Tradução Brasileira (2010) (TB)
1

Ciro convida os judeus a voltarem para Jerusalém e edificarem o templo

11

1.1
2Cr 36.22
No primeiro ano de Ciro, rei da Pérsia, para que se cumprisse a palavra de Jeová por boca de Jeremias, moveu Jeová o espírito de Ciro, rei da Pérsia,
1.1
Ed 5.13
para fazer por todo o seu reino, de viva voz e por escrito, este pregão: 2Assim diz Ciro, rei da Pérsia: Jeová, Deus do céu, deu-me todos os reinos da terra e
1.2
Is 44.28
45.1,12-13
encarregou-me de lhe edificar uma casa em Jerusalém de Judá. 3Quem dentre vós é do seu povo, seja com ele seu Deus, suba para Jerusalém de Judá e edifique a Casa de Jeová, Deus de Israel (
1.3
Dn 6.26
ele é Deus), a qual está em Jerusalém. 4Quem quer que restar, seja qual for o lugar em que é peregrino, ajudem-no os homens do seu lugar com prata, com ouro, com fazenda e com animais, afora a oferta voluntária para a Casa de Jeová, que é em Jerusalém.

Os tesouros do templo são restituídos

5Então, se levantaram os cabeças das famílias de Judá e de Benjamim, os sacerdotes e os levitas,

1.5
Ed 1.1
todos aqueles cujo espírito Deus tinha movido para subirem a edificar a Casa de Jeová, que é em Jerusalém. 6Todos os que eram os seus vizinhos lhes
1.6
Ed 6.22
Is 35.3
fortaleceram as mãos com vasos de prata, com ouro, com fazenda, com animais e coisas preciosas, além de tudo o que se ofereceu voluntariamente. 7Também
1.7
Ed 5.14
6.5
o rei Ciro entregou os vasos da Casa de Jeová,
1.7
2Cr 36.7
os quais Nabucodonosor tinha levado de Jerusalém e posto na casa dos seus deuses. 8Ciro, rei da Pérsia, fê-los sair, de fato, pelo tesoureiro Mitredate, que os entregou enumerados a
1.8
Ed 5.14
Sesbazar, príncipe de Judá. 9Eis o número deles:
1.9
Ed 8.27
trinta cestos de ouro, mil cestos de prata e vinte e nove facas; 10trinta taças de ouro, quatrocentas e dez taças de prata de segunda ordem e mil outros vasos. 11Todos os vasos de ouro e de prata eram cinco mil e quatrocentos. Todos estes levou Sesbazar, quando os do cativeiro foram levados de Babilônia para Jerusalém.

2

A lista dos que voltaram de Babilônia para Jerusalém com Zorobabel

21

2.1
Ne 7.6-73
Ora, estes são os filhos da província que subiram do cativeiro dentre os exilados, a quem Nabucodonosor, rei de Babilônia, tinha levado para Babilônia, e que voltaram para Jerusalém e para Judá, cada um para a sua cidade, 2Partiram eles com Zorobabel, Jesua, Neemias, Seraías, Reelaías, Mordecai, Bilsã, Mispar, Bigvai, Reum e Baaná.

Número dos homens do povo de Israel: 3os filhos de Parós: dois mil e cento e setenta e dois. 4Os filhos de Sefatias: trezentos e setenta e dois. 5Os filhos de Ara: setecentos e setenta e cinco. 6Os filhos de Paate-Moabe, dos filhos de Jesua e de Joabe: dois mil e oitocentos e doze. 7Os filhos de Elão: mil e duzentos e cinquenta e quatro. 8Os filhos de Zatu: novecentos e quarenta e cinco. 9Os filhos de Zacai: setecentos e sessenta. 10Os filhos de Bani: seiscentos e quarenta e dois. 11Os filhos de Bebai: seiscentos e vinte e três. 12Os filhos de Azgade: mil e duzentos e vinte e dois. 13Os filhos de Adonicão: seiscentos e sessenta e seis. 14Os filhos de Bigvai: dois mil e cinquenta e seis. 15Os filhos de Adim: quatrocentos e cinquenta e quatro. 16Os filhos de Ater: de Ezequias, noventa e oito. 17Os filhos de Bezai: trezentos e vinte e três. 18Os filhos de Jora: cento e doze. 19Os filhos de Hasum: duzentos e vinte e três. 20Os filhos de Gibar: noventa e cinco. 21Os filhos de Belém: cento e vinte e três. 22Os homens de Netofa: cinquenta e seis. 23Os homens de Anatote: cento e vinte e oito. 24Os filhos de Azmavete: quarenta e dois. 25Os filhos de Quiriate-Arim, Quefira e Bearote: setecentos e quarenta e três. 26Os filhos de Ramá e de Geba: seiscentos e vinte e um. 27Os homens de Micmás: cento e vinte e dois. 28Os homens de Betel e de Ai: duzentos e vinte e três. 29Os filhos de Nebo: cinquenta e dois. 30Os filhos de Magbis: cento e cinquenta e seis. 31Os filhos do outro Elão: mil e duzentos e cinquenta e quatro. 32Os filhos de Harim: trezentos e vinte. 33Os filhos de Lode, Hadide e Ono: setecentos e vinte e cinco. 34Os filhos de Jericó: trezentos e quarenta e cinco. 35Os filhos de Senaá: três mil e seiscentos e trinta.

