Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
5

Oração pedindo a proteção de Deus

Salmo de Davi. Ao regente do coro — para flautas.

51Ó Senhor Deus,

ouve as minhas palavras

e escuta os meus gemidos!

2Meu Rei e meu Deus,

atende o meu pedido de ajuda,

pois eu oro a ti, ó Senhor!

3De manhã ouves a minha voz;

quando o sol nasce,

eu faço a minha oração

e espero a tua resposta.

4Tu não és Deus que tenha prazer

na maldade;

tu não permites que os maus

sejam teus hóspedes.

5Tu não suportas a presença

dos orgulhosos

e detestas os que praticam o mal.

6Acabas com os mentirosos

e desprezas os violentos e os falsos.

7Mas, por causa do teu grande amor,

eu posso entrar nos pátios

da tua casa

e ajoelhar com todo o respeito,

voltado para o teu santo Templo.

8Ó Senhor Deus, ajuda-me a fazer

a tua vontade

e faze com que o teu caminho

seja reto e plano para mim!

Que os meus inimigos vejam

que tu estás comigo!

9Não se pode confiar

no que eles dizem,

pois só pensam em destruir.

A sua conversa é uma bajulação macia,

mas está cheia de engano e morte.

5.9
Rm 3.13

10Condena e castiga-os, ó Deus!

Que os próprios planos deles

os façam cair na desgraça!

Expulsa-os da tua presença,

pois eles muitas vezes quebram

as tuas leis

e se revoltam contra ti.

11Mas os que buscam abrigo em ti

ficarão contentes

e sempre cantarão de alegria

porque tu os defendes.

Os que te amam

encontram a felicidade em ti.

12Pois tu, ó Senhor Deus,

abençoas os que te obedecem,

a tua bondade os protege

como um escudo.

6

Oração de um enfermo

Salmo de Davi. Ao regente do coro — para instrumentos de oito cordas.

61Ó Senhor Deus, não me repreendas

quando estiveres irado!

Não me castigues no teu furor.

6.1
Sl 38.1

2Tem compaixão de mim,

pois me sinto fraco.

Dá-me saúde, pois o meu corpo

está abatido,

3e a minha alma está muito aflita.

Ó Deus, quando virás me curar?

4Vem salvar a minha vida,

ó Senhor Deus!

Por causa do teu amor,

livra-me da morte.

5Pois no mundo dos mortos

não és lembrado,

e lá ninguém pode te louvar.

6Estou cansado de chorar.

Todas as noites a minha cama

se molha de lágrimas,

e o meu choro encharca o travesseiro.

7Por causa dos meus inimigos,

os meus olhos estão inchados

de tanto chorar,

e quase não posso enxergar.

8Afastem-se de mim,

vocês que fazem o mal!

O Senhor Deus me ouve quando choro;

6.8
Mt 7.23
Lc 13.27

9ele me escuta quando peço ajuda

e atende as minhas orações.

10Os meus inimigos ficarão

envergonhados e apavorados;

eles fugirão de repente,

em completa confusão.

7

Oração pedindo justiça

Hino que Davi cantou a Deus por causa de Cuche, o benjamita.

71Ó Senhor, meu Deus,

em ti encontro segurança.

Salva-me, livra-me

de todos os que me perseguem.

2Não permitas que eles, como um leão,

me peguem e me despedacem,

sem que ninguém possa me salvar.

3Ó Senhor, meu Deus, se tenho feito

qualquer uma destas coisas:

se cometi alguma injustiça

contra alguém,

4se traí um amigo,

se cometi sem motivo alguma violência

contra o meu inimigo,

5então que os meus inimigos

me persigam e me agarrem!

Que eles me deixem caído no chão,

morto,

e largado sem vida no pó!

6Ó Senhor, levanta-te com ira

e enfrenta a fúria dos meus inimigos!

Levanta-te e ajuda-me,

porque tu exiges que a justiça

seja feita.

7Ajunta todos os povos em volta de ti

e, de cima, reina sobre eles.

8Ó Senhor Deus, tu és o juiz

de todas as pessoas.

Julga a meu favor,

pois sou inocente e correto.

9Eu te peço que acabes

com a maldade dos maus

e que recompenses os que são direitos.

Pois tu és Deus justo

e julgas os nossos pensamentos

e desejos.

7.9
Ap 2.23

10Deus me protege como um escudo;

ele salva os que são honestos

de verdade.

11Deus é um juiz justo;

todos os dias ele condena os maus.

12Se eles não se arrependerem,

Deus afiará a sua espada.

Ele já armou o seu arco

para disparar flechas.

13Ele pega as suas armas mortais

e atira as suas flechas de fogo.

14Vejam como os maus imaginam maldades.

Eles planejam desgraças

e vivem mentindo.

15Armam armadilhas para pegarem

os outros,

mas eles mesmos caem nelas.

16Assim eles são castigados

pela sua própria maldade,

são feridos

pela sua própria violência.

17Eu, porém, agradecerei a Deus

a sua justiça

e cantarei louvores ao Senhor,

o Deus Altíssimo.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]