Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
24

— 19 —

241Não tenha inveja dos maus, nem procure ter amizade com eles. 2Eles só pensam em violências e, quando falam, é para ferir alguém.

— 20 —

3Com a sabedoria se constrói o lar e sobre a prudência ele se firma. 4Na casa da pessoa sábia os quartos ficam cheios de coisas bonitas e de valor.

— 21 —

5Ser sábio é melhor do que ser forte; o conhecimento é mais importante do que a força. 6Afinal, antes de entrar numa batalha, é preciso planejar bem, e, quando há muitos conselheiros, é mais fácil vencer.

— 22 —

7Os provérbios dos sábios são profundos demais para serem entendidos pelos tolos; quando são discutidos assuntos importantes, os tolos não têm nada para dizer.

— 23 —

8Quem planeja o mal será chamado de “criador de problemas”. 9Os planos dos que não têm juízo são pecados. Todos odeiam quem vive zombando dos outros.

— 24 —

10Quem é fraco numa crise é realmente fraco.

— 25 —

11Procure salvar quem está sendo arrastado para a morte. 12Você pode dizer que o problema não é seu, mas Deus conhece o seu coração e sabe os seus motivos. Ele pagará de acordo com o que cada um fizer.

— 26 —

13Meu filho, coma mel, pois o mel faz bem. Assim como o favo de mel é doce na sua língua, 14assim também a sabedoria é boa para a sua alma. Se você a conseguir, terá um bom futuro e não perderá a esperança.

— 27 —

15Você, homem perverso, não fique espiando a casa do homem honesto para assaltá-la. 16A pessoa honesta pode cair muitas vezes, que sempre se levanta de novo. Mas a desgraça acaba com os maus.

— 28 —

17Não fique contente quando o seu inimigo cair na desgraça. 18O Senhor Deus vai saber que você ficou contente com isso e não vai gostar. E ele poderá parar de castigar esse inimigo.

— 29 —

19Não se revolte por causa dos maus, nem tenha inveja deles. 20Os pecadores não têm futuro; eles são como uma luz que está se apagando.

— 30 —

21Meu filho, tema a Deus, o Senhor, e respeite as autoridades. Não se envolva com as pessoas que se revoltam contra eles, 22pois num instante elas podem se arruinar. Você pode fazer uma ideia da destruição que Deus ou as autoridades podem causar?

Mais alguns provérbios dos sábios

23Estas coisas também foram ditas por homens sábios:

O juiz não deve favorecer ninguém. 24Se ele declarar inocente um homem que é culpado, será amaldiçoado e odiado por todos. 25Porém os juízes que castigam o culpado receberão bênçãos e gozarão de boa fama.

26A resposta sincera é sinal de uma amizade verdadeira.

27Não construa a sua casa, nem forme o seu lar até que as suas plantações estejam prontas e você esteja certo de que pode ganhar a vida.

28Se você não tiver motivo, não seja testemunha contra o seu vizinho, nem fale mal dele. 29Nunca diga: “Vou lhe pagar com a mesma moeda. Vou acertar as contas com ele!”

30Eu andei pelos campos e plantações de uva de um homem tolo e preguiçoso. 31Tudo estava cheio de espinhos e coberto de mato, e o muro de pedras havia caído. 32Olhei para aquilo, pensei bem e aprendi a seguinte lição: 33Durma um pouco mais, cruze os braços e descanse mais um pouco; 34mas, enquanto você estiver dormindo, a pobreza o atacará como um ladrão armado.

24.33-34
Pv 6.10-11

25

Mais provérbios de Salomão

251Aqui estão mais alguns provérbios de Salomão, escolhidos e copiados por homens que estavam a serviço do rei Ezequias, de Judá.

2Respeitamos a Deus por causa daquilo que ele esconde de nós; e respeitamos as autoridades por causa daquilo que elas nos explicam.

3Você nunca sabe o que um rei está pensando; os pensamentos dele estão fora do nosso alcance, assim como as alturas do céu ou as profundezas da terra.

4Purifique a prata, e o artista poderá fazer uma obra de arte. 5Afaste do rei os maus conselheiros porque o que torna forte um governo é a justiça.

6Quando você estiver diante das autoridades, não se faça de importante. 7É melhor que depois lhe deem um lugar de honra do que você ser humilhado na presença das autoridades.

25.6-7
Lc 14.8-10

8Não tenha pressa de ir ao tribunal para contar o que você viu. Se mais tarde outra testemunha provar que você está errado, o que é que você vai fazer?

9Defenda a sua causa contra o seu vizinho, mas não revele nada que alguém lhe tenha contado a respeito do assunto. 10Do contrário todos ficarão sabendo que você não consegue guardar segredos, e você nunca mais se livrará desta vergonha.