36

2.36
1Cr 24.7-18
Sacerdotes: os filhos de Jedaías, da casa de Jesua: novecentos e setenta e três. 37Os filhos de Imer: mil e cinquenta e dois. 38
2.38
1Cr 9.12
Os filhos de Pasur: mil e duzentos e quarenta e sete. 39Os filhos de Harim: mil e dezessete.

40Levitas: os filhos de Jesua e Cadmiel, dos filhos de Hodavias: setenta e quatro. 41Cantores: os filhos de Asafe: cento e vinte e oito. 42Filhos dos porteiros: os filhos de Salum, os filhos de Ater, os filhos de Talmom, os filhos de Acube, os filhos de Hatita, os filhos de Sobai: por todos cento e trinta e nove.

43Netinins: os filhos de Zia, os filhos de Hasufa, os filhos de Tabaote; 44os filhos de Queros, os filhos de Sia, os filhos de Padom; 45os filhos de Lebaná, os filhos de Hagaba, os filhos de Acube; 46os filhos de Hagabe, os filhos de Sanlai, os filhos de Hanã; 47os filhos de Gidel, os filhos de Gaar, os filhos de Reaías; 48os filhos de Rezim, os filhos de Necoda, os filhos de Gazão; 49os filhos de Uza, os filhos de Paseia, os filhos de Besai; 50os filhos de Asna, os filhos de Meunim, os filhos de Nefisim; 51os filhos de Bacbuque, os filhos de Hacufa, os filhos de Harur; 52os filhos de Bazlute, os filhos de Meída, os filhos de Harsa; 53os filhos de Barcos, os filhos de Sísera, os filhos de Tema; 54os filhos de Nesias, os filhos de Hatifa.

55Filhos dos servos de Salomão: os filhos de Sotai, os filhos de Soferete, os filhos de Peruda; 56os filhos de Jaala, os filhos de Darcom, os filhos de Gidel; 57os filhos de Sefatias, os filhos de Hatil, os filhos de Poquerete-Hazebaim, os filhos de Ami. 58Todos os netinins e os filhos dos servos de Salomão eram trezentos e noventa e dois.

59Estes foram os que subiram de Tel-Melá, de Tel-Harsa, de Querube, de Adã e de Imer; não puderam, porém, provar que as suas famílias e a sua linhagem eram de Israel: 60os filhos de Delaías, os filhos de Tobias, os filhos de Necoda: seiscentos e cinquenta e dois. 61E dos filhos dos sacerdotes: os filhos de Habaías, os filhos de Coz, os filhos de

2.61
2Sm 17.27
Barzilai, que tomou por mulher uma das filhas de Barzilai, gileadita, e que foi chamado do seu nome. 62Estes procuraram os seus títulos nos registros genealógicos, porém não os encontraram;
2.62
Nm 16.39-40
por isso, foram tidos por imundos e excluídos do sacerdócio. 63O governador intimou-lhes
2.63
Lv 2.3,10
que não comessem das coisas santíssimas, até que se levantasse sacerdote com Urim e
2.63
Êx 28.30
com Tumim.

64Toda essa congregação junta foi quarenta e dois mil e trezentos e sessenta, 65além dos seus escravos e das suas escravas, dos quais havia sete mil e trezentos e trinta e sete; e tinham duzentos

2.65
2Cr 35.25
cantores e cantoras. 66Os seus cavalos eram setecentos e trinta e seis; os seus machos: duzentos e quarenta e cinco; 67os seus camelos: quatrocentos e trinta e cinco; os seus jumentos: seis mil e setecentos e vinte.

