Almeida Revista e Corrigida (1969) (RC69)
50

Deus governa o mundo: Deus tem mais prazer na obediência do que no sacrifício

Salmo de Asafe

501O DEUS poderoso, o Senhor, falou e chamou a terra desde o nascimento do sol até ao seu ocaso. 2Desde Sião, a perfeição da formosura, resplandeceu Deus. 3Virá o nosso Deus, e não se calará; adiante dele um fogo irá consumindo, e haverá grande tormenta ao redor dele. 4Chamará os céus, do alto, e a terra, para julgar o seu povo. 5Congregai os meus santos, aqueles que fizeram comigo um concerto com sacrifícios. 6E os céus anunciarão a sua justiça; pois Deus mesmo é o Juiz. (Selá.) 7Ouve, povo meu, e eu falarei; ó Israel, e eu, Deus, o teu Deus, protestarei contra ti. 8Não te repreenderei pelos teus sacrifícios, ou holocaustos, de contínuo perante mim. 9Da tua casa não tirarei

50.9:
Mq 6.6
At 17.25
bezerro nem bodes dos teus currais. 10Porque meu é todo o animal da selva, e as alimárias sobre milhares de montanhas. 11Conheço todas as aves dos montes; e minhas são todas as feras do campo. 12Se eu tivesse fome, não to diria, pois meu é o mundo e a sua plenitude. 13Comerei eu carne de touros? ou beberei sangue de bodes? 14Oferece a Deus sacrifício de louvor, e paga ao Altíssimo os teus votos. 15E invoca-me
50.15:
Zc 13.9
no dia da angústia: eu te livrarei, e tu me glorificarás. 16Mas ao ímpio diz Deus: Que tens tu que recitar os meus estatutos, e que tomar o meu concerto na tua boca, 17Pois
50.17:
Ne 9.26
Rm 2.21-22
aborreces a correção, e lanças as minhas palavras para detrás de ti? 18Quando vês o ladrão, consentes com ele, e tens a tua parte com adúlteros. 19Soltas a tua boca para o mal, e a tua língua compõe o engano. 20Assentas-te a falar contra teu irmão; falas mal contra o filho de tua mãe. 21Estas cousas tens feito, e eu me calei; pensavas que era como tu; mas eu te arguirei, e, em sua ordem, tudo porei diante dos teus olhos. 22Ouvi pois isto, vós que vos esqueceis de Deus; para que vos não faça em pedaços, sem haver quem vos livre. 23Aquele
50.23:
Rm 12.1
Gl 6.16
que oferece sacrifício de louvor me glorificará; e àquele que bem ordena o seu caminho eu mostrarei a salvação de Deus.

51

Davi confessa o seu pecado, suplica o perdão e roga a Deus que lhe renove um espírito reto

Salmo de Davi para o cantor-mor, quando o profeta Natã veio a ele, depois de ele ter estado com Batseba

511TEM misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias. 2Lava-me completamente da minha iniquidade, e purifica-me do meu pecado. 3Porque eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim. 4Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que a teus olhos parece mal, para que sejas justificado quando falares, e puro quando julgares. 5Eis que em iniquidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe. 6Eis que amas a verdade no íntimo, e no oculto me fazes conhecer a sabedoria. 7Purifica-me

51.7:
Nm 19.18
Is 1.18
Hb 9.19
com hissope, e ficarei puro: lava-me, e ficarei mais alvo do que a neve. 8Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que gozem os ossos que tu quebraste. 9Esconde a tua face dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniquidades. 10Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto. 11Não me lances fora da tua presença,
51.11:
Rm 8.9
Ef 4.30
e não retires de mim o teu Espírito Santo. 12Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário. 13Então ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e os pecadores a ti se converterão. 14Livra-me
51.14:
2Sm 11.17
dos crimes de sangue, ó Deus, Deus da minha salvação, e a minha língua louvará altamente a tua justiça. 15Abre, Senhor, os meus lábios, e a minha boca entoará o teu louvor. 16Porque te não comprazes em sacrifícios, senão eu os daria; tu não te deleitas em holocaustos. 17Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado;
51.17:
Is 57.15
a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus. 18Abençoa a Sião, segundo a tua boa vontade; edifica os muros de Jerusalém. 19Então te agradarás
51.19:
Ml 3.3
de sacrifícios de justiça, dos holocaustos e das ofertas queimadas; então se oferecerão novilhos sobre o teu altar.

52

Davi prediz a ruína do ímpio, e confia em Deus

Masquil de Davi para o cantor-mor, quando Doegue, o idumeu, o anunciou a Saul, e lhe disse: Davi veio à casa de Abimeleque

521PORQUE te glorias na malícia, ó homem poderoso? pois a bondade de Deus permanece continuamente. 2A tua língua intenta o mal, como uma navalha afiada, traçando enganos. 3Tu amas mais o mal do que o bem, e mais a mentira

52.3:
Jr 9.4-5
do que o falar conforme a retidão. (Selá.) 4Amas todas as palavras devoradoras, ó língua fraudulenta. 5Também Deus te destruirá para sempre; arrebatar-te-á e arrancar-te-á da tua habitação; e desarraigar-te-á da terra dos viventes. (Selá.) 6E os justos
52.6:
Ml 1.5
o verão, e temerão: e se rirão dele: 7Eis aqui o homem que não pôs a Deus por sua fortaleza; antes confiou na abundância das suas riquezas, e se fortaleceu na sua maldade. 8Mas eu
52.8:
Jr 11.16
sou como a oliveira verde na casa de Deus; confio na misericórdia de Deus para sempre, eternamente. 9Para sempre te louvarei, porque tu isso fizeste, e esperarei no teu nome, porque é bom diante de teus santos.