Tradução Brasileira (2010) (TB)
19

Deus fala com Moisés no monte de Sinai

191

19.1
Êx 12.6,51
16.1
No terceiro mês, depois que os filhos de Israel haviam saído da terra do Egito, no mesmo dia entraram no deserto de
19.1
Dt 1.6
4.10,15
5.2
Sinai. 2Tendo, pois, partido de
19.2
Êx 17.1
Refidim, chegaram ao deserto de Sinai, em que se acamparam; ali, se acampou Israel em frente do
19.2
Êx 18.5
monte. 3Subiu Moisés a Deus, e do monte Jeová o chamou, dizendo: Assim falarás à casa de Jacó e anunciarás aos filhos de Israel: 4Tendes visto o que fiz aos egípcios, de que modo vos trouxe sobre
19.4
Dt 32.11
asas de águias e vos cheguei a mim. 5
19.5
Êx 15.26
Agora, pois, se atentamente ouvirdes a minha voz e
19.5
Sl 78.10
guardardes a minha aliança, sereis a
19.5
Dt 7.6
14.2
minha possessão peculiar dentre todos os povos (pois
19.5
Êx 9.29
minha é toda a terra) 6e vós me sereis
19.6
1Pe 2.5,9
Ap 1.6
5.10
reino de sacerdotes e
19.6
Dt 14.21
26.19
nação santa. Estas são as palavras que falarás aos filhos de Israel.

7

19.7
Êx 4.29-30
Veio Moisés e, convocados os anciãos do povo, expôs-lhes todas essas palavras que Jeová lhe ordenara. 8
19.8
Êx 4.31
24.3,7
Dt 5.27
Todo o povo respondeu a uma voz: Tudo o que Jeová tem falado faremos. Referiu Moisés a Jeová as palavras do povo. 9Então, disse Jeová a Moisés: Eis que venho ter contigo em
19.9
Êx 19.16
24.15-16
Sl 99.7
uma nuvem espessa, para que o povo ouça quando eu falar contigo e para que também te creia para sempre. Referiu Moisés a Jeová as palavras do povo. 10Disse Jeová a Moisés: Vai ter com o povo e santifica-os hoje e amanhã.
19.10
Gn 35.2
Nm 8.7
19.19
Ap 22.14
Lavem os seus vestidos 11e estejam prontos para o terceiro dia, porque,
19.11
Êx 19.16
no terceiro dia, descerá Jeová à vista de todo o povo sobre o monte Sinai. 12Marcarás em roda limites ao povo, dizendo: Guardai-vos, não subais ao monte, nem toqueis o seu termo; todo o que tocar o monte certamente será morto. 13Mão alguma tocará naquele que o fizer, mas
19.13
Hb 12.20
ele será apedrejado ou asseteado; quer seja animal, quer seja homem, não viverá. Quando se prolongar o som da buzina, subirão eles ao
19.13
Êx 19.17
monte. 14Moisés, tendo descido do monte, foi ter com o povo e o santificou; e lavaram os seus vestidos. 15Disse ao povo: Estai prontos para o terceiro dia e não vos chegueis a mulher.

16

19.16
Hb 12.18-19
Ao terceiro dia, depois de raiar o dia, houve trovões e relâmpagos. Uma nuvem espessa cobriu o monte, e ouviu-se um sonido de buzina mui forte; estremeceu todo o povo que estava no arraial. 17Moisés levou o povo fora do arraial ao encontro de Deus; e pararam ao pé do monte. 18
19.18
Sl 104.32
144.5
O monte Sinai, todo ele, fumegava, porque Jeová tinha descido a ele
19.18
Dt 5.4
Hb 12.18
em fogo; do monte subiu o fumo, como o
19.18
Gn 19.28
fumo de uma fornalha, e
19.18
Sl 68.7-8
o monte tremia grandemente. 19Quando o sonido da buzina se ia aumentando cada vez mais, falava Moisés, e respondia-lhe Deus por uma voz. 20
19.20
Ne 9.13
Desceu Jeová sobre o monte Sinai, ao cume do monte, e chamou Moisés ao cume do monte. Moisés subiu, 21e disse Jeová a Moisés: Desce, adverte ao povo, para que não suceda que
19.21
Êx 3.5
1Sm 6.19
passem além dos limites a Jeová, a fim de ver, e muitos deles pereçam. 22Os
19.22
Êx 19.24
24.5
Lv 10.3
21.6-8
sacerdotes também que se chegam a Jeová, santifiquem-se a si mesmos, para que Jeová não os fira. 23Respondeu Moisés a Jeová: O povo não poderá subir ao monte; pois tu nos ordenaste expressamente, dizendo:
19.23
Êx 19.12
Marca limites ao redor do monte e santifica-o. 24Replicou-lhe Jeová: Vai, desce. Subirás
19.24
Êx 24.1
tu, e Arão, contigo; porém não passem além dos limites
19.24
Êx 19.22
os sacerdotes e o povo, para subir a Jeová, para que não suceda que os fira. 25Desceu, pois, Moisés ao povo e disse-lhes isso.

