Almeida Revista e Corrigida (1969) (RC69)
20

Ezequias adoece

201NAQUELES dias

20.1:
2Cr 32.24
Is 38.1
adoeceu Ezequias de morte: e o profeta Isaías, filho de Amós, veio a ele, e lhe disse: Assim diz o Senhor: Ordena a tua casa, porque morrerás e não viverás. 2Então virou o rosto para a parede, e orou ao Senhor, dizendo: 3Ah! Senhor!
20.3:
Gn 17.1
1Rs 3.6
Ne 13.22
Sê servido de te lembrar de que andei diante de ti em verdade, e com o coração perfeito, e fiz o que era reto aos teus olhos. E chorou Ezequias muitíssimo. 4Sucedeu pois que, não havendo Isaías ainda saído do meio do pátio, veio a ele a palavra do Senhor, dizendo: 5Volta, e dize a Ezequias,
20.5:
1Sm 9.16
10.1
2Rs 19.20
chefe do meu povo: Assim diz o Senhor Deus de teu pai Davi: Ouvi a tua oração, e vi as tuas lágrimas; eis que eu te sararei; ao terceiro dia subirás à casa do Senhor. 6E acrescentarei aos teus dias quinze anos, e das mãos do rei da Assíria te livrarei, a ti e a esta cidade;
20.6:
2Rs 19.34
e ampararei esta cidade por amor de mim, e por amor de Davi, meu servo. 7Disse mais Isaías:
20.7:
Is 38.21
Tomai uma pasta de figos. E a tomaram, e a puseram sobre a chaga; e ele sarou. 8E Ezequias disse a Isaías:
20.8:
Jz 6.17,37,39
Is 7.11,14
38.22
Qual é o sinal de que o Senhor me sarará, e de que ao terceiro dia subirei à casa do Senhor? 9E disse Isaías:
20.9:
Is 38.7-8
Isto te será sinal, da parte do Senhor, de que o Senhor cumprirá a palavra que disse: Adiantar-se-á a sombra dez graus, ou voltará dez graus atrás? 10Então disse Ezequias: É fácil que a sombra decline dez graus; não, mas volte a sombra dez graus atrás. 11Então o profeta Isaías clamou ao Senhor;
20.11:
Js 10.12,14
Is 38.8
e fez voltar a sombra dez graus atrás, pelos graus que já tinha declinado no relógio de sol de Acaz.

A embaixada do rei de Babilônia

12Naquele tempo

20.12:
Is 39.1
enviou Berodaque Baladã, filho de Baladã, rei de Babilônia, cartas e um presente a Ezequias; porque ouvira que Ezequias tinha estado doente. 13E Ezequias
20.13:
2Cr 32.27,31
lhes deu ouvidos, e lhes mostrou toda a casa de seu tesouro, a prata, e o ouro, e as especiarias, e os melhores unguentos, e a sua casa de armas, e tudo quanto se achou nos seus tesouros: cousa nenhuma houve que lhes não mostrasse, nem em sua casa, nem em todo o seu domínio. 14Então o profeta Isaías veio ao rei Ezequias, e lhe disse: Que disseram aqueles homens, e donde vieram a ti? E disse Ezequias: De um país mui remoto vieram, de Babilônia. 15E disse ele: Que viram em tua casa? E disse Ezequias: Tudo quanto em minha casa viram:
20.15:
2Rs 20.13
cousa nenhuma há nos meus tesouros que eu lhes não mostrasse. 16Então disse Isaías a Ezequias: Ouve a palavra do Senhor. 17Eis que vêm dias em que tudo quanto houver em tua casa,
20.17:
2Rs 24.13
25.13
Jr 27.21-22
52.17
e o que entesouraram teus pais até ao dia de hoje, será levado a Babilônia: não ficará cousa alguma, disse o Senhor. 18E ainda até de teus filhos, que procederem de ti, e que tu gerares, tomarão,
20.18:
2Rs 24.12
2Cr 33.11
para que sejam eunucos no paço do rei de Babilônia. 19Então disse Ezequias a Isaías:
20.19:
1Sm 3.18
Jó 1.21
Boa é a palavra do Senhor que disseste. Disse mais: E não haverá pois em meus dias paz e verdade? 20Ora o mais dos sucessos de Ezequias, e todo o seu poder,
20.20:
2Cr 32.30,32
Ne 3.16
e como fez a piscina e o aqueduto, e como fez vir a água à cidade, porventura não está escrito no livro das crônicas dos reis de Judá? 21E Ezequias dormiu
20.21:
2Cr 32.33
com seus pais: e Manassés, seu filho, reinou em seu lugar.

