Tradução Brasileira (2010) (TB)
21

A espada afiada do Senhor

211Veio a mim a palavra de Jeová, dizendo: 2Filho do homem,

21.2
Ez 20.46
25.2
28.21
olha para Jerusalém,
21.2
Ez 20.46
Jó 29.22
e deixa cair a tua palavra para os santuários, e profetiza contra a
21.2
Ez 4.7
Jr 26.11-12
terra de Israel. 3Dize à terra de Israel: Assim diz Jeová: Eis
21.3
Ez 5.8
Jr 21.13
Na 2.13
3.5
que sou contra ti, e tirarei a minha
21.3
Ez 21.9-11,19
Jr 47.6-7
espada da sua bainha, e exterminarei do meio de ti
21.3
Is 57.1
o justo e
21.3
Ez 3.18-19
o ímpio. 4Visto, pois, que exterminarei do meio de ti o justo e o ímpio, por isso a minha espada sairá da sua bainha contra
21.4
Ez 7.2
20.47
Jr 12.12
toda carne, desde o Sul até o Norte; 5e saberá
21.5
Ez 20.48
Nm 14.21-23
toda a carne que eu, Jeová, tirei da bainha a minha espada; para lá
21.5
Ez 21.30
1Sm 3.12
Jr 23.20
Na 1.9
não se tornará mais. 6
21.6
Ez 21.12
Ez 9.4
Is 22.4
Jr 30.6
Suspira, pois, filho do homem; aos olhos deles, com quebrantamento dos lombos e com amargura, darás suspiros. 7Quando te disserem: Por que suspiras tu? Dirás: Por causa das
21.7
Ez 7.26
novas, porque elas vêm.
21.7
Is 13.7
Na 2.10
Todos os corações se derreterão, todas as
21.7
Ez 7.17
22.14
Jr 50.43
mãos se enfraquecerão, e todos os joelhos ficarão fracos como água; eis que elas vêm e se cumprirão, diz o Senhor Jeová.

8Veio a mim a palavra de Jeová, dizendo: 9Filho do homem, profetiza e dize: Assim diz o Senhor:

21.9
Ez 21.19,28
Ez 5.1,12
A espada, a espada, está afiada e polida; 10está afiada para fazer uma
21.10
Is 34.5-6
matança; está polida para ser
21.10
Ez 21.15
como relâmpago. Havemos, pois, de nos alegrar? A vara de meu filho
21.10
Ez 20.47
Sl 110.5-6
despreza todas as árvores. 11Ela se dá a polir, para que seja manejada; esta espada está afiada, está polida, para se meter na
21.11
Ez 21.15,19
mão de quem vai fazer a matança. 12
21.12
Ez 21.6
Jl 1.13
Grita e uiva, filho do homem, pois ela está sobre o meu povo, está sobre todos os
21.12
Ez 21.25
Ez 22.6
príncipes de Israel. Estes, juntamente com o meu povo, estão entregues à espada; portanto,
21.12
Ez 21.14
Ez 6.11
Jr 31.19
dá pancadas na tua coxa. 13Pois há uma prova; e que será, se não mais subsistir
21.13
Ez 21.10
a vara que despreza tudo? — diz o Senhor Jeová. 14Tu, pois, filho do homem, profetiza
21.14
Ez 21.17
Ez 6.11
22.13
Nm 24.10
e bate com as mãos uma na outra;
21.14
Lv 26.21,24
2Rs 24.1,10-16
25.1
e dobre-se a espada três vezes, a espada
21.14
Ez 21.25
Ez 30.24
dos mortalmente feridos. É a espada do grande que está mortalmente ferido, a que os rodeia. 15Pus a ponta da espada contra todas
21.15
Ez 21.19
Jr 17.27
as suas portas, para que se lhes
21.15
Ez 21.7
Js 2.11
2Sm 17.10
Sl 22.14
derreta o coração e se lhes multiplique
21.15
Is 59.10
Jr 13.16
18.15
o tropeçar. Ah! Ela está feita
21.15
Ez 21.10
como relâmpago, está aguçada para matar. 16Une as tuas forças, ó espada, vai-te para a direita; prepara-te, e vai-te para a esquerda, para onde quer que o teu rosto se dirigir. 17Também eu
21.17
Ez 21.14
Ez 22.13
baterei as mãos uma na outra,
21.17
Ez 5.13
e satisfarei o meu furor. Eu, Jeová, o disse.

