Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
13

Confiança no amor de Deus

Salmo de Davi. Ao regente do coro.

131Ó Senhor Deus, até quando

esquecerás de mim?

Será para sempre?

Por quanto tempo esconderás de mim

o teu rosto?

2Até quando terei de suportar

este sofrimento?

Até quando o meu coração se encherá

dia e noite de tristeza?

Até quando os meus inimigos

me vencerão?

3Ó Senhor, meu Deus,

olha para mim e responde-me!

Dá-me forças novamente

para que eu não morra.

4Assim os meus inimigos não poderão

se alegrar com a minha desgraça,

nem poderão dizer:

“Nós o derrotamos!”

5Eu confio no teu amor.

O meu coração ficará alegre,

pois tu me salvarás.

6E, porque tens sido bom para mim,

cantarei hinos a ti, ó Senhor.

14

Corrupção e salvação

Salmo 53

De Davi. Ao regente do coro.

141Os tolos pensam assim:

“Para mim, Deus não tem importância.”

Todos são corruptos

e as coisas que eles fazem

são nojentas;

não há uma só pessoa que faça o bem.

2Lá do céu o Senhor Deus olha

para a humanidade

a fim de ver se existe

alguém que tenha juízo,

se existe uma só pessoa que o adore.

3Mas todos se desviaram

do caminho certo

e são igualmente corruptos.

Não há mais ninguém que faça o bem,

não há nem mesmo uma só pessoa.

14.1-3
Rm 3.10-12

4O Senhor pergunta:

“Será que toda essa gente má

não entende nada?

Eles vivem explorando o meu povo

e não oram a mim.”

5Mas eles vão tremer de medo

porque Deus está do lado daqueles

que lhe obedecem.

6Os maus fazem com que fracassem

as esperanças dos necessitados,

mas estes são protegidos

pelo Senhor.

7Queira Deus que de Jerusalém venha

a vitória para Israel!

Como ficarão felizes e alegres

os descendentes de Jacó

quando o Senhor fizer com que

eles prosperem de novo!

15

O hóspede de Deus

Salmo de Davi.

151Ó Senhor Deus, quem tem o direito

de morar no teu Templo?

Quem pode viver no teu monte santo?

2Só tem esse direito aquele

que vive uma vida correta,

que faz o que é certo

e que é sincero e verdadeiro

no que diz.

3Ele não fala mal dos outros,

não prejudica os seus amigos

e não espalha boatos

a respeito dos seus vizinhos.

15.1-3
Sl 24.3-6

4Ele despreza aqueles

que o Senhor rejeita,

mas trata com respeito

os que o temem.

Ele cumpre o que promete,

mesmo com prejuízo próprio,

5empresta sem cobrar juros

e não aceita suborno

para ser testemunha

contra pessoas inocentes.

Aquele que age assim

estará sempre seguro.