Almeida Revista e Corrigida (1969) (RC69)
9

Arrependimento e confissão do pecado

91E NO dia vinte e quatro deste mês

9.1:
Js 7.6
2Sm 1.2
Ne 8.2
Jó 2.12
se ajuntaram os filhos de Israel com jejum e com sacos, e traziam terra sobre si. 2E a geração
9.2:
Ed 10.11
Ne 13.3,30
de Israel se apartou de todos os estranhos, e puseram-se em pé, e fizeram confissão dos seus pecados e das iniquidades de seus pais. 3E, levantando-se no seu posto, leram no
9.3:
Ne 8.7-8
livro da lei do Senhor seu Deus uma quarta parte do dia; e na outra quarta parte fizeram confissão; e adoraram ao Senhor seu Deus. 4E Jesua, Bani, Cadmiel, Sebanias, Buni, Serebias, Bani e Quenani se puseram em pé no lugar alto dos levitas, e clamaram em alta voz ao Senhor seu Deus. 5E os levitas, Jesua, e Cadmiel, Bani, Hasabneias, Serebias, Hodias, Sebanias, Petaquias, disseram: Levantai-vos, bendizei ao Senhor vosso Deus de eternidade em eternidade; ora bendigam o nome
9.5:
1Cr 29.13
da tua glória, que está levantado sobre toda a bênção e louvor. 6Tu
9.6:
Gn 1.1
Dt 10.14
2Rs 19.15,19
Is 37.16,20
Ap 14.7
és Senhor, tu fizeste o céu, o céu dos céus, e todo o seu exército; a terra e tudo quanto nela ; os mares e tudo quanto neles ; e tu os guardas em vida a todos; e o exército dos céus te adora. 7Tu és Senhor, o Deus, que elegeste a
9.7:
Gn 11.31
17.5
21.1
Abrão, e o tiraste de Ur dos caldeus, e lhe puseste por nome Abraão. 8E achaste o seu coração fiel perante ti,
9.8:
Gn 12.7
15.6,18
17.7-8
e fizeste com ele o concerto, que lhe darias a terra dos cananeus, dos heteus, dos amorreus, e dos ferezeus, e dos jebuseus, e dos girgaseus, para a dares à sua semente; e confirmaste
9.8:
Js 23.14
as tuas palavras, porquanto és justo. 9E viste
9.9:
Êx 2.25
3.7
14.10
a aflição de nossos pais no Egito, e ouviste o seu clamor junto ao Mar Vermelho. 10E mostraste
9.10:
Êx 7
8
9
10
12
14
sinais e prodígios a Faraó, e a todos os seus servos, e a todo o povo da sua terra; porque soubeste que soberbamente
9.10:
Êx 9.16
18.11
Is 63.12,14
Jr 32.20
os trataram; e assim te adquiriste nome, como hoje se vê. 11E o mar
9.11:
Êx 14.21-22,27-28
fendeste perante eles, e passaram pelo meio do mar, em seco; e lançaste os seus perseguidores nas profundezas, como
9.11:
Êx 15.5,10
uma pedra nas águas violentas. 12E os
9.12:
Êx 13.21
guiaste de dia por uma coluna de nuvem, e de noite por uma coluna de fogo, para os alumiares no caminho por onde haviam de ir. 13E sobre o
9.13:
Êx 19.20
20.1
monte de Sinai desceste, e falaste com eles desde os céus; e deste-lhes juízos retos, e leis verdadeiras, estatutos e mandamentos bons. 14E o teu santo
9.14:
Gn 2.3
Êx 20.8,11
sábado lhes fizeste conhecer; e preceitos, e estatutos, e lei lhes mandaste pelo ministério de Moisés, teu servo. 15E pão dos céus lhes deste
9.15:
Êx 16.14-15
17.6