18De novo, veio a mim a palavra de Jeová, dizendo: 19Também tu, filho do homem,

21.19
Ez 4.1-3
Jr 1.10
traça dois caminhos por onde venha
21.19
Ez 21.15
a espada do rei de Babilônia. De uma só terra sairão ambos; marca um lugar; marca-o no princípio do caminho da cidade. 20Faze um caminho por onde virá a espada a
21.20
Ez 25.5
Dt 3.11
Jr 49.2
Am 1.14
Rabá dos filhos de Amom, e a Judá, e a Jerusalém,
21.20
Sl 48.12-13
125.1-2
a fortificada. 21Pois o rei de Babilônia para na encruzilhada, no princípio dos dois caminhos, para usar de
21.21
Nm 22.7
23.23
adivinhações;
21.21
Pv 16.33
21.1
sacode as setas, consulta
21.21
Gn 31.19,30
Jz 17.5
os terafins, examina os rins. 22Na sua mão direita, achava-se a adivinhação sobre Jerusalém,
21.22
Ez 4.2
para dispor os aríetes, para abrir a boca com ordens de matar, para levantar a voz com alarido,
21.22
Ez 26.9
para pôr os aríetes contra as portas, para levantar terraplenos, para edificar fortes. 23E será isso como adivinhação vã aos olhos daqueles
21.23
Ez 17.16,18
que lhes fizeram juramentos, porém
21.23
Ez 21.24
Ez 29.16
Nm 5.15
ele se lembrará da iniquidade, para que sejam apanhados.

24Portanto, assim diz o Senhor Jeová: Porque fizestes que seja lembrada a vossa iniquidade, sendo descobertas as vossas transgressões, de maneira que em todos os vossos feitos aparecem os vossos pecados; porquanto sois lembrados,

21.24
Ez 17.20
sereis apanhados com a mão. 25Ó tu,
21.25
Ez 21.14,29
ímpio mortalmente ferido, príncipe de Israel, cujo
21.25
Ez 7.2-3,7
Sl 37.13
dia é chegado,
21.25
Ez 35.5
no tempo em que termina a iniquidade; 26assim diz o Senhor Jeová: Remove o diadema e tira a
21.26
Ez 16.12
Jr 13.18
coroa; o que é não mais será o mesmo;
21.26
Ez 17.24
Sl 75.7
exalte-se o que está abatido, e abata-se o que está exaltado. 27Eu o
21.27
Ag 2.21-22
transtornarei, transtornarei, transtornarei; também o que é
21.27
Ez 21.26
não continuará, até que venha aquele
21.27
Ez 34.24
37.24
Sl 2.6
72.7,10
Jr 23.5-6
a quem pertence o direito; e lho darei a ele.

28Tu, filho do homem, profetiza e dize: Assim diz o Senhor Jeová acerca dos filhos de

21.28
Ez 21.20
Ez 25.2-3
Jr 49.1-5
Am 1.13-15
Amom e acerca
21.28
Ez 36.15
Sf 2.8-10
do opróbrio deles; dize:
21.28
Ez 21.9-10
A espada, a espada está desembainhada, para a matança está polida, a fim de que
21.28
Is 31.8
Jr 12.12
46.10,14
devore, que seja como relâmpago; 29no tempo em que para ti veem
21.29
Ez 13.6-9
22.28
Jr 27.9
vaidade e adivinham mentiras, para te porem sobre os pescoços dos ímpios que estão
21.29
Ez 21.25
mortalmente feridos, cujo dia é chegado,
21.29
Ez 21.25
Ez 35.5
no tempo em que termina a iniquidade. 30
21.30
Jr 47.6-7
Torna-a para a bainha.
21.30
Ez 25.5
No lugar em que foste criado, na terra da tua natividade, eu te julgarei. 31
21.31
Ez 14.19
25.7
Na 1.6
Derramarei sobre ti a minha indignação,
21.31
Ez 22.20-21
Sl 18.15
Is 30.33
Ag 1.9
assoprarei sobre ti com o fogo do meu furor e te entregarei nas mãos de homens brutais,
21.31
Jr 4.7
6.22-23
51.20-21
Hc 1.6-10
destros para destruírem. 32Servirás
21.32
Ez 20.47-48
Ml 4.1
de pasto ao fogo; o teu sangue será no meio da terra;
21.32
Ez 25.10
não serás mais lembrado. Pois eu, Jeová, o disse.

