Tradução Brasileira (2010) (TB)
11

Naás ameaça a Jabes-Gileade

111Então, subiu

11.1
1Sm 12.12
Naás, amonita, e se acampou contra
11.1
Jz 21.8
1Sm 31.11
Jabes-Gileade. Disseram todos os homens de Jabes a Naás: Faze
11.1
1Rs 20.34
Ez 17.13
aliança conosco, e te serviremos. 2Respondeu-lhes Naás, amonita: Farei aliança convosco com a condição
11.2
Nm 16.14
de vos serem tirados os olhos direitos; assim, trarei
11.2
1Sm 17.26
Sl 44.13
opróbrio sobre todo o Israel. 3Disseram-lhe os
11.3
1Sm 8.4
anciãos de Jabes: Concede-nos sete dias, para que enviemos mensageiros por todo o território de Israel; e, não havendo ninguém que nos livre, sairemos a ter contigo. 4Vieram os mensageiros a
11.4
1Sm 10.26
15.34
Gibeá de Saul e falaram estas palavras aos ouvidos do povo; todo o povo
11.4
1Sm 30.4
Gn 27.38
Jz 2.4
levantou a voz e chorou. 5Eis que Saul vinha do campo,
11.5
1Rs 19.19
atrás dos bois, e perguntou: Que tem o povo para chorar? Referiram-lhe as palavras dos homens de Jabes.

Vitória de Saul sobre os amonitas

6

11.6
1Sm 10.10
16.13
Jz 3.10
6.34
13.25
14.6
O Espírito de Deus apoderou-se de Saul, quando ouviu estas palavras e acendeu-se grandemente a sua ira. 7Tomou uma junta de bois,
11.7
Jz 19.29
cortou-os em pedaços e enviou a todos os termos de Israel por mão de mensageiros que dissessem:
11.7
Jz 21.5,8,10
Todo aquele que não sair para seguir a Saul e a Samuel, assim se fará aos seus bois. Então, caiu o temor do Senhor sobre o povo, e saíram
11.7
Jz 20.1
como um só homem. 8Contou-o em
11.8
Jz 1.5
Bezeque; e acharam-se
11.8
Jz 20.2
trezentos mil homens de Israel e trinta mil de Judá. 9Disseram aos mensageiros que tinham vindo: Assim direis aos homens de Jabes-Gileade: Amanhã, quando o sol aquentar, sereis socorridos. Vieram os mensageiros e deram a notícia aos homens de Jabes, que se alegraram 10e disseram:
11.10
1Sm 11.3
Amanhã, sairemos a ter convosco, e nos fareis tudo o que bem vos parecer. 11Ao outro dia, dividiu Saul o povo
11.11
Jz 7.16
em três companhias. Na vigília da manhã, entraram no meio do arraial e feriram aos amonitas até que se fez sentir o calor do dia. Os que escaparam foram desmantelados, de sorte que não ficaram deles dois juntos.

12Disse o povo a Saul:

11.12
1Sm 10.27
Quem são os que diziam: Reinará, porventura, Saul sobre nós?
11.12
Lc 19.27
Trazei cá os homens, para que os matemos. 13Porém Saul disse: Hoje, não se há de matar ninguém, porque, no dia de hoje, Jeová salvou a Israel
11.13
1Sm 10.27
2Sm 19.22
,
11.13
1Sm 19.5
Êx 14.13
.

14Então, disse Samuel ao povo: Vinde, e vamos a

11.14
1Sm 7.16
10.8
Gilgal e
11.14
1Sm 10.25
renovemos ali o reino. 15Partiu todo o povo para Gilgal; ali em Gilgal, constituíram a Saul por seu rei
11.15
1Sm 10.17
diante de Jeová e ali
11.15
1Sm 10.8
imolaram sacrifícios de ofertas pacíficas diante de Jeová, e ali muito se alegrou Saul, e todos os homens de Israel.

