Tradução Brasileira (2010) (TB)
1

Prefácio

11No primeiro livro relatei, ó

1.1
Lc 1.3
Teófilo, todas as coisas que Jesus
1.1
Lc 3.23
começou a fazer e a ensinar 2até o dia em que
1.2
Mc 16.19
At 1.9,11,22
foi recebido acima, depois de
1.2
Mt 28.19Mc 16.15
Jo 20.21At 10.42
haver dado preceitos pelo Espírito Santo aos
1.2
Mc 6.30
apóstolos que
1.2
Jo 13.18At 10.41
escolhera; 3aos quais
1.3
Mt 28.17
Mc 16.12,14
Lc 24.34,36
Jo 20.19,26
21.1,14
1Co 15.5-7
ele também, depois de haver padecido, apresentou-se vivo, dando disso muitas provas, aparecendo-lhes por espaço de quarenta dias e falando
1.3
cp.
das coisas concernentes ao reino de Deus. 4Reunido a eles, ordenou-lhes
1.4
Lc 24.49
que não saíssem de Jerusalém, mas que esperassem
1.4
At 2.33Jo 14.16,26
15.26
a promessa feita pelo Pai, a qual (disse ele) de mim ouvistes; 5pois
1.5
At 11.16
Mt 3.11
João, na verdade, batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo,
1.5
At 2.1-4
dentro de poucos dias.

A ascensão de Jesus

6Eles, estando reunidos outra vez, perguntaram-lhe: Senhor,

1.6
Mt 17.11
Mc 9.12
Lc 17.20
19.11
é agora, porventura, que restabeleces o reino a Israel? 7Ele lhes respondeu: A vós não vos compete saber os tempos ou as épocas que
1.7
Mt 24.36
Mc 13.32
o Pai fixou pela sua própria autoridade; 8mas recebereis poder,
1.8
At 2.1-4
ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis
1.8
Lc 24.48
Jo 15.27
minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e
1.8
At 8.1,5,14
Samaria e até
1.8
Mt 28.19
Mc 16.15Cl 1.23
Rm 10.18
as extremidades da terra. 9Tendo dito essas coisas,
1.9
At 1.2
foi Jesus elevado à vista deles, e uma nuvem o recebeu e ocultou aos seus olhos. 10Estando eles com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que
1.10
cp.
dois varões com vestiduras brancas se puseram ao lado deles 11e lhes perguntaram:
1.11
At 2.713.31
Galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus que dentre vós
1.11
Mc 16.19
At 1.2,9,22
foi recebido no céu assim
1.11
Mt 16.27At 3.21
virá do modo como o vistes ir para o céu.

Os apóstolos em Jerusalém

12Então,

1.12
Lc 24.50,52
voltaram para Jerusalém do
1.12
cp.
monte chamado Olival, que está perto de Jerusalém, na distância da jornada de um sábado. 13Quando entraram, subiram ao
1.13
At 9.37,39
20.8Mc 14.15
Lc 22.12
cenáculo, onde assistiam
1.13
At 1.13
Mt 10.2-4
Mc 3.16-19
Lc 6.14-16
Pedro, João, Tiago e André; Filipe, Tomé, Bartolomeu e Mateus; Tiago, filho de Alfeu, e Simão, o zelote, e
1.13
Jo 14.22
Judas, filho de Tiago. 14Todos estes
1.14
At 2.42
6.4
Rm 12.12
Cl 4.2Ef 6.18
perseveravam unanimemente em oração com
1.14
Lc 8.2
as mulheres, e com Maria,
1.14
Mt 12.46
mãe de Jesus, e com os irmãos dele.

A escolha de Matias

15Naqueles dias, levantou-se Pedro no meio dos

1.15
Jo 21.23
At 6.3
9.30
10.23
11.1,12,29
12.17
14.2
15.1,3,22-23,32-33,40
16.2,40
17.6,10,14
18.18,27
21.7,17
22.5
28.14-15Rm 1.13At 11.26
irmãos (estava ali reunida uma multidão de cerca de cento e vinte pessoas) e disse: 16Irmãos, convinha que se cumprisse a
1.16
At 1.20Jo 13.18
17.12
Escritura que o Espírito Santo predisse por boca de Davi acerca de Judas, que
1.16
Mt 26.47
Mc 14.43
Lc 22.47
Jo 18.3
foi o guia daqueles que prenderam a Jesus 17porque era ele
1.17
Jo 6.70
contado entre nós e tomou parte
1.17
At 1.25
At 20.24
21.19
neste ministério. 18(Ora, esse homem
1.18
cp.
adquiriu um campo com
1.18
Mt 26.14
o preço da sua iniquidade e, precipitando-se de cabeça para baixo, arrebentou pelo meio, e todas as suas entranhas se derramaram; 19e tornou-se isso conhecido de todos os habitantes de Jerusalém, de maneira que em
1.19
cp.
sua própria língua esse campo era chamado Aceldama, isto é, Campo de Sangue.) 20Pois está escrito
1.20
Sl 69.25
109.8
no livro dos Salmos:

Fique deserta a sua habitação,

e não haja quem nela habite;

e:

Tome outro o seu ministério.