22

Descrição das abominações de Jerusalém

221Demais, veio a mim a palavra de Jeová, dizendo: 2Tu, filho do homem, acaso,

22.2
Ez 20.4
23.36
julgarás, sim, julgarás a
22.2
Ez 9.9
24.6-9
Os 4.2
Na 3.1
cidade sanguinolenta?
22.2
Ez 16.2
20.4
Faze-lhe, pois, conhecer todas as suas abominações. 3Dirás: Assim diz o Senhor Jeová: Uma cidade
22.3
Ez 22.6,27
Ez 23.37,45
Sf 3.3
que derrama sangue dentro de si para que venha o seu tempo, e que faz ídolos contra si mesmo para se contaminar! 4Pelo teu sangue que derramaste, te fazes
22.4
Ez 24.7-8
2Rs 21.16
culpada; e, pelos teus ídolos que fabricaste, estás contaminada; e fizeste avizinhar
22.4
Ez 7.2-3,7
21.25
os teus dias e és chegada até os teus anos. Por isso, eu te fiz o
22.4
Ez 5.14-15
16.57
Sl 44.13-14
opróbrio das nações e o escárnio de todos os países. 5Os que estão perto e os que estão longe de ti escarnecerão de ti, ó infame e cheia de
22.5
Is 22.2
tumultos.

6Eis que os

22.6
Ez 22.27
Is 1.23
príncipes de Israel, cada um conforme o seu poder, têm estado no meio de ti, para
22.6
Ez 22.3,13
derramarem o sangue. 7No meio de ti,
22.7
Lv 20.9
Dt 27.16
fizeram pouco caso de seu pai e de sua mãe; no meio de ti, usaram de
22.7
Êx 23.9
Jr 7.6
Zc 7.10
opressão para com o estrangeiro; no meio de ti, foram injustos para com o
22.7
Ez 22.25
Êx 22.22
Ml 3.5
órfão e a viúva. 8Desprezaste as minhas
22.8
Ez 22.26
coisas sagradas e profanaste os meus
22.8
Ez 20.13,21,24
23.38-39
sábados. 9Homens caluniadores acharam-se no meio de ti
22.9
Ez 22.2-3,6,13
para derramarem o sangue; e no meio de ti
22.9
Ez 18.6,11,15
comeram sobre os montes; no meio de ti
22.9
Ez 23.29
Os 4.2,10,14
praticaram a luxúria. 10No meio de ti
22.10
Lv 18.8
descobriram a nudez de seus pais; no meio de ti humilharam a que estava
22.10
Ez 18.6
Lv 18.19
imunda no tempo da sua separação. 11Um praticou o que é abominável
22.11
Ez 18.11
33.26
com a mulher do seu próximo, outro contaminou com luxúria
22.11
Lv 18.15
sua nora, e outro no meio de ti
22.11
2Sm 13.14
humilhou sua irmã, filha de seu pai. 12No meio de ti,
22.12
Dt 27.25
Mq 7.2-3
receberam peitas para derramarem o sangue;
22.12
Lv 25.36
usura e ganhos ilícitos tomaste; e ávido de sórdidas ganâncias, trataste o teu próximo com
22.12
Lv 19.13
opressão e de mim
22.12
Ez 23.35
Sl 106.21
te esqueceste, diz o Senhor Jeová.

13Eis que, portanto,

22.13
Ez 21.14,17
bati as mãos contra
22.13
Is 33.15
Am 2.6-8
Mq 2.2
o lucro desonesto que ganhaste e contra o teu
22.13
Ez 22.3
sangue que houve no meio de ti. 14Poderá o teu coração estar firme ou poderão ser fortes
22.14
Ez 7.17
21.7
Is 45.9
as tuas mãos nos dias em que eu tratarei contigo?
22.14
Ez 24.14
Eu, Jeová, o disse e o farei. 15
22.15
Ez 20.23
Dt 4.27
Ne 1.8
Zc 7.14
Espalhar-te-ei entre as nações, e te dispersarei pelos países, e de ti
22.15
Ez 23.27,48
consumirei a tua imundícia. 16
22.16
Ez 22.4
Serás profanada em ti mesma, à vista das nações,
22.16
Ez 6.7
Sl 83.18
e saberás que eu sou Jeová.