12

Samuel resigna o seu cargo

121Disse Samuel a todo o Israel:

12.1
1Sm 8.7,9,22
Escutei a vossa voz em tudo o que me dissestes e
12.1
1Sm 10.24
11.14-15
constitui um rei sobre vós. 2Agora, eis que
12.2
1Sm 8.20
o rei vai adiante de vós.
12.2
1Sm 8.1,5
Eu sou velho e cheio de cãs,
12.2
1Sm 8.3,5
e meus filhos estão convosco;
12.2
1Sm 3.10,19-20
eu tenho andado adiante de vós desde a minha mocidade até hoje. 3Eis-me aqui! Testemunhai contra mim perante Jeová e
12.3
1Sm 10.1
24.6
2Sm 1.14
perante o seu ungido: de quem tomei o boi? Ou
12.3
Êx 20.17
Nm 16.15
At 20.33
de quem tomei o jumento? Ou a quem defraudei? Ou a quem maltratei? Ou
12.3
Êx 23.8
Dt 16.19
da mão de quem recebi uma peita para encobrir com ela os meus olhos? E vô-lo restituirei. 4Responderam eles: Não nos defraudaste, nem nos maltrataste, nem tomaste coisa alguma da mão de ninguém. 5Ele lhes disse: Jeová é testemunha contra vós, e o seu ungido é hoje testemunha de que
12.5
At 23.9
21.20
não achastes coisa alguma
12.5
Êx 22.4
na minha mão. Eles responderam: Ele é testemunha.

6Samuel disse ao povo: Jeová é quem

12.6
Êx 6.26
designou a Moisés e a Arão e fez subir a vossos pais da terra do Egito. 7Agora, ponde-vos aqui,
12.7
Ez 20.35
Mq 6.1-5
para que eu pleiteie convosco perante Jeová, relativamente a todos os atos de justiça que ele vos fez a vós e a vossos pais. 8Quando Jacó entrou no Egito, e
12.8
Êx 2.23-25
vossos pais clamaram a Jeová,
12.8
Êx 3.10
4.14-16
enviou ele a Moisés e a Arão,
12.8
1Sm 10.18
para que tirassem a vossos pais do Egito, e fê-los habitar neste lugar. 9Mas
12.9
Dt 32.18
Jz 3.7
esqueceram-se de Jeová, seu Deus, e
12.9
Jz 4.2
ele os entregou nas mãos de Sísera, capitão do exército de Hazor,
12.9
Jz 3.31
10.7
13.1
nas mãos dos filisteus e
12.9
Jz 3.12-30
nas mãos de Moabe, os quais pelejaram contra eles. 10
12.10
Jz 10.10
Clamaram a Jeová e disseram: Pecamos, porque deixamos a Jeová e servimos aos
12.10
Jz 2.13
3.7
Baalins e aos Astarotes; mas,
12.10
Jz 10.15-16
agora, livra-nos das mãos dos nossos inimigos, e te serviremos. 11Jeová enviou a
12.11
Jz 6.31-32
Jerubaal, e a
12.11
Jz 4.6
11.1
Bedã, e a Jefté, e a Samuel e livrou-vos da mão dos vossos inimigos ao redor, e habitastes em segurança. 12Quando vistes
12.12
1Sm 11.1-2
que Naás, rei dos filhos de Amom, vinha contra vós, dissestes-me:
12.12
1Sm 8.6,19
Não; mas um rei dominará sobre nós,
12.12
1Sm 8.7
Jz 8.23
quando Jeová, vosso Deus, era vosso rei. 13Agora, eis o
12.13
1Sm 10.24
rei que escolhestes e
12.13
1Sm 12.17,19
8.5
Os 13.11
pedistes; e eis que Jeová pôs sobre vós um rei. 14
12.14
Js 24.14
Se temerdes a Jeová, e o servirdes, e derdes ouvidos à sua voz, e não fordes rebeldes às suas ordens, e tanto vós como o rei que vos domina fordes seguidores de Jeová, vosso Deus, bem está; 15mas,
12.15
Js 24.20
Is 1.20
se não derdes ouvidos a voz de Jeová, e fordes rebeldes às suas ordens,
12.15
1Sm 5.9
será a mão de Jeová contra vós
12.15
1Sm 12.9
como o era contra vossos pais. 16Agora,
12.16
Êx 14.13,31
ficai aqui e vede esta grande coisa que Jeová vai fazer diante dos vossos olhos. 17
12.17
Pv 26.1
Não é, hoje, a sega do trigo?
12.17
1Sm 7.9-10
Invocarei a Jeová, e ele enviará trovões e chuva. Sabereis e vereis que
12.17
1Sm 8.7
é grande a vossa maldade que fizestes perante Jeová, pedindo um rei sobre vós. 18Invocou Samuel a Jeová, que enviou, naquele dia, trovões e chuva.
12.18
Êx 14.31
Todo o povo temeu muito a Jeová e a Samuel.

