Almeida Revista e Corrigida (1969) (RC69)
2

21DIZEI a vossos irmãos: Ami; e a vossas irmãs: Ruama. 2Contendei com vossa mãe, contendei,

2.2:
Is 50.1
Ez 16.25
porque ela não é minha mulher, e eu não sou seu marido; e desvie ela as suas prostituições da sua face e os seus adultérios de entre os seus peitos. 3Para que
2.3:
Jr 13.22,26
Ez 16.4,37,39
19.13
Am 8.11,13
eu não a deixe despida, e a ponha como no dia em que nasceu, e a faça como um deserto, e a ponha como uma terra seca, e a mate à sede, 4E não me compadeça de seus filhos,
2.4:
Jo 8.41
porque são filhos de prostituições. 5Porque
2.5:
Is 1.21
Jr 3.1,6,8-9
Ez 16.15-16
sua mãe se prostituiu: aquela que os concebeu houve-se torpemente porque diz: Irei atrás de meus namorados,
2.5:
Os 2.8,12
Jr 44.17
que me dão o meu pão e a minha água, a minha lã e o meu linho, o meu óleo e as minhas bebidas. 6Portanto,
2.6:
Jó 3.23
19.8
Lm 3.7,9
eis que cercarei o teu caminho com espinhos; e levantarei uma parede de sebe, para que ela não ache as suas veredas. 7E irá em seguimento de seus amantes, mas não os alcançará; e buscá-los-á, mas não os achará: então dirá: Ir-me-ei,
2.7:
Os 5.15
Lc 15.18
Ez 16.8
e tornar-me-ei a meu primeiro marido, porque melhor me ia então do que agora. 8Ela pois não reconhece
2.8:
Is 1.3
Ez 16.17-19
que eu lhe dei o grão, e o mosto, e o óleo, e lhe multipliquei a prata e o ouro, que eles usaram para Baal. 9Portanto, tornar-me-ei,
2.9:
Os 2.3
e a seu tempo tirarei o meu grão, e o meu mosto no seu determinado tempo; e arrebatarei a minha lã e o meu linho, com que cobriam a sua nudez. 10E
2.10:
Ez 16.37
23.29
agora descobrirei a sua vileza diante dos olhos dos seus namorados, e ninguém a livrará da minha mão. 11E
2.11:
Am 8.5,10
1Rs 12.32
farei cessar todo o seu gozo, as suas festas, as suas luas novas, e os seus sábados, e todas as suas festividades. 12E devastarei a sua vide e a sua figueira,
2.12:
Os 2.5
de que ela diz: É esta a paga que me deram os meus amantes: eu pois farei delas um bosque, e as bestas-feras do campo as devorarão. 13E sobre ela visitarei os dias de Baal, nos quais lhe queimou incenso,
2.13:
Ez 23.40,42
e se adornou dos seus pendentes e das suas gargantilhas, e andou atrás de seus namorados, mas de mim se esqueceu, diz o Senhor. 14Portanto, eis que eu a atrairei,
2.14:
Ez 20.25
e a levarei para o deserto, e lhe falarei ao coração. 15E
2.15:
Js 7.26
Is 65.10
lhe darei as suas vinhas dali, e o vale de Acor, por porta de esperança: e ali cantará,
2.15:
Jr 2.2
Ez 16.8,22,60
Êx 15.1
como nos dias da sua mocidade, e como no dia em que subiu da terra do Egito. 16E acontecerá naquele dia, diz o Senhor, que me chamarás: Meu marido; e não me chamarás mais: Meu Baal. 17E
2.17:
Êx 23.13
Js 23.7
Zc 13.2
da sua boca tirarei os nomes de Baalim, e os seus nomes não virão mais em memória. 18E naquele dia
2.18:
Jó 5.22
Is 11.6,9
Ez 34.25
farei por eles aliança com as bestas-feras do campo, e com as aves do céu, e com os répteis da terra; e da terra tirarei o arco,
2.18:
Is 2.4
Ez 39.9-10
Zc 9.10
Lv 26.5
Jr 23.6
e a espada, e a guerra, e os farei deitar em segurança. 19E desposar-te-ei comigo para sempre: desposar-te-ei comigo em justiça, e em juízo, e em benignidade, e em misericórdias. 20E desposar-te-ei comigo em fidelidade,
2.20:
Jr 31.33-34
Jo 17.3
e conhecerás ao Senhor. 21E acontecerá naquele dia que eu responderei,
2.21:
Zc 8.12
diz o Senhor, eu responderei aos céus, e estes responderão à terra. 22E a terra responderá ao trigo, e ao mosto, e ao óleo;
2.22:
Os 1.4
e estes responderão a Jezreel. 23E semeá-la-ei
2.23:
Jr 31.27
Zc 10.9
Os 1.6
para mim na terra, e compadecer-me-ei de Lo-Ruama; e a Lo-Ami direi:
2.23:
Os 1.10
Zc 13.9
Rm 9.26
1Pe 2.10
Tu és meu povo; e ele dirá: Tu és o meu Deus!

