Tradução Brasileira (2010) (TB)
5

Das viúvas moças. Como se deve tratar a várias classes de pessoas

51

5.1
cp.
Não repreendas com aspereza ao
5.1
Tt 2.2
velho; antes, exorta-o como a pai;
5.1
Tt 2.6
aos moços, como a irmãos; às mulheres idosas, como a mães; 2às moças, como a irmãs, com toda a pureza. 3Honra as viúvas que são
5.3
1Tm 5.5,16At 6.1
9.39,41
verdadeiramente viúvas. 4Mas, se alguma viúva tem filhos ou netos,
5.4
cp.
que estes aprendam primeiro a exercer piedade para com sua própria família e a retribuir a seus pais o que deles receberam, porque isso é
5.4
1Tm 2.3
agradável diante de Deus. 5Ora, aquela que é verdadeiramente viúva e desamparada
5.5
1Pe 3.51Co 7.34
espera em Deus e persevera, dia e noite, em
5.5
Lc 2.371Tm 2.1
2Tm 1.3
súplicas e orações; 6ao passo que aquela que
5.6
cp.
vive nos prazeres, apesar de viver,
5.6
Ap 3.1Lc 15.242Tm 3.6
está morta. 7Prescreve
5.7
vd.
essas coisas, para que elas sejam irrepreensíveis. 8Se alguém não cuida dos seus e especialmente dos de sua família,
5.8
2Tm 2.12
Tt 1.16
2Pe 2.1
Jd 4
tem negado a fé e é pior que um incrédulo. 9
5.9
cp.
Seja registrada como viúva somente aquela que não tem menos de sessenta anos e que há tido
5.9
cp.
um só marido, 10aprovada com testemunho de
5.10
At 9.36
1Tm 6.18
1Pe 2.12Tt 2.7
3.8
boas obras, se educou filhos, se exercitou a hospitalidade,
5.10
vd.
se lavou os pés dos santos,
5.10
1Tm 5.16
se socorreu os atribulados e se praticou toda a sorte de boas obras. 11Mas rejeita viúvas moças, porque, quando se tiverem
5.11
Ap 18.7
tornado inquietas sob o jugo de Cristo, querem casar-se 12e são culpadas, porque violaram a primeira promessa. 13Além disso, aprendem a ser ociosas, andando de casa em casa; e não somente ociosas, mas também
5.13
3Jo 10
faladeiras e
5.13
vd.
intrigantes, falando
5.13
Tt 1.11
o que não devem. 14
5.14
vd.
Quero, pois, que as viúvas moças
5.14
1Co 7.91Tm 4.3
se casem, que tenham filhos,
5.14
cp.
que dirijam a sua casa e
5.14
cp.
que não deem ocasião ao adversário de dizer mal. 15Pois algumas já
5.15
cp.
se desviaram para seguir
5.15
vd.
a Satanás. 16Se alguma mulher crente
5.16
cp.
tem viúvas, mantenha-as, e não seja gravada a igreja, para que esta possa aliviar as que são
5.16
vd.
verdadeiramente viúvas.

Acerca dos presbíteros

17Os

5.17
vd.
presbíteros que
5.17
vd.
cumprem bem com os seus deveres sejam tidos por dignos de dobrada honra, especialmente os que
5.17
1Ts 5.12
se ocupam na pregação e no ensino. 18Pois a Escritura diz:

5.18
1Co 9.9
Dt 25.4
Não ligarás a boca ao boi quando debulha,

e:

5.18
Mt 10.10
Lc 10.7
1Co 9.14Lv 19.13
Dt 24.15
Digno é o trabalhador do seu salário.

19Não recebas acusação contra

5.19
vd.
um presbítero, senão pela boca
5.19
vd.
de duas ou três testemunhas. 20Aos que pecam,
5.20
Ef 5.11Gl 2.14
2Tm 4.2
repreende-os diante de todos,
5.20
cp.
para que também os outros tenham medo. 21
5.21
1Tm 6.13
2Tm 4.1
2.14Lc 9.26
Eu te conjuro, diante de Deus, e de Jesus Cristo, e dos anjos escolhidos, que guardes esses conselhos sem prevenção, nada fazendo com espírito de parcialidade. 22
5.22
vd.
A ninguém imponhas as mãos precipitadamente, nem
5.22
Ef 5.111Tm 3.2-7
participes dos pecados de outrem; conserva-te a ti mesmo puro. 23Não bebas mais água só, mas
5.23
vd.
usa de um pouco de vinho, por causa do teu estômago e das tuas frequentes indisposições. 24Os pecados de alguns homens são notórios e precedem ao juízo, ao passo que, quanto a outros,
5.24
cp.
só depois deste se manifestam; 25do mesmo modo, há boas obras que são manifestas;
5.25
cp.
e aquelas que não o são não podem ficar escondidas.

