Tradução Brasileira (2010) (TB)

Abel e Caim

41O homem conheceu a Eva, sua mulher; ela concebeu e, dando à luz a Caim, disse: Adquiri um homem com o auxílio de Jeová. 2Tornou a dar à luz a um filho, a Abel, seu irmão.

4.2
Lc 11.50-51
Abel foi
4.2
Gn 46.32
47.3
pastor de ovelhas, mas Caim foi lavrador da terra. 3Ao cabo de dias, trouxe Caim, do fruto da terra, uma oferta a Jeová. 4
4.4
Hb 11.4
Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas com as gorduras destas.
4.4
1Sm 15.22
Jeová atentou para Abel e para a sua oferta; 5mas
4.5
Nm 16.15
1Sm 16.7
para Caim e para a sua oferta não atentou.
4.5
Is 3.9
Jd 11
Irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o semblante. 6Perguntou-lhe Jeová:
4.6
Jn 4.4
Por que andas tu irado? E por que te descaiu o semblante? 7Porventura,
4.7
Jr 3.12
Mq 7.18
se procederes bem, não terás levantado o teu semblante? E,
4.7
Nm 32.23
se não procederes bem, o pecado jaz à porta; a ti será o seu desejo,
4.7
Jó 11.14-15
Rm 6.12,16
mas tu dominarás sobre ele. 8Caim o contou a seu irmão Abel. Sucedeu, pois, que, estando eles no campo, se levantou Caim contra seu irmão Abel e o
4.8
Mt 23.35
1Jo 3.12
matou.

O primeiro homicídio

9Perguntou Jeová a Caim:

4.9
Gn 3.9
Onde está Abel, teu irmão? Respondeu ele: Não sei; sou eu o guarda de meu irmão? 10Disse Jeová: Que fizeste?
4.10
Nm 35.33
Dt 21.1-9
Hb 12.24
Ap 6.9-10
A voz do sangue de teu irmão está clamando a mim desde a terra. 11Agora,
4.11
Gn 3.14
maldito és tu desde a terra, que abriu a sua boca para da tua mão receber o sangue de teu irmão. 12Quando
4.12
Dt 28.15-24
Jl 1.10-20
lavrares o solo, não te dará mais a sua força;
4.12
Lv 26.17,36
fugitivo e vagabundo serás na terra. 13Disse Caim a Jeová: A minha punição é maior do que a que se pode suportar. 14Eis que, hoje, me
4.14
Gn 3.24
Jr 52.3
lanças da face da terra, e da tua presença serei escondido;
4.14
Dt 28.64-67
serei fugitivo e vagabundo na terra;
4.14
Nm 35.19
todo o que me encontrar matar-me-á. 15
4.15
Rm 2.4
Respondeu-lhe Jeová: Por isso, quem matar a Caim, sobre ele cairá a vingança
4.15
Gn 4.24
sete vezes mais. Deu Jeová a Caim um sinal, de que não lhe daria a morte quem quer que o encontrasse.

Descendentes de Caim

16Saiu Caim da presença de Jeová e habitou na terra de Node, ao oriente do Éden. 17Conheceu Caim à sua mulher; ela concebeu e deu à luz a Enoque. Caim edificou uma cidade e chamou o nome da cidade do nome de seu filho, Enoque. 18A Enoque nasceu Irade; Irade gerou a Meujael, Meujael gerou a Metusael, e Metusael gerou a Lameque. 19Lameque tomou para si

4.19
Gn 2.24
duas mulheres: o nome duma era Ada, e o nome da outra, Zilá. 20Ada deu à luz a Jabal, que foi o pai dos que habitam em tendas e possuem gado. 21O nome de seu irmão era Jubal, que foi o pai de todos os que tocam harpa e flauta. 22Zilá também deu à luz um filho, Tubalcaim, fabricante de todo o instrumento cortante de cobre e de ferro; e a irmã de Tubalcaim foi Naamá. 23Disse Lameque à suas mulheres:

Ada e Zilá, ouvi a minha voz;

Vós, mulheres de Lameque, escutai as minhas palavras:

4.23
Êx 20.13
Lv 19.18
Dt 32.35
Sl 94.1
pois matei um homem, porque me feriu;

e um mancebo, porque me pisou.

