Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
92

Hino de gratidão a Deus

Salmo. Canção para os sábados.

921Ó Senhor Deus, como é bom

dar-te graças!

Como é bom cantar hinos em tua honra,

ó Altíssimo!

2Como é bom anunciar de manhã

o teu amor

e de noite, a tua fidelidade,

3com a música de uma harpa

de dez cordas

e ao som da lira!

4Ó Senhor Deus, os teus feitos poderosos

me tornam feliz!

Eu canto de alegria

pelas coisas que fazes.

5Que grandes coisas tens feito,

ó Senhor!

Como é difícil entender

os teus pensamentos!

6Aqui está uma coisa

que o tolo não entende,

e o ignorante não pode compreender:

7os que praticam más ações

crescem como a erva,

e os perversos podem prosperar,

porém eles serão

completamente destruídos.

8Pois tu, ó Senhor, estás para sempre

acima de tudo e de todos.

9Nós sabemos que os teus inimigos

morrerão

e que todos os maus serão derrotados.

10Tu me tens tornado forte

como um touro selvagem

e me tens abençoado com a felicidade.

11Tenho visto a derrota

dos meus inimigos

e ouvido os gritos dos maus.

12Os bons florescem como as palmeiras;

eles crescem como os cedros

dos montes Líbanos.

13Eles são como árvores

plantadas na casa do Senhor,

que florescem nos pátios

do Templo do nosso Deus.

14Na velhice, eles ainda produzem frutos;

são sempre fortes e cheios de vida.

15Isso prova que o Senhor Deus é justo,

prova que ele, a minha rocha,

não comete injustiça.

93

Deus, o Rei do Universo

931O Senhor Deus é Rei.

Ele está vestido de majestade

e coberto de poder.

A terra está firme no seu lugar

e não pode ser abalada.

2Ó Senhor, o teu trono

está firme desde o princípio;

tu sempre exististe.

3Ó Senhor Deus, o mar profundo

levanta a sua voz,

o mar ergue a sua voz e ruge.

4O Senhor reina no céu com poder.

A sua força é maior do que a fúria

do oceano

e mais poderosa do que as ondas do mar.

5As tuas leis, ó Senhor,

merecem confiança,

e o teu Templo é santo para sempre.

94

Deus, o justo juiz

941Ó Senhor, tu és Deus que castiga!

Mostra a tua ira.

2Tu és o juiz de todas as pessoas;

levanta-te e dá aos orgulhosos

o que eles merecem.

3Até quando os maus

continuarão alegres?

Até quando, ó Senhor Deus?

4Até quando se mostrarão orgulhosos

e se gabarão dos seus crimes?

5Ó Senhor, eles esmagam o teu povo

e exploram os que são teus.

6Eles matam as viúvas e os órfãos

e assassinam os estrangeiros

que vivem na nossa terra.

7E dizem: “O Senhor não está vendo;

o Deus de Israel

não vai ficar sabendo disso.”

8Procure entender, ó gente tola!

Quando é que vocês vão criar juízo?

9Foi o Senhor Deus

quem fez os nossos ouvidos —

será que ele não pode ouvir?

Foi o Senhor quem fez os nossos olhos —

será que ele não pode ver?

10O Senhor repreende as nações —

será que ele não vai castigá-las?

O Senhor ensina todos os seres humanos —

será que ele não tem sabedoria?

11O Senhor conhece os pensamentos

das pessoas

e sabe que eles não valem nada.

94.11
1Co 3.20

12Ó Senhor Deus, felizes são

aqueles que tu ensinas,

aqueles a quem ensinas a tua lei!

13Tu farás com que fiquem tranquilos

nos dias de aflição,

mas para os maus serão abertas

sepulturas.

14Pois o Senhor não abandonará

o seu povo;

ele não deixará desamparados

aqueles que são dele.

15Assim haverá justiça nos tribunais,

e todos os que são honestos

estarão a favor dela.

16Quem se levantou a meu favor

contra os maus?

Quem ficou do meu lado

contra os que fazem o mal?

17Se o Senhor não tivesse me ajudado,

eu já teria ido

para a terra do silêncio.

18Ó Senhor Deus, quando senti

que poderia morrer,

o teu amor me amparou.

19Quando estou aflito e preocupado,

tu me consolas e me alegras.

20Tu não queres nada

com juízes desonestos,

pois eles fazem a injustiça

parecer justiça,

21ajuntam-se para prejudicar

as pessoas honestas

e condenam à morte os inocentes.

22Mas o Senhor me defende;

ele é a minha rocha e o meu abrigo.

23Ele castigará esses juízes

por causa das injustiças

que eles têm cometido;

o Senhor, nosso Deus, os destruirá

por causa dos seus atos de maldade.