6

Os deveres dos servos

61

6.1
Tt 2.9
1Pe 2.18Ef 6.5
Todos os servos que estão debaixo do jugo estimem a seus senhores como dignos de toda honra, a fim de
6.1
Tt 2.5
que o nome de Deus e a doutrina não sejam blasfemados. 2Aqueles que têm senhores crentes não os desprezem, porque são
6.2
cp.
irmãos; antes, os sirvam melhor, porque os que se aproveitam do seu trabalho são crentes e amigos.
6.2
vd.
Ensina e recomenda essas coisas.

Admoestações

3Se alguém

6.3
vd.
ensina doutrina diversa e não aceita as
6.3
cp.
sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo e a doutrina
6.3
Tt 1.1
segundo a piedade, 4este é
6.4
vd.
cheio de orgulho e nada sabe, mas delira acerca de
6.4
vd.
questões e
6.4
2Tm 2.14At 18.15
contendas de palavras, das quais se originam invejas, brigas, calúnias, suspeitas injustas 5e discussões intermináveis da parte
6.5
2Tm 3.8Tt 1.15
de pessoas perversas de entendimento, privadas da verdade,
6.5
cp.
julgando que a piedade é um mero interesse. 6
6.6
1Tm 6.6-10Lc 12.15-21
A piedade, com o
6.6
Fp 4.11Hb 13.5
contentamento, é
6.6
1Tm 4.8
grande lucro, 7porque
6.7
Jó 1.21
Ec 5.15
nada trouxemos para este mundo, nem nada podemos levar dele; 8
6.8
Pv 30.8
tendo alimento e vestuário, deveremos ficar satisfeitos com isso. 9
6.9
Pv 15.27
23.4
28.20
1Tm 6.17Lc 12.15-21
Os que querem tornar-se ricos caem em tentação, e em
6.9
vd.
laço, e em muitos desejos insensatos e nocivos, os quais arrastam os homens à ruína e à perdição. 10Pois
6.10
1Tm 6.91Tm 3.3Cl 3.5
o amor do dinheiro é
6.10
cp.
raiz de todos os males; e alguns, cobiçando-o,
6.10
cp.
se desviaram da fé e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.

Um apelo

11Tu, porém,

6.11
2Tm 3.17
ó homem de Deus,
6.11
cp.
foge dessas coisas; segue a justiça, a piedade,
6.11
vd.
a fé,
6.11
2Tm 3.10
o amor, a perseverança, a mansidão. 12
6.12
vd.
Peleja a boa peleja da
6.12
vd.
fé;
6.12
vd.
apodera-te da vida eterna,
6.12
Cl 3.15
para a qual foste chamado, tendo feito uma boa
6.12
vd.
confissão diante de
6.12
2Tm 2.21Tm 4.14
muitas testemunhas. 13
6.13
vd.
Eu te exorto, diante de Deus, que dá vida a todas as coisas, e diante de
6.13
1Tm 1.12,15
2.5Gl 3.26
Jesus Cristo, que
6.13
Jo 18.37Mt 27.2
perante Pôncio Pilatos fez sua
6.13
vd.
boa confissão, 14que guardes este mandamento sem mácula nem repreensão, até
6.14
vd.
a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo; 15a qual,
6.15
vd.
no tempo próprio, mostrará
6.15
cp.
o bem-aventurado e
6.15
vd.
único Soberano,
6.15
Ap 19.16
17.14Dt 10.17
o Rei dos reis e
6.15
Sl 136.3
o Senhor dos senhores, 16
6.16
1Tm 1.17
aquele que só possui a imortalidade
6.16
Sl 104.2
1Jo 1.5Tg 1.17
e que habita em luz inacessível,
6.16
vd.
a quem nenhum dos homens tem visto, nem pode ver;
6.16
cp.
ao qual seja dada honra e poder eterno. Amém.

Acerca dos ricos

17Exorta os ricos

6.17
2Tm 4.10
Tt 2.12Mt 12.32
deste mundo a
6.17
Sl 62.10
Lc 12.20
1Tm 6.9Rm 11.20
que não sejam orgulhosos, nem
6.17
vd.
esperem na incerteza das riquezas, mas em Deus,
6.17
At 14.17
que nos concede abundantemente todas as coisas para delas gozarmos; 18que pratiquem o bem, que se enriqueçam de
6.18
vd.
boas obras,
6.18
cp.
que sejam generosos e liberais, 19
6.19
vd.
entesourando para si um fundamento sólido para o futuro, a fim de que
6.19
vd.
se apoderem da vida que é realmente vida.

Conclusão e a bênção

20Ó

6.20
vd.
Timóteo, guarda
6.20
2Tm 1.12,14
o que te foi confiado, evitando as conversas vãs e
6.20
2Tm 2.161Tm 1.9
profanas e as objeções de uma falsa ciência, 21a qual, tendo alguns professado,
6.21
cp.
se desviaram
6.21
vd.
da fé.

6.21
vd.
A graça seja convosco.