Almeida Revista e Corrigida (1969) (RC69)
19

A repetição de diversas leis

191FALOU mais o Senhor a Moisés, dizendo: 2Fala a toda a congregação dos filhos de Israel, e dize-lhes:

19.2:
Lv 11.44
20.7,26
1Pe 1.16
Santos sereis, porque eu, o Senhor vosso Deus, sou santo. 3Cada um temerá a sua mãe
19.3:
Êx 20.8,12
31.13
e a seu pai, e guardará os meus sábados: Eu sou o Senhor vosso Deus. 4Não vos virareis para os ídolos,
19.4:
Êx 20.4
34.17
Lv 26.1
Dt 27.15
1Co 10.14
1Jo 5.21
nem vos fareis deuses de fundição: Eu sou o Senhor vosso Deus. 5E, quando sacrificardes sacrifício pacífico
19.5:
Lv 7.16
ao Senhor, 19.5: ou para que sejais aceitos, o sacrificareisda vossa própria vontade o sacrificareis. 6No dia em que o sacrificardes, e no dia seguinte, se comerá; mas o que sobejar ao terceiro dia será queimado com fogo. 7E, se alguma cousa dele for comida ao terceiro dia, cousa abominável é: não será aceita. 8E qualquer que o comer levará a sua iniquidade, porquanto profanou a santidade do Senhor; por isso tal alma será extirpada do seu povo. 9Quando também segardes
19.9:
Lv 23.22
Dt 24.19-21
Rt 2.15-16
a sega da vossa terra, o canto do teu campo não segarás totalmente, nem as espigas caídas colherás da tua sega. 10Semelhantemente não rabiscarás a tua vinha, nem colherás os bagos caídos da tua vinha: deixá-los-ás ao pobre e ao estrangeiro: Eu sou o Senhor vosso Deus. 11Não furtareis, nem mentireis,
19.11:
Êx 20.15
22.1,7,10-12
Lv 6.2
Dt 5.19
Ef 4.25
Cl 3.9
nem usareis de falsidade cada um com o seu próximo; 12Nem jurareis
19.12:
Êx 20.7
Lv 6.3
18.21
Dt 5.11
Mt 5.33
Tg 5.12
falso pelo meu nome, pois profanaríeis o nome do vosso Deus: Eu sou o Senhor. 13Não oprimirás
19.13:
Dt 24.14-15
Ml 3.5
Mc 10.19
1Ts 4.6
Tg 5.4
o teu próximo, nem o roubarás: a paga do jornaleiro não ficará contigo até à manhã. 14Não amaldiçoarás ao surdo, nem porás tropeço
19.14:
Gn 42.18
Lv 19.32
25.17
Dt 27.18
Ec 5.7
Rm 14.13
1Pe 2.17
diante do cego: mas terás temor do teu Deus: Eu sou o Senhor. 15Não fareis injustiça
19.15:
Êx 23.2-3
Dt 1.17
16.19
27.19
Pv 24.23
Tg 2.9
no juízo: não aceitarás o pobre, nem respeitarás o grande; com justiça julgarás o teu próximo. 16Não andarás como
19.16:
Êx 23.1
Sl 15.3
50.20
Pv 11.13
20.19
Ez 22.9
mexeriqueiro entre os teus povos: não te porás contra
19.16:
Êx 23.1,7
1Rs 21.13
Mt 26.60
o sangue do teu próximo: Eu sou o Senhor. 17Não aborrecerás a
19.17:
1Jo 2.9,11
3.15
teu irmão no teu coração: não deixarás de
19.17:
Mt 18.15
Lc 17.3
Gl 6.1
Ef 5.11
1Tm 5.20
2Tm 4.2
Tt 1.13
2.15
repreender o teu próximo, e nele não sofrerás pecado. 18Não te vingarás
19.18:
2Sm 13.22
Pv 20.22
Mt 5.43
Rm 12.17,19
Gl 5.20
Ef 4.31
Tg 5.9
1Pe 2.1
nem guardarás ira contra os filhos do teu povo; mas amarás o teu próximo como a ti mesmo: Eu sou o Senhor. 19Guardareis os meus estatutos: não permitirás que se ajuntem misturadamente os teus animais de diferente espécie: no teu campo
