Hb 10.3213.13
Ainda não tendes resistido
12.4
cp.
até o sangue, combatendo contra o pecado, 5e vos tendes esquecido da exortação que vos é dirigida a vós, como a filhos:

12.5
Pv 3.11
Filho meu, não menosprezes a correção do Senhor,

nem te desanimes, quando por ele és repreendido;

6

12.6
Sl 119.75
Ap 3.19
pois o Senhor castiga ao que ama

e açoita a todo filho que recebe.

7É para disciplina que sofreis (Deus
12.7
Dt 8.5
2Sm 7.14Pv 13.24
19.18
23.13
vos trata como a filhos); pois qual o filho a quem não corrige seu pai? 8Mas, se estais sem disciplina,
12.8
cp.
da qual todos se têm tornado participantes, logo, sois bastardos e não filhos. 9Além disso, nós tivemos, na verdade, nossos pais carnais, que nos corrigiam,
12.9
cp.
e os olhávamos com respeito; não seremos muito mais sujeitos ao
12.9
Nm 16.22
27.16Ap 22.6
Pai dos espíritos e
12.9
cp.
viveremos? 10Pois aqueles, por uns poucos dias, nos corrigiam segundo a sua vontade, mas este nos castiga para o nosso proveito,
12.10
vd.
a fim de sermos participantes da sua santidade. 11Toda correção,
12.11
cp.
ao presente, na verdade, não parece ser de gozo, mas de tristeza; depois, porém, dá
12.11
Tg 3.17Is 32.17
2Tm 4.8
fruto pacífico de justiça aos que por ela têm sido exercitados. 12Por isso,
12.12
cp.
levantai as mãos remissas e os joelhos paralisados 13
12.13
cp.
e fazei veredas direitas para os vossos pés, para que o que é manco não se desvie, mas, antes,
12.13
Tg 5.16Gl 6.1
seja sanado.

Várias exortações

14

12.14
vd.
Segui a paz com todos e aquela
12.14
Rm 6.22Hb 12.10
santificação sem a qual ninguém
12.14
vd.
verá ao Senhor, 15vigiando com cuidado para que a ninguém
12.15
Hb 4.12Co 6.1
Gl 5.4
falte a graça de Deus; para que não haja alguma
12.15
Dt 29.18
raiz de amargura, que, brotando, vos perturbe, e, por ela, sejam muitos
12.15
Tt 1.15
contaminados; 16para que não haja algum
12.16
Hb 13.4
fornicário ou
12.16
vd.
profano como Esaú,
12.16
Gn 25.33
que, por uma vianda, vendeu a sua primogenitura. 17Pois sabeis que,
12.17
Gn 27.30-40
quando ele ainda depois desejava herdar a bênção, foi rejeitado, porque não achou lugar de arrependimento, embora o buscasse, diligentemente, com lágrimas.

O contraste entre Sinai e monte Sião

18

12.18
Hb 12.182Co 3.7-12
Não tendes chegado ao fogo
12.18
Êx 19.12,1620.18
Dt 4.11
5.22
palpável e incendido, e à escuridão, e à caligem, e à tempestade, 19e ao
12.19
Êx 19.16,19
20.18Mt 24.31
som da trombeta, e
12.19
Dt 4.12Êx 19.19
à voz das palavras, a qual os que a ouviram
12.19
Êx 20.19
Dt 5.25
18.16
rogaram que não se lhes falasse mais; 20porque não podiam suportar o que lhes era ordenado:

12.20
Êx 19.12
Se até um animal tocar o monte, será apedrejado.

21Era tão terrível o que se via, que Moisés disse:
12.21
Dt 9.19
Estou todo aterrorizado e trêmulo! 22Mas
12.22
Ap 14.1
tendes chegado ao monte Sião e
12.22
cp.
à cidade do
12.22
vd.
Deus vivo,
12.22
vd.
Jerusalém celestial,
12.22
Ap 5.11
às hostes inumeráveis de anjos, 23à assembleia geral e
12.23
Hb 2.12Êx 4.22
igreja dos primogênitos que
12.23
vd.
são registrados nos céus, e a Deus,
12.23
Gn 18.25
Sl 50.6
94.2
Juiz de todos, e
12.23
Ap 6.9,11Hb 11.40
aos espíritos dos justos aperfeiçoados, 24e a Jesus,
12.24
vd.
Mediador de uma nova aliança, e ao sangue de
12.24
cp.
aspersão, que fala melhor do
12.24
vd.
que o de Abel. 25
12.25
cp.
Vede que não recuseis ao que
12.25
vd.
fala. Pois,
12.25
vd.
se não escaparam aqueles quando
12.25
cp.
recusaram o que sobre a terra
12.25
vd.
os advertiu, muito menos escaparemos nós, se damos as costas àquele que dos céus nos adverte, 26
12.26
Êx 19.18
Jz 5.4
cuja voz moveu, então, a terra, mas, agora, tem ele prometido:
12.26
Ag 2.6
Mais uma vez, eu farei tremer não só a terra, mas também o céu. 27Ora, esta palavra: Mais uma vez significa
12.27
vd.
a remoção das coisas movidas como coisas criadas, para que permaneçam as que não são movidas. 28Por isso, tendo recebido
12.28
cp.
um reino que não se pode mover, tenhamos graça, pela qual
12.28
Hb 13.15Hb 13.21
prestemos serviços mui agradáveis a Deus, com reverência e temor; 29pois o
12.29
Dt 4.24
9.3
Is 33.142Ts 1.7Hb 10.27,31
nosso Deus é um fogo consumidor.
13

