Tradução Brasileira (2010) (TB)
23

Morte e sepultura de Sara

231Foi a vida de Sara cento e vinte e sete anos; estes foram os anos da vida de Sara. 2Morrendo Sara em

23.2
Js 14.15
15.13
21.11
Quiriate-Arba, que é Hebrom, na terra de Canaã, veio Abraão para carpi-la e chorar por ela. 3Depois de se levantar de diante da sua falecida mulher, disse aos filhos de
23.3
Gn 10.15
15.20
Hete: 4
23.4
Lv 25.23
1Cr 29.15
Sl 39.12
Hb 11.9,13
Peregrino e forasteiro sou entre vós. Dai-me entre vós a posse dum lugar de sepultura, para que eu sepulte o meu defunto de diante da minha face. 5Responderam-lhe os filhos de Hete: 6Ouve-nos, meu senhor. Tu és
23.6
Gn 14.14
20.7
príncipe de Deus entre nós; enterra na melhor de nossas sepulturas o teu defunto; nenhum de nós te vedará a sua sepultura, para enterrares o teu defunto. 7Levantou-se Abraão e fez reverência ao povo da terra, aos filhos de Hete. 8Falou com eles, dizendo: Se é do vosso agrado que eu sepulte o meu defunto de diante da minha face, ouvi-me e intercedei por mim junto a
23.8
Gn 25.9
Efrom, filho de Zoar, 9para que ele me dê a cova de Macpela, que tem no fim do seu campo; que ma dê pelo preço justo para uma posse entre vós de um lugar de sepultura. 10Ora, Efrom estava sentado no meio dos filhos de Hete; respondeu Efrom, o heteu, a Abraão, ouvindo-o os filhos de Hete, a saber,
23.10
Gn 23.18
34.20,24
Rt 4.1,11
todos os que entravam pela porta da sua cidade: 11De nenhuma sorte, meu senhor, ouve-me. O campo te dou, também te dou a cova que nele está; na presença dos filhos do meu povo, te dou; sepulta o teu defunto. 12Abraão fez uma reverência diante do povo da terra. 13E disse a Efrom, aos ouvidos do povo da terra: Mas, se te agrada, ouve-me. Darei o preço do campo; toma-o de mim, e ali sepultarei o meu defunto. 14Respondeu-lhe Efrom: 15Meu senhor, ouve-me. Um terreno que vale quatrocentos
23.15
Êx 30.13
siclos de prata! Que é isso entre mim e ti? Sepulta ali o teu defunto. 16Abraão ouviu a Efrom; e
23.16
2Sm 14.26
Jr 32.9
Zc 11.12
pesou-lhe a prata de que este tinha falado aos ouvidos dos filhos de Hete, quatrocentos siclos de prata, moeda corrente entre os mercadores.

17Assim,

23.17
Gn 25.9
49.29-30
50.13
o campo de Efrom, que estava em Macpela, em frente de Manre, o campo e a cova que nele havia e todas as árvores que no campo havia, por todos os seus limites ao redor, se confirmaram 18a Abraão como posse
23.18
Gn 23.10
na presença dos filhos de Hete, a saber, de todos os que entravam pela porta da sua cidade. 19Depois, sepultou Abraão a Sara, sua mulher, na cova do campo de Macpela, em frente de Manre (esta é Hebrom), na terra de Canaã. 20Assim, o campo e a cova que nele estava foram confirmados a Abraão pelos filhos de Hete, para posse de um lugar de sepultura.