Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
75

Deus, o juiz justo

Salmo de Asafe. Canção. Ao regente do coro — com a melodia de “Não Destruas”.

751Nós te damos graças, ó Deus,

nós damos graças.

Anunciamos a tua grandeza

e contamos as coisas maravilhosas

que tens feito.

2Deus diz: “Eu marquei um tempo certo

para o julgamento

e julgarei com justiça.

3Ainda que a terra trema,

e todos os seus moradores estremeçam,

eu manterei firmes as suas bases.

4Digo aos maus que não contem grandezas,

que não sejam orgulhosos;

5digo que parem de se gabar

do seu poder

e de falar com arrogância.”

6Pois o julgamento não vem do Leste,

nem do Oeste,

nem do Norte, nem do Sul.

7É Deus quem julga;

é ele quem declara que uns

são culpados

e que outros são inocentes.

8O Senhor Deus tem na sua mão uma taça

cheia do vinho forte da sua ira.

Ele serve o vinho, e todos os maus

o bebem,

bebem até a última gota.

9Porém eu sempre falarei

a respeito do Deus de Jacó

e lhe cantarei louvores.

10Ele quebrará o poder dos maus;

mas o poder dos que obedecem a Deus

crescerá.