19.19:
Dt 22.9-11
não semearás semente de mistura, e vestido de diversos estofos misturados não vestireis. 20E, quando um homem se deitar com uma mulher que for serva desposada do homem, e não for resgatada, nem se lhe houver dado liberdade, então serão açoitados; não morrerão, pois não foi libertada. 21E, por expiação da sua
19.21:
Lv 5.15
6.6
culpa, trará ao Senhor, à porta da tenda da congregação, um carneiro para expiação, 22E, com o carneiro da expiação da culpa, o sacerdote fará propiciação por ele perante o Senhor, pelo seu pecado que pecou; e o seu pecado, que pecou, lhe será perdoado. 23E, quando tiverdes entrado na terra, e plantardes toda a árvore de comer, ser-vos-á incircunciso o seu fruto; três anos vos será incircunciso; dele não se comerá. 24Porém no quarto ano todo o seu fruto será santo para dar
19.24:
Dt 12.17-18
Pv 3.9
louvores ao Senhor. 25E no quinto ano comereis o seu fruto, para que 19.25: ou entreis no gozo da sua novidadevos faça crescer a sua novidade: Eu sou o Senhor vosso Deus. 26Não comereis
19.26:
Lv 17.10
Dt 12.23
18.10-11,14
1Sm 15.23
2Rs 17.17
21.6
2Cr 33.6
Ml 3.5
cousa alguma com sangue; não agourareis nem adivinhareis. 27Não cortareis o cabelo,
19.27:
Lv 21.5
Is 15.2
Jr 48.37
arredondando os cantos da vossa cabeça, nem danificarás a ponta da tua barba. 28Pelos mortos não dareis golpes
19.28:
Lv 21.5
Dt 14.1
Jr 16.6
48.37
na vossa carne: nem fareis marca alguma sobre vós: Eu sou o Senhor. 29Não contaminarás
19.29:
Dt 23.17
a tua filha, fazendo-a prostituir-se: para que a terra não se prostitua nem se encha de maldade. 30Guardareis
19.30:
Lv 19.3
26.2
Ec 5.1
os meus sábados, e o meu santuário reverenciareis: Eu sou o Senhor. 31Não vos virareis para
19.31:
Êx 22.18
Lv 20.6,27
Dt 18.10
1Sm 28.7
1Cr 10.13
Is 8.19
At 16.16
os adivinhadores e encantadores; não os busqueis, contaminando-vos com eles: Eu sou o Senhor vosso Deus. 32Diante das cãs te levantarás,
19.32:
Lv 19.14
Pv 20.29
1Tm 5.1
e honrarás a face do velho; e terás temor do teu Deus: Eu sou o Senhor. 33E quando o estrangeiro
19.33:
Êx 22.21
23.9
peregrinar contigo na vossa terra, não o oprimireis. 34Como um natural entre vós será o estrangeiro que peregrina convosco: amá-lo-ás
19.34:
Êx 12.48-49
Dt 10.19
como a ti mesmo, pois estrangeiros fostes na terra do Egito: Eu sou o Senhor vosso Deus. 35Não cometereis
19.35:
Lv 19.15
injustiça no juízo, nem na vara, nem no peso, nem na medida. 36Balanças justas,
19.36:
Dt 25.13,15
Pv 11.1
16.11
20.10
pedras justas, efa justa, e justo him tereis: Eu sou o Senhor vosso Deus, que vos tirei da terra do Egito. 37Pelo que guardareis todos os meus estatutos,
19.37:
Lv 13.4-5
Dt 4.5-6
5.1
6.25
e todos os meus juízos, e os cumprireis: Eu sou o Senhor.