3

31E O Senhor me disse: Vai outra vez,

3.1:
Os 1.2
Jr 3.20
ama uma mulher, amada de seu amigo, e adúltera, como o Senhor ama os filhos de Israel, embora eles olhem para outros deuses, e amem os bolos de uvas. 2E a comprei para mim por quinze peças de prata, e um ômer de cevada e meio ômer de cevada; 3E lhe disse:
3.3:
Dt 21.13
Tu ficarás comigo muitos dias; não te prostituirás, nem serás de outro homem; assim quero eu ser também para ti. 4Porque os filhos de Israel
3.4:
Os 10.3
Êx 28.6
Jz 17.5
ficarão por muitos dias sem rei, e sem príncipe, e sem sacrifício, e sem estátua, e sem éfode ou 3.4: que significa ídolos do larterafim. 5Depois tornarão os filhos de Israel,
3.5:
Jr 30.9
50.4-5
Os 5.6
Ez 34.23-24
37.22,24
e buscarão ao Senhor seu Deus, e a Davi, seu rei; e temerão ao Senhor, e à sua bondade, no fim dos dias.

4

Israel e Judá são ameaçados com castigo por causa da sua impiedade: a ignorância e malícia do povo

41OUVI a palavra do Senhor, vós, filhos de Israel,

4.1:
Is 1.18
3.13-14
Jr 25.31
Os 12.2
Mq 6.2
porque o Senhor tem uma contenda com os habitantes da terra, porque não há verdade, nem benignidade, nem conhecimento de Deus na terra. 2Só prevalecem o perjurar, e o mentir, e o matar, e o furtar, e o adulterar, e há homicídios sobre homicídios. 3Por isso a terra se lamentará,
4.3:
Jr 4.28
12.4
Am 5.16
8.8
Sf 1.3
e qualquer que morar nela desfalecerá com os animais do campo e com as aves do céu; e até os peixes do mar serão tirados. 4Todavia, ninguém contenda, nem qualquer repreenda;
4.4:
Dt 17.12
porque o teu povo é como os que contendem com o sacerdote. 5Por isso cairás de dia, e o profeta contigo cairá de noite; e destruirei a tua mãe. 6O meu povo
4.6:
Is 5.13
foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos. 7Como eles se multiplicaram,
4.7:
Os 13.6
assim contra mim pecaram: eu mudarei a sua honra em vergonha. 8Alimentam-se do pecado do meu povo, e da maldade dele têm desejo ardente. 9Por isso,
4.9:
Is 24.2
Jr 5.31
como é o povo, assim será o sacerdote; e visitarei sobre ele os seus caminhos, e lhe darei a recompensa das suas obras. 10Comerão,
4.10:
Mq 6.14
Ag 1.6
mas não se fartarão; entregar-se-ão à luxúria, mas não se multiplicarão; porque deixaram de olhar para o Senhor. 11A incontinência, e o vinho, e o mosto
4.11:
Is 28.7
tiram a inteligência. 12O meu povo consulta a sua madeira,
4.12:
Jr 5.27
Hc 2.19
Os 5.4
e a sua vara lhe responde, porque o espírito de luxúria os engana, e eles se corrompem, apartando-se da sujeição do seu Deus. 13Sacrificam
4.13:
Is 1.29
57.5,7
Ez 6.13
20.8
sobre os cumes dos montes, e queimam incenso sobre os outeiros, debaixo do carvalho, e do álamo, e do olmeiro, porque é boa a sua sombra;
4.13:
Am 7.17
Rm 1.28
por isso vossas filhas se prostituem, e as vossas noras adulteram. 14Eu não castigarei vossas filhas, que se prostituem, nem vossas noras, quando adulteram; porque eles mesmos com as prostitutas se desviam e com as meretrizes sacrificam:
4.14:
Os 4.1,6
pois o povo que não tem entendimento será transtornado. 15Se tu, ó Israel, queres corromper-te, não se faça culpado Judá;
4.15:
Os 10.5
12.11
Am 4.4
5.5
8.14
não venhais a Gilgal, e não subais a Bete-Áven, e não jureis, dizendo: Vive o Senhor. 16Porque
4.16:
Jr 3.6
7.24
8.5
Zc 7.11
como uma vaca rebelde se rebelou Israel: agora o Senhor os apascentará como a um cordeiro num lugar espaçoso. 17Efraim está entregue aos ídolos; deixa-o. 18A sua bebida se foi: eles corrompem-se cada vez mais; certamente amaram a vergonha os seus príncipes. 19Um vento
4.19:
Jr 2.26
4.11-12
51.1
Is 1.29
os envolveu nas suas asas, e envergonhar-se-ão por causa dos seus sacrifícios.