Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
142

Oração pedindo ajuda

Poesia de Davi. Oração que ele fez quando estava na caverna.

142, título
1Sm 22.1
24.3

1421Eu clamo a Deus, o Senhor, pedindo socorro;

eu suplico que me ajude.

2Levo a ele todas as minhas queixas

e lhe conto todos os meus problemas.

3Quando estou desistindo,

ele sabe o que devo fazer.

No caminho por onde ando

os meus inimigos armam uma armadilha

para me pegar.

4Olho para os lados

e não vejo ninguém que me ajude.

Não há ninguém para me proteger,

não há ninguém que cuide de mim.

5Ó Senhor, eu grito pedindo a tua ajuda.

Ó Deus, tu és o meu protetor,

és tudo o que desejo nesta vida.

6Escuta o meu grito pedindo socorro,

pois estou caindo no desespero.

Salva-me dos meus inimigos,

pois eles são fortes demais para mim.

7Livra-me do sofrimento,

e eu te louvarei na reunião do teu povo

porque tu tens sido bom para mim.

143

Confiança em Deus

Salmo de Davi.

1431Ó Senhor Deus, ouve a minha oração!

Escuta o meu pedido.

Responde-me, pois és fiel e bom.

2Não julgues a mim, este teu servo,

pois ninguém é inocente diante de ti.

143.2
Rm 3.20
Gl 2.16

3O meu inimigo me perseguiu até me pegar

e me derrotou completamente.

Ele me pôs numa prisão escura,

e eu sou como aqueles que morreram

há muito tempo.

4Por isso, estou quase desistindo,

e o desespero despedaça o meu coração.

5Eu lembro do passado.

Penso em tudo o que tens feito

e não esqueço as tuas ações.

6A ti levanto as mãos em oração;

como terra seca, eu tenho sede de ti.

7Ó Senhor Deus, responde-me depressa,

pois já perdi todas as esperanças!

Não te escondas de mim

para que eu não seja como aqueles

que descem ao mundo dos mortos.

8Peço que todas as manhãs

tu me fales do teu amor,

pois em ti eu tenho posto

a minha confiança.

As minhas orações sobem a ti;

mostra-me o caminho que devo seguir!

9Ó Senhor Deus, livra-me

dos meus inimigos,

pois em ti encontro proteção!

10Tu és o meu Deus;

ensina-me a fazer a tua vontade.

Que o teu Espírito seja bom para mim

e me guie por um caminho seguro!

11Conserva-me vivo, ó Senhor,

como prometeste!

E, porque és bom, livra-me

das minhas aflições.

12Mata os meus inimigos,

pois tens amor por mim;

acaba com todos os que me perseguem,

pois eu sou teu servo.

144

Oração de um rei

De Davi.

1441Louvem o Senhor Deus, a minha rocha;

ele me prepara para a batalha

e me ensina a combater.

2Ele é a minha rocha

e a minha fortaleza,

o meu abrigo e o meu libertador.

Ele me defende como um escudo,

e eu confio na sua proteção.

Ele põe as nações

debaixo do meu poder.

3Ó Senhor, que é o ser humano,

para que penses nele?

Que é um simples mortal,

para que te preocupes com ele?

144.3
Jó 7.17-18
Sl 8.4

4O ser humano é como um sopro;

a sua vida é como a sombra que passa.

5Ó Senhor, abre o céu e desce!

Toca nas montanhas,

e elas soltarão fumaça.

6Manda relâmpagos

e espalha os inimigos;

atira as tuas flechas

para fazê-los fugir.

7Lá do alto estende a mão,

tira-me do mar profundo e salva-me.

Livra-me do poder dos pagãos,

8pois eles nunca dizem a verdade

e mentem, fazendo juramentos falsos.

9A ti, ó Deus, eu cantarei

uma nova canção;

tocarei harpa de dez cordas

e te cantarei louvores.

10Tu dás a vitória aos reis

e livras da morte o teu servo Davi.

11Salva-me dos meus inimigos cruéis;

livra-me do poder dos pagãos,

pois eles nunca dizem a verdade

e mentem, fazendo juramentos falsos.

12Que, na sua mocidade, os nossos filhos

sejam como plantas viçosas,

e que as nossas filhas

sejam como colunas

que enfeitam a frente de um palácio!

13Que os nossos depósitos fiquem cheios

de todo tipo de mantimentos!

Que, nos nossos campos, os rebanhos

deem dezenas de milhares de crias!

14Que o gado se reproduza bem,

e as vacas não percam as suas crias!

E que não haja gritos de aflição

nas nossas ruas!

15Feliz a nação que tem tudo isso!

Feliz o povo cujo Deus é o Senhor!