20

Os dez mandamentos

201Então, falou Deus todas estas palavras, dizendo:

2Eu sou Jeová, teu Deus,

20.2
Êx 15.13,16
Dt 5.6
7.8
que te tirei da terra do Egito, da casa de servidão.

3Não terás outros

20.3
Êx 15.11
20.23
deuses diante de mim.

4

20.4
Lv 26.1
Dt 4.15-19
27.15
Não farás para ti imagem de escultura, nem figura alguma do que há em cima no céu, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. 5
20.5
Êx 23.24
Não as adorarás, nem lhes darás culto, porque eu, Jeová, teu Deus, sou
20.5
Êx 34.14
Dt 4.24
Deus zeloso, que
20.5
Êx 34.6-7
Dt 5.9-10
visito a iniquidade dos pais nos filhos, na terceira e na quarta geração daqueles que me aborrecem, 6e uso misericórdia
20.6
Dt 7.9
até mil gerações daqueles que me amam e guardam os meus mandamentos.

7

20.7
Lv 19.12
Dt 6.13
10.20
Não tomarás o nome de Jeová, teu Deus, em vão, porque Jeová não terá por inocente aquele que tomar o seu nome em vão.

8Lembra-te do

20.8
Êx 23.12
31.15
dia de sábado, para o santificar. 9Seis dias trabalharás e
20.9
Êx 34.21
35.2-3
farás toda a tua obra; 10mas o sétimo dia é o sábado de Jeová, teu Deus. Nesse dia, não farás obra alguma, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem teu servo, nem tua serva, nem teu animal, nem o teu estrangeiro que está das tuas portas para dentro; 11
20.11
Êx 31.17
Gn 2.2-3
porque em seis dias fez Jeová o céu e a terra, o mar e tudo o que neles há; por isso, Jeová abençoou o dia sétimo e o santificou.

12

20.12
Lv 19.3
Mt 15.4
19.19
Ef 6.2
Honrarás a teu pai e a tua mãe, para que
20.12
Dt 5.16,33
6.2
11.9
se prolonguem os teus dias na terra que Jeová, teu Deus, te dá.

13

20.13
Êx 21.12
Mt 19.18
Não matarás.

14

20.14
Lv 20.10
Mt 19.18
Não adulterarás.

15

20.15
Êx 21.16
Lv 19.11,13
Mt 19.18
Não furtarás.

16

20.16
Êx 23.1,7
Mt 19.18
Não dirás falso testemunho contra o teu
20.16
Lv 19.18
próximo.

17

20.17
Rm 7.7
13.9
Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma que lhe pertença.

18

20.18
Êx 19.16,18
Todo o povo testemunhava os trovões, e os relâmpagos, e o sonido da buzina, e o monte fumegando; o povo, ao ver isso, estremeceu e parou ao longe. 19
20.19
Dt 5.5,23-27
Hb 12.19
Disseram a Moisés: Fala-nos tu, e ouviremos; porém não nos fale Deus, para que não morramos. 20Respondeu Moisés ao povo:
20.20
Êx 14.13
Não temais, porque Deus veio para
20.20
Êx 15.25
vos provar e para que o
20.20
Dt 4.10
6.24
seu temor esteja diante de vós, a fim de que não pequeis. 21O povo parou ao longe, mas Moisés chegou-se
20.21
Êx 19.16
Dt 5.22
às trevas espessas onde Deus estava.

Leis acerca dos ídolos e dos altares

22Então, disse Jeová a Moisés: Assim dirás aos filhos de Israel: Vós mesmos tendes visto que

20.22
Dt 4.36
5.24,26
Ne 9.3
do céu eu vos falei. 23
20.23
Êx 20.3
Não fareis outros deuses ao lado de mim;
20.23
Dt 29.17
deuses de prata ou deuses de ouro, não os fareis para vós. 24
20.24
Êx 27.1-8
Um altar de terra me farás e sobre ele sacrificarás os teus
20.24
Êx 10.25
18.12
holocaustos e as tuas
20.24
Êx 24.5
ofertas pacíficas, as tuas ovelhas e os teus bois. Em todo lugar
20.24
Dt 12.5
26.2
em que eu fizer recordar o meu nome, virei ter contigo e te abençoarei. 25Se me edificares um altar de
20.25
Dt 27.5-6
pedras, não o edificarás de pedras lavradas; pois, se levantares sobre ele a tua ferramenta, tê-lo-ás profanado. 26Nem subirás por degraus ao meu altar, para que a
20.26
Êx 28.42-43
tua nudez não seja ali exposta.

21

Leis acerca dos servos e dos homicídios

211Ora estas são as ordenações que lhes proporás.