Os pecados de Jerusalém castigados

17Veio a mim a palavra de Jeová, dizendo: 18Filho do homem, a casa de Israel tem-se tornado para mim em

22.18
Sl 119.119
Is 1.22
Lm 4.1
escória; todos eles são
22.18
Jr 6.28,30
cobre, e estanho, e ferro, e chumbo, no meio da
22.18
Pv 17.3
Is 48.10
fornalha; eles são a escória da prata. 19Portanto, assim diz o Senhor Jeová: Porquanto todos vós vos tornastes em escória, portanto eis que eu vos ajuntarei no meio de Jerusalém. 20Como se ajuntam a prata, e o cobre, e o ferro, e o chumbo, e o estanho no meio da
22.20
Is 1.25
fornalha,
22.20
Ez 22.21
para assoprar o fogo sobre eles, com o fim de os fundir, assim
22.20
Ml 3.2
vos ajuntarei na minha ira e no meu furor, e ali vos porei, e vos fundirei. 21Na verdade, congregar-vos-ei e assoprarei sobre vós com o fogo da minha ira, e sereis
22.21
Sl 68.2
fundidos no meio dela. 22Como se funde a prata no meio da fornalha, assim sereis
22.22
Ez 21.7
fundidos no meio dela; e sabereis que eu, Jeová,
22.22
Ez 20.8,33
Os 5.10
derramei o meu furor sobre vós.

Os profetas, sacerdotes e príncipes infiéis são denunciados

23Veio a mim a palavra de Jeová, dizendo: 24Filho do homem, dize-lhe a ela: Tu és uma terra que

22.24
Ez 24.13
2Cr 28.22
Is 9.13
Jr 2.30
Sf 3.2
não está purificada, nem regada de chuvas no dia da
22.24
Ez 22.14,31
indignação. 25Há, no meio dela, uma
22.25
Jr 11.9
Os 6.9
conspiração dos seus profetas, como
22.25
Sl 10.9
17.12
22.13
um leão que ruge e
22.25
Ez 34.2-4
Is 56.11
Os 6.9
Mq 3.5
que arrebata a presa. Eles
22.25
Ez 22.27
Ez 13.19
Jr 2.34
devoram almas, recebem tesouros e coisas preciosas; multiplicam
22.25
Ez 22.7
Jr 15.8
as suas viúvas no meio dela. 26Os seus
22.26
Ez 7.26
Jr 2.8,26
sacerdotes violentam a minha lei e
22.26
Ez 22.8
1Sm 2.12-17,22
profanam as minhas coisas sagradas.
22.26
Ez 44.23
Lv 10.10
Não distinguem entre o santo e o profano, nem fazem que os homens discirnam a diferença entre
22.26
Ag 2.11-14
o imundo e o limpo e dos meus
22.26
Ez 20.12-13
sábados escondem os seus olhos;
22.26
Ez 36.20
e eu sou profanado entre eles. 27Os seus
22.27
Ez 22.6
Ez 19.3-6
Is 1.23
Sf 3.3
príncipes no meio dela são como lobos que arrebatam a presa
22.27
Ez 22.2-3,6
para derramarem o sangue e
22.27
Ez 22.25
destruírem as almas, a fim de ganharem
22.27
Ez 22.13
lucro desonesto. 28Vendo
22.28
Ez 13.6
Jr 23.25-32
vaidades e adivinhando-lhes mentiras, os seus profetas
22.28
Ez 13.10-16
rebocam para eles com argamassa magra, dizendo: Assim diz o Senhor Jeová, quando Jeová não falou. 29O povo da terra usou de
22.29
Ez 22.7
Ez 9.9
Is 5.7
Am 3.10
opressão e praticou roubos; afligiu ao pobre e ao necessitado;
22.29
Êx 23.9
oprimiu injustamente ao estrangeiro. 30
22.30
Is 59.16
63.5
Jr 5.1
Busquei entre eles um homem que
22.30
Ez 13.5
consertasse a sebe e que
22.30
Sl 106.23
Jr 15.1
se pusesse na brecha diante de mim por esta terra, para que eu não a destruísse; porém não o achei. 31Por isso, derramei sobre eles a minha
22.31
Ez 22.20
Is 10.5
13.5
30.27
indignação; com o fogo do meu furor os consumi; fiz que
22.31
Ez 7.3,8,9
9.10
16.43
Rm 2.8-9
o seu caminho lhes recaísse sobre a cabeça, diz o Senhor Jeová.