20

As penas de diversos crimes

201FALOU mais o Senhor a Moisés, dizendo: 2Também dirás

20.2:
Lv 18.2,21
Jr 7.31
32.35
Ez 20.31
aos filhos de Israel: Qualquer que, dos filhos de Israel, ou dos estrangeiros que peregrinam em Israel, der da sua semente a Moloque, certamente morrerá; o povo da terra o apedrejará com pedras. 3E eu porei
20.3:
Lv 17.10
18.21
Ez 5.11
23.38-39
a minha face contra esse homem, e o extirparei do meio do seu povo, porquanto deu da sua semente a Moloque, para contaminar o meu santuário e profanar o meu santo nome. 4E, se o povo da terra de alguma maneira esconder os seus olhos daquele homem que houver dado da sua semente a Moloque, e o
20.4:
Dt 17.2-3,5
não matar, 5Então eu porei a minha
20.5:
Êx 20.5
Lv 17.7,10
face contra aquele homem, e contra a sua família, e o extirparei do meio do seu povo, com todos os que se prostituem após dele, prostituindo-se após de Moloque. 6Quando uma alma se virar para
20.6:
Lv 19.31
os adivinhadores e encantadores, para se prostituir após deles, eu porei a minha face contra aquela alma, e a extirparei do meio do seu povo. 7Portanto, santificai-vos,
20.7:
Lv 11.44
19.2
1Pe 1.16
e sede santos, pois eu sou o Senhor vosso Deus. 8E guardai os meus estatutos,
20.8:
Êx 31.13
Lv 19.37
21.8
Ez 37.28
e cumpri-os: Eu sou o Senhor que vos santifica. 9Quando um homem amaldiçoar a seu
20.9:
Êx 21.17
Dt 27.16
Pv 20.20
Mt 15.4
pai ou a sua mãe, certamente morrerá: amaldiçoou a seu pai ou a sua mãe; o seu sangue
20.9:
Lv 20.11-13,16,27
2Sm 1.16
é sobre ele. 10Também o homem que adulterar com a mulher de outro, havendo adulterado
20.10:
Lv 18.20
Dt 22.22
com a mulher do seu próximo, certamente morrerá o adúltero e a adúltera. 11E o homem que se deitar com a mulher de seu pai
20.11:
Lv 18.8
Dt 27.23
descobriu a nudez de seu pai; ambos certamente morrerão: o seu sangue é sobre eles. 12Semelhantemente, quando um homem se deitar com a sua nora,
20.12:
Gn 19.5
Lv 18.22
Dt 23.17
ambos certamente morrerão: fizeram confusão; o seu sangue é sobre eles. 13Quando também um homem se deitar com outro homem
20.13:
Gn 19.5
Lv 18.22
Dt 23.17
como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue é sobre eles. 14E, quando um homem tomar uma mulher e a sua mãe,
20.14:
Lv 18.17
Dt 27.23
maldade é: a ele e a elas queimarão com fogo, para que não haja maldade no meio de vós. 15Quando também um homem se deitar
20.15:
Lv 18.23
Dt 27.21
com um animal, certamente morrerá; e matareis o animal. 16Também a mulher que se chegar a algum animal, para ter ajuntamento com ele, aquela mulher matarás com o animal; certamente morrerão; o seu sangue é sobre eles. 17E, quando um homem tomar
20.17:
Gn 20.12
Lv 18.9
Dt 27.22
a sua irmã, filha de seu pai, ou filha de sua mãe, e ele vir a nudez dela, e ela vir a sua, torpeza é: portanto serão extirpados aos olhos dos filhos do seu povo: descobriu a nudez de sua irmã, levarão sobre si a sua iniquidade. 18E, quando um homem
20.18:
Lv 15.24
18.19
se deitar com uma mulher que tem a sua enfermidade, e descobrir a sua nudez, descobrindo a sua fonte, e ela descobrir a fonte do seu sangue, ambos serão extirpados do meio do seu povo. 19Também a nudez
20.19:
Lv 18.6,12-13
da irmã de tua mãe, ou da irmã de teu pai não descobrirás: porquanto descobriu a sua parenta, sobre si levarão a sua iniquidade. 20Quando também um homem se deitar com a sua tia
20.20:
Lv 18.14
descobriu a nudez de seu tio: seu pecado sobre si levarão; sem filhos morrerão. 21E quando um homem tomar a mulher de seu irmão,
20.21:
Lv 18.16
imundícia é: a nudez de seu irmão descobriu: sem filhos ficarão. 22Guardai pois todos os meus estatutos, e todos os meus juízos, e cumpri-os,
20.22:
Lv 18.25-26,28
para que vos não vomite a terra, para a qual eu vos levo para habitar nela. 23E não andeis
20.23:
Lv 18.3,24,27,30
Dt 9.5
nos estatutos da gente que eu lanço fora diante da vossa face, porque fizeram todas estas cousas: portanto fui enfadado deles. 24E a vós
20.24:
Êx 3.17
6.8
vos tenho dito: Em herança possuireis a sua terra, e eu a darei a vós para possuí-la em herança, terra que mana leite e mel: Eu sou o Senhor vosso Deus,
20.24:
Êx 19.5
33.16
Lv 20.26
Dt 7.6
14.2
1Rs 8.53
que vos separei dos povos. 25Fareis pois diferença
20.25:
Lv 11.47
Dt 14.4
entre os animais limpos e imundos, e entre as aves imundas e as limpas;
20.25:
Lv 11.47
e as vossas almas não fareis abomináveis por causa dos animais, ou das aves, ou de tudo o que se arrasta sobre a terra; as quais cousas apartei de vós para tê-las por imundas. 26E ser-me-eis santos,
20.26:
Lv 19.2
20.7,24
Tt 2.14
1Pe 1.16
porque eu, o Senhor, sou santo, e separei-vos dos povos, para serdes meus. 27Quando pois algum homem ou mulher em si tiver um espírito adivinho,
20.27:
Êx 22.18
Lv 19.31
20.9
Dt 18.10-11
1Sm 28.7-8
ou for encantador, certamente morrerão: com pedras se apedrejarão; o seu sangue é sobre eles.

