Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
15

O hóspede de Deus

Salmo de Davi.

151Ó Senhor Deus, quem tem o direito

de morar no teu Templo?

Quem pode viver no teu monte santo?

2Só tem esse direito aquele

que vive uma vida correta,

que faz o que é certo

e que é sincero e verdadeiro

no que diz.

3Ele não fala mal dos outros,

não prejudica os seus amigos

e não espalha boatos

a respeito dos seus vizinhos.

15.1-3
Sl 24.3-6

4Ele despreza aqueles

que o Senhor rejeita,

mas trata com respeito

os que o temem.

Ele cumpre o que promete,

mesmo com prejuízo próprio,

5empresta sem cobrar juros

e não aceita suborno

para ser testemunha

contra pessoas inocentes.

Aquele que age assim

estará sempre seguro.

16

Deus está sempre comigo

Hino de Davi.

161Guarda-me, ó Deus,

pois em ti eu tenho segurança!

2Eu disse a Deus, o Senhor:

“Tu és o meu Senhor;

tudo o que tenho de bom vem de ti.”

3Como são admiráveis as pessoas

que se dedicam a Deus!

O meu maior prazer é estar

na companhia delas.

4Aqueles que correm atrás

de outros deuses

trazem muito sofrimento para si mesmos.

Eu não tomarei parte

nas suas ofertas de sangue,

nem adorarei os seus deuses.

5Tu, ó Senhor Deus,

és tudo o que tenho.

O meu futuro está nas tuas mãos;

tu diriges a minha vida.

6Como são boas as bênçãos

que me dás!

Como são maravilhosas!

7Eu louvo a Deus, o Senhor,

pois ele é o meu conselheiro,

e durante a noite

a minha consciência me avisa.

8Estou certo de que o Senhor

está sempre comigo;

ele está ao meu lado direito,

e nada pode me abalar.

9Por isso o meu coração está feliz

e alegre,

e eu, um ser mortal, me sinto bem seguro,

10porque tu, ó Deus, me proteges

do poder da morte.

Eu tenho te servido fielmente,

e por isso não deixarás que eu desça

ao mundo dos mortos.

16.10
At 13.35

11Tu me mostras o caminho

que leva à vida.

A tua presença me enche de alegria

e me traz felicidade para sempre.

16.8-11
At 2.25-28

17

Uma pessoa inocente ora pedindo justiça

Oração de Davi.

171Ó Senhor Deus,

atende o meu pedido de justiça!

Escuta o meu pedido de ajuda.

Ouve a oração que faço

com sinceridade.

2Tu julgarás a meu favor

porque sabes o que é direito.

3Tu conheces o meu coração

e de noite me visitas.

Tu tens me examinado profundamente

e não encontraste em mim

nenhum desejo mau.

Não digo coisas que te desagradam,

4como os outros fazem.

Tenho obedecido às tuas leis

e tenho procurado não agir

como os violentos.

5Tenho andado sempre nos teus caminhos

e nunca me desviei deles.

6Eu oro a ti, ó Deus,

porque tu me respondes.

Por isso ouve-me,

escuta as minhas palavras.

7Mostra o teu amor maravilhoso,

ó Salvador!

Ao teu lado estou livre

dos meus inimigos.

8Protege-me como protegerias

os teus próprios olhos

e, na sombra das tuas asas,

9esconde-me dos ataques dos maus.

Inimigos violentos estão ao meu redor;

10eles não têm pena de ninguém

e falam com arrogância.

11Eles me seguem de perto

e agora estão em volta de mim,

esperando o momento de me derrubarem.

12Eles são como leões escondidos,

esperando por mim,

prontos para me despedaçar.

13Vem, ó Senhor Deus,

enfrenta os meus inimigos

e acaba com eles!

Com a tua espada, salva-me dos maus.

14Ó Senhor Deus, livra-me

daqueles que nesta vida

têm tudo o que querem!

Castiga-os com os sofrimentos

que tens guardado para eles.

Que haja bastante castigo

para os seus filhos

e que ainda sobre

para os filhos dos seus filhos!

15Mas eu te verei,

pois tenho vivido corretamente;

e, quando acordar, a tua presença

me encherá de alegria.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]