23

A luxúria de Oolá e Oolibá

231A palavra de Jeová veio a mim, dizendo: 2Filho do homem, houve

23.2
Ez 16.44,46
duas mulheres, filhas de
23.2
Ez 16.3-45
uma mesma mãe; 3elas
23.3
Ez 23.37
Ez 20.7-8
se deram a fornicações no Egito;
23.3
Jr 3.9
fornicaram na sua mocidade.

Ali, foram apertados os seus peitos e ali foram pisados os seios da sua virgindade. 4Os nomes delas eram Oolá, a mais velha, e Oolibá, sua irmã;

23.4
Ez 16.8
tornaram-se minhas e deram à luz filhos e filhas. Quanto aos seus nomes,
23.4
Ez 16.46
Samaria é Oolá, e Jerusalém é
23.4
Sl 76.2
Oolibá.

5Fornicou

23.5
1Rs 12.28-30
Oolá, sendo minha; apaixonou-se pelos seus amantes, pelos
23.5
Ez 16.28
2Rs 15.19
16.7
17.3
Os 5.13
8.9-10
assírios, seus vizinhos, 6que se vestiam de azul,
23.6
Ez 23.12,23
governadores e sátrapas, todos mancebos apetecíveis, cavaleiros montados a cavalo. 7
23.7
Ez 23.30
Ez 16.15
Entregou-se a fornicações com todos estes que eram os mais escolhidos da Assíria
23.7
Ez 20.7
22.3-4
Os 5.3
6.10
e contaminou-se com todos os ídolos daqueles pelos quais se apaixonava. 8Nem deixou as suas fornicações
23.8
Ez 23.3,19
Êx 32.4
1Rs 12.28
2Rs 10.29
17.16
desde os dias do Egito; pois muitos se deitaram com ela na sua mocidade, pisaram os seios da sua virgindade e sobre ela
23.8
Ez 16.15
derramaram a sua fornicação. 9Pelo que a entreguei nas mãos dos seus
23.9
Ez 23.22
Ez 16.37
amantes, nas mãos dos
23.9
2Rs 15.29
18.9-12
Os 11.5
assírios, pelos quais se apaixonava. 10Estes
23.10
Ez 23.18,29
Ez 16.36-37
Os 2.10
descobriram a sua nudez; levaram-lhe
23.10
Ez 23.47
os filhos e as filhas e mataram-na com a espada; ela se tornou um
23.10
Ez 16.57
provérbio entre as mulheres, pois nela executaram juízos.

11Sua irmã

23.11
Ez 23.4
Oolibá viu isso, contudo ficou
23.11
Ez 16.51
Jr 3.8-11
mais corrompida na sua paixão do que ela, como também nas suas fornicações, que eram mais numerosas do que as de sua irmã. 12Apaixonou-se pelos
23.12
Ez 16.28
2Rs 16.7-15
2Cr 28.16-23
assírios,
23.12
Ez 23.6,23
governadores e sátrapas, seus vizinhos, vestidos mui esplendidamente, cavaleiros montados a cavalos, todos mancebos apetecíveis. 13Vi que se tinha contaminado;
23.13
Ez 23.31
2Rs 17.18-19
Os 12.1-2
ambas seguiram o mesmo caminho. 14E aumentou as suas fornicações, porque viu uns homens
23.14
Ez 8.10
pintados na parede, imagens dos
23.14
Ez 16.29
caldeus, pintados de
23.14
Jr 22.14
vermelho, 15cingidos os seus lombos de
23.15
Is 22.21
cintos, tendo largas tiaras tingidas sobre as cabeças, todos príncipes no parecer, à semelhança dos filhos de Babilônia, na Caldeia, terra do seu nascimento. 16Logo que os viu,
23.16
Ez 23.20
Mt 5.28
apaixonou-se por eles e mandou-lhes embaixadores à Caldeia. 17Vieram ter com ela
23.17
2Rs 24.17
os filhos de Babilônia para a cama dos amores e
23.17
Ez 23.30
a contaminaram com as suas fornicações; ela se contaminou com eles, e depois a sua alma
23.17
Ez 23.28
Ez 16.37
se alienou deles. 18Assim,
23.18
Ez 23.10
Ez 21.24
Jr 8.12
descobriu as suas fornicações e descobriu a sua nudez; então, a minha alma
23.18
Sl 78.59
106.40
Jr 12.8
se alienou dela, assim como se alienara de
23.18
Ez 23.9
Am 5.21
sua irmã. 19Todavia, ela
23.19
Ez 23.14
Am 4.4
multiplicou as suas fornicações, lembrando-se dos dias da sua
23.19
Ez 23.3
mocidade, em que fornicara na terra do Egito. 20
23.20
Ez 16.26
17.15
Apaixonou-se pelos seus amantes, cujas carnes são como as carnes de jumentos e cujo fluxo é como o fluxo de cavalos. 21Assim, te lembraste da
23.21
Ez 23.3
Jr 3.9
luxúria da tua mocidade, quando foram pelos egípcios apalpados os teus seios, quando foram pisados os peitos da tua mocidade.