2Se comprares

21.2
Lv 25.39-43
Dt 15.12-18
um escravo hebreu, seis anos servirá; mas, ao sétimo, sairá forro, de graça. 3Se entrar sozinho, sozinho sairá; se tiver mulher, então com ele sairá sua mulher. 4Se o seu senhor lhe der mulher, e ela tiver filhos e filhas com ele, a mulher e seus filhos serão do seu senhor, e ele sairá sozinho. 5Porém, se o escravo disser expressamente: Eu amo a meu senhor, a minha mulher e a meus filhos; não quero sair forro; 6o seu senhor o levará
21.6
Êx 22.8-9,28
perante os juízes, e o fará chegar à porta ou à ombreira da porta, e o seu senhor lhe furará a orelha com uma sovela; ele o servirá para sempre.

7

21.7
Ne 5.5
Se um homem vender sua filha para ser escrava, esta não sairá
21.7
Êx 21.2-3
como saem os escravos. 8Se ela não agradar ao seu senhor que se comprometeu a desposá-la, ele permitirá que seja remida; vendê-la a um povo estrangeiro não poderá, visto tê-la enganado. 9Se ele a desposar com seu filho, tratá-la-á como se tratam as filhas. 10Se ele der ao filho outra mulher, não lhe diminuirá o mantimento, nem os vestidos,
21.10
1Co 7.3,5
nem o direito conjugal. 11Se ele não fizer essas três coisas, ela sairá de graça, sem dar dinheiro.

12

21.12
Gn 9.6
Lv 24.17
Aquele que ferir a um homem, de modo que este morra, certamente será morto. 13
21.13
Nm 35.10-34
Dt 19.1-13
Js 20.1-9
Mas, se não lhe armar ciladas, porém Deus lho entregar nas mãos, então, te designarei lugar para onde fugirá. 14
21.14
1Rs 2.28-34
Se um homem vier premeditadamente contra o seu próximo, para o matar à traição, tirá-lo-ás do meu altar, para que morra.

15Quem ferir a seu pai ou a sua mãe certamente será morto.

16

21.16
Dt 24.7
Aquele que furtar um homem e o vender ou mesmo se este for achado no seu poder, certamente será morto.

As leis acerca dos que amaldiçoam os pais ou ferem qualquer pessoa

17

21.17
Mt 15.4
Mc 7.10
Lv 20.9
Dt 27.16
O que amaldiçoar a seu pai ou a sua mãe certamente será morto.

18Se dois homens se travarem de razões, e um ferir o outro com pedra ou punhada, e este não morrer, mas ficar de cama; 19se ele tornar a levantar-se e andar fora encostado ao seu bastão, então, será absolvido aquele que o feriu; somente lhe pagará o tempo que perdeu e fará que seja completamente curado.

20Se um homem ferir o seu escravo (ou a sua escrava) com uma vara, e este morrer debaixo da sua mão, certamente será castigado. 21Porém, se sobreviver um ou dois dias, não será castigado,

21.21
Lv 25.44-46
porque é dinheiro seu.

22Se homens brigarem, e um deles ferir a uma mulher grávida, e for causa de que aborte, porém não resultar dano maior; certamente será multado, conforme o que lhe impuser o marido da mulher; e pagará como os juízes lhe determinem. 23Mas, se resultar dano,

21.23
Lv 24.19
Dt 19.21
então, darás vida por vida, 24
21.24
Mt 5.38
olho por olho, dente por dente, mão por mão, pé por pé, 25queimadura por queimadura, ferida por ferida, golpe por golpe.

26Se alguém ferir o olho do seu escravo (ou o olho da sua escrava) e o destruir, deixá-lo-á ir forro por causa do olho. 27E, se deitar fora o dente do seu escravo (ou da sua escrava), deixá-lo-á ir forro por causa do dente.

28Se um boi ferir mortalmente com as pontas um homem ou uma mulher,

21.28
Gn 9.5
certamente será apedrejado, e não se comerão as suas carnes; porém o dono do boi será absolvido. 29Mas, se o boi tiver sido, já de tempos, avezado a marrar, e o dono, tendo sido disso advertido, não o tiver encurralado, e o boi tiver matado um homem ou uma mulher, o boi será apedrejado, e também será morto o seu dono. 30Se lhe for imposto resgate, então, dará pela redenção da sua vida tudo o que lhe for imposto. 31Quer tenha o boi ferido com as suas pontas a um filho, quer a uma filha, segundo este julgamento lhe será feito. 32Se o boi ferir a um escravo ou a uma escrava, serão dados ao senhor deles
21.32
Zc 11.12
Mt 26.15
trinta siclos de prata, e o boi será apedrejado.

Leis acerca da propriedade

33Se alguém abrir uma cova ou se alguém cavar uma cova e não a cobrir, e nela cair um boi ou um jumento, 34o dono fará restituição; dará dinheiro ao dono do animal morto, e este será seu.

35Se o boi de um homem ferir o boi de outro, e este morrer, venderão o boi vivo e repartirão o valor; e dividirão entre si o boi morto. 36Ou, se for notório que o boi era, já de tempos, avezado a marrar, e o seu dono não o tiver encurralado, certamente pagará boi por boi e receberá o boi morto.