Tradução Brasileira (2010) (TB)
17

Davi deseja edificar o templo, mas Deus não o permite

171

17.1
2Sm 7.1-29
Habitando Davi em sua casa, disse ao profeta Natã: Eis que habito eu numa casa de cedro, mas a arca da Aliança de Jeová está debaixo de cortinas. 2Respondeu Natã a Davi: Faze tudo o que tens no teu coração, porque Deus é contigo. 3Na mesma noite, veio a palavra de Deus a Natã, dizendo: 4Vai e fala a Davi, meu servo: Assim diz Jeová:
17.4
1Cr 28.2-3
Tu não me edificarás casa para eu habitar; 5não tenho habitado numa casa desde o dia em que fiz subir Israel até o dia de hoje,
17.5
Êx 40.2-3
2Sm 7.6
mas tenho mudado de uma tenda para outra tenda e de um tabernáculo para outro. 6Em todos os lugares em que tenho andado com Israel, falei eu jamais uma palavra
17.6
2Sm 7.7
a um dos juízes de Israel, a quem mandei que apascentassem o meu povo, dizendo: Por que não me tendes edificado uma casa de cedro? 7Agora, assim dirás ao meu servo Davi: Assim diz Jeová dos Exércitos: Eu te tirei do curral, de detrás das ovelhas, para que fosses príncipe sobre o meu povo de Israel; 8e estive contigo por onde quer que andavas, exterminei todos os teus inimigos da tua presença; e te farei um nome como o dos grandes da terra. 9Designarei um lugar para o meu povo de Israel e o plantarei, para que habite no seu lugar e nunca mais seja movido; nem os filhos da perversidade o assolarão, como no princípio 10e como desde o dia em que dei juízes sobre o meu povo de Israel; e subjugarei todos os teus inimigos. Também te declaro que Jeová te edificará casa. 11Quando forem cumpridos os dias de ires para teus pais, depois de ti, suscitarei a tua semente, um de teus filhos; e estabelecerei o seu reino. 12Esse me edificará casa, e estabelecerei o seu trono para sempre. 13
17.13
Hb 1.5
Eu lhe serei por pai, e ele me será por filho; não tirarei dele a minha misericórdia,
17.13
1Cr 10.14
como a tirei do teu predecessor, 14mas o confirmarei na minha casa e no meu reino para sempre; o seu reino será para sempre estabelecido. 15Segundo todas essas palavras e segundo toda essa visão, assim falou Natã a Davi.

A oração de Davi

16Então, entrou o rei Davi, e se assentou diante de Jeová, e disse: Quem sou eu, Deus Jeová, e que é a minha casa, para que me tenhas trazido até aqui? 17Isso pareceu pouco aos teus olhos, ó Deus; porém falaste da casa do teu servo para um futuro ainda distante e me trataste como a um homem ilustre, ó Deus Jeová. 18Que mais te pode dizer ainda Davi no tocante à honra feita ao teu servo? Pois tu conheces o teu servo. 19Jeová, por amor do teu servo e conforme o teu coração, fizeste todas essas grandes coisas, para as revelar

17.19
2Sm 7.21
Is 37.35
. 20Jeová, ninguém há semelhante a ti, nem há outro Deus fora de ti, segundo tudo o que temos ouvido com os nossos ouvidos. 21Que outra nação na terra é como o teu povo de Israel, única a quem Deus foi remir para seu povo, a fim de te fazer um nome por meio de coisas grandes e terríveis, expulsando nações diante do teu povo que remiste do Egito? 22Pois
17.22
Êx 19.5-6
fizeste o teu povo de Israel povo teu para sempre; e tu, Jeová, te fizeste seu Deus. 23Agora, Jeová, seja estabelecida para sempre a palavra que falaste a respeito do teu servo e a respeito da sua casa, e faze como falaste. 24Que ela seja estabelecida, e seja magnificado para sempre o teu nome, em dizer-se: Jeová dos Exércitos é Deus de Israel, sim, Deus para Israel; diante de ti está estabelecida a casa do teu servo Davi. 25Tu, Deus meu, revelaste ao teu servo que lhe edificarás casa; portanto, o teu servo achou confiança para orar diante de ti. 26Agora, Jeová, tu és Deus e prometeste este bem ao teu servo; 27e, agora, te foste servido abençoar a casa do teu servo, para que permaneça para sempre diante de ti; porque tu, Jeová, abençoaste, ela está abençoada para sempre.

18

Diversas vitórias de Davi

181

18.1
2Sm 8.1-18
Depois disso, feriu Davi os filisteus, subjugou-os e tomou das mãos deles a Gate e suas aldeias. 2Também feriu a Moabe; os moabitas tornaram-se servos de Davi e pagavam tributos.

3Também Davi feriu a Hadadezer, rei de Zobá, até Hamate, quando ia estabelecer o seu domínio junto ao rio Eufrates. 4Davi tomou-lhe mil carros, e sete mil cavaleiros, e vinte mil homens de pé; Davi jarretou todos os cavalos dos carros, mas reservou deles para cem carros.

