Tradução Brasileira (2010) (TB)
7

Respostas a perguntas acerca do casamento

71No tocante às coisas sobre que me escrevestes,

7.1
1Co 7.8,26
bom é que o homem não toque mulher; 2mas, por causa das fornicações, cada um tenha sua mulher, e cada uma, seu marido. 3O marido pague a sua mulher o que lhe deve, e, da mesma maneira, a mulher, ao marido. 4A mulher não tem domínio sobre o seu corpo, mas, sim, o marido; e, da mesma forma, o marido não tem domínio sobre o seu corpo, mas, sim, a mulher. 5
7.5
Êx 19.15
1Sm 21.5
Não vos defraudeis um ao outro, senão talvez de comum acordo por algum tempo, a fim de que vos dediqueis à oração e de novo vos junteis, para
7.5
Mt 4.10
que não vos tente Satanás por causa da vossa incontinência. 6Mas digo isso por concessão,
7.6
2Co 8.8
não como mandamento. 7Contudo, desejo que todos os homens
7.7
1Co 7.81Co 9.5
sejam como eu; porém
7.7
1Co 12.4,11
Rm 12.6Mt 19.11
cada um tem de Deus o seu próprio dom; um, na verdade, de um modo, outro, de outro.

8Digo aos solteiros e às viúvas que lhes é bom se permanecerem assim como também eu. 9Todavia, se não têm continência,

7.9
cp.
casem-se; porque melhor é casar do que abrasar-se. 10Aos casados, porém, dou mandamento,
7.10
1Co 7.6Ml 2.16
Mt 5.32
19.3-9
Mc 10.2-12
Lc 16.18
não eu, senão o Senhor: que a mulher se não separe do marido 11(mas, se ela se separar, fique sem casar ou reconcilie-se com seu marido); e que o marido não deixe a sua mulher. 12Porém aos outros digo
7.12
1Co 7.62Co 11.17
eu, não o Senhor: se um irmão tiver mulher incrédula, e esta consente em morar com ele, não a deixe; 13e a mulher que tem marido incrédulo, e este consente em morar com ela, não deixe o marido. 14Pois o marido incrédulo é santificado na mulher, e a mulher incrédula é santificada no irmão; de outra maneira, os vossos filhos seriam imundos, mas agora são
7.14
Ed 9.2
Ml 2.15
santos. 15Mas, se o incrédulo se separa, que se separe; em tais casos, não está escravizado o irmão ou a irmã; mas Deus vos tem chamado
7.15
cp.
em paz. 16Pois, como sabes tu, ó mulher,
7.16
1Pe 3.1
Rm 11.14
se salvarás a teu marido? Ou como sabes tu, ó marido, se salvarás a tua mulher? 17Somente assim ande cada um,
7.17
Rm 12.3
conforme o Senhor lhe tenha repartido, cada um conforme Deus o tenha chamado.
7.17
1Co 4.17
É isso o que ordeno em
7.17
1Co 14.33
2Co 8.18
11.281Co 11.16
Gl 1.22
1Ts 2.14
2Ts 1.4
todas as igrejas. 18Foi chamado alguém, sendo circuncidado? Não se torne incircunciso. Foi chamado alguém em incircuncisão?
7.18
At 15.1
Não seja circuncidado. 19
7.19
Gl 5.6
6.15
Cl 3.11Rm 2.27,29
Gl 3.28
A circuncisão nada é, e também a incircuncisão nada é, senão
7.19
Rm 2.25
a guarda dos mandamentos de Deus. 20
7.20
1Co 7.24
Cada um, na vocação em que foi chamado, nela permaneça. 21Foste chamado, sendo escravo? Não te dê cuidado; mas, se podes ainda tornar-te livre, antes aproveita-te. 22Pois o que foi chamado no Senhor, sendo escravo,
7.22
Jo 8.32,36Fm 16
é liberto do Senhor; da mesma maneira, o que foi chamado, sendo livre, é
7.22
Ef 6.6
Cl 3.24
1Pe 2.16
escravo de Cristo. 23
7.23
1Co 6.20
Por preço fostes comprados; não vos torneis escravos de homens. 24Cada um, irmãos, permaneça diante de Deus naquele estado em que foi chamado.

