Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
8

A grandeza de Deus e o valor do ser humano

Salmo de Davi. Ao regente do coro — com a melodia de “Os Lagares”.

81Ó Senhor, Senhor nosso,

a tua grandeza é vista

no mundo inteiro.

O louvor dado a ti chega até o céu

2e é cantado pelas crianças

e pelas criancinhas de colo.

Tu construíste uma fortaleza

para te proteger dos teus inimigos,

para acabar com todos

os que te desafiam.

8.2
Mt 21.16

3Quando olho para o céu,

que tu criaste,

para a lua e para as estrelas,

que puseste nos seus lugares —

4que é um simples ser humano

para que penses nele?

Que é um ser mortal

para que te preocupes com ele?

8.4
Jó 7.17-18
Sl 144.3
Hb 2.6-8

5No entanto, fizeste o ser humano

inferior somente a ti mesmo

e lhe deste a glória e a honra

de um rei.

6Tu lhe deste poder

sobre tudo o que criaste;

tu puseste todas as coisas

debaixo do domínio dele:

8.6
1Co 15.27
Ef 1.22
Hb 2.8

7as ovelhas e o gado

e os animais selvagens também;

8os pássaros e os peixes

e todos os seres que vivem no mar.

9Ó Senhor, nosso Deus,

a tua grandeza é vista

no mundo inteiro.

9

Louvor a Deus pela sua justiça

Salmo de Davi. Ao regente do coro — com a melodia de “A Morte do Filho”.

91Ó Senhor Deus, eu te louvarei

com todo o coração

e contarei todas as coisas

maravilhosas que tens feito.

2Por causa de ti eu me alegrarei

e ficarei feliz.

Cantarei louvores a ti,

ó Deus Altíssimo.

3Quando apareces,

os meus inimigos fogem;

eles caem e morrem.

4Tu és um juiz justo

e, sentado no teu trono,

fizeste justiça,

julgando a meu favor.

5Tu condenaste os pagãos

e destruíste os maus;

eles nunca mais serão lembrados.

6Arrasaste as cidades

dos nossos inimigos;

elas foram destruídas para sempre,

e eles estão completamente

esquecidos.

7Mas o Senhor é Rei para sempre.

Sentado no seu trono,

ele faz os seus julgamentos.

8Deus governa o mundo com justiça

e julga os povos

de acordo com o que é direito.

9O Senhor é um abrigo

para os que são perseguidos;

ele os protege em tempos de aflição.

10Ó Senhor, aqueles que te conhecem

confiam em ti,

pois não abandonas

os que procuram a tua ajuda.

11Cantem louvores ao Senhor,

que reina em Jerusalém.

Anunciem às nações o que ele tem feito.

12Pois Deus lembra

dos que são perseguidos;

ele não esquece os seus gemidos

e castiga aqueles que os tratam

com violência.

13Ó Senhor Deus, tem compaixão de mim!

Vê como me fazem sofrer

os que me odeiam.

Livra-me da morte

14a fim de que eu,

na presença do povo de Jerusalém,

possa me levantar

para anunciar o motivo

por que te louvo

e dizer que sou feliz

porque me salvaste da morte.

15Os pagãos caíram na cova

que fizeram;

foram apanhados na armadilha

que eles mesmos armaram.

16O Senhor se torna conhecido

por causa dos seus julgamentos justos,

e os maus caem

nas suas próprias armadilhas.

17Eles acabarão no mundo dos mortos;

para lá irão todos os que rejeitam

a Deus.

18Os pobres não serão esquecidos

para sempre,

e os necessitados não perderão

para sempre a esperança.

19Vem, ó Senhor,

e não deixes que os seres humanos

te desafiem!

Põe os povos pagãos diante de ti

e julga-os.

20Faze, ó Senhor Deus,

com que sintam medo!

Que eles fiquem sabendo

que são simples criaturas mortais!

10

Oração pedindo justiça

101Ó Senhor Deus, por que ficas aí

tão longe?

Por que te escondes

em tempos de aflição?

10.1
Sl 74.1

2Os maus são orgulhosos

e perseguem os pobres;

que eles caiam

nas suas próprias armadilhas!

3Os maus falam com orgulho

dos seus desejos.

As pessoas que exploram os outros

desprezam o Senhor

e blasfemam contra ele.

4O homem mau não se importa com Deus;

por causa do seu orgulho

ele pensa assim:

“Para mim, Deus não tem importância.”

5Tudo o que esse homem faz dá certo.

Ele não pode entender

os julgamentos de Deus

e zomba dos seus inimigos.

6Ele pensa assim: “Nunca fracassarei;

nunca terei dificuldades.”

7A sua boca está cheia de maldições,

mentiras e ameaças.

Ele só fala de desgraças

e de maldades.

10.7
Rm 3.14

8Ele se esconde perto dos povoados;

espera ali e mata pessoas inocentes.

9Como um leão, ele espera

no seu esconderijo

e espia os que não podem se defender.

Fica de tocaia, esperando

pelos que são perseguidos;

então pega as vítimas na armadilha

e as arrasta dali.

10Elas são esmagadas e caem,

derrotadas pela força bruta.

11Esse homem mau pensa assim:

“Deus não se importa;

ele fechou os olhos e nunca vê nada!”

10.11
Sl 73.11
Sf 1.12

12Vem, ó Senhor Deus,

e castiga essa gente má!

Não te esqueças dos que estão sendo

perseguidos!

13Como pode a pessoa má

desprezar a Deus

e pensar que Deus não a castigará?

14Mas tu, ó Deus, vês e percebes

o sofrimento e a tristeza

e sempre estás pronto para ajudar.

Os que não podem se defender

confiam em ti;

tu sempre tens socorrido

os necessitados.

15Senhor, acaba com o poder dos maus

e dos perversos.

Castiga-os por causa

das suas maldades

até que eles não as pratiquem mais.

16O Senhor é Rei para sempre;

os pagãos serão expulsos

da terra dele.

17Ó Senhor Deus, tu ouvirás

as orações dos que são perseguidos

e lhes darás coragem.

18Tu ouvirás os gritos

dos oprimidos e dos necessitados

e julgarás a favor deles

para que seres humanos,

que são mortais,

nunca mais espalhem o terror.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]