21

A impiedade de Manassés e as ameaças de Deus

211TINHA Manassés

21.1:
2Cr 33.1
doze anos de idade quando começou a reinar, e cinquenta e cinco anos reinou em Jerusalém: e era o nome de sua mãe Hefsibá. 2E fez o que parecia mal aos olhos do Senhor,
21.2:
2Rs 16.3
conforme as abominações dos gentios que o Senhor desterrara de suas possessões de diante dos filhos de Israel. 3Porque tornou a edificar
21.3:
Dt 4.19
17.3
1Rs 16.32-33
2Rs 17.16
18.4
os altos que Ezequias, seu pai, tinha destruído, e levantou altares a Baal, e fez um bosque como o que fizera Acabe, rei de Israel, e se inclinou diante de todo o exército dos céus, e os serviu. 4E edificou altares
21.4:
Jr 32.34
na casa do Senhor, de que o Senhor tinha dito:
21.4:
2Sm 7.13
1Rs 8.29
9.3
Em Jerusalém porei o meu nome. 5Também edificou altares a todo o exército dos céus em ambos os átrios da casa do Senhor. 6E até fez passar a seu filho pelo fogo,
21.6:
Lv 18.21
22.2
2Rs 16.3
17.17
e adivinhava pelas nuvens, e era agoureiro, e instituiu adivinhos e feiticeiros:
21.6:
Lv 19.26,31
Dt 18.10-11
2Rs 17.17
e prosseguiu em fazer mal aos olhos do Senhor, para o provocar à ira. 7Também pôs uma imagem de escultura, do bosque que tinha feito, na casa de que o Senhor dissera a Davi e a Salomão, seu filho:
21.7:
2Sm 7.13
1Rs 8.29
9.3
2Rs 23.27
Jr 32.34
Nesta casa e em Jerusalém, que escolhi de todas as tribos de Israel, porei o meu nome para sempre. 8E mais não
21.8:
2Sm 7.10
farei mover o pé de Israel desta terra que tenho dado a seus pais; contanto somente que tenham cuidado de fazer conforme tudo o que lhes tenho ordenado, e conforme toda a lei que Moisés, meu servo, lhes ordenou. 9Porém não ouviram;
21.9:
Pv 29.12
porque Manassés de tal modo os fez errar, que fizeram pior do que as nações, que o Senhor tinha destruído de diante dos filhos de Israel. 10Então o Senhor falou pelo ministério de seus servos, os profetas, dizendo: 11Porquanto
21.11:
1Rs 21.26
2Rs 23.26
24.3-4
Manassés, rei de Judá, fez estas abominações, fazendo pior do que quanto fizeram os amorreus, que antes dele
21.11:
2Rs 21.9
foram, e até também a Judá fez pecar com os seus ídolos; 12Por isso assim diz o Senhor Deus de Israel: Eis que hei de trazer tal mal sobre Jerusalém e Judá que qualquer que ouvir,
21.12:
1Sm 3.11
Jr 19.3
lhe ficarão retinindo ambas as orelhas. 13E estenderei sobre Jerusalém o cordel
21.13:
Is 34.11
Lm 2.8
Am 7.7-8
de Samaria e o prumo da casa de Acabe: e limparei a Jerusalém, como quem limpa a escudela a limpa e a vira sobre a sua face. 14E desampararei o resto da minha herança, entregá-los-ei na mão de seus inimigos; e far-se-ão roubo e despojo para todos os seus inimigos. 15Porquanto fizeram o que parecia mal aos meus olhos, e me provocaram à ira, desde o dia em que seus pais saíram do Egito até hoje. 16De mais
21.16:
2Rs 24.4
disto, também Manassés derramou muitíssimo sangue inocente, até que encheu a Jerusalém de um ao outro extremo, afora o seu pecado, com que fez pecar a Judá, fazendo o que parecia mal aos olhos do Senhor. 17Quanto
21.17:
2Cr 33.11-19
ao mais dos atos de Manassés, e a tudo quanto fez mais, e ao seu pecado, que pecou, porventura não está escrito no livro das crônicas dos reis de Judá? 18E Manassés
21.18:
2Cr 33.20
dormiu com seus pais, e foi sepultado no jardim da sua casa, no jardim de Uzá: e Amom, seu filho, reinou em seu lugar.

Amom é um mau rei, e os seus servos o matam

19Tinha Amom

21.19:
2Cr 33.21-23
vinte e dois anos de idade, quando começou a reinar, e dois anos reinou em Jerusalém: e era o nome de sua mãe Mesulemete, filha de Haruz, de Jotbá. 20E fez o que parecia mal aos olhos do Senhor,
21.20:
2Rs 21.2
como fizera Manassés, seu pai. 21Porque andou em todo o caminho em que andara seu pai: e serviu os ídolos, a que seu pai tinha servido, e se inclinou diante deles. 22Assim deixou
21.22:
1Rs 11.33
ao Senhor, Deus de seus pais, e não andou no caminho do Senhor. 23E os servos
21.23:
2Cr 33.24-25
de Amom conspiraram contra ele, e mataram o rei em sua casa. 24Porém o povo da terra feriu a todos os que conspiraram contra o rei Amom: e o povo da terra pôs a Josias, seu filho, rei em seu lugar. 25Quanto ao mais dos sucessos de Amom, que fez, porventura não está escrito no livro das crônicas dos reis de Judá? 26E o sepultaram na sua sepultura, no jardim de Uzá:
21.26:
Mt 1.10
e Josias, seu filho, reinou em seu lugar.