5Tendo vindo os siros de Damasco em socorro de Hadadezer, rei de

18.5
1Cr 19.6
Zobá, Davi feriu deles vinte e dois mil homens. 6Então, Davi pôs guarnições em Síria de Damasco; os siros tornaram-se servos de Davi e pagavam tributos. Jeová dava vitória a Davi por onde quer que ia. 7Davi tomou os escudos de ouro que tinham os servos de Hadadezer e os trouxe para Jerusalém. 8De Tibate e de Cum, cidades de Hadadezer, tomou Davi muitíssimo bronze, de que Salomão fez o mar de bronze, as colunas e os vasos de bronze.

9Quando Toú, rei de Hamate, ouviu que Davi tinha ferido todo o exército de Hadadezer, rei de Zobá, 10enviou seu filho Hadorão ao rei Davi, para o saudar e para o abençoar, por ter pelejado contra Hadadezer e por tê-lo ferido (porque Hadadezer fazia guerra a Toú). Ele trouxe consigo toda sorte de vasos de ouro, de prata e de bronze. 11A estes também consagrou o rei Davi a Jeová, juntamente com a prata e ouro que tinha levado de todas as nações: de Edom, de Moabe, dos filhos de Amom, dos filisteus e de Amaleque.

12Além disso, Abisai, filho de Zeruia, feriu dos edomitas dezoito mil no vale do Sal. 13Pôs guarnições em Edom, e todos os edomitas tornaram-se servos de Davi. Jeová dava vitória a Davi por onde quer que ia.

14Davi reinou sobre todo o Israel e fazia juízo e justiça a todo o seu povo. 15

18.15
1Cr 11.6
Joabe, filho de Zeruia, comandava o exército; Josafá, filho de Ailude, era cronista; 16Zadoque, filho de Aitube, e Abimeleque, filho de Abiatar, eram sacerdotes; Sausa era secretário; 17Benaia, filho de Joiada, comandava os quereteus e peleteus; e os filhos de Davi eram os primeiros junto à pessoa do rei.

19

O rei dos amonitas ultraja os mensageiros de Davi, e este castiga-o

191

19.1
2Sm 10.1-19
Depois disso, morreu Naás, rei dos filhos de Amom, e reinou seu filho em seu lugar. 2Disse Davi: Usarei de beneficência para com Hanum, filho de Naás, porque seu pai usou de beneficência para comigo. Davi enviou mensageiros para o consolarem acerca de seu pai. Os servos de Davi foram ter com Hanum, à terra dos filhos de Amom, para o consolarem. 3Mas os príncipes dos filhos de Amom disseram a Hanum: Porventura, pensas que Davi, por honrar a memória de teu pai, te enviou homens que te consolassem? Não vieram ter contigo os seus servos a esquadrinhar, a transtornar e a espiar a terra? 4Hanum, pois, tomou os servos de Davi, os barbeou e lhes cortou os vestidos pelo meio, até as nádegas, e os despediu. 5Então, foram alguns e contaram a Davi como foram tratados esses homens. Ele mandou mensageiros ao encontro deles (pois os homens estavam sobremaneira envergonhados). Disse o rei: Deixai-vos ficar em Jericó até vos crescer a barba e então voltai.

6Vendo os filhos de Amom que tinham ofendido grandemente a Davi, enviou Hanum e os filhos de Amom mil talentos de prata para alugarem carros e cavaleiros de Mesopotâmia, de Arã-Maaca e de

19.6
1Cr 18.5,9
Zobá. 7Alugaram trinta e dois mil carros, e o rei de Maaca, e seu povo, os quais vieram e se acamparam defronte de
19.7
Nm 21.30
Js 13.9,16
Medeba. Os filhos de Amom, tendo-se ajuntado das suas cidades, vieram para a guerra. 8O que tendo Davi ouvido, enviou a Joabe e a todo o exército dos homens valentes. 9Tendo saído os filhos de Amom, ordenaram a batalha junto da porta da cidade; e os reis que eram vindos estavam à parte, no campo.

10Ora, quando Joabe viu que a batalha lhe estava ordenada pela frente e pela retaguarda, escolheu dentre os melhores homens de Israel e os pôs em ordem contra os siros. 11Entregou o resto do povo a seu irmão Abisai, e puseram-se em ordem de batalha contra os filhos de Amom. 12Disse: Se os siros me vencerem, tu virás socorrer-me; mas, se os filhos de Amom te vencerem, eu virei em teu socorro. 13Tem bom ânimo, e pelejemos varonilmente pelo nosso povo e pelas cidades do nosso Deus; faça Jeová o que lhe parecer bem. 14Marchou Joabe e o povo que estava com ele à batalha contra os siros, que fugiram de diante dele. 15Vendo os filhos de Amom que os siros tinham fugido, fugiram eles também de diante de Abisai, irmão de Joabe, e entraram na cidade. Então, voltou Joabe para Jerusalém.

16Vendo-se os siros derrotados diante de Israel, enviaram mensageiros e fizeram vir os siros que viviam da banda dalém do rio e tinham por comandante Sofaque, capitão do exército de Hadadezer. 17Avisado disso, Davi ajuntou a todo o Israel, passou o Jordão, marchou sobre eles e ordenou contra eles a batalha. Havendo Davi ordenado a batalha contra os siros, pelejaram estes contra ele. 18Os siros fugiram de diante de Israel; e, dentre os siros, matou Davi os homens de sete mil carros e quarenta mil homens de pé; também matou a Sofaque, capitão do exército. 19Vendo os servos de Hadadezer que eram derrotados diante de Israel, fizeram paz com Davi e o serviram. Os siros não quiseram mais socorrer os filhos de Amom.