25No tocante a virgens,

7.25
1Co 7.6
não tenho mandamento do Senhor, mas dou o meu parecer como quem do Senhor
7.25
2Co 4.1
1Tm 1.13,16
tem alcançado misericórdia para ser fidedigno. 26Pois julgo que isso é bom em razão da
7.26
cp.
instante necessidade, a saber,
7.26
1Co 7.1,8
é bom para o homem o estar assim. 27Estás ligado a mulher? Não procures desligar-te; estás desligado de mulher, não procures mulher. 28Entretanto, se casares, não pecaste; e, se a virgem se casar, não pecou; para esses tais, porém, haverá tribulação na carne, e eu quisera poupar-vos. 29Mas isto digo, irmãos:
7.29
Rm 13.111Co 7.31
o tempo é abreviado; a fim de que, para o futuro, os que têm mulheres sejam como se não as tivessem; 30os que choram sejam como se não chorassem; os que se alegram, como se não se alegrassem; os que compram, como se não possuíssem; 31e os que usam deste mundo, como se dele não
7.31
1Co 9.18
usassem em absoluto; porque
7.31
1Co 7.29
1Jo 2.17
a figura deste mundo passa. 32Quero, porém, que estejais livres de cuidado. O que é
7.32
cp.
solteiro cuida das coisas do Senhor, de como agrade ao Senhor; 33mas aquele que está casado cuida das coisas do mundo, de como agrade a sua mulher, 34e anda dividido. Também a mulher que não está casada e a virgem cuida das coisas do Senhor, para ser santa tanto no corpo como no espírito; a casada, porém, cuida das coisas do mundo, de como agrade a seu marido. 35Digo isso para o vosso proveito; não para vos enredar, mas para o que é honesto e para que possais sem distração dedicar-vos ao Senhor. 36Entretanto, se alguém julga que trata sem decoro a sua filha donzela, se ela tiver passado a flor da idade, e a necessidade assim o exige, faça o que quiser; não peca; casem-se. 37Todavia, aquele que está firme no seu coração e não tem necessidade, mas tem domínio sobre a sua própria vontade e tem determinado em seu coração guardar donzela sua filha, bem fará. 38De modo que, aquele que dá em casamento sua filha virgem faz bem; e o que não a dá fará melhor. 39
7.39
Rm 7.2
A mulher está ligada, enquanto viver seu marido; mas, se o marido morrer, está livre para se casar com quem quiser, contanto que seja
7.39
cp.
no Senhor. 40Contudo, é mais feliz,
7.40
1Co 7.67.25
segundo o meu juízo, se permanecer como está; e penso que também eu tenho o Espírito de Deus.