68Alguns dos cabeças das famílias, quando chegaram à Casa de Jeová, que é em Jerusalém, fizeram ofertas voluntárias para a Casa de Deus, a fim de a restabelecer no seu lugar; 69deram, conforme as suas posses,

2.69
Ed 8.25-34
para a tesouraria da obra sessenta e um mil daricos de ouro, cinco mil minas de prata e cem vestes sacerdotais.

70Os sacerdotes e os levitas, e alguns do povo, e os cantores, e os porteiros, e os netinins habitaram nas suas cidades, e todo o Israel, nas suas cidades.

3

É levantado o altar

31

3.1
Ne 7.73
8.1
Tendo chegado o sétimo mês, e estando os filhos de Israel nas cidades, ajuntou-se o povo, como um só homem, em Jerusalém. 2Então, se levantou
3.2
Ne 12.1,8
Jesua, filho de Jozadaque, e seus irmãos, sacerdotes, e
3.2
Ed 2.2
Zorobabel, filho de
3.2
1Cr 3.17
Sealtiel, e seus irmãos, e edificaram o altar do Deus de Israel, para oferecerem sobre ele holocaustos,
3.2
Dt 12.5-6
como está escrito na lei de Moisés, homem de Deus. 3Colocaram o altar sobre a sua base (
3.3
Ed 4.4
pois o terror estava sobre eles por causa dos povos de outras terras) e
3.3
Nm 28.2
ofereceram sobre ele holocaustos a Jeová, holocaustos da manhã e da tarde. 4
3.4
Ne 8.14
Celebraram a Festa dos Tabernáculos,
3.4
Êx 23.16
como está escrito, e ofereceram os holocaustos diários
3.4
Nm 29.12
segundo o número ordenado para cada dia; 5e, em seguida, o holocausto perpétuo, e
3.5
Nm 28.11
as ofertas das luas novas e
3.5
Nm 29.39
de todas as festas fixas e consagradas de Jeová, e de todos os que faziam ofertas voluntárias a Jeová. 6Desde o primeiro dia do sétimo mês, começaram a oferecer holocaustos a Jeová, mas ainda se não tinham lançado os fundamentos do templo de Jeová. 7Deram dinheiro aos pedreiros e aos carpinteiros; e
3.7
2Cr 2.10
comida, e bebida, e azeite, aos de Sidom, e aos de Tiro,
3.7
2Cr 2.16
para que trouxessem, do Líbano até o mar e daí até Jope, madeiras de cedro,
3.7
Ed 1.2
6.3
segundo a permissão que lhes tinha dado Ciro, rei da Pérsia.

São lançados os alicerces do templo

8Ora, no segundo ano da chegada deles à Casa de Deus, em Jerusalém, no segundo mês,

3.8
Ed 3.2
4.3
Zorobabel, filho de Sealtiel, e Jesua, filho de Jozadaque, e os outros seus irmãos, sacerdotes e levitas, e todos os que tinham vindo do cativeiro para Jerusalém puseram mãos à obra e
3.8
1Cr 23.4,24
constituíram os levitas da idade de vinte anos e daí para cima para superintenderem a obra da Casa de Jeová. 9Então, se apresentaram Jesua com seus filhos e seus irmãos, Cadmiel e seus filhos, filhos de Judá, para superintenderem os que trabalhavam na Casa de Deus, bem como os filhos de Hanadade, com seus filhos e irmãos, levitas. 10Quando os edificadores lançaram os alicerces do templo de Jeová, apresentaram-se os sacerdotes, trajando as suas vestes e com trombetas, e os levitas, filhos de Asafe, com címbalos, para louvarem a Jeová,
3.10
1Cr 6.31
25.1
segundo a ordem de Davi, rei de Israel. 11
3.11
Ne 12.24,40
Cantavam uns aos outros, louvando a Jeová e dando-lhe graças com estas palavras:
3.11
1Cr 16.34
Porque ele é bom, porque a sua misericórdia dura para sempre sobre Israel. Todo o povo levantou grandes brados, louvando a Jeová, por se terem lançado os alicerces da Casa de Jeová. 12Muitos, porém, dos sacerdotes, dos levitas e dos cabeças das famílias,
3.12
Ag 2.3
homens idosos, que tinham visto a primeira casa, choraram em altas vozes, quando foram lançados à sua vista os alicerces desta casa; e o júbilo de muitos manifestou-se em gritos, 13de maneira que não podia o povo discernir as vozes do júbilo de alegria das vozes do choro do povo. Pois o povo levantou grandes brados, cujo som se ouviu de mui longe.