22

Josias repara o templo

221TINHA Josias

22.1:
Js 15.39
2Cr 34.1
oito anos de idade quando começou a reinar, e reinou trinta e um anos em Jerusalém: e era o nome de sua mãe, Jedida, filha de Adaís, de Bozcate. 2E fez o que era reto aos olhos do Senhor; e andou em todo o caminho de Davi, seu pai,
22.2:
Dt 5.32
e não se apartou dele nem para a direita nem para a esquerda. 3Sucedeu pois que, no ano décimo oitavo do rei Josias,
22.3:
2Cr 34.8
o rei mandou o escrivão Safã, filho de Azalias, filho de Mesulão, à casa do Senhor, dizendo: 4Sobe a Hilquias, o sumo sacerdote, para que tome o dinheiro
22.4:
2Rs 12.4,9
que se trouxe à casa do Senhor, o qual os guardas do umbral da porta ajuntaram do povo. 5E que o
22.5:
2Rs 12.11-12,14
deem na mão dos que têm o cargo da obra e estão encarregados da casa do Senhor; para que o deem àqueles que fazem a obra que na casa do Senhor, para repararem as 22.5: ou brechas ou ruínasfendas da casa: 6Aos carpinteiros, e aos edificadores, e aos pedreiros: e para comprar madeira e pedras lavradas, para repararem a casa. 7Porém
22.7:
2Rs 12.15
com eles se não fez conta do dinheiro que se lhes entregara nas suas mãos, porquanto obravam com fidelidade.

Hilquias acha o livro da lei

8Então disse o sumo sacerdote Hilquias ao escrivão Safã:

22.8:
Dt 31.24
2Cr 34.14
Achei o livro da lei na casa do Senhor. E Hilquias deu o livro a Safã, e ele o leu. 9Então o escrivão Safã veio ao rei, e referiu ao rei a resposta: e disse: Teus servos ajuntaram o dinheiro que se achou na casa, e o entregaram na mão dos que têm o cargo da obra, que estão encarregados da casa do Senhor. 10Também Safã, o escrivão, fez saber ao rei dizendo: O sacerdote Hilquias me deu um livro. E Safã o leu diante do rei. 11Sucedeu pois que, ouvindo o rei as palavras do livro da lei, rasgou os seus vestidos. 12E o rei mandou a Hilquias, o sacerdote, e a Aicão, filho de Safã,
22.12:
2Cr 34.20
e a Acbor, filho de Micaias, e a Safã, o escrivão, e a Asaías, o servo do rei, dizendo: 13Ide, e consultai ao Senhor por mim, e pelo povo, e por todo o Judá, acerca das palavras deste livro que se achou;
22.13:
Dt 29.27
porque grande é o furor do Senhor, que se acendeu contra nós; porquanto nossos pais não deram ouvidos às palavras deste livro, para fazerem conforme tudo quanto de nós está escrito.

Hulda, a profetisa

14Então foi o sacerdote Hilquias, e Aicão, e Acbor, e Safã, e Asaías à profetisa Hulda, mulher de Salum,

22.14:
2Cr 34.22
filho de Ticva, o filho de Harás, o guarda das vestiduras (e ela habitava em Jerusalém, na segunda parte), e lhe falaram. 15E ela lhes disse: Assim diz o Senhor, o Deus de Israel: Dizei ao homem que vos enviou a mim: 16Assim diz o Senhor:
22.16:
Dt 29.27
Dn 9.11-14
Eis que trarei mal sobre este lugar, e sobre os seus moradores a saber: todas as palavras do livro que leu o rei de Judá. 17Porquanto me deixaram,
22.17:
Dt 29.25-27
e queimaram incenso a outros deuses, para me provocarem à ira por todas as obras das suas mãos, o meu furor se acendeu contra este lugar, e não se apagará. 18Porém ao
22.18:
2Cr 34.26
rei de Judá, que vos enviou a consultar ao Senhor, assim lhe direis: Assim diz o Senhor, o Deus de Israel, acerca das palavras que ouviste: 19Porquanto o teu
22.19:
1Rs 21.29
Is 57.15
coração se enterneceu, e te humilhaste perante o Senhor, quando ouviste o que falei contra este lugar, e contra os seus moradores, que seriam para assolação e para maldição,
22.19:
Lv 26.31-32
Jr 26.6
44.22
e rasgaste os teus vestidos, e choraste perante mim, também eu te ouvi, diz o Senhor. 20Pelo que eis que eu te ajuntarei a teus pais,
22.20:
Is 57.1-2
e tu serás ajuntado em paz à tua sepultura, e os teus olhos não verão todo o mal que hei de trazer sobre este lugar. Então tornaram a trazer ao rei a resposta.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]