8

Acerca das coisas sacrificadas aos ídolos

81Quanto às

8.1
1Co 8.4,7,10At 15.20
coisas sacrificadas aos ídolos, sabemos que todos temos
8.1
cp.
ciência. A ciência
8.1
1Co 4.6
incha, mas a caridade
8.1
Rm 14.19
edifica; 2
8.2
1Co 3.18
se alguém pensa que conhece alguma coisa,
8.2
cp.
não a conhece ainda como convém conhecer; 3mas, se alguém ama a Deus, este
8.3
Gl 4.9Rm 8.29
11.2
Sl 1.6
Jr 1.5
Am 3.2
é conhecido por ele. 4Quanto, pois, ao comer das viandas sacrificadas aos ídolos, sabemos que
8.4
1Co 10.19
At 14.15
Gl 4.8
um ídolo nada é no mundo e que
8.4
1Co 8.6
Dt 4.35,39
6.4
não há outro Deus senão só um. 5Pois, ainda que há os
8.5
2Ts 2.4
que se chamam deuses, quer no céu quer na terra (como há muitos deuses e muitos senhores), 6para nós, contudo,
8.6
1Co 8.4
Dt 4.35,39
6.4
há um só Deus,
8.6
Ml 2.10
Ef 4.6
o Pai,
8.6
Rm 11.36
de quem são todas as coisas e para quem nós existimos;
8.6
1Co 1.2
Ef 4.5Jo 13.13
1Tm 2.5
e um só Senhor, Jesus Cristo,
8.6
Jo 1.3
Cl 1.16
por quem são todas as coisas, e nós outros, por ele. 7Todavia, nem em todos há
8.7
1Co 8.4
esse conhecimento; mas
8.7
Rm 14.14,22
alguns, acostumados até agora com o ídolo, comem como de viandas sacrificadas a um ídolo; e a consciência deles, sendo fraca, é contaminada. 8
8.8
Rm 14.17
A comida, porém, não nos recomendará a Deus; não somos piores, se não comermos. 9Mas
8.9
Rm 14.13,21
1Co 10.28
Gl 5.13
vede que essa liberdade vossa não venha, de alguma forma, a ser pedra de tropeço para os
8.9
1Co 8.10Rm 14.1
fracos. 10Pois, se alguém te vir a ti, que tens ciência, sentado à mesa em templo de ídolo, não será a consciência do tal, sendo ele fraco, animada a comer das
8.10
1Co 8.4,7At 15.20
coisas sacrificadas aos ídolos? 11Pois, pela tua ciência,
8.11
Rm 14.15,20
perece aquele que é fraco, teu irmão, por quem Cristo morreu. 12
8.12
cp.
Assim pecando vós contra os irmãos e ferindo a sua consciência quando é fraca, pecais
8.12
cp.
contra Cristo. 13Por isso,
8.13
Rm 14.211Co 10.32
2Co 6.3
11.29
se a comida serve de pedra de tropeço a meu irmão, jamais comerei carne, para que eu não sirva de pedra de tropeço a meu irmão.