24Se por Caim tomar-se-á vingança

4.24
Gn 4.15
sete vezes,

com certeza, por Lameque o será setenta e sete vezes.

Nascimento de Sete

25Tornou

4.25
Gn 5.3
Adão a conhecer sua mulher; e ela deu à luz um filho, a quem pôs o nome de Sete, dizendo: Deus me deu outro filho em lugar de Abel,
4.25
Gn 4.8
porquanto Caim o matou. 26A Sete também nasceu
4.26
Lc 3.38
um filho, a quem pôs o nome de Enos; foi nesse tempo que os homens começaram
4.26
Gn 12.8
26.25
a invocar o nome de Jeová.

Descendentes de Sete

51Este é o livro das gerações de Adão. No dia em que Deus criou o homem,

5.1
Gn 1.27
à semelhança de Deus o fez; 2
5.2
Mc 10.6
homem e mulher os criou, e os
5.2
Gn 1.28
abençoou, e os chamou pelo nome de homem, no dia em que foram criados. 3Adão viveu cento e trinta anos e gerou à sua semelhança, conforme a sua imagem, um filho, a quem pôs o nome de Sete. 4Foram os dias de Adão, depois que gerou a Sete, oitocentos anos; e gerou filhos e filhas. 5Todos os dias que Adão viveu foram novecentos e trinta anos; e morreu.

6Sete viveu cento e cinco anos e gerou a Enos. 7Viveu Sete, depois que gerou a Enos, oitocentos e sete anos; e gerou filhos e filhas. 8Todos os dias de Sete foram novecentos e doze anos; e morreu.

9Enos viveu noventa anos e gerou a Cainã. 10Viveu Enos, depois que gerou a Cainã, oitocentos e quinze anos; e gerou filhos e filhas. 11Todos os dias de Enos foram novecentos e cinco anos; e morreu.

12Cainã viveu setenta anos e gerou a Maalaleel. 13Viveu Cainã, depois que gerou a Maalaleel, oitocentos e quarenta anos; e gerou filhos e filhas. 14Todos os dias de Cainã foram novecentos e dez anos; e morreu.

15Maalaleel viveu sessenta e cinco anos e gerou a Jerede. 16Viveu Maalaleel, depois que gerou a Jerede, oitocentos e trinta anos; e gerou filhos e filhas. 17Todos os dias de Maalaleel foram oitocentos e noventa e cinco anos; e morreu.

18Jerede viveu cento e sessenta e dois anos e gerou a Enoque. 19Viveu Jerede, depois que gerou a Enoque, oitocentos anos; e gerou filhos e filhas. 20Todos os dias de Jerede foram novecentos e sessenta e dois anos; e morreu.

21Enoque viveu sessenta e cinco anos e gerou Metusalém. 22

5.22
Gn 6.9
17.1
24.40
48.15
Andou Enoque com Deus, depois que gerou a Metusalém, trezentos anos; e gerou filhos e filhas. 23Todos os dias de Enoque foram trezentos e sessenta e cinco anos. 24Enoque andou com Deus; e não apareceu mais, porque Deus o
5.24
2Rs 2.10
Sl 49.15
73.24
Hb 11.5
tomou.

25Metusalém viveu cento e oitenta e sete anos e gerou a Lameque. 26Viveu Metusalém, depois que gerou a Lameque, setecentos e oitenta e dois anos; e gerou filhos e filhas. 27Todos os dias de Metusalém foram novecentos e sessenta e nove anos; e morreu.

28Lameque viveu cento e oitenta e dois anos e gerou um filho, 29a quem chamou Noé, dizendo: Este nos dará descanso das nossas obras e do trabalho das nossas mãos, os quais vêm

5.29
Gn 3.17-19
da terra que Jeová amaldiçoou. 30Viveu Lameque, depois que gerou a Noé, quinhentos e noventa e cinco anos; e gerou filhos e filhas. 31Todos os dias de Lameque foram setecentos e setenta e sete anos; e morreu.