21

Leis acerca dos sacerdotes

211DEPOIS disse o Senhor a Moisés: Fala aos sacerdotes, filhos de Aarão, e dize-lhes: O sacerdote não se contaminará

21.1:
Ez 44.25
por causa dum morto entre os seus povos, 2Salvo por seu parente mais chegado a ele: por sua mãe, e por seu pai, e por seu filho, e por sua filha, e por seu irmão, 3E por sua irmã virgem, chegada a ele, que ainda não teve marido: por ela se contaminará. 4Não se contaminará por príncipe entre os seus povos, para se profanar. 5Não farão calva na sua cabeça,
21.5:
Lv 19.27-28
Dt 14.1
Ez 44.20
e não raparão os cantos da sua barba, nem darão golpes na sua carne. 6Santos serão a seu Deus, e não profanarão
21.6:
Lv 18.21
19.12
o nome do seu Deus, porque oferecem as ofertas queimadas do Senhor, o pão do seu Deus: portanto serão santos. 7Não tomarão mulher
21.7:
Dt 24.1,22
Ez 44.22
prostituta ou infame, nem tomarão mulher repudiada de seu marido; pois santo é a seu Deus. 8Portanto o santificarás, porquanto oferece o pão do teu Deus: santo será para ti, pois eu, o Senhor
21.8:
Lv 20.7-8
que vos santifica, sou santo. 9E quando a filha
21.9:
Gn 38.24
dum sacerdote se prostituir, profana a seu pai; com fogo será queimada. 10E o sumo sacerdote entre seus irmãos,
21.10:
Êx 28.2
29.29-30
Lv 8.12
10.6
16.32
Nm 35.25
sobre cuja cabeça foi derramado o azeite da unção, e que for sagrado para vestir os vestidos, não descobrirá a sua cabeça nem rasgará os seus vestidos; 11E não se chegará
21.11:
Lv 21.1-2
Nm 19.14
a cadáver algum, nem por causa de seu pai, nem por sua mãe, se contaminará; 12Nem sairá
21.12:
Lv 8.12,30
10.7
do santuário, para que não profane o santuário do seu Deus, pois a coroa do azeite da unção do seu Deus está sobre ele: Eu sou o Senhor. 13E ele tomará uma mulher
21.13:
Lv 21.7
Ez 44.22
na sua virgindade. 14Viúva, ou repudiada, ou desonrada, ou prostituta, estas não tomará, mas virgem dos seus povos tomará por mulher, 15E não profanará a sua semente entre os seus povos; porque eu sou
21.15:
Lv 21.8
o Senhor que os santifico. 16Falou mais o Senhor a Moisés, dizendo: 17Fala a Aarão, dizendo: Ninguém da tua semente, nas suas gerações, em quem houver alguma falta, se chegará a oferecer o pão do seu Deus. 18Pois nenhum homem em quem houver alguma deformidade se chegará: como homem cego, ou coxo, ou de nariz chato, ou de membros demasiadamente compridos, 19Ou homem que tiver o pé quebrado, ou quebrada a mão, 20Ou corcovado, ou anão, ou que tiver belida no olho, ou sarna, ou impigens,
21.20:
Dt 23.1
ou que tiver testículo quebrado. 21Nenhum homem da semente de Aarão, o sacerdote, em quem houver alguma deformidade, se chegará
21.21:
Lv 21.6
para oferecer as ofertas queimadas do Senhor: falta nele há; não se chegará para oferecer o pão do seu Deus. 22O pão
21.22:
Lv 2.3,10
6.17,29
7.1
24.9
Nm 18.9
do seu Deus, 21.22: Hebr. tanto do santíssimo como do santo comerádas santidades de santidades e das cousas santas poderá comer. 23Porém até ao véu não entrará, nem se chegará ao altar, porquanto falta há nele,
21.23:
Lv 21.12
para que não profane os meus santuários; porque eu sou o Senhor que os santifico. 24E Moisés falou isto a Aarão e a seus filhos, e a todos os filhos de Israel.