Almeida Revista e Corrigida (1969) (RC69)
2

21AI

2.1:
Os 7.6
daqueles que nas suas camas intentam a iniquidade e maquinam o mal:
2.1:
Gn 31.29
à luz da alva o praticam, porque está no poder da sua mão! 2E
2.2:
Is 5.8
cobiçam campos, e os arrebatam, e casas, e as tomam: assim fazem violência a um homem e à sua casa, a uma pessoa e à sua herança. 3Portanto, assim diz o Senhor:
2.3:
Jr 8.3
eis que projeto um mal contra esta geração, do qual não tirareis os vossos pescoços;
2.3:
Am 5.13
Ef 5.16
e não andareis tão altivos, porque o tempo será mau. 4Naquele dia
2.4:
2Sm 1.17
se levantará um provérbio sobre vós, e se levantará pranto lastimoso, dizendo: Nós estamos inteiramente desolados!
2.4:
Mq 1.15
a porção do meu povo ele a troca! como me despoja! tira os nossos campos e os reparte! 5Portanto,
2.5:
Dt 32.8-9
não terás tu na congregação do Senhor quem lance o cordel pela sorte. 6Não
2.6:
Am 2.12
profetizeis; os que profetizam, não profetizem deste modo, que se não apartará a vergonha. 7Ó vós que sois chamados a casa de Jacó, tem-se restringido o Espírito do Senhor? são estas as suas obras? e não é assim que fazem bem as minhas palavras ao que anda retamente? 8Mas há pouco se levantou o meu povo como um inimigo: de sobre a vestidura tiraste a capa daqueles que passavam seguros, como homens que voltavam da guerra. 9Lançastes fora as mulheres do meu povo, da casa das suas delícias: dos seus meninos tirastes o meu louvor para sempre. 10Levantai-vos, e andai,
2.10:
Dt 12.9
Jr 3.2
porque não será aqui o vosso descanso; por causa da corrupção que destrói, sim, que destrói grandemente. 11Se houver algum que siga o seu espírito de falsidade, mentindo e dizendo: Eu te profetizarei acerca do vinho e da bebida forte; será esse tal o profeta deste povo. 12Certamente
2.12:
Mq 4.6-7
te ajuntarei todo inteiro, ó Jacó: certamente congregarei o restante de Israel: pô-los-ei todos juntos, como ovelhas de Bozra;
2.12:
Jr 31.13
Ez 36.37
como rebanho no meio do seu curral, farão estrondo por causa da multidão dos homens. 13Subirá diante deles o arroteador: eles romperão, e entrarão pela porta, e sairão por ela;
2.13:
Os 3.5
Is 52.12
e o rei irá adiante deles, e o Senhor à testa deles.

3

Ameaças contra os chefes e os falsos profetas

31MAIS disse eu: Ouvi agora vós, chefes de Jacó, e vós, príncipes da casa de Israel:

3.1:
Jr 5.4-5
não é a vós que pertence saber o direito? 2A vós que aborreceis o bem, e amais o mal, que arrancais a pele de cima deles, e a sua carne de cima dos seus ossos, 3E que comeis a carne do meu povo, e lhes arrancais a pele, e lhes esmiuçais os ossos,
3.3:
Êx 11.3,7
e os repartis como para a panela e como carne do meio do caldeirão. 4Então
3.4:
Pv 1.28
Is 1.15
Ez 8.18
Zc 7.13
clamarão ao Senhor, mas não os ouvirá, antes esconderá deles a sua face naquele tempo, visto que eles fizeram mal nas suas obras. 5Assim
3.5:
Is 56.10-11
Ez 13.10
22.25
diz o Senhor contra os profetas que fazem errar o meu povo,
3.5:
Mt 7.15
Ez 13.18-19
que mordem com os seus dentes, e clamam: Paz! mas contra aquele que nada lhes mete na boca preparam guerra. 6Portanto,
3.6:
Is 8.20,22
Ez 13.23
se vos fará noite, para que não haja profecia, e haverá trevas, para que não haja adivinhação,
3.6:
Am 8.9
e se porá o sol sobre estes profetas, e o dia sobre eles se enegrecerá. 7E os videntes se envergonharão, e os adivinhadores se confundirão, sim, todos eles cobrirão os seus lábios,
3.7:
Am 8.11
porque não haverá resposta de Deus. 8Mas decerto eu sou cheio da força do Espírito do Senhor, e cheio de juízo e de ânimo,
3.8:
Is 58.1
para anunciar a Jacó a sua transgressão e a Israel o seu pecado. 9Ouvi agora isto, vós, chefes da casa de Jacó, e vós, maiorais da casa de Israel, que abominais o juízo e perverteis tudo o que é direito. 10
3.10:
Jr 22.13
Hc 2.12
Sf 3.3
Edificando a Sião com sangue, e a Jerusalém com injustiça. 11Os
3.11:
Is 1.23
Mq 7.3
Jr 6.13
seus chefes dão as sentenças por presentes, e os seus sacerdotes ensinam por interesse, e os seus profetas adivinham por dinheiro;
3.11:
Is 48.2
Rm 2.17
e ainda se encostam ao Senhor, dizendo: Não está o Senhor no meio de nós? nenhum mal nos sobrevirá. 12Portanto, por causa de vós,
3.12:
Jr 26.18
Mq 1.6
Sião será lavrado como um campo, e Jerusalém se tornará em montões de pedras,
3.12:
Mq 4.2
e o monte desta casa em lugares altos dum bosque.