32Noé era da idade de

5.32
Gn 7.6
quinhentos anos e gerou a Sem, Cam e Jafé.

6

A corrupção do gênero humano

61Quando os homens começaram a multiplicar-se sobre a terra e lhes nasceram filhas, 2viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram. 3Então, disse Jeová:

6.3
1Pe 3.20
O meu Espírito não permanecerá para sempre no homem; por causa do seu errar, é ele carne; portanto, os seus dias serão cento e vinte anos. 4Ora, naqueles dias, estavam os nefilins na terra e também depois, quando os filhos de Deus conheceram as filhas dos homens, as quais lhes deram filhos. Os nefilins eram os valentes que houve na antiguidade, varões de renome.

5Viu Jeová que era grande a maldade do homem na terra e que

6.5
Gn 8.21
Sl 14.1-3
toda a imaginação dos pensamentos do seu coração era má continuamente. 6Então,
6.6
Jr 18.7-10
se arrependeu Jeová de ter feito o homem na terra, e pesou-lhe em seu coração. 7Disse Jeová:
6.7
Dt 28.63
29.20
Farei desaparecer da face da terra o homem que criei, desde o homem até o animal, até os répteis e até as aves do céu; porque
6.7
Am 7.3,6
me arrependo de os haver feito. 8Porém Noé
6.8
Êx 33.17
achou graça aos olhos de Jeová.

9Estas são as gerações de Noé. Noé foi

6.9
Sl 37.39
um homem justo e
6.9
Gn 17.1
Dt 18.13
Jó 1.1
perfeito nas suas gerações; Noé
6.9
Gn 5.24
andou com Deus. 10Gerou três filhos: Sem, Cam e Jafé. 11A terra estava
6.11
Dt 31.29
Jz 2.19
corrompida diante de Deus e
6.11
Ez 8.17
cheia de violência. 12Viu Deus a terra, e eis que estava corrompida; porque
6.12
Sl 14.1-3
toda a carne tinha corrompido o seu caminho sobre a terra.

Deus anuncia o dilúvio

13Disse Deus a Noé:

6.13
Is 34.1-4
Ez 7.2-3
Hei resolvido dar cabo de toda a carne, porque a terra está cheia da violência dos homens; eis que eu os farei perecer juntamente com a terra. 14Faze para ti uma arca de madeira de gofer; compartimentos farás na arca e untá-la-ás com betume por dentro e por fora. 15Desta maneira a farás: o comprimento da arca será de trezentos cúbitos, a sua largura, de cinquenta e a sua altura, de trinta. 16Farás para a arca uma janela e lhe darás um cúbito de alto; a porta da arca porás no seu lado; fa-la-ás com andares, um embaixo, um segundo e um terceiro. 17Eis que eu vou trazer o dilúvio de águas sobre a terra, para fazer perecer de debaixo do céu toda a carne, em que há o espírito de vida; tudo o que há na terra morrerá. 18Porém, contigo estabelecerei a
6.18
Gn 9.9-16
17.7
minha aliança;
6.18
Gn 7.7
entrarás na arca, tu com teus filhos, tua mulher e as mulheres de teus filhos. 19
6.19
Gn 7.2,14-15
De tudo o que vive de toda a carne, dois de cada espécie farás entrar na arca, para os conservar vivos contigo; macho e fêmea serão. 20
6.20
Gn 7.3
Das aves segundo as suas espécies, do gado segundo as suas espécies, e de todo o réptil da terra segundo as suas espécies, dois de cada espécie virão a ti, para os conservares em vida. 21Leva contigo de tudo o que se come e ajunta-o para ti; ser-te-á para alimento, a ti e a eles. 22
6.22
Gn 7.5
Assim fez Noé; segundo tudo o que Deus lhe ordenou, assim o fez.