O castigo que lhes sobreveio

22Portanto, ó Oolibá, assim diz o Senhor Jeová: Eis que eu suscitarei contra ti

23.22
Ez 23.9
Ez 16.37
os teus amantes, dos quais está alienada a tua alma, e fá-los-ei vir contra ti de todos os lados: 23
23.23
Ez 23.14-17
Ez 21.19
2Rs 20.14-17
os filhos de Babilônia e todos os
23.23
2Rs 24.2
Jó 1.17
Is 23.13
caldeus,
23.23
Jr 50.21
Pécode, e Soa, e Coa, juntamente com todos os
23.23
Gn 2.14
25.18
Ed 6.22
assírios,
23.23
Ez 23.6,12
mancebos apetecíveis, todos governadores e sátrapas, príncipes e homens de renome, todos montados a cavalo. 24
23.24
Ez 21.15,19
Virão contra ti com armas,
23.24
Ez 26.10
Jr 47.3
Na 2.3-4
carros e carroças e com uma
23.24
Ez 16.40
assembleia de povos; por-se-ão contra ti ao redor, com pavês, e escudo, e capacete;
23.24
Ez 23.45
Ez 16.38
Jr 39.5-6
entregar-lhes-ei o juízo, e te julgarão conforme os seus juízos. 25Porei contra ti o meu
23.25
Ez 5.13
8.17-18
Êx 34.14
Sf 1.18
zelo, e eles te tratarão com furor; tirar-te-ão o nariz e as orelhas, e o que te ficar de resto cairá pela espada. Levarão teus
23.25
Ez 23.47
Os 2.4
filhos e tuas filhas, e o que em ti ficar, será
23.25
Ez 20.47-48
22.20-21
devorado pelo fogo. 26Eles
23.26
Ez 23.29
Ez 16.39
Jr 13.22
te despojarão dos teus vestidos, e te levarão os teus
23.26
Is 3.18-23
belos adornos. 27Farei
23.27
Ez 23.48
Ez 16.43
22.15
cessar de ti a tua luxúria e a tua fornicação trazida da terra do
23.27
Ez 23.3,8
Egito, de sorte que não levantarás os olhos para eles, nem te lembrarás mais do Egito. 28Pois assim diz o Senhor Jeová: Eis que te entregarei nas mãos daqueles a quem
23.28
Ez 23.17,22
Ez 16.37
Jr 21.7-10
34.20
odeias, nas mãos daqueles de quem está alienada a tua alma; 29eles
23.29
Ez 23.25-26,45-47
Dt 28.48
te tratarão com ódio, e te levarão todo o teu trabalho, e te deixarão nua e despida;
23.29
Ez 23.10
a nudez das tuas fornicações será descoberta, tanto a tua luxúria como as tuas fornicações.

30Essas coisas se te farão, porquanto

23.30
Ez 23.7,17
Sl 106.35-38
Jr 2.18-20
16.11-12
fornicaste após os pagãos e te contaminaste com os seus ídolos. 31Andaste pelo caminho de tua
23.31
Ez 23.4
Ez 16.47-51
irmã; portanto, darei o seu
23.31
Ez 23.33
2Rs 21.13
Jr 7.14-15
cálice na tua mão. 32Assim diz o Senhor Jeová:
23.32
Sl 60.3
Is 51.17
Jr 25.15
Beberás o cálice de tua irmã, o qual é fundo e largo; serás
23.32
Ez 5.14-15
16.57
22.4-5
objeto de escárnio e de irrisão; o cálice leva muito. 33De
23.33
Jr 25.15-16,27
Hc 2.16
embriaguez e de dor te encherás, do cálice de
23.33
Ez 4.16
12.19
espanto e de desolação, do cálice de tua irmã Samaria. 34Tu
23.34
Sl 75.8
Is 51.17
o beberás, e esgotarás até as fezes, e roerás os seus cacos, e te rasgarás os teus peitos; pois eu o falei, diz o Senhor Jeová. 35Portanto assim diz o Senhor Jeová: Porque
23.35
Ez 22.12
Is 17.10
Jr 3.21
Os 8.14
13.6
te esqueceste de mim
23.35
1Rs 14.9
Jr 2.27
32.33
e me lançaste para trás das tuas costas, portanto
23.35
Ez 23.49
Ez 7.4
leva também a tua luxúria e as tuas fornicações.