4

O anúncio da vocação dos gentios

41MAS

4.1:
Is 2.2
Ez 17.22-23
nos últimos dias acontecerá que o monte da casa do Senhor será estabelecido no cume dos montes, e se elevará sobre os outeiros, e concorrerão a ele os povos. 2E irão muitas nações, e dirão: Vinde, e subamos ao monte do Senhor, e à casa do Deus de Jacó, para que nos ensine os seus caminhos, e nós andemos pelas suas veredas; porque de Sião sairá a lei, e a palavra do Senhor de Jerusalém. 3E julgará entre muitos povos, e castigará poderosas nações até mui longe,
4.3:
Is 2.4
Jl 3.10
e converterão as suas espadas em enxadas, e as suas lanças em foices: uma nação não levantará a espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra. 4Mas
4.4:
1Rs 4.25
Zc 3.10
assentar-se-á cada um debaixo da sua videira, e debaixo da sua figueira, e não haverá quem os espante, porque a boca do Senhor dos Exércitos o disse. 5Porque
4.5:
Jr 2.11
todos os povos andarão, cada um em nome do seu deus; mas nós andaremos no nome do Senhor nosso Deus, eternamente e para sempre. 6Naquele dia, diz o Senhor,
4.6:
Ez 34.13,16
37.21
Sf 3.19
congregarei a que coxeava, e recolherei a que eu tinha expulsado, e a que eu tinha maltratado. 7E
4.7:
Mq 2.12
5.3,7-8
7.18
da que coxeava farei a parte restante, e da que tinha sido arrojada para longe uma nação poderosa;
4.7:
Is 9.6
24.23
Dn 7.14,27
Lc 1.33
Ap 11.15
e o Senhor reinará sobre eles no monte de Sião, desde agora e para sempre. 8E a ti, ó torre 4.8: Hebr. de Éderdo rebanho, monte da filha de Sião, a ti virá; sim, a ti virá o primeiro domínio, o reino da filha de Jerusalém. 9E agora, porque farás tão grande pranto?
4.9:
Is 3.8
21.3
Jr 8.19
30.6
50.43
não em ti rei? pereceu o teu conselheiro? apoderou-se de ti dor, como da que está de parto? 10Sofre dores, e trabalhos, ó filha de Sião, como a que está de parto, porque agora sairás da cidade, e morarás no campo, e virás até Babilônia: ali, porém, serás livrada; ali te remirá o Senhor da mão de teus inimigos. 11Agora
4.11:
Lm 2.16
Mq 7.10
se congregaram muitas nações contra ti, que dizem: Seja profanada, e os nossos olhos verão seus desejos sobre Sião. 12Mas
4.12:
Is 55.8
Rm 11.33
não sabem os pensamentos do Senhor, nem entendem o seu conselho:
4.12:
Is 21.10
porque as ajuntou como gavelas numa eira. 13Levanta-te,
4.13:
Is 41.15-16
Jr 51.33
e trilha, ó filha de Sião; porque eu farei de ferro 4.13: Hebr. o teu chifrea tua ponta, e de cobre as tuas unhas, e esmiuçarás a muitos povos,
4.13:
Is 18.7
23.18
60.6,9
Zc 4.13
6.5
e o seu ganho será consagrado ao Senhor, e a sua fazenda ao Senhor de toda a terra.