Nova Tradução na Linguagem de Hoje (2000) (NTLH)
22

221O bom nome vale mais do que muita riqueza; ser estimado é melhor do que ter prata e ouro.

2Não existe diferença entre o rico e o pobre porque foi o Senhor Deus quem fez os dois.

3A pessoa sensata vê o perigo e se esconde; mas a insensata vai em frente e acaba mal.

4Quem teme o Senhor e é humilde consegue riqueza, prestígio e vida longa.

5No caminho dos maus existem armadilhas e dificuldades; quem dá valor à vida se afasta deles.

6Eduque a criança no caminho em que deve andar, e até o fim da vida não se desviará dele.

7Os ricos mandam nos pobres, e quem toma emprestado é escravo de quem empresta.

8Quem semeia a maldade colhe a desgraça e será castigado pelo seu próprio ódio.

9Quem é bondoso será abençoado porque reparte a sua comida com os pobres.

10Mande embora a pessoa orgulhosa, e acabarão os desentendimentos, as discussões e os xingamentos.

11Quem ama a sinceridade e sabe falar bem terá a amizade do rei.

12O Senhor Deus está alerta para defender a verdade e atrapalhar os planos dos mentirosos.

13O preguiçoso fica em casa e diz: “Se eu sair, o leão me pega.”

14O adultério é uma armadilha onde caem as pessoas que o Senhor detesta.

15É natural que as crianças façam tolices, mas a correção as ensinará a se comportarem.

16Quem enriquece à custa dos pobres ou dando presentes aos ricos acabará ficando pobre.

Trinta provérbios dos sábios

17Preste atenção, e eu lhe ensinarei o que os sábios disseram. Estude os seus ensinamentos, 18e será um prazer para você lembrar deles e recitá-los. 19Vou lhe ensinar agora estes provérbios para que você ponha a sua confiança em Deus. 20Tomei nota de trinta provérbios para você. Eles contêm conhecimentos e bons conselhos, 21que o ajudarão a saber o que é certo e direito. E assim, quando lhe fizerem perguntas, você saberá dar a resposta certa.

— 1 —

22Não tire vantagem do pobre só porque ele é pobre, nem se aproveite daqueles que não tiverem quem os defenda no tribunal. 23Pois o Senhor defenderá a causa deles e ameaçará a vida de quem os ameaçar.

— 2 —

24Não faça amizade com pessoas grosseiras ou violentas; 25você poderá pegar os seus maus costumes e depois não conseguirá livrar-se deles.

— 3 —

26Não aceite ser fiador de ninguém 27porque, se você não puder pagar a dívida, levarão embora até a sua cama.

— 4 —

28Não mude de lugar os marcos de divisa de terras que os seus antepassados colocaram.

— 5 —

29Você conhece alguém que faz bem o seu trabalho? Saiba que ele é melhor do que a maioria e merece estar na companhia de reis.

23

— 6 —

231Quando você for jantar com alguém importante, não esqueça quem ele é. 2Se você é guloso, controle-se. 3Não tenha pressa de comer a boa comida que ele serve, pois ele pode estar querendo enganar você.

— 7 —

4Não se mate de trabalhar, tentando ficar rico, 5nem pense demais nisso. Pois o seu dinheiro pode sumir de repente, como se tivesse criado asas e voado para longe como uma águia.

— 8 —

6Não coma na casa de um homem miserável, nem tenha pressa de comer a boa comida que ele serve. 7“Coma um pouco mais”, diz ele, mas não está sendo sincero. 8O jeito dele fará com que você fique enjoado. Você vomitará o pouco que comeu, e todos os seus elogios ficarão desperdiçados.

— 9 —

9Não perca tempo falando com um tolo, porque ele desprezará a sua conversa inteligente.

— 10 —

10Não mude de lugar uma divisa antiga, nem tome posse de terras que pertencem a órfãos. 11Deus é o poderoso defensor dos órfãos e defenderá a causa deles contra você.

— 11 —

12Preste atenção no que lhe ensinam e aprenda o mais que puder.

— 12 —

13Não deixe de corrigir a criança. Umas palmadas não a matarão. 14Para dizer a verdade, poderão até livrá-la da morte.

— 13 —

15Meu filho, se você se tornar sábio, eu ficarei muito feliz. 16Eu me sentirei orgulhoso quando ouvir você falar com sabedoria.

— 14 —

17Não tenha inveja dos pecadores. Procure respeitar e obedecer a Deus todos os dias da sua vida. 18Assim, o seu futuro será brilhante, e você não perderá a esperança.

— 15 —

19Escute, meu filho. Seja sábio e pense seriamente na sua maneira de viver. 20Não ande com gente que bebe demais, nem com quem come demais. 21Porque tanto os beberrões como os comilões vivem com sono e acabam na pobreza, vestindo trapos.

