Almeida Revista e Corrigida (1969) (RC69)
121

Deus é guarda fiel do seu povo

121, título: ou Cântico gradualCântico dos degraus

1211ELEVO os meus olhos para os montes: de onde me virá o socorro? 2O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra. 3Não deixará vacilar o teu pé: aquele que te guarda não tosquenejará. 4Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel. 5O Senhor é quem te guarda: o Senhor é a tua sombra à tua direita. 6O sol não te molestará de dia nem a lua de noite. 7O Senhor te guardará de todo o mal: ele guardará a tua alma. 8O Senhor guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre.

122

Oração para que a paz de Jerusalém continue

122, título: ou Cântico gradualCântico dos degraus, de Davi

1221ALEGREI-ME quando me disseram:

122.1:
Is 2.3
Zc 8.21
Vamos à casa do Senhor. 2Os nossos pés estão dentro das tuas portas, ó Jerusalém. 3Jerusalém está edificada como uma cidade bem
122.3:
2Sm 5.9
sólida. 4Onde sobem as tribos, as tribos do Senhor, como testemunho de Israel, para darem 122.4: ou louvoresgraças ao nome do Senhor. 5Pois ali estão os tronos do juízo, os tronos da casa de Davi. 6Orai pela paz de Jerusalém: prosperarão aqueles que te amam. 7Haja paz dentro de teus muros, e prosperidade dentro dos teus palácios. 8Por causa dos meus irmãos e amigos, direi: Haja paz em ti. 9Por causa da casa do Senhor, nosso Deus, buscarei o teu bem.

123

A oração do crente desprezado

123, título: ou Cântico gradualCântico dos degraus

1231PARA TI, que habitas nos céus, levanto os meus olhos. 2Eis que como os olhos dos servos atentam para as mãos dos seus senhores, e os olhos da serva para as mãos de sua senhora, assim os nossos olhos atentam para o Senhor nosso Deus, até que tenha piedade de nós. 3Tem piedade de nós, ó Senhor, tem piedade de nós, pois estamos assaz fartos de desprezo. 4A nossa alma está sobremodo farta da zombaria daqueles que estão à sua vontade e do desprezo dos soberbos.