Almeida Revista e Corrigida (1969) (RC69)
129

A igreja é perseguida, mas não destruída

129, título: ou Cântico gradualCântico dos degraus

1291MUITAS vezes me angustiaram desde a minha mocidade, diga agora Israel. 2Muitas vezes me angustiaram desde a minha mocidade; todavia não prevaleceram contra mim. 3Os lavradores araram sobre as minhas costas: compridos fizeram os seus sulcos. 4O Senhor é justo: cortou as cordas dos ímpios. 5Sejam confundidos, e tornem atrás todos os que aborrecem a Sião. 6Sejam como a erva dos telhados, que se seca antes que 129.6: ou cresçaa arranquem. 7Com o qual o segador não enche a sua mão, nem o que ata os feixes enche o seu braço. 8Nem tão pouco os que passam dizem: A bênção do Senhor seja sobre vós; nós vos abençoamos em nome do Senhor.

130

A confissão do pecado e a esperança do perdão

130, título: ou Cântico gradualCântico dos degraus

1301DAS profundezas a ti clamo, ó Senhor. 2Senhor, escuta a minha voz: sejam os teus ouvidos atentos à voz das minhas súplicas. 3Se tu, Senhor,

130.3:
Rm 3.20,23-24
observares as iniquidades, Senhor, quem subsistirá? 4Mas contigo está
130.4:
Êx 34.7
o perdão, para que sejas temido. 5Aguardo ao Senhor; a minha alma o aguarda, e espero na sua palavra. 6A minha alma anseia pelo Senhor, mais do que os guardas pelo romper da manhã, sim, do que aqueles que esperam pela manhã. 7Espere Israel no Senhor, porque no Senhor misericórdia, e nele abundante redenção. 8E ele remirá
130.8:
Mt 1.20
a Israel de todas as suas iniquidades.

131

A humildade do salmista

131, título: ou Cântico gradualCântico dos degraus, de Davi

1311SENHOR, o meu coração não se elevou

131.1:
Rm 12.16
nem os meus olhos se levantaram: não me exercito em grandes assuntos, nem em cousas muito elevadas para mim. 2De certo fiz calar e sossegar a minha alma: qual criança
131.2:
Mt 18.3
1Co 14.20
desmamada, para com sua mãe, tal é a minha alma para comigo. 3Espere Israel no Senhor, desde agora e para sempre.