Exortações

131Permaneça

13.1
vd.
a caridade fraternal. 2Não vos esqueçais
13.2
vd.
da hospitalidade aos estranhos; porque, por esta, alguns,
13.2
Gn 18.3
19.2
sem o saberem, hospedaram anjos. 3
13.3
Cl 4.18
Lembrai-vos
13.3
Hb 10.34
Mt 25.36
dos presos, como se estivésseis presos com eles; dos que são maltratados, como sendo vós mesmos no corpo. 4
13.4
1Co 7.381Tm 4.3
Seja honrado o matrimônio por todos, e seja o leito sem mácula; pois,
13.4
vd.
aos fornicários e adúlteros, Deus os julgará. 5Seja a vossa vida
13.5
vd.
isenta de avareza,
13.5
vd.
contentando-vos com o que tendes; pois ele disse:
13.5
Dt 31.6
Js 1.5
Não te deixarei, nem te desampararei. 6De modo que digamos com confiança:

13.6
Sl 118.6
O Senhor é quem me ajuda, não temerei;

que me fará o homem?

7Lembrai-vos
13.7
cp.
dos que vos governaram, os quais vos falaram
13.7
Lc 5.1
a palavra de Deus; e, contemplando o fim do seu procedimento,
13.7
Hb 6.12
imitai a sua fé. 8
13.8
cp.
Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e para sempre. 9
13.9
Ef 4.14Jd 12
Não vos deixeis levar por doutrinas várias e estranhas; porque boa coisa é
13.9
2Co 1.21
Cl 2.7
ter o coração confirmado pela graça
13.9
vd.
e não por viandas,
13.9
cp.
que não aproveitaram aos que delas cuidaram. 10Temos um altar
13.10
cp.
do qual não têm direito de comer os que
13.10
cp.
servem o tabernáculo. 11Pois
13.11
Êx 29.14
Lv 4.12,21
9.11
16.27
Nm 19.3,7
o corpo daqueles animais cujo sangue é trazido para dentro do Santo Lugar, pelo sumo sacerdote, como oferta pelo pecado, são queimados fora do acampamento. 12Porquanto Jesus também,
13.12
vd.
para que santificasse o povo
13.12
Hb 9.12
pelo seu sangue, sofreu
13.12
cp.
fora da porta. 13Saiamos, portanto, a ele fora do acampamento,
13.13
Hb 11.26Hb 12.2
Lc 9.23
levando o seu opróbrio; 14pois
13.14
Hb 10.34
12.27
não temos aqui uma cidade que permanece, mas buscamos
13.14
Hb 11.10,16
12.22Hb 2.5Ef 2.19
a que há de vir. 15
13.15
1Pe 2.5
Por ele, pois, ofereçamos constantemente a Deus
13.15
Lv 7.12
sacrifícios de louvor, isto é,
13.15
Is 57.19
Os 14.2
o fruto dos lábios que confessam o seu nome. 16Mas não vos esqueçais de fazer o bem e de
13.16
vd.
repartir com outros, pois
13.16
Fp 4.18
com tais sacrifícios é que Deus se agrada. 17
13.17
vd.
Obedecei aos que vos governam e sede-lhes sujeitos, pois
13.17
Is 62.6
Ez 3.17
At 20.28
eles velam pelas vossas almas como os que têm de dar contas. Obedecei-lhes para que isso façam com alegria e não gemendo, pois isso é uma coisa sem proveito para vós.

Um pedido de oração

18

13.18
vd.
Orai por nós, pois estamos persuadidos de que temos uma
13.18
vd.
boa consciência, desejando em tudo portar-nos bem. 19Mais e mais, vos exorto a que façais isso,
13.19
cp.
para que, mais depressa, eu vos seja restituído.

A doxologia

20

13.20
vd.
O Deus de paz, que
13.20
vd.
dos mortos trouxe, outra vez,
13.20
Zc 9.11
Hb 10.29
pelo sangue de
13.20
Is 55.3
Jr 32.40
Ez 37.26
uma aliança eterna, a Jesus, nosso Senhor, 21
13.21
cp.
grande Pastor das ovelhas,
13.21
1Pe 5.10
vos aperfeiçoe em todo o bem, para que façais a sua vontade,
13.21
vd.
fazendo ele em nós
13.21
1Jo 3.22
Hb 12.28
o que é agradável a seus olhos, mediante Jesus Cristo,
13.21
vd.
a quem seja a glória pelos séculos dos séculos. Amém.

O último pedido

22Mas

13.22
Hb 13.19Hb 3.13
10.25
12.5
At 13.15
rogo-vos,
13.22
vd.
irmãos, que suporteis essa palavra de exortação, pois
13.22
cp.
vos tenho escrito em poucas palavras. 23Sabei que
13.23
vd.
nosso irmão Timóteo tem sido libertado, com o qual, se vier brevemente, vos verei.

A saudação final

24Saudai

13.24
Hb 13.7
a todos os que vos governam e a todos
13.24
vd.
os santos. Os da
13.24
vd.
Itália vos saúdam.

A bênção

25

13.25
vd.
A graça seja com todos vós.