9

A liberdade e os direitos apostólicos

91Não sou eu

9.1
1Co 9.1910.29
livre? Não sou
9.1
At 14.14
2Cr 12.12
1Ts 2.6
1Tm 2.7
2Tm 1.11
Rm 1.1
apóstolo? Não tenho
9.1
At 9.3,17
18.9
22.14,18
23.11
1Co 15.8
visto a Jesus, nosso Senhor? Não sois vós
9.1
1Co 3.6
4.15
obra minha no Senhor? 2Se para outros não sou apóstolo, contudo, ao menos para vós o sou; pois
9.2
Jo 3.332Co 3.2
o selo do meu
9.2
cp.
apostolado sois vós no Senhor. 3Esta é a minha defesa contra os que me julgam. 4
9.4
1Co 9.14
1Ts 2.6,9
2Ts 3.8
Será que nós não temos o direito de comer e de beber? 5Porventura,
9.5
cp.
não temos o direito de levar conosco uma crente como esposa, como também os outros apóstolos, e os
9.5
Mt 12.46
irmãos do Senhor, e
9.5
Mt 8.14
Jo 1.42
Cefas? 6Acaso, só eu e
9.6
At 4.36
Barnabé não temos direito de deixar de trabalhar? 7Quem jamais
9.7
cp.
vai à guerra à sua própria custa? Quem
9.7
1Co 3.6,8
Dt 20.6
Pv 27.18
planta uma vinha e não come do seu fruto? Ou quem pastoreia um rebanho e não come do leite do rebanho? 8Porventura, digo eu isso
9.8
Rm 3.5
como homem ou não o diz também a Lei? 9Pois na Lei de Moisés está escrito:
9.9
1Tm 5.18
Dt 25.4
Não atarás a boca do boi quando debulha. Acaso, cuida Deus
9.9
Dt 22.1-4
Pv 12.10
dos bois? 10Ou é seguramente por nós que ele diz isso? De certo,
9.10
Rm 4.23
por amor de nós foi escrito; pois
9.10
cp.
quem lavra deve lavrar com esperança; e quem debulha deve debulhar com esperança de participar dos frutos. 11
9.11
cp.
Se nós vos semeamos as coisas espirituais, é, porventura, grande coisa se colhermos as vossas coisas materiais? 12Se outros participam desse direito sobre vós, por que não ainda mais nós? Não obstante,
9.12
1Co 9.15,18
At 18.320.33
nunca usamos desse direito; ao contrário, suportamos tudo,
9.12
cp.
para não pôr obstáculo algum
9.12
1Co 4.15
1Co 9.14,16,18,23
2Co 2.12
ao evangelho de Cristo. 13
9.13
Rm 6.16
Não sabeis que aqueles que
9.13
Lv 6.16,26
7.6,31Nm 5.918.8-20,31
Dt 18.1
trabalham nas coisas sagradas comem das coisas do templo; e que os que servem ao altar são participantes do altar? 14Assim também
9.14
Mt 10.10
Lc 10.7
1Tm 5.18
ordenou o Senhor aos que proclamam
9.14
1Co 9.4
Lc 10.8
o evangelho que vivam do evangelho; 15mas nenhuma dessas coisas tenho eu usado. Nem escrevo isso para que se faça assim comigo; pois melhor me fora morrer do que alguém fazer
9.15
2Co 11.10
vã a minha glória. 16Se eu pregar o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois
9.16
Rm 1.14At 9.15
me é imposta essa obrigação: ai de mim se não anunciar o evangelho! 17Se faço isso de vontade própria, tenho
9.17
1Co 9.18
Jo 4.361Co 3.8
galardão; mas, se não é de vontade própria, apenas se me tem confiado
9.17
1Co 4.1Gl 2.7
Ef 3.2
Fp 1.16
Cl 1.25
o ofício de despenseiro. 18Qual é, pois, o meu galardão? É que, anunciando o evangelho, eu o faça
9.18
2Cr 11.7
12.13At 18.3
sem preço, para
9.18
1Co 7.311Co 9.12
não usar em absoluto do meu direito no evangelho. 19Pois, sendo eu
9.19
1Co 9.1
livre de todos, fiz-me
9.19
2Co 4.5Gl 5.13
escravo de todos, para
9.19
Mt 18.15
1Pe 3.1
ganhar maior número. 20Para
9.20
cp.
os judeus, tornei-me como judeu, a fim de ganhar os judeus; para os que estão debaixo da Lei, como se eu estivesse debaixo da Lei
9.20
Gl 2.19
(não me achando eu debaixo da Lei), a fim de ganhar os que estão debaixo da Lei; 21para os que estão
9.21
Rm 2.12,14
sem lei,
9.21
cp.
como se eu estivesse sem lei (não me achando eu sem a lei de Deus, mas
9.21
cp.
sob a lei de Cristo), a fim de ganhar os que estão sem lei; 22para os
9.22
2Co 11.29
Rm 14.1
15.1
fracos, tornei-me como fraco, a fim de ganhar os fracos; tornei-me
9.22
1Co 10.33
tudo para todos,
9.22
Rm 11.14
para de todo e qualquer modo
9.22
Rm 11.14
salvar alguns. 23Tudo faço por causa do evangelho, para dele tornar-me coparticipante. 24
9.24
1Co 9.13
Não sabeis que os que correm no estádio correm, na verdade, todos, mas um só é que recebe o
9.24
Fp 3.14
Cl 2.18
prêmio? Assim
9.24
Hb 12.12Tm 4.7
Gl 2.2
correi, de modo que o alcanceis. 25Todos os
9.25
1Tm 6.12
2Tm 2.5
4.7Ef 6.12
atletas, em tudo, se moderam; aqueles, com efeito, para receber uma
9.25
2Tm 4.8
Tg 1.12
1Pe 5.4
Ap 2.10
3.11
coroa corruptível, mas nós, uma incorruptível. 26Eu, por minha parte, assim
9.26
1Co 9.24
corro, não como na incerteza; de tal modo combato, não como
9.26
cp.
açoitando o ar; 27pelo contrário, esbofeteio
9.27
cp.
o meu corpo e o reduzo à escravidão, para que, havendo pregado a outros, não venha eu mesmo a ser rejeitado.