— 16 —

22Escute o seu pai, pois você lhe deve a vida; e não despreze a sua mãe quando ela envelhecer. 23Compre a verdade, a sabedoria, a instrução e o bom senso, mas não venda nenhum deles. 24O pai que tem um filho correto e sábio ficará muito feliz e se orgulhará dele. 25Faça que o seu pai se alegre por causa de você; dê à sua mãe esse prazer.

— 17 —

26Meu filho, preste bem atenção no que eu digo e siga o exemplo da minha vida. 27As prostitutas e as mulheres imorais são uma armadilha perigosa e sem saída. 28Como um ladrão, elas esperam pelas suas vítimas e tornam muitos homens infiéis.

— 18 —

29Quem é que grita de dor? Para quem são as tristezas? Quem é que vive brigando e se queixando? Quem é que tem os olhos vermelhos e ferimentos que podiam ter sido evitados? 30É aquele que bebe demais e anda procurando bebidas misturadas. 31Não fique olhando para o vinho que brilha no copo, com a sua cor vermelha, e desce suavemente. 32Pois no fim ele morde como uma cobra venenosa. 33Você verá coisas esquisitas e falará tolices. 34Você se sentirá como se estivesse no meio do mar, enjoado, balançando no alto do mastro de um navio. 35Então você dirá: “Alguém deve ter batido em mim; acho que levei uma surra, mas não lembro. Por que não consigo levantar? Preciso de mais um gole.”

24

— 19 —

241Não tenha inveja dos maus, nem procure ter amizade com eles. 2Eles só pensam em violências e, quando falam, é para ferir alguém.

— 20 —

3Com a sabedoria se constrói o lar e sobre a prudência ele se firma. 4Na casa da pessoa sábia os quartos ficam cheios de coisas bonitas e de valor.

— 21 —

5Ser sábio é melhor do que ser forte; o conhecimento é mais importante do que a força. 6Afinal, antes de entrar numa batalha, é preciso planejar bem, e, quando há muitos conselheiros, é mais fácil vencer.

— 22 —

7Os provérbios dos sábios são profundos demais para serem entendidos pelos tolos; quando são discutidos assuntos importantes, os tolos não têm nada para dizer.

— 23 —

8Quem planeja o mal será chamado de “criador de problemas”. 9Os planos dos que não têm juízo são pecados. Todos odeiam quem vive zombando dos outros.

— 24 —

10Quem é fraco numa crise é realmente fraco.

— 25 —

11Procure salvar quem está sendo arrastado para a morte. 12Você pode dizer que o problema não é seu, mas Deus conhece o seu coração e sabe os seus motivos. Ele pagará de acordo com o que cada um fizer.

— 26 —

13Meu filho, coma mel, pois o mel faz bem. Assim como o favo de mel é doce na sua língua, 14assim também a sabedoria é boa para a sua alma. Se você a conseguir, terá um bom futuro e não perderá a esperança.

— 27 —

15Você, homem perverso, não fique espiando a casa do homem honesto para assaltá-la. 16A pessoa honesta pode cair muitas vezes, que sempre se levanta de novo. Mas a desgraça acaba com os maus.

— 28 —

17Não fique contente quando o seu inimigo cair na desgraça. 18O Senhor Deus vai saber que você ficou contente com isso e não vai gostar. E ele poderá parar de castigar esse inimigo.

— 29 —

19Não se revolte por causa dos maus, nem tenha inveja deles. 20Os pecadores não têm futuro; eles são como uma luz que está se apagando.

— 30 —

21Meu filho, tema a Deus, o Senhor, e respeite as autoridades. Não se envolva com as pessoas que se revoltam contra eles, 22pois num instante elas podem se arruinar. Você pode fazer uma ideia da destruição que Deus ou as autoridades podem causar?

Mais alguns provérbios dos sábios

23Estas coisas também foram ditas por homens sábios:

O juiz não deve favorecer ninguém. 24Se ele declarar inocente um homem que é culpado, será amaldiçoado e odiado por todos. 25Porém os juízes que castigam o culpado receberão bênçãos e gozarão de boa fama.

26A resposta sincera é sinal de uma amizade verdadeira.

27Não construa a sua casa, nem forme o seu lar até que as suas plantações estejam prontas e você esteja certo de que pode ganhar a vida.

28Se você não tiver motivo, não seja testemunha contra o seu vizinho, nem fale mal dele. 29Nunca diga: “Vou lhe pagar com a mesma moeda. Vou acertar as contas com ele!”

30Eu andei pelos campos e plantações de uva de um homem tolo e preguiçoso. 31Tudo estava cheio de espinhos e coberto de mato, e o muro de pedras havia caído. 32Olhei para aquilo, pensei bem e aprendi a seguinte lição: 33Durma um pouco mais, cruze os braços e descanse mais um pouco; 34mas, enquanto você estiver dormindo, a pobreza o atacará como um ladrão armado.

24.33-34
Pv 6.10-11