Nm 20.9
Dt 1.8
Jo 6.31
na sua fome, e água da rocha lhes produziste na sua sede; e lhes disseste que entrassem para possuírem a terra pela qual alçaste a tua mão, que lha havias de dar. 16Porém
9.16:
Dt 31.27
2Rs 17.14
Ne 9.29
Jr 19.15
eles e nossos pais se houveram soberbamente; e endureceram a sua cerviz, e não deram ouvidos aos teus mandamentos. 17E recusaram ouvir-te, e não se lembraram das tuas maravilhas, que lhes fizeste, e endureceram a sua cerviz, e na sua
9.17:
Nm 14.4
rebelião levantaram um chefe, a fim de voltarem para a sua servidão; porém tu,
9.17:
Êx 34.6
Nm 14.18
Jl 2.13
ó Deus perdoador, clemente e misericordioso, tardio em irar-te, e grande em beneficência, tu os não desamparaste. 18Ainda
9.18:
Êx 32.4
mesmo quando eles fizeram para si um bezerro de fundição, e disseram: Este é o teu Deus, que te tirou do Egito, e cometeram grandes blasfêmias; 19Todavia tu, pela
9.19:
Êx 13.21-22
Nm 14.14
Ne 9.27
1Co 10.1
multidão das tuas misericórdias, os não deixaste no deserto. A coluna de nuvem nunca deles se apartou de dia, para os guiar pelo caminho, nem a coluna de fogo de noite, para os alumiar, e mostrar o caminho por onde haviam de ir. 20E deste
9.20:
Êx 16.15
17.6
Nm 11.17
Js 5.12
Is 63.11
o teu bom espírito, para os ensinar; e o teu maná não retiraste da sua boca; e água lhes deste na sua sede. 21Desse modo os sustentaste
9.21:
Dt 2.7
8.4
29.5
quarenta anos no deserto; falta nenhuma tiveram; os seus vestidos se não envelheceram, e os seus pés se não incharam. 22Também lhes deste reinos e povos, e os repartiste em porções; e eles possuíram a terra de
9.22:
Nm 21.21
Seom, a saber, a terra do rei de Hesbom, e a terra de Ogue, rei de Basã. 23E multiplicaste
9.23:
Gn 22.17
os seus filhos como as estrelas do céu, e trouxeste-os à terra de que tinhas dito a seus pais que entrariam nela para a possuírem. 24Assim entraram nela
9.24:
Js 1.2
os filhos, e tomaram aquela terra; e abateste perante eles os moradores da terra, os cananeus, e lhos entregaste na mão, como também os reis, e os povos da terra, para fazerem deles conforme à sua vontade. 25E tomaram cidades fortes e terra gorda,
9.25:
Nm 13.27
Dt 6.11
8.7-8
Ne 9.35
Ez 20.6
e possuíram casas cheias de toda a fartura, cisternas cavadas, vinhas e olivais, e árvores de mantimento, em abundância; e comeram e se fartaram
9.25:
Dt 32.15
Os 3.5
e engordaram, e viveram em delícias, pela tua grande bondade. 26Porém se obstinaram, e se revoltaram contra
9.26:
Jz 2.11-12
1Rs 14.9
Ez 20.21
ti, e lançaram a tua lei para trás das suas costas, e mataram
9.26:
1Rs 18.4
19.10
2Cr 24.20-21
Mt 23.37
At 7.52
os teus profetas, que protestavam contra eles, para que voltassem para ti; assim fizeram grandes abominações. 27Pelo que os entregaste
9.27:
Jz 2.14,18
3.8-9