36Disse-me mais Jeová: Filho do homem,

23.36
Ez 20.4
22.2
Jr 1.10
julgarás tu a Oolá e a Oolibá? Então
23.36
Ez 16.2
Is 58.1
Mq 3.8
declara-lhes as suas abominações. 37Pois
23.37
Ez 23.3-45
cometeram adultério, e se acha
23.37
Ez 22.3
sangue nas suas mãos, e com os seus ídolos cometeram adultério; também
23.37
Ez 16.20-21,36
fizeram passar pelo fogo para eles, a fim de serem consumidos, aos filhos que me geraram. 38Ainda isto me fizeram:
23.38
Ez 5.11
7.20
2Rs 21.4,7
contaminaram no mesmo dia o meu santuário e profanaram os meus
23.38
Ez 20.13,24
Jr 17.27
sábados. 39Pois, quando tinham sacrificado seus filhos aos seus ídolos, no mesmo dia, entraram no meu
23.39
Jr 7.9-11
santuário para o profanarem e eis que assim fizeram no meio da minha casa. 40Além disso mandastes buscar homens
23.40
Ez 23.16
2Rs 20.13-15
Is 57.9
que vieram de longe, aos quais fora enviado um mensageiro, e eis que vieram;
23.40
Ez 16.16-19
por amor dos quais te lavaste,
23.40
2Rs 9.30
Jr 4.30
pintaste os teus olhos
23.40
Ez 16.13-16
Is 3.18-23
e te enfeitaste dos teus adornos; 41e te sentaste sobre um
23.41
Et 1.6
Is 57.7
Am 6.4
leito magnífico, diante do qual estava
23.41
Ez 44.16
Is 65.11
uma mesa preparada, sobre que puseste o meu
23.41
Jr 44.17
Os 2.8
incenso e o meu óleo. 42Ouvia-se com ela a voz duma multidão
23.42
Ez 16.49
Os 6.3-6
que folgava, e, na companhia de homens da classe baixa, foram do deserto trazidos uns
23.42
Jr 51.7
bêbados, que puseram
23.42
Ez 16.11-12
Gn 24.30
braceletes nas mãos delas e coroas formosas, nas suas cabeças.

43Então, disse eu da que estava

23.43
Ez 23.3
Ed 9.7
Sl 106.6
gasta em adultérios: Agora, cometerão fornicação com ela, e ela, com eles! 44Entraram a estar com ela, como quem entra a estar com uma prostituta; assim, entravam a estar com Oolá e Oolibá, mulheres perdidas. 45E homens justos
23.45
Ez 16.38
Os 6.5
as julgarão com o juízo das
23.45
Ez 23.37-39
Lv 20.10
adúlteras e com o juízo das mulheres que derramam sangue; porque são adúlteras, e se acha sangue nas suas mãos. 46Pois assim diz o Senhor Jeová: Farei subir contra elas uma
23.46
Ez 23.24
Ez 16.40
Jr 25.9
assembleia e as entregarei ao
23.46
Jr 15.4
24.9
29.18
tumulto e ao saque. 47Essa assembleia
23.47
Ez 16.40
Lv 20.10
as apedrejará com pedras, e as matarão com as suas espadas; trucidarão
23.47
Ez 23.25
Ez 24.21
2Cr 36.17
seus filhos e suas filhas e
23.47
Jr 39.8
abrasarão as suas casas com fogo. 48Assim, farei
23.48
Ez 23.27
Ez 16.41
cessar da terra a luxúria, para que todas as mulheres sejam ensinadas a não praticarem segundo a vossa luxúria. 49A vós
23.49
Ez 23.35
Ez 7.4,9
9.10
Is 59.18
vos pagarão a vossa luxúria, e levareis os pecados dos vossos ídolos;
23.49
Ez 6.7
20.38
e sabereis que eu sou o Senhor Jeová.