21É necessário, pois, que, dos homens que nos acompanharam todo o tempo em que
1.21
Lc 24.3
o Senhor Jesus viveu entre nós, 22
1.22
Mc 1.1-4
começando desde o batismo de João até o dia em que dentre nós
1.22
At 1.2
foi recebido acima, um destes se torne
1.22
At 1.8
2.32
testemunha conosco da sua ressurreição. 23Apresentaram dois — José, também chamado Barsabás, que tinha por sobrenome Justo, e
1.23
At 1.26
Matias. 24E,
1.24
cp.
orando, disseram: Tu, Senhor,
1.24
At 15.8
Rm 8.27
1Sm 16.7
Jr 17.10
que conheces os corações de todos, mostra qual destes dois tens escolhido, 25para tomar o lugar
1.25
At 1.17
deste ministério e
1.25
cp.
apostolado, do qual Judas se transviou para ir ao seu próprio lugar. 26A respeito deles
1.26
Lv 16.8
Js 14.2
1Sm 14.41Ne 10.34
11.1Pv 16.33
deitaram sortes; caiu a sorte sobre Matias, e foi ele contado com
1.26
At 2.14
os onze apóstolos.

A descida do Espírito Santo

21Ao cumprir-se

2.1
At 20.16
1Co 16.8Lv 23.15
o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar; 2de repente veio do céu um ruído, como de um vento impetuoso, que encheu
2.2
cp.
toda a casa onde estavam sentados 3e lhes apareceram umas como línguas de fogo, as quais se distribuíram, para repousar sobre cada um deles. 4Todos ficaram
2.4
At 4.8,31
9.17
13.9,521.5,8
6.3,5
7.55
8.17
11.15Mt 10.20
cheios do Espírito Santo e começaram
2.4
cp.
a falar em outras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem.

O dom de línguas

5Habitavam em Jerusalém judeus,

2.5
At 8.2
Lc 2.25
homens religiosos, de todas as nações debaixo do céu; 6quando
2.6
At 2.2
se ouviu este ruído, ajuntou-se ali a multidão e ficou pasmada, porque cada um os ouvia falar na sua própria língua. 7
2.7
At 2.12
Estavam atônitos e maravilhavam-se, perguntando: Não são
2.7
At 1.11Mt 26.73
galileus todos estes que estão falando? 8Como os ouvimos falar cada um na língua de nosso nascimento, 9partos, medas e elamitas, e os que habitam a Mesopotâmia, a Judeia e a
2.9
1Pe 1.1
Capadócia,
2.9
1Pe 1.1At 18.2
o Ponto e a
2.9
At 6.9
16.6
19.1020.421.27
24.18
27.2
Rm 16.5
1Co 16.19
2Co 1.8
2Tm 1.15
Ap 1.4
Ásia, 10
2.10
At 16.6
18.23
a Frígia, a
2.10
At 13.13
14.24
15.38
27.5
Panfília, o Egito e as partes da Líbia próximas a
2.10
Mt 27.32
Cirene,
2.10
cp.
e forasteiros romanos, sendo uns judeus e outros
2.10
Mt 23.15
prosélitos, 11cretenses e árabes; como é que os ouvimos falar em nossas línguas as grandezas de Deus? 12
2.12
At 2.7
Ficaram todos atônitos e perplexos, e perguntavam uns aos outros: Que quer isto dizer? 13Outros, porém, zombando, diziam:
2.13
cp.
Estão cheios de mosto.

O discurso de Pedro

14Mas Pedro, estando em pé com os

2.14
At 1.26
onze, levantou a voz e disse-lhes: Homens da Judeia e todos os que habitais em Jerusalém, seja-vos isto notório, e prestai ouvido às minhas palavras. 15Pois estes homens não estão embriagados, como vós supondes,
2.15
1Ts 5.7
visto que é ainda a hora terceira do dia; 16mas cumpre-se o que dissera o profeta Joel:

17

2.17
Jl 2.28
E acontecerá nos últimos dias, diz o Senhor,

Que derramarei do meu espírito sobre toda a carne;

Vossos filhos e vossas filhas profetizarão,

Vossos mancebos terão visões,

E sonharão vossos anciãos;

18e sobre os meus servos e sobre as minhas servas

derramarei do meu Espírito naqueles dias, e profetizarão.

19Mostrarei prodígios em cima no céu

e sinais embaixo na terra;

sangue, fogo e vapor de fumo.

20O Sol se converterá em trevas,

e a lua, em sangue,

antes que venha o grande e glorioso Dia do Senhor.