na mão dos seus angustiadores, que os angustiaram; mas no tempo de sua angústia, clamando a ti, desde os céus tu os ouviste; e segundo a tua grande misericórdia lhes deste libertadores que os libertaram da mão de seus angustiadores. 28Porém, em tendo repouso, tornavam
9.28:
Jz 3.11-12,30
4.1
5.31
6.1
a fazer o mal diante de ti; e tu os deixavas na mão dos seus inimigos, para que dominassem sobre eles; e convertendo-se eles, e clamando a ti, tu os ouviste desde os céus, e segundo a tua misericórdia os livraste muitas vezes. 29E protestaste contra eles, para que voltassem para a tua lei; porém eles
9.29:
Lv 18.5
Ne 9.16
Ez 20.11
Rm 10.5
Gl 3.12
se houveram soberbamente, e não deram ouvidos aos teus mandamentos, mas pecaram contra os teus juízos, pelos quais o homem que os cumprir viverá; e retiraram os seus ombros, e endureceram a sua cerviz, e não ouviram. 30Porém estendeste a tua benignidade sobre eles por muitos anos, e protestaste contra eles
9.30:
2Rs 17.12
2Cr 36.15
Is 5.5
42.24
Jr 7.25
25.4
1Pe 1.11
2Pe 1.21
pelo teu Espírito, pelo ministério dos teus profetas; porém eles não deram ouvidos; pelo que os entregaste na mão dos povos das terras, 31Mas pela tua grande misericórdia
9.31:
Ne 9.17
Jr 4.27
5.10,18
os não destruíste nem desamparaste; porque és um Deus clemente e misericordioso. 32Agora, pois, ó Deus nosso, ó Deus grande
9.32:
Êx 34.6-7
Ne 1.5
poderoso e terrível, que guardas o concerto e a beneficência, não tenhas em pouca conta toda a aflição que nos alcançou a nós, aos nossos reis, aos nossos príncipes, e aos nossos sacerdotes, e aos nossos profetas, e aos nossos pais, e a todo o teu povo, desde os dias dos reis da Assíria até ao dia de hoje. 33Porém tu és justo
9.33:
2Rs 17.3
Dn 9.5-6,8,14
em tudo quanto tem vindo sobre nós; porque tu fielmente te houveste, e nós impiamente nos houvemos. 34E os nossos reis, os nossos príncipes, os nossos sacerdotes, e os nossos pais não guardaram a tua lei, e não deram ouvidos aos teus mandamentos e aos teus testemunhos, que testificaste contra eles. 35Porque eles nem no seu reino,
9.35:
Dt 28.47
Ne 9.25
nem na muita abundância de bens que lhes deste, nem na terra espaçosa e gorda que puseste diante deles, te serviram, nem se converteram de suas más obras. 36Eis que hoje
9.36:
Dt 28.48
Ed 9.9
somos servos; e até na terra que deste a nossos pais, para comerem o seu fruto e o seu bem, eis que somos servos nela. 37E ela multiplica os seus produtos para
9.37:
Dt 28.33,51
os reis, que puseste sobre nós, por causa dos nossos pecados; e conforme a sua vontade dominam
9.37:
Dt 28.48
sobre os nossos corpos e sobre o nosso gado; e estamos numa grande angústia. 38E com tudo isto fizemos um
9.38:
2Rs 23.3
2Cr 29.10
34.31
Ed 10.3
Ne 10.29
firme concerto, e o escrevemos; e selaram-no os nossos príncipes, os nossos levitas e os nossos sacerdotes.