19Todo o povo disse a Samuel:

12.19
1Sm 12.23
Êx 9.28
Jr 15.1
Roga a Jeová, teu Deus, pelos teus servos, para que não morramos, porque a todos os nossos pecados ajuntamos
12.19
1Sm 12.17,20
o mal de pedirmos um rei. 20Então, disse Samuel ao povo: Não temais; vos fizestes todo este mal;
12.20
Dt 11.16
não vos desvieis de seguir a Jeová, mas servi-o de todo o vosso coração. 21Não vos desvieis, pois seguiríeis
12.21
Is 41.29
Hc 2.18
coisas vãs, que não vos podem aproveitar, nem livrar, porque são vãs. 22
12.22
Dt 31.6
1Rs 6.13
Jeová, por
12.22
Êx 32.12
Nm 14.13
causa do seu grande nome, não desamparará ao seu povo, porque
12.22
Dt 7.6-11
1Pe 2.9
aprouve a Jeová fazer de vós o seu povo. 23Quanto a mim,
12.23
Rm 1.9
Cl 1.9
1Ts 3.10
2Tm 1.3
longe de mim o pecar eu contra Jeová, deixando de orar por vós. Eu
12.23
1Rs 8.36
Pv 4.11
vos instruirei no caminho bom e direito. 24
12.24
Ec 12.13
Tão somente temei a Jeová e servi-o fielmente de todo o vosso coração, pois vede
12.24
Dt 10.21
quão grande coisa acaba de fazer na vossa presença. 25
12.25
Is 1.20
3.11
Se, porém, perseverardes em fazer o mal,
12.25
Js 24.20
perecereis
12.25
1Sm 31.1-5
Os 10.3
tanto vós como o vosso rei.

13

Guerra entre os israelitas e os filisteus

131Saul tinha trinta anos de idade quando começou a reinar e reinou dois anos sobre Israel. 2Saul escolheu para si três mil homens de Israel; estavam com ele dois mil, em

13.2
1Sm 13.5
14.31
Micmás e no monte de Betel, e mil estavam com Jônatas, em
13.2
1Sm 10.26
Gibeá de Benjamim. Ao resto do povo mandou que fosse cada um para a sua tenda. 3Jônatas bateu a
13.3
1Sm 10.5
guarnição dos filisteus que estava em
13.3
1Sm 13.16
14.5
Geba; o que ouviram os filisteus. Saul
13.3
Jz 3.27
6.34
fez tocar a trombeta por toda a terra, dizendo: Ouçam os hebreus. 4Todo o Israel ouviu dizer que Saul tinha batido a guarnição dos filisteus e que Israel se
13.4
Gn 34.30
Êx 5.21
2Sm 10.6
havia tornado abominável aos filisteus. O povo foi convocado após Saul, em Gilgal.

