Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
75

Deus, o juiz justo

Salmo de Asafe. Canção. Ao regente do coro — com a melodia de “Não Destruas”.

751Nós te damos graças, ó Deus,

nós damos graças.

Anunciamos a tua grandeza

e contamos as coisas maravilhosas

que tens feito.

2Deus diz: “Eu marquei um tempo certo

para o julgamento

e julgarei com justiça.

3Ainda que a terra trema,

e todos os seus moradores estremeçam,

eu manterei firmes as suas bases.

4Digo aos maus que não contem grandezas,

que não sejam orgulhosos;

5digo que parem de se gabar

do seu poder

e de falar com arrogância.”

6Pois o julgamento não vem do Leste,

nem do Oeste,

nem do Norte, nem do Sul.

7É Deus quem julga;

é ele quem declara que uns

são culpados

e que outros são inocentes.

8O Senhor Deus tem na sua mão uma taça

cheia do vinho forte da sua ira.

Ele serve o vinho, e todos os maus

o bebem,

bebem até a última gota.

9Porém eu sempre falarei

a respeito do Deus de Jacó

e lhe cantarei louvores.

10Ele quebrará o poder dos maus;

mas o poder dos que obedecem a Deus

crescerá.

76

O Deus vencedor

Salmo de Asafe. Canção. Ao regente do coro — para instrumentos de cordas.

761Deus é bem-conhecido em Judá;

o seu nome é famoso em Israel.

2A sua casa está em Jerusalém;

ele mora no monte Sião.

3Ali Deus quebrou todas as armas

dos inimigos:

as flechas, os escudos e as espadas.

4Como és glorioso, ó Deus!

E como foste grandioso

quando voltaste das montanhas

onde derrotaste os teus inimigos!

5Foram levadas todas as coisas

que os seus valentes soldados tinham;

eles agora estão dormindo

o sono da morte,

pois não tiveram forças para se defender.

6Quando tu, ó Deus de Jacó, os ameaçaste,

os cavalos e os cavaleiros

ficaram como mortos.

7Todas as pessoas têm medo de ti.

Quem pode permanecer na tua presença

quando estás irado?

8Lá do céu fizeste conhecida

a tua sentença de condenação.

A terra teve medo e ficou quieta

9quando te levantaste para fazer justiça,

para salvar todos os que são explorados

neste mundo.

10Até a ira humana aumenta o louvor

que é dado a ti;

e aqueles que não morreram nas guerras

vão comemorar as tuas festas.

11Deem ao Senhor, nosso Deus,

o que vocês prometeram;

que todas as nações vizinhas venham

e tragam ofertas para Deus,

aquele que deve ser temido!

12Deus humilha os governantes orgulhosos;

ele enche de medo os reis da terra.

77

Consolo nas horas de tristeza

Salmo de Asafe. Ao regente do coro — para confissão.

771Eu grito bem alto para Deus;

grito, e ele me ouve.

2Nas horas de aflição eu oro ao Senhor;

durante a noite, levanto as mãos

em oração,

porém não encontro consolo.

3Penso em Deus e começo a gemer;

começo a pensar e fico desanimado.

4Deus não me deixa dormir.

Estou tão preocupado,

que não posso falar.

5Penso nos dias que já passaram

e nos anos que se foram

há muito tempo.

6Gasto as noites em pensamentos

profundos,

começo a meditar e a mim mesmo

faço estas perguntas:

7“Será que o Senhor vai nos rejeitar

para sempre?

Será que ele nunca mais

vai ficar contente conosco?

8Será que deixou de nos amar?

Será que a sua promessa

não tem mais valor?

9Será que Deus esqueceu de ser bondoso?

Será que a ira tomou o lugar

da sua compaixão?”

10Então eu disse assim:

“O pior de tudo é que o Deus Altíssimo

não quer nos ajudar mais como antes.”

11Ó Senhor Deus, eu lembrarei

dos teus feitos maravilhosos!

Recordarei as maravilhas

que fizeste no passado.

12Pensarei em tudo o que tens feito,

meditarei em todos os teus atos

poderosos.

13Ó Deus, tudo o que fazes é santo.

Não há deus que seja tão grande

como o nosso Deus.

14Tu és o Deus que faz milagres;

tu tens mostrado o teu poder

entre as nações.

15Pela tua força, salvaste o teu povo,

os descendentes de Jacó e de José.

16Ó Deus, quando as águas te viram,

ficaram com medo,

as águas profundas do mar tremeram.

17As nuvens derramaram chuva,

houve trovoada nas alturas,

e os relâmpagos riscaram o céu

em todas as direções.

18O estrondo dos teus trovões

se espalhou por toda parte;

os relâmpagos iluminaram

o mundo inteiro,

e a terra foi sacudida e tremeu.

19Tu andaste pelo meio do mar,

abriste caminho no oceano profundo,

mas ninguém viu as marcas

dos teus pés.

20Como um pastor, dirigiste o teu povo

pelas mãos de Moisés e de Arão.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]