10

Os nomes dos que selaram o concerto

101E OS que selaram foram

10.1:
Ne 1.1
8.9
Neemias, o 10.1: ou governadortirsata, filho de Hacalias, e Zedequias, 2Seraías,
10.2:
Ne 12.1,24
Azarias, Jeremias, 3Pasur, Amarias, Malquias, 4Hatus, Sebanias, Maluque, 5Harim, Meremote, Obadias, 6Daniel, Ginetom, Baruque, 7Mesulão, Abias, Miamim, 8Maaseias, Bilgai, Semaías; estes foram os sacerdotes. 9E os levitas: Jesua, filho de Azanias, Binuí, dos filhos de Henadade, Cadmiel; 10E seus irmãos: Sebanias, Hodias, Quelita, Pelaías, Hanã, 11Mica, Reobe, Hasabias, 12Zacur, Serebias, Sebanias, 13Hodias, Bani, Beninu. 14Os chefes do povo:
10.14:
Ed 2.3
Ne 7.8
Parós, Paate-Moabe, Elão, Zatu, Bani, 15Buni, Asgade, Bebai, 16Adonias, Bigvai, Adim, 17Ater, Hisquias, Azur, 18Hodias, Hasum, Besai, 19Harife, Anatote, Nebai, 20Magpias, Mesulão, Hezir, 21Mezezabel, Zadoque, Jadua, 22Pelatias, Hanã, Anaias, 23Oseias, Hananias, Hasube, 24Holoes, Pilha, Sobeque, 25Reum, Hasabna, Maaseias; 26E Aías, Hanã, Anã, 27Maluque, Harim, Baana. 28E o resto
10.28:
Ed 2.36,43
9.1
10.11-12,19
Ne 13.3
do povo, os sacerdotes, os levitas, os porteiros, os cantores, os netineus e todos os que se tinham separado dos povos das terras para
10.28:
Dt 29.12,14
2Rs 23.3
2Cr 34.31
Ne 5.12-13
a lei de Deus, suas mulheres, seus filhos, e suas filhas; todos os sábios e entendidos; 29Firmemente aderiram a seus irmãos os mais nobres de entre eles, e convieram num anátema e num juramento, de que andariam na lei de Deus, que foi dada pelo ministério de Moisés, servo de Deus; e de que guardariam e cumpririam todos os mandamentos do Senhor, nosso Senhor, e os seus juízos e os seus estatutos; 30E que não daríamos as nossas filhas aos
10.30:
Êx 34.17
Dt 7.3
Ed 9.12,14
povos da terra, nem tomaríamos as filhas deles para os nossos filhos; 31E que, trazendo
10.31:
Êx 20.10
Lv 23.3
Dt 5.12
Ne 13.15
os povos da terra no dia de sábado algumas fazendas, e qualquer grão para venderem, nada tomaríamos deles no sábado, nem no dia santificado; e livre deixaríamos o
10.31:
Êx 23.10-11
Lv 25.4
Dt 15.1-2
Ne 5.12
ano sétimo, e toda e qualquer cobrança. 32Também sobre nós pusemos preceitos, impondo-nos cada ano a terça parte dum siclo, para o ministério da casa do nosso Deus; 33Para os pães
10.33:
Lv 24.5
Nm 28.29
2Cr 2.4
da proposição, e para a contínua oferta de manjares, e para o contínuo holocausto dos sábados, das luas novas, para as festas solenes, e para as cousas sagradas, e para os sacrifícios pelo pecado, para reconciliar a Israel, e para toda a obra da casa do nosso Deus. 34Também lançamos as sortes entre os sacerdotes, levitas, e o povo, acerca da oferta da
10.34:
Ne 13.31
Is 40.16
lenha que se havia de trazer à casa do nosso Deus, segundo as casas de nossos pais, a tempos determinados, de ano em ano, para se queimar sobre o altar do Senhor nosso Deus, como está escrito
10.34:
Lv 6.12
na lei. 35E que também traríamos
10.35:
Êx 23.19
34.26
Lv 19.23
Nm 18.12
Dt 26.2
as primeiras novidades da nossa terra, e todos os primeiros frutos de todas as árvores, de ano em ano, à casa do Senhor. 36E os primogênitos dos nossos filhos, e os do nosso gado, como está escrito
10.36:
Êx 13.2,12-13
Lv 27.26-27
Nm 18.15-16
na lei; e que os primogênitos das nossas vacas e das nossas ovelhas traríamos à casa do nosso Deus, aos sacerdotes, que ministram na casa do nosso Deus. 37E que as primícias da nossa massa, e as nossas ofertas alçadas, e o fruto de toda a árvore, o mosto e o azeite,
10.37:
Lv 23.17
Nm 15.19
18.12
Dt 18.4
26.2
traríamos aos sacerdotes, às câmaras da casa do nosso Deus; e os dízimos
10.37:
Lv 27.30
Nm 18.21
da nossa terra aos levitas; e que os levitas pagariam os dízimos em todas as cidades da nossa lavoura. 38E que o sacerdote, filho de Aarão, estaria com os levitas quando os levitas recebessem os dízimos,
10.38:
Nm 18.26
e que os levitas trariam os dízimos dos dízimos à casa do nosso Deus, às câmaras da casa do tesouro. 39Porque àquelas câmaras os filhos de Israel e os filhos de Levi devem
10.39:
Dt 12.6,11
2Cr 31.12
trazer ofertas alçadas do grão, do mosto e do azeite; porquanto ali estão os vasos do santuário, como também os sacerdotes que ministram, e os porteiros, e os cantores; e que assim não
10.39:
Ne 13.10-11
desampararíamos a casa do nosso Deus.

11

Relação dos que habitaram em Jerusalém

111E OS príncipes do povo habitaram em Jerusalém, mas o resto do povo lançou sortes, para tirar um de dez, que habitasse na santa