5Os filisteus ajuntaram-se para pelejar contra Israel: trinta mil carros, e seis mil cavaleiros, e

13.5
Js 11.4
povo em multidão como a areia que está à beira do mar; subiram e acamparam-se em Micmás, ao oriente de
13.5
1Sm 14.23
Bete-Áven. 6Vendo os homens de Israel o aperto em que estavam (pois o povo se achava angustiado),
13.6
Jz 6.2
esconderam-se em covas, e em buracos, e em rochedos, e em túmulos, e em cisternas. 7Ora, alguns dos hebreus tinham passado o Jordão para a terra de
13.7
Nm 32.33
Gade e Gileade; porém Saul ficou ainda em Gilgal, e todo o povo o seguia tremendo.

Saul oferece sacrifícios, e Samuel reprova-o

8

13.8
1Sm 10.8
Esperou sete dias, segundo o tempo aprazado por Samuel. Mas Samuel não veio a Gilgal, e o povo, deixando a Saul, se dispersava. 9Disse Saul: Trazei-me cá o holocausto e as ofertas pacíficas. Ele
13.9
2Sm 24.25
1Rs 3.4
ofereceu o holocausto. 10Apenas ele tinha acabado de oferecer o holocausto, eis que chegou Samuel;
13.10
1Sm 15.13
Saul saiu-lhe ao encontro, para o saudar. 11Samuel perguntou: Que fizeste? Respondeu Saul: Vendo que o povo, deixando-me, se dispersava, e que tu não vinhas nos dias aprazados, e que os
13.11
1Sm 13.2,5,16,23
filisteus se reuniam em Micmás, 12por isso, disse eu: agora, os filisteus descerão contra mim a Gilgal, e eu não aplaquei a Jeová. Constrangi-me, pois, e ofereci o holocausto. 13Samuel disse a Saul:
13.13
2Cr 16.9
Procedeste nesciamente
13.13
1Sm 15.22,28
em não guardar o mandamento de Jeová, teu Deus, que ele te ordenou. Jeová teria confirmado
13.13
1Sm 1.22
para sempre o teu reino sobre Israel; 14porém, agora,
13.14
1Sm 15.28
não subsistirá o teu reino.
13.14
At 13.22
Jeová buscou para si um homem segundo o seu coração e mandou-lhe que fosse príncipe sobre o seu povo, porque não guardaste o que te ordenou. 15Levantou-se Samuel e subiu de Gilgal a
13.15
1Sm 13.2
Gibeá de Benjamim.

Saul contou o povo que se achava com ele,

13.15
1Sm 13.2,6,7
14.2
cerca de seiscentos homens. 16Saul, e seu filho Jônatas, e o povo que se achava com eles ficaram em
13.16
1Sm 13.2-3
Geba de Benjamim, mas os filisteus acamparam-se em Micmás. 17
13.17
1Sm 14.15
Os saqueadores saíram do arraial dos filisteus em três companhias: uma tomou o caminho de
13.17
Js 18.23
Ofra para a terra de Sual; 18outra tomou o caminho de
13.18
Js 18.13-14
Bete-Horom; e a outra tomou o caminho do termo que pende para o vale de
13.18
Ne 11.34
Zeboim, na direção do deserto.

19Ora, em

13.19
Jz 5.8
2Rs 24.14
toda a terra de Israel não se achava um ferreiro, pois os filisteus disseram: Para não suceder que os hebreus façam para si espadas ou lanças, 20mas todos os israelitas tinham que descer aos filisteus, para cada um afiar a sua relha, a sua enxada, o seu machado e a sua picareta. 21Tinham, porém, limas para as picaretas, para as enxadas, para os forcados e para os machados e para consertar as aguilhadas. 22No dia da batalha, não se achou nem espada
13.22
Jz 5.8
nem lança na mão de nenhum do povo que estava com Saul e Jônatas; porém se acharam com Saul e com seu filho Jônatas. 23Saiu a
13.23
1Sm 14.1
2Sm 23.14
guarnição dos filisteus ao
13.23
1Sm 14.4-5
Is 10.28
desfiladeiro de Micmás.