Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
25

Pedido de ajuda e proteção

De Davi.

251Ó Senhor Deus, a ti dirijo

a minha oração.

2Meu Deus, eu confio em ti.

Salva-me da vergonha da derrota;

não deixes que os meus inimigos

se alegrem com a minha desgraça.

3Os que confiam em ti não sofrerão

a vergonha da derrota,

mas serão derrotados os que sem motivo

se revoltam contra ti.

4Ó Senhor, ensina-me

os teus caminhos!

Faze com que eu os conheça bem.

5Ensina-me a viver

de acordo com a tua verdade,

pois tu és o meu Deus,

o meu Salvador.

Eu sempre confio em ti.

6Ó Senhor, lembra

da tua bondade e do teu amor,

que tens mostrado

desde os tempos antigos.

7Esquece os pecados e os erros

da minha mocidade.

Por causa do teu amor

e da tua bondade,

lembra de mim, ó Senhor Deus!

8O Senhor é justo e bom

e por isso mostra aos pecadores

o caminho que devem seguir.

9Deus guia os humildes

no caminho certo

e lhes ensina a sua vontade.

10Ele é fiel e com amor guia

todos os que são fiéis

à sua aliança

e que obedecem aos seus mandamentos.

11Ó Senhor Deus, cumpre a tua promessa

e perdoa os meus pecados,

porque são muitos!

12Aqueles que temem o Senhor

aprenderão com ele o caminho

que devem seguir.

13Eles sempre terão sucesso,

e a Terra Prometida

será dos seus filhos.

14O Senhor Deus é amigo

daqueles que o temem

e lhes ensina as condições

da aliança que fez com eles.

15Eu olho sempre para o Senhor,

pois ele me livra do perigo.

16Ó Deus, olha para mim

e tem pena de mim,

pois estou sendo perseguido

e não tenho proteção!

17Livra o meu coração

de todas as aflições

e tira-me de todas as dificuldades.

18Vê as minhas tristezas e sofrimentos

e perdoa todos os meus pecados.

19Vê quantos inimigos tenho;

vê como é grande o ódio deles

contra mim.

20Protege-me e salva-me;

livra-me da vergonha da derrota,

pois em ti encontro segurança.

21Que a minha honestidade e sinceridade

me protejam

porque confio em ti!

22Ó Deus, salva Israel, o teu povo,

de todas as suas dificuldades!

26

Oração de uma pessoa inocente

De Davi.

261Ó Senhor Deus,

declara que estou inocente,

pois faço o que é certo

e confio inteiramente em ti.

2Examina-me e põe-me à prova,

ó Senhor;

julga os meus desejos

e os meus pensamentos,

3pois o teu amor me guia,

e a tua verdade sempre me orienta.

4Eu não ando na companhia

de gente falsa

e não vivo com hipócritas.

5Não me ajunto com os perversos

e não ando com os maus.

6Ó Senhor Deus, lavo as mãos

para mostrar que estou inocente.

Ando em volta do teu altar

junto com os que te adoram,

7cantando um hino de gratidão

e falando das tuas obras

maravilhosas.

8Ó Senhor Deus,

eu amo a casa onde vives,

o lugar onde está presente

a tua glória.

9Não me destruas junto com os que

não querem saber de ti;

livra-me do castigo

que recebem os assassinos —

10aqueles que vivem fazendo o mal

e que estão sempre prontos

para receber suborno.

11Eu, porém, faço o que é certo.

Tem compaixão de mim e salva-me.

12Estou livre de todos os perigos;

nas reuniões de adoração,

eu louvarei a Deus, o Senhor.

27

Segurança em Deus

De Davi.

271O Senhor Deus é a minha luz

e a minha salvação;

de quem terei medo?

O Senhor me livra de todo perigo;

não ficarei com medo de ninguém.

2Quando os maus, os meus inimigos,

me atacam

e procuram me matar,

são eles que tropeçam e caem.

3Ainda que um exército inteiro

me cerque,

não terei medo;

ainda que os meus inimigos

me ataquem,

continuarei confiando em Deus.

4A Deus, o Senhor, pedi uma coisa,

e o que eu quero é só isto:

que ele me deixe viver na sua casa

todos os dias da minha vida,

para sentir, maravilhado,

a sua bondade

e pedir a sua orientação.

5Em tempos difíceis,

ele me esconderá no seu abrigo.

Ele me guardará no seu Templo

e me colocará em segurança

no alto de uma rocha.

6Assim vencerei os inimigos

que me cercam.

Com gritos de alegria, oferecerei

sacrifícios no seu Templo;

eu cantarei e louvarei

a Deus, o Senhor.

7Ó Senhor, ouve-me quando eu te chamar!

Tem compaixão de mim e responde-me.

8Tu disseste: “Venha me adorar.”

Eu respondo: “Eu irei te adorar,

ó Senhor Deus.”

9Não te escondas de mim.

Não fiques irado comigo;

não rejeites este teu servo.

Ó Deus, meu libertador,

tu tens sido a minha ajuda;

não me deixes, não me abandones.

10Ainda que o meu pai e a minha mãe

me abandonem,

o Senhor cuidará de mim.

11Ó Senhor Deus, ensina-me

a fazer a tua vontade

e guia-me por um caminho seguro,

pois os meus inimigos são muitos.

12Não me entregues nas mãos

desses inimigos,

que dizem mentiras contra mim

e me ameaçam com violência.

13Estou certo de que verei,

ainda nesta vida,

o Senhor Deus mostrar a sua bondade.

14Confie no Senhor.

Tenha fé e coragem.

Confie em Deus, o Senhor.