11.1:
Ne 11.18
Mt 4.5
27.53
cidade de Jerusalém, e as nove partes nas outras cidades. 2E o povo bendisse a todos os homens que voluntariamente se ofereciam para
11.2:
Jz 5.9
habitar em Jerusalém. 3E estes
11.3:
1Cr 9.2-3
são os chefes da província, que habitaram em Jerusalém (porém nas cidades de Judá habitou cada um na sua possessão, nas suas cidades a saber, Israel, os sacerdotes, e os levitas e
11.3:
Ed 2.43,55
os netineus, e os filhos dos servos de Salomão): 4Habitaram pois em
11.4:
1Cr 9.3
Jerusalém alguns dos filhos de Judá e dos filhos de Benjamim: Dos filhos de Judá, Ataias, filho de Uzias, filho de Zacarias, filho de Amarias, filho de Sefatias, filho de Maalalel,
11.4:
Gn 38.29
dos filhos de Perez; 5E Maaseias filho de Baruque, filho de Colhoze, filho de Hazaías, filho de Adaías, filho de Joiaribe, filho de Zacarias, filho de Siloni. 6Todos os filhos de Perez que habitaram em Jerusalém, foram quatrocentos e sessenta e oito homens valentes. 7E estes são os filhos de Benjamim: Salu, filho de Mesulão, filho de Joede, filho de Pedaías, filho de Colaias, filho de Maaseias, filho de Itiel, filho de Jesaías. 8E depois dele Gabai, Salai: novecentos e vinte e oito. 9E Joel, filho de Zicri, superintendente sobre eles; e Judá, filho de Senua, segundo sobre a cidade. 10Dos
11.10:
1Cr 9.10
sacerdotes: Jedaías, filho de Joaribe, Jaquim. 11Seraías, filho de Hilquias, filho de Mesulão, filho de Zadoque, filho de Meraiote, filho de Aitube, maioral da casa de Deus. 12E seus irmãos, que faziam a obra da casa, oitocentos e vinte e dois; e Adaías, filho de Jeroão, filho de Pelalias, filho de Ansi, filho de Zacarias, filho de Pasur, filho de Malquias. 13E seus irmãos, cabeças dos pais, duzentos e quarenta e dois; e Amasai, filho de Azareel, filho de Aazai, filho de Mesilemote, filho de Imer. 14E os irmãos deles, varões valentes, cento e vinte e oito, e superintendente sobre eles Zabdiel, filho de Gedolim. 15E dos levitas: Semaías, filho de Hassube, filho de Azricão, filho de Hasabias, filho de Buni; 16E Sabetai, e Jozabade, dos cabeças dos levitas, presidiam sobre
11.16:
1Cr 26.29
a obra de fora da casa de Deus. 17E Matanias, filho de Mica, filho de Zabdi, filho de Asafe, o chefe, que era quem começava a dar graças na oração, e Bacbuquias, o segundo de seus irmãos; depois Abda, filho de Samua, filho de Galal, filho de Jedutum. 18Todos os levitas na santa
11.18:
Ne 11.1
cidade foram duzentos e oitenta e quatro. 19E os porteiros, Acube, Talmom, com seus irmãos, os guardas das portas, cento e setenta e dois.

Dos que habitaram nas cidades de Judá

20E o resto de Israel dos sacerdotes e levitas, esteve em todas as cidades de Judá, cada um na sua herdade. 21E os

11.21:
Ne 3.26
netineus habitaram em Ofel; e Zia e Gispa presidiam sobre os netineus. 22E o superintendente dos levitas em Jerusalém foi Uzi, filho de Bani, filho de Hasabias, filho de Matanias, filho de Mica, dos filhos de Asafe, os cantores, ao serviço da casa de Deus. 23Porque havia um mandado do rei acerca
11.23:
Ed 6.8-9
7.20
deles, a saber, uma certa porção para os cantores, cada qual no seu dia. 24E Petaías, filho de Mesezabel, dos filhos de
11.24:
Gn 38.30
1Cr 18.17
23.28
Zerá filho de Judá, estava à mão do rei, em todos os negócios do povo. 25E quanto às aldeias, com as suas terras, alguns dos filhos de Judá habitaram em
11.25:
Js 14.15
Quiriate-Arba, e nos lugares da sua jurisdição; e em Dibom, e nos lugares da sua jurisdição; e em Jecabsel, e nas suas aldeias. 26E em Jesua, e em Molada, e em Bete-Pelete. 27E em Hasarsual, e em Berseba, e nos lugares da sua jurisdição; 28E em Siclague e em Mecona, e nos lugares da sua jurisdição; 29E em En-Rimom, e em Zorá, e em Jarmute; 30Em Zanoa, Adulão, e nas suas aldeias; em Laquis, e nas suas terras; em Azaca, e nos lugares da sua jurisdição. E acamparam-se desde Berseba até ao vale de Hinom. 31E os filhos de Benjamim, de Geba, habitaram em Micmas e Aía, e Betel, e nos lugares da sua jurisdição; 32E em Anatote, em Nobe, em Anania, 33Em Hasor, em Ramá, em Gitaim, 34Em Hadide, em Zeboim, em Nebalate, 35Em Lode, e em Ono, no vale
11.35:
1Cr 4.14
dos artífices. 36E alguns dos levitas habitaram nos repartimentos de Judá e de Benjamim.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]