11A palavra certa na hora certa é como um desenho de ouro feito em cima de prata.

12Quando alguém está querendo aprender, o conselho de uma pessoa experiente vale mais do que anéis de ouro ou joias de ouro puro.

13Como água fresca no calor do tempo da colheita, assim o mensageiro de confiança reanima quem o mandou.

14Quem promete e não dá é como a nuvem e o vento que não trazem chuva.

15A paciência convence até as autoridades; a perseverança pode vencer qualquer dificuldade.

16Não coma mel demais, pois você pode vomitar. 17Não vá a toda hora à casa do vizinho, pois ele pode se cansar e acabar ficando com raiva de você.

18A pessoa que diz mentiras a respeito dos outros é tão perigosa quanto uma espada, um porrete ou uma flecha afiada.

19Num momento de dificuldade, depender de uma pessoa que não merece confiança é como mastigar com um dente estragado, andar com um pé aleijado 20ou querer se esquentar, num dia frio, tirando a roupa.

Cantar para quem está triste é como esfregar sal numa ferida.

21Se o seu inimigo estiver com fome, dê comida a ele; se estiver com sede, dê água. 22Porque assim você o fará queimar de remorso e vergonha, e o Senhor Deus recompensará você.

25.21-22
Rm 12.20

23Assim como o vento norte traz chuva, os mexericos trazem ódio.

24É melhor morar no fundo do quintal do que dentro de casa com uma mulher briguenta.

25Ouvir uma boa notícia que a gente não espera é como tomar um gole de água fresca quando se tem sede.

26A pessoa boa que se deixa levar por uma pessoa má é como uma fonte de água barrenta ou como um poço contaminado.

27Assim como mel demais não faz bem, também não é bom andar procurando elogios.

28Quem não sabe se controlar é tão sem defesa como uma cidade sem muralhas.

26

O tolo

261Elogiar um tolo é tão absurdo como cair neve no verão ou chover no tempo da colheita.

2A maldição não cai sobre quem não merece; ela é como um passarinho que voa sem rumo.

3O chicote foi feito para o cavalo, o freio, para o jumento, e a vara, para as costas de quem não tem juízo.

4Quem dá uma resposta séria a uma pergunta tola é tão tolo como quem a fez.

5Responda ao tolo de acordo com a tolice dele para que ele não fique pensando que é sábio.

6Quem manda um tolo dar um recado está procurando problemas; seria melhor que cortasse os próprios pés.

7Um provérbio citado por um tolo tem tanto valor como as pernas de um aleijado.

8Elogiar um tolo é o mesmo que amarrar a pedra no estilingue26.8 O mesmo que funda, atiradeira ou bodoque..

9O tolo, citando um provérbio, é como o bêbado tentando tirar um espinho da mão.

10O patrão que contrata qualquer tolo que lhe pede emprego acaba prejudicando todos.

11O tolo que faz uma tolice pela segunda vez é como um cachorro que volta ao seu vômito.

26.11
2Pe 2.22

12Pode-se esperar mais de um tolo do que de quem pensa que é mais sábio do que é.

O preguiçoso

13O preguiçoso fica em casa e diz: “Se eu sair, o leão me pega.”

14O preguiçoso vira de um lado para outro na cama. Ele é como uma porta que gira nas dobradiças, mas, de fato, não sai do lugar.

15Existe gente que tem preguiça até de pôr a comida na própria boca.

16O preguiçoso acha que ele sozinho sabe mais do que sete homens capazes de dar respostas certas.

Outros provérbios

17Quem se mete na discussão dos outros é como quem agarra pelas orelhas um cachorro que vai passando.

18-19Quem engana os outros e diz que é brincadeira é como um louco brincando com uma arma mortal.

20Sem lenha o fogo se apaga; sem mexericos a briga se acaba.

21Como carvão sobre as brasas e lenha no fogo, assim é o briguento para atiçar uma briga.

22Os mexericos são tão deliciosos! Como gostamos de saboreá-los!

23Como o verniz cobre um pote de barro, as palavras fingidas encobrem um coração mau.

24O hipócrita que odeia esconde o seu ódio atrás da bajulação. 25Ele pode falar muito bem, mas não acredite no que ele diz porque o seu coração está cheio de ódio. 26Ele pode disfarçar, mas todos acabarão vendo a sua maldade.

27Quem coloca uma armadilha para os outros acaba caindo nela; quem rola uma pedra será esmagado por ela.

28Quem odeia fere os outros com mentiras; as palavras bajuladoras causam desgraças.

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitando todos as suas informações pessoais.[ocultar]