21E acontecerá que

2.21
Rm 10.13
todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.

22Israelitas, ouvi estas palavras:
2.22
At 10.38At 3.6
4.10
Jesus, o Nazareno,
2.22
cp.
varão a quem Deus acreditou junto a vós com poderes,
2.22
At 2.19,43
Jo 4.48
prodígios e sinais, que Deus fez por meio dele entre vós, como vós mesmos sabeis; 23sendo este entregue
2.23
At 3.18
4.28Lc 22.22
1Pe 1.20
pelo determinado conselho e presciência de Deus,
2.23
At 3.13
Lc 24.20
vós o matastes, crucificando-o por mãos de iníquos; 24ao qual Deus
2.24
At 2.32
At 3.15,26
4.10
5.30
10.40
13.30,33-34,37
17.31
Rm 4.24
6.4
8.11
10.9
1Co 6.14
15.15
2Co 4.14
Gl 1.1
Ef 1.20
Cl 2.12
1Ts 1.10
Hb 13.20
1Pe 1.21
ressuscitou, desatando os laços da morte; porque
2.24
cp.
não era possível que fosse por ela retido. 25Pois dele fala Davi:

2.25
Sl 16.8
Diante de mim, via sempre o Senhor,

porque está à minha direita, para que eu não seja abalado.

26Por isso, se alegrou o meu coração, e a minha língua exultou;

além disso, também a minha carne repousará em esperança,

27porque não deixarás a minha alma

2.27
Mt 11.23
At 2.31
no Hades,

2.27
At 13.35
nem permitirás que o teu Santo veja a corrupção.

28Fizeste-me conhecer os caminhos da vida,

encher-me-ás de alegria na tua presença.

29Irmãos, é-me permitido dizer-vos ousadamente acerca do
2.29
At 7.8Hb 7.4
patriarca Davi que ele
2.29
At 13.36
morreu e
2.29
1Rs 2.10
foi sepultado,
2.29
cp.
e o seu túmulo está entre nós até hoje. 30Sendo, pois,
2.30
cp.
profeta e sabendo que
2.30
2Sm 7.12Sl 89.3132.11
Deus lhe havia jurado que um dos seus descendentes seria colocado sobre o seu trono, 31prevendo isso, Davi falou da ressurreição de Cristo, que nem foi deixado no
2.31
Mt 11.23
At 2.27
Hades, nem o seu corpo viu a corrupção. 32A esse Jesus
2.32
At 2.24
Deus ressuscitou, do que todos nós somos
2.32
At 1.8
testemunhas. 33Exaltado, pois,
2.33
At 5.31Mc 16.19
pela destra de Deus e,
2.33
At 1.4
tendo recebido do Pai
2.33
Gl 3.14Jo 7.39
a promessa do Espírito Santo,
2.33
At 2.17
At 10.45
derramou o que vedes e ouvis. 34Pois Davi não subiu aos céus, mas ele mesmo declara:

2.34
Mt 22.44Sl 110.1
Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te à minha mão direita,

35até que eu ponha os teus inimigos por escabelo de teus pés.

36Fique, pois, certa

2.36
Ez 36.22,32,37
45.6
toda a casa de Israel de que a este Jesus
2.36
At 2.23
que vós crucificastes, Deus o fez
2.36
Lc 2.11
Senhor e Cristo.

Três mil batizados

37Ouvindo eles essas coisas, compungiram-se no seu coração e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos:

2.37
cp.
Que faremos, irmãos? 38Respondeu-lhes Pedro:
2.38
At 3.19
5.31
20.21Lc 24.47
Mc 1.15
Arrependei-vos, e cada um de vós seja
2.38
At 8.12,16
22.16Mc 16.16
batizado em nome de Jesus Cristo para remissão de vossos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo. 39Pois para vós é
2.39
Rm 9.4
Is 44.3
54.13
57.19
Jl 2.32Ef 2.12
a promessa e para vossos filhos e para todos os que estão
2.39
cp.
longe, a quantos chamar o Senhor, nosso Deus. 40Com muitas outras palavras,
2.40
Lc 16.28
dava testemunho e exortava-os, dizendo: Salvai-vos desta
2.40
Dt 32.5
Fp 2.15Mt 17.17
geração perversa. 41Os que receberam a sua palavra foram batizados, e foram admitidas naquele dia quase três mil pessoas; 42
2.42
At 1.14
e perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão,
2.42
Lc 24.30
At 20.7
1Co 10.16
At 2.46
no partir do pão e nas orações.

Como viviam os primeiros convertidos

43Em cada alma havia temor, e muitos

2.43
At 2.22
prodígios e milagres eram feitos pelos apóstolos. 44Todos os que criam estavam unidos, e
2.44
At 4.324.37
5.2
tinham tudo em comum, 45e
2.45
cp.
vendiam as suas propriedades e bens, e os repartiam por todos, conforme a necessidade de cada um. 46
2.46
At 5.42
Diariamente, perseverando unânimes no templo
2.46
Lc 24.30
At 20.7
1Co 10.16
At 2.42
e partindo pão em casa, comiam com alegria e singeleza de coração, 47louvando a Deus
2.47
At 5.13
e tendo a simpatia de todo o povo. Todos os dias
2.47
At 2.41
At 5.14
6.1,7
11.244.4
9.31,35,42
11.21
14.1-21
16.5
17.12
acrescentava-lhes o Senhor
2.47
cp.
os que se iam salvando.