Tradução Brasileira (2010) (TB)

A rainha de Sabá vem ver a Salomão

91

9.1
1Rs 10.1-13
Mt 12.42
Lc 11.31
Ouvindo a rainha de Sabá a fama de Salomão, veio a Jerusalém para prová-lo com enigmas, levando consigo uma comitiva mui grande, e camelos carregados de especiarias, e ouro em abundância, e pedras preciosas; e, tendo ela vindo ter com Salomão, falou de tudo o que tinha no coração. 2Salomão respondeu-lhe a todas as perguntas; e nada houve que não lhe pudesse esclarecer. 3Tendo a rainha de Sabá visto a sabedoria de Salomão, e a casa que ele edificara, 4e os manjares da sua mesa, e a companhia dos seus servos, e o serviço dos seus ministros, e os seus vestidos, também os copeiros e os seus vestidos, e a subida pela qual subia à Casa de Jeová, ficou como fora de si. 5Disse ao rei: Era verdade o que dos teus atos e da tua sabedoria ouvi na minha terra. 6Todavia, não dei crédito às suas palavras, até que vim, e os meus olhos o viram; eis que não me contaram a metade da grandeza da tua sabedoria; tu excedes a fama que ouvi. 7Felizes são os teus homens, e felizes estes teus servos que estão sempre diante de ti e ouvem a tua sabedoria. 8Bendito seja Jeová, teu Deus, que se agradou de ti
9.8
1Cr 28.5
29.23
para te colocar sobre o seu trono, como rei para fazer as vezes de Jeová, teu Deus!
9.8
2Cr 2.11
Dt 7.8
Porque teu Deus amou a Israel, para o estabelecer perpetuamente; por isso, te constituiu rei sobre eles, para fazeres juízo e justiça.

9Deu ao rei cento e vinte talentos de ouro, e especiarias em grande abundância, e pedras preciosas; não se viram jamais tais especiarias quais a rainha de Sabá deu ao rei Salomão. 10Também os servos de Hirão e os servos de Salomão,

9.10
2Cr 8.18
que trouxeram ouro de Ofir, trouxeram madeiras de Algum e pedras preciosas. 11Das madeiras de Algum fez o rei balaústres para a Casa de Jeová e para a casa do rei e harpas e alaúdes para os cantores, quais nunca dantes se viram na terra de Judá. 12O rei Salomão deu à rainha de Sabá tudo o que ela desejou, tudo o que lhe pediu, mais do que ela trouxera ao rei. Voltou ela e foi-se para a sua terra com os seus servos.

As riquezas e a magnificência de Salomão

13

9.13
1Rs 10.14-28
Ora, o peso do ouro que num ano se trazia a Salomão era de seiscentos e sessenta e seis talentos de ouro, 14afora o que traziam os mercadores e negociantes; também todos os reis da Arábia e os governadores do país traziam ouro e prata a Salomão. 15Salomão fez duzentos paveses de ouro batido; num só pavês usaram-se seiscentos siclos de ouro batido. 16Também fez de ouro batido trezentos escudos; num só escudo, usaram-se trezentos siclos de ouro. O rei depositou-os na casa do bosque do Líbano. 17Fez mais o rei um grande trono de marfim e o revestiu de ouro puro. 18O trono tinha seis degraus, e um estrado de ouro, que lhe eram ligados, e braços de ambos os lados, junto ao lugar do assento, e dois leões de pé, junto aos braços. 19Doze leões estavam postos de um e outro lado sobre os seis degraus; não se fez outro semelhante em reino algum. 20Todos os vasos de beber do rei Salomão eram de ouro, e todos os vasos da casa do bosque do Líbano eram de ouro puro; a prata reputava-se por nada nos dias de Salomão. 21
9.21
2Cr 20.36-37
Pois o rei tinha navios que iam com os servos de Hirão a Társis; uma vez, de três em três anos, vinham os navios de Társis, trazendo ouro, prata, marfim, bugios e pavões.

22

9.22
2Cr 1.12
1Rs 3.13
Assim, excedeu o rei Salomão todos os reis da terra em riquezas e em sabedoria. 23Todos os reis da terra procuravam ver o rosto de Salomão, para ouvirem a sabedoria de que Deus lhe dotara o coração. 24Traziam, cada um o seu presente, vasos de prata, vasos de ouro, vestidos, armas, especiarias, cavalos e mulos, cada coisa de ano em ano. 25Salomão tinha
9.25
2Cr 1.14
1Rs 4.26
10.26
Dt 17.16
quatro mil manjedouras para cavalos e carros e doze mil cavaleiros, que colocou nas cidades de carros e em Jerusalém, junto ao rei. 26
9.26
1Rs 4.21,24
Dominava sobre todos os reis desde o rio até a terra dos filisteus e até o termo do Egito. 27
9.27
2Cr 1.15-17
O rei fez que em Jerusalém a prata fosse tão comum como as pedras e que os cedros fossem em tanta abundância como os sicômoros que nascem na campina. 28
9.28
2Cr 1.16
Do Egito e de todos os países traziam-se cavalos a Salomão.

A morte de Salomão

29

9.29
1Rs 11.41-43
Ora, os mais atos de Salomão, tanto os primeiros como os últimos,
9.29
1Cr 29.29
não estão eles escritos na História do Profeta Natã, na Profecia de Aías, silonita, e nas Visões do Vidente Ido relativamente a Jeroboão, filho de Nebate? 30Salomão reinou em Jerusalém sobre todo o Israel quarenta anos. 31Salomão adormeceu com seus pais e foi sepultado
9.31
1Rs 2.10
na cidade de seu pai Davi. Em seu lugar, reinou seu filho Roboão.

10

Roboão segue maus conselhos

101

10.1
1Rs 12.1-20
Partiu Roboão para Siquém, pois todo o Israel se tinha ajuntado ali para o constituir rei. 2O que tendo ouvido Jeroboão, filho de Nebate (pois
10.2
1Rs 11.40
estava no Egito, para onde tinha fugido da presença do rei Salomão), voltou do Egito. 3Mandaram chamá-lo; Jeroboão e todo o Israel vieram e falaram a Roboão: 4Teu pai fez duro o nosso jugo; agora, alivia a dura servidão de teu pai e o jugo pesado que nos impôs, e te serviremos. 5Ele lhes respondeu: Tornai a vir ter comigo depois de três dias. Então, o povo se foi.

6Teve Roboão conselho com os homens idosos que tinham assistido diante de seu pai Salomão, quando ainda vivia, dizendo: Que me aconselhais vós que responda a este povo? 7Responderam-lhe eles: Se te fizeres benigno para com este povo, e lhes agradares, e lhes falares boas palavras, eles te servirão para sempre. 8Mas ele desaprovou o conselho que os homens idosos lhe haviam dado e teve conselho com os moços que haviam crescido com ele e lhe assistiam. 9Perguntou-lhes: Que aconselhais vós que respondamos a este povo que me disse: Alivia o jugo que teu pai nos impôs? 10Responderam-lhe os moços que haviam crescido com ele: Assim dirás a este povo que te falou: Teu pai fez pesado o nosso jugo, mas alivia-o tu; assim lhes responderás: O meu dedo mínimo é mais grosso do que os lombos de meu pai. 11Agora, visto que meu pai vos carregou dum jugo pesado, eu acrescentarei ainda sobre o vosso jugo; meu pai castigou-vos com açoites; eu vos castigarei com escorpiões.

Revolta de Israel sob Jeroboão

12Vieram Jeroboão e todo o povo ter com Roboão no terceiro dia, como o rei tinha ordenado, dizendo: Vinde ter comigo ao terceiro dia. 13O rei respondeu-lhes asperamente. O rei Roboão desaprovou o conselho dos homens idosos 14e falou-lhes segundo o conselho dos moços: Meu pai fez pesado o vosso jugo, mas eu lhes acrescentarei mais; meu pai castigou-vos com açoites; eu, porém, vos castigarei com escorpiões. 15Assim, o rei não deu ouvidos ao povo,

10.15
2Cr 25.16-20
porque era da vontade de Deus,
10.15
1Rs 11.29-39
para que Jeová estabelecesse a sua palavra, que, por meio de Aías, silonita, falou a Jeroboão, filho de Nebate.

16Vendo todo o Israel que o rei não lhes dava ouvidos, respondeu o povo ao rei:

10.16
2Sm 20.1
Que parte temos com Davi? Nem temos herança no filho de Jessé; cada um às suas tendas, ó Israel! Agora, cuida da tua casa, Davi!
10.16
2Cr 10.19
Assim, se foi todo o Israel para as suas tendas. 17Mas, quanto aos filhos de Israel que habitavam nas cidades de Judá, sobre eles reinou Roboão. 18O rei Roboão enviou a
10.18
1Rs 4.6
5.14
Hadorão, que era superintendente da gente de trabalhos forçados, e os filhos de Israel o apedrejaram, de modo que morreu. O rei Roboão, apressadamente, montou no seu carro e fugiu para Jerusalém. 19Assim, se rebelou Israel contra a casa de Davi até o dia de hoje.

Deus proíbe fazer guerra contra as dez tribos

111

11.1
1Rs 12.21-24
Tendo vindo Roboão a Jerusalém, convocou a casa de Judá e de Benjamim, cento e oitenta mil homens escolhidos e guerreiros, para pelejar contra Israel, a fim de restituir o reino a Roboão. 2Veio, porém, a palavra de Jeová a
11.2
2Cr 12.5-7,15
Semaías, homem de Deus, dizendo: 3Fala a Roboão, filho de Salomão, rei de Judá, e a todo o Israel em Judá e Benjamim: 4Assim diz Jeová: Não subireis, nem pelejareis contra
11.4
2Cr 28.8-11
vossos irmãos; volte cada um para a sua casa, porque
11.4
2Cr 10.15
isso procede de mim. Ouviram as palavras de Jeová e deixaram de marchar contra Jeroboão.

5Roboão habitou em Jerusalém, e, para defesa,

11.5
2Cr 8.2-6
11.23
edificou cidades em Judá. 6Edificou a Belém, Etã, Tecoa, 7Bete-Zur, Socó, Adulão, 8Gate, Maresa, Zife, 9Adoraim, Laquis, Azeca, 10Zora, Aijalom e Hebrom, cidades fortificadas, que estão em Judá e em Benjamim. 11Tornou seguras as fortalezas e nelas pôs capitães, armazéns de víveres, azeite e vinho. 12Em cada cidade, pôs paveses e lanças e fê-las em extremo fortes. Judá e Benjamim pertenceram-lhe.

Todos os que temem a Deus vêm a Jerusalém

13Os sacerdotes e levitas que havia em todo o Israel recorreram a ele de todos os seus termos. 14Pois

11.14
Nm 35.2-5
os levitas deixaram os seus arrabaldes e a sua possessão e vieram para Judá e para Jerusalém (porque
11.14
2Cr 13.9
1Rs 12.28-33
Jeroboão e seus filhos os lançaram fora, para não exercerem o ofício sacerdotal a Jeová); 15e
11.15
1Rs 12.31
13.33
Jeroboão constituiu para si sacerdotes dos altos, dos bodes e dos bezerros que fizera. 16
11.16
2Cr 15.9
Depois desses, de todas as tribos de Israel, os que tinham resolvido no seu coração buscar a Jeová, Deus de Israel, foram a Jerusalém para oferecerem sacrifícios a Jeová, Deus de seus pais. 17
11.17
2Cr 12.1
Assim, fortaleceram o reino de Judá e corroboraram a Roboão, filho de Salomão, por três anos; porque, durante três anos, andaram no caminho de Davi e de Salomão.

A família de Roboão

18Casou Roboão com Maalate, filha de Jerimote, filho de Davi e Abiail, filha de

11.18
1Sm 16.6
Eliabe, filho de Jessé, 19da qual teve os filhos Jeús, Semarias e Zaão. 20Depois dela, tomou por mulher a Maaca, filha de Absalão, da qual teve Abias, Atai, Ziza e Selomite. 21Roboão amou a Maaca, filha de Absalão, mais do que todas as suas mulheres e concubinas (
11.21
Dt 17.17
pois tinha casado com dezoito mulheres e sessenta concubinas e gerou a vinte e oito filhos e sessenta filhas). 22
11.22
Dt 21.15-17
Roboão designou para ser chefe, para ser príncipe entre seus irmãos, a Abias, filho de Maaca, porque tinha o intento de o fazer rei. 23Procedeu com prudência e distribuiu todos os seus filhos por entre todas as terras de Judá e de Benjamim, em todas as cidades fortificadas; deu-lhes víveres em